conecte-se conosco


Rondonópolis

Justiça manda bloquear bens de empresa que executou obra da duplicação da rio branco

Publicado

Líder comunitário em ato de protesto pela má qualidade da obra

A justiça indisponibilizou os bens móveis e imóveis, até o limite de R$ 4.276.441,97 dos proprietários da Macro Construtora Ltda, por ter executado obras de pavimentação asfáltica de péssima qualidade em bairros de Rondonópolis.

O pedido de bloqueio foi feito pelo Ministério Público.

A Macro sagrou-se vencedora do processo licitatório realizado pelo governo do estado e foi responsável pavimentação asfáltica tipo TSD com capa selante, no prolongamento da Rua Barão de Rio Branco e ligação do Bairro José Sobrinho ao Residencial Geraldine.

Além de várias ruas do Bairro Monte Líbano e Residencial Padro Lothar.

O valor total repassado foi de R$ 4.276.441,97, sendo o contrato do serviço de R$ 3.355.671,64.

Além disso, foi aditado mais R$ 818.807,97 para a implantação e pavimentação de ciclovia e pista de caminhada, além do canteiro central do prolongamento da Avenida Rio Branco,.

No contrato consta que  “todo o material a ser empregado na obra deverá ser comprovadamente de primeira qualidade, sendo respeitadas as especificações referentes aos mesmos”. No entanto, não foi isso que aconteceu.

“A obra, totalmente medida, liquidada e paga à empresa foi pessimamente executada, visto que apresentou inúmeros e graves defeitos, não condizentes com a qualidade que a sociedade espera (e paga) com o dinheiro público, consoante os quatro laudos de vistoria juntados nos autos de investigação, dois efetuados pela Comissão de Fiscalização da própria Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, e dois efetuados pela empresa contratada para supervisão da obra (Consórcio LBR/Esteio)”, destacou na ação o promotor de Justiça.

Veja Também:  Jovem cai de viaduto e morre em Rondonópolis

Antes mesmo da inauguração da obra já se observava um serviço de péssima qualidade, inclusive com buracos no asfalto.

Laudos

Cláudio do Povo protocolou representação junto ao Ministério Público Federal

Um dos laudos emitidos diz que foram evidenciadas falhas “pontuais e construtivas do prolongamento da Avenida Rio Branco e da ciclovia do canteiro central, incluindo também trecho readequado, ressaltando que tais falhas precisam ser corrigidas, pois, o pavimento apresenta trecho com patologias severas, como panelas, erosão, danos em sarjetas, meio-fios e bocas-de-lobo, e, ante mesmo da entrega provisória, incluindo também a sinalização falha e, por estar em plena utilização pela comunidade local, a mesma também tem contribuído com interferência danosa ao pavimento, sobretudo, ao canteiro central”.

Na decisão, o juiz relata que diante das irregularidades, em 11 de maio de 2018, a empresa foi notificada para regularizar as pendências apontadas no laudo, sob pena de sanções.

Porém, em princípio não tomou providências visando sanar os problemas detectados na obra.

Veja Também:  2° Exposição Mato-grossense de Carros Antigos de Rondonópolis

“Ante o exposto, defiro parcialmente a tutela de urgência requerida para o fim de determinar a indisponibilidade dos bens dos réus, excetuando bloqueio de contas judiciais. Oficie-se aos cartórios de registro de imóveis de Rondonópolis, Cuiabá, Barra do Garças, Pontal do Araguaia, Alto Araguaia, Pedra Preta, Poxoréu, Guiratinga, Porto Velho (RO) e Rolim de Moura (RO), para que averbem a indisponibilidade na matrícula dos eventuais imóveis encontrados em nome dos réus”, diz o magistrado na decisão. A ação teve desdobramento depois de uma manifestação liderada pelo líder comunitário Cláudio do Santos, conhecido como Claudinho do Povo, que atendendo ao apelo dos moradores realizou um ato de protesto no dia 19 de março de 23018, dia em que o governador Pedro Taques veio a cidade de Rondonópolis para atos de inauguração.

Cláudio do Povo protocolou representação junto ao Ministério Público Federal pedindo a responsabilização dos culpados, bens como a correção da obra.

https://www.saibatudomt.com.br/2018/03/rondonopolis-inconformados-moradores-fecham-rua-barao-de-rio-branco-durante-manifestacao.html

 

publicidade

Rondonópolis

Jovem cai de viaduto e morre em Rondonópolis

Publicado

Maxuel Porto de Oliveira de 19 anos morreu nesta terça-feira (16), ao cair de um viaduto sobre a BR-364, em Rondonópolis.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o jovem estaria de bicicleta e se desequilibrou. O ciclista teve ferimentos na cabeça, foi socorrido com por uma equipe de resgate da concessionária que administra a rodovia.

A polícia também investiga a possibilidade de Maxuel Porto de Oliveira ter passado mal e por isso caiu do viaduto.

Maxuel não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Veja Também:  Ainda em lua de mel, Sachetti confirma que poderá disputar prefeitura de Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

Ainda em lua de mel, Sachetti confirma que poderá disputar prefeitura de Rondonópolis

Publicado

Adilton Sachetti O ex-deputado federal, disse que está pronto para entrar na disputa das eleições 2020.

“Claro que existe a possibilidade de me candidatar novamente a prefeito de Rondonópolis. Eu penso em me candidatar, estou pronto!” afirmou Sachetti que está viajando, curtindo o momento de lua de mel com a esposa Lidiane Campos.

Derrotado nas últimas eleições quando disputou ao Senado, Adilton Sachetti é um dos nomes mais fortes e comentados para a disputa da Prefeitura de Rondonópolis. Mesmo não tendo sido eleito nas últimas eleições, ele foi o campeão de votos em Rondonópolis obtendo mais de 61 mil votos ao Senado. Nas eleições de 2014, quando foi eleito deputado federal obteve quase 50 mil votos, somente no município.

Adilton que é arquiteto de profissão, foi presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis e fundador da Associação Brasileiras de Produtores de Algodão e da Fundação MT. Em 2004 foi eleito prefeito e comandou a 2ª maior economia do estado e tem avaliação de boa administração.

Veja Também:  2° Exposição Mato-grossense de Carros Antigos de Rondonópolis

 

Continue lendo

Entretenimento

2° Exposição Mato-grossense de Carros Antigos de Rondonópolis

Publicado

Para os amantes de relíquias motorizadas, vem aí nos dias 27 e 28 de julho, a 2ª Exposição Mato-Grossense de carros antigos de Rondonópolis e Convidados. Associação Rondonopolitana de Carros Antigos (Arca) com apoio do Rondon Plaza Shopping promove nos dias 27 e 28 de julho, a 2ª Exposição Mato-grossense de Carros Antigos de Rondonópolis que acontecerá no estacionamento do Rondon Plaza Shopping com a presença de mais de 100 veículos para a contemplação dos presentes.

Com sua primeira edição da exposição cumpriu o objetivo segundo os idealizadores da Associação Rondonopolitana de Carros Antigos (Arca), tanto na reunião de colecionadores de várias regiões do estado, quanto na arrecadação de alimentos com cerca de 1300 quilos de alimentos. Nos dois dias de exposição, a estimativa da organização que mais de 2 mil pessoas visitaram o evento, no estacionamento do Rondon Plaza Shopping.

Neste ano as apresentações musicais ficarão por conta de quatro bandas, Remorse, Red River, Trilogia e Quem Diz Rock. A entrada novamente um quilo de alimento não perecível que beneficiará instituições filantrópicas da cidade.

Veja Também:  2° Exposição Mato-grossense de Carros Antigos de Rondonópolis

A entrada é um 1 kg de alimento não perecível.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana