conecte-se conosco


Agro News

ARROZ/CEPEA: Baixo interesse de indústrias e necessidade de caixa pressionam cotação

Publicado

Cepea, 10/07/2019 – Os preços do arroz em casca caíram no Rio Grande do Sul nos últimos dias, visto que produtores estiveram um pouco mais ativos no mercado do que as indústrias, conforme indicam pesquisadores do Cepea. Esse cenário se deve à necessidade em “fazer caixa” de alguns agentes, enquanto uma parte dos orizicultores seguiu retraída, negociando outras commodities, na expectativa de valorização do cereal nas próximas semanas. No acumulado de julho (de 28 de junho a 9 de julho), o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, recuou 0,64%, fechando a R$ 43,17/sc de 50 kg na terça-feira, 9. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  ALGODÃO/CEPEA: Preço segue em queda; liquidez aumenta
publicidade

Agro News

CITROS/CEPEA: Baixa oferta de poncã favorece vendas de murcote em SP

Publicado

Cepea, 19/7/2019 – O ritmo de vendas esteve um pouco melhor em São Paulo nos últimos dias – principalmente para a variedade tangor murcote. De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, mesmo que a colheita esteja se intensificando no estado, o encerramento da oferta de tangerina poncã tem favorecido o mercado da murcote. Assim, na parcial desta semana (de segunda a quinta-feira), a murcote foi negociada a R$ 34,63/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 1,2% em relação à média da semana anterior. Para a laranja pera, cuja oferta segue se elevando no mercado paulista, a média desta semana é de R$ 17,81/cx de 40,8 kg, na árvore, leve recuo de 1% frente à anterior. Vale lembrar que a maior absorção desta variedade pelas indústrias paulistas tem evitado quedas significativas nos preços. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  SUÍNOS/CEPEA: Mudança metodológica entra em vigor a partir de 1º de agosto de 2019
Continue lendo

Agro News

FRANGO/CEPEA: Carne tem maior competitividade, mas ritmo de negócios está lento

Publicado

Cepea, 19/7/2019 – Enquanto os preços das carnes bovina e suína avançaram na parcial de julho (até o dia 18), as cotações da de frango recuaram, o que elevou sua competitividade frente às concorrentes. Ainda assim, conforme colaboradores do Cepea, a liquidez da carne de frango está baixa no mercado doméstico, uma vez que as férias escolares e as temperaturas mais amenas diminuem a procura pelo produto – neste período do ano, consumidores dão preferência a carnes de sabor mais forte, como a suína. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  OVOS/CEPEA: Com mercado calmo, preços seguem estáveis
Continue lendo

Agro News

OVOS/CEPEA: Com mercado calmo, preços seguem estáveis

Publicado

Cepea, 19/7/2019 – Os preços dos ovos comerciais seguem sem variações expressivas desde o final de junho. Assim, o movimento típico de elevação das cotações no início do mês com declínio a partir da segunda quinzena ainda não foi verificado em julho. Segundo pesquisadores do Cepea, a sustentação dos preços decorre de fatores relacionados à oferta e à demanda: as temperaturas mais baixas reduziram a produção, e a procura pela proteína está menor, devido às férias escolares. Assim, no acumulado do mês (de 28 de junho a 18 de julho), os preços do ovo branco tipo extra aumentaram apenas 1,40 Real/caixa de 30 dúzias em Bastos (SP). Nessa quinta-feira, 18, o produto foi negociado na média de R$ 76,71/cx na região paulista. Para o ovo vermelho, a alta foi de 1,77 Real/cx no período, com negócios a R$ 87,51/cx nessa quinta-feira, 18. Já o preço da caixa entregue na Grande São Paulo aumentou 0,23 Real/cx para o branco e 2,41 Reais/cx para o vermelho. Nessa quinta-feira, 18, esses produtos tiveram preço médio de R$ 81,77/cx e de R$ 93,80/cx, respectivamente. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  ALFACE/CEPEA: Frio reduz consumo e preço cai; geada afeta qualidade e intensifica queda

Fonte: CEPEA
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana