conecte-se conosco


Nacional

Deputada norte-americana é processada por bloquear seguidores no Twitter

Publicado

deputada alexandria ocasio arrow-options
Reprodução/Flickr
Deputada Alexandria Ocasio-Cortez

A deputada norte-americana Alexandria Ocasio-Cortez, que em seu primeiro mandato na Câmara dos Estados Unidos se tornou a estrela da ala esquerda do Partido Democrata, está sendo processada por ter bloqueado seguidores no Twitter.

Leia também: Tempestades de granizo e tornado matam 6 turistas e ferem 30 pessoas na Grécia

As ações contra a deputada foram motivadas pela decisão de um tribunal federal que determinou, já em segunda instância, que Donald Trump violou a Constituição americana ao bloquear pessoas que o criticam nas redes sociais.”Trump não pode bloquear as pessoas, será que a lei será aplicada igualmente?”, tuitou Joseph Saladino, youtuber e candidato ao Senado que está movendo um dos processos.

Em comunicado, o homem disse que está processando a deputada, conhecida pela sigla AOC , porque o “frágil sistema de ideiais e representação vai quebrar” se um debate “forte” e “vigoroso” não puder ser mantido entre os partidos: “Por mais que ela não esteja em uma posição de poder, ela é a voz de uma geração de eleitores democratas e maior do que vários candidatos presidenciais”, disse.

O ex-deputado estadual de Nova York pelo Partido Democrata, Dov Hikind , está movendo uma ação separada em que acusa a parlamentar de ter bloqueado seu perfil no Twitter em represália a mensagens que a criticavam e iam contra seus ideiais políticos. De acordo com os autos, Hikind é um grande defensor “dos valores judeus e de Israel” e o bloqueio restringiria sua participação no “fórum público”.

Veja Também:  Polícia prende suspeito de atropelar manifestante do MST no interior paulista

“Em um esforço para reprimir pontos de vista contrários, a ré excluiu usuários que criticaram AOC e suas posições como deputada por meio de ‘bloqueios’. Esta prática é inconstitucional e deve acabar”, escreveu Hikind.

Ocasio-Cortez , de 27 anos, tem 4.700.000 seguidores no Twitter. Eleita no ano passado por um distrito de Nova York, ela derrotou Joseph Crowley, político democrata tradicional que concorria com fundos dez vezes maiores do que os dela. A deputada pertence ao grupo Socialistas Democratas da América e defende pautas relacionadas aos direitos dos imigrantes, direitos humanos e igualdade de gênero.

Bloqueios violam Primeira Emenda

As ações contra  Ocasio-Cortez  foram motivadas pela sentença proferida contra Trump na terça-feira, em que três juízes de um tribunal federal de apelações decidiram unanimemente que, uma vez que o presidente usa o Twitter para anunciar decisões relacionadas ao governo, ele não pode impedir cidadãos americanos de terem acesso às suas mensagens nem tampouco de responderem a elas, mesmo se de forma crítica ou jocosa.

Como demonstrado pelos processos movidos contra Ocasio-Cortez, a decisão que diz respeito ao presidente poderá ter implicações mais amplas sobre como a Primeira Emenda da Constituição americana, que versa sobre a liberdade de expressão, se aplica às redes sociais.

Veja Também:  Motos podem ficar isentas de pagamento de pedágio em rodovias federais

A emenda permite proibir uma autoridade que usa uma rede social para tratar de assuntos de governo de excluir pessoas e inviabilizar “um diálogo on-line aberto”, mesmo se disserem coisas das quais a autoridade discorda, diz a decisão do juiz Barrington D. Parker. Ele acrescentou que a conduta do governo e de seus funcionários está sujeita hoje a um “debate amplo e robusto” que “gera um nível de paixão e de intensidade que raramente foram vistos antes”.

A questão também está em pauta no Brasil, onde diversos membros do governo e da família Bolsonaro, incluindo o próprio presidente, utilizam as redes sociais como plataformas políticas, mas recorrem com frequência aos bloqueios contra aqueles que os criticam.

Leia também: Homem invade Palácio de Buckingham e chega perto da Rainha Elizabeth, diz jornal

“Não só o presidente anunciou nomeações no Twitter, como ministros também informam políticas públicas e comentam a própria atuação em redes sociais”, disse Carlos Affonso Souza, do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS). “Se a autoridade usa uma rede social para tratar de funções tipicamente públicas, mesmo se a conta também tiver comentários de natureza privada, ela pode ser declarada de interesse público”.

Fonte: IG Nacional
publicidade

Nacional

Vídeos mostram medo e estragos causados por vendaval em Porto de Galinhas (PE)

Publicado

Moradores registraram, espantados, a força do vendaval na manhã deste sábado (20) arrow-options
reprodução/ Whatsapp
Vendaval assustou população de Porto de Galinhas neste sábado (20)


“Passou um tornado aqui em Porto de Galinhas “, exagera um morador, enquanto grava um dos locais prejudicados pela ventania que assustou moradores da cidade turística neste sábado (20).

A chuva começou de madrugada, mas o vendaval arrastou cadeiras, tendas e galhos de árvores por volta das 8h30.


Leia também: Saiba o que fazer em Porto de Galinhas em família, a dois e sozinho

Comércios tiveram prejuízos , com cadeiras e mesas arrastadas pelo vento. 

Conforme divulgado pela Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), o vento acompanhado da chuva chegou a 32 km por hora. Ainda conforme a Agência, o normal para a região é de 7 km por hora. A Apac havia alertado a população e autoridades na sexta-feira (19).  “O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo potencial de fortes ventos costeiros, entre 11 a 16 m/s (40-60 km/h), no período das 16h desta sexta (19) ás 10h de sábado, na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata Norte e Sul e Agreste.”

Veja Também:  Grupo é condenado por fraudar merenda escolar para realizar churrascos e festas


Leia também: O melhor de Porto de Galinhas

Segundo o Inmet, esse tipo de fenômeno natural é comum entre os meses julho e agosto por causa da queda nas temperaturas e aumento da força dos ventos.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Ministro compartilha vídeo e fotos ironizando confusão em protesto estudantil

Publicado

Ministro tem histórico de ser arrow-options
Reprodução/Youtube
Ministro tem histórico de ser “engraçado” nas redes sociais

Após fazer brincadeira com “chuva de fake news” , o ministro da Educação, Abraham Weintraub , usou o twitter mais uma vez para ironizar assuntos do dia a dia. Compartilhando um vídeo de uma confusão entre manifestantes de movimentos estudantis e guardas, ele se limitou a declarar que não tinha comentários. 

Leia também: Bolsonaro reclama e MEC veta vestibular para transexuais em universidade federal 

Nas imagens compartilhadas pelo ministro , é possível ver o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão , puxando um coro de protesto e guardas impedindo manifestantes de entrar em um prédio quando a confusão começa. Poucos minutos depois, Weintraub publicou algumas fotos de Iago no evento Future-se perguntando “onde está Wally”.


A declaração dada pelo ministro ocorreu poucas horas após o filho de Jair Bolsonaro , Carlos Bolsonaro,  fazer publicação afirmando que os militantes políticos na educação “sempre comeram migalhas” e elogiando o Future-se, projeto para parceria entre universidades e a iniciativa privada apresentado por Weintraub no começo da semana.

Veja Também:  Máfia italiana operou esquema de cocaína no Brasil, diz PF

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Homem mata namorada e compartilha fotos da vítima nas redes sociais

Publicado

IstoÉ

Bianca Devins arrow-options
Reprodução/Instagram
Bianca Devins morreu na última segunda-feira (15) e o suposto namorado, Brandon Andrew Clark, é o culpado

Bianca Devins, de 17 anos, digital influencer norte-americana, morreu na última segunda-feira (15), e o principal suspeito é Brandon Andrew Clark, namorado da garota há dois meses. O crime aconteceu em Utica, em Nova York, nos Estados Unidos. Após cometer o assassinato, o homem teria feito imagens da garota morta e publicado na internet.

Leia também: Ministro compartilha vídeo e fotos ironizando confusão em protesto estudantil

“Desculpem-me, seus f***. Vocês terão que encontrar outra pessoa para ‘urubuzar’”, dizia a legenda do post, que mostrava Devins com o pescoço cortado dentro de um carro. Internautas do 4chan e do Discord alertaram a polícia sobre o ocorrido, logo após as fotos viralizarem nas redes sociais. Cerca de 24 horas depois, elas foram apagadas pelas empresas responsáveis.

A investigação afirma que Brandon e Bianca se conheceram pelas redes sociais e teriam ido juntos a um show no sábado, dia 13. Testemunhas no local dizem que o casal foi visto fumando maconha antes de acompanhar a apresentação.

Veja Também:  Grupo é condenado por fraudar merenda escolar para realizar churrascos e festas

Leia também: Bolsonaro diz que não se referiu aos nordestinos com o termo “paraíba” 

De acordo com a revista “Rolling Stone”, apesar de Brandon ser apontado como namorado pela polícia, uma amiga de Bianca diz que eles não eram namorados, e que o rapaz tinha uma paixão “platônica” pela garota.

Leia também: Vaticano abre mais dois ossários para procurar garota desaparecida há 36 anos

Após o assassinato, Brandon teria ligado para a polícia dizendo que iria se matar. Porém, o homem  foi encontrado a tempo e foi submetido a uma cirurgia de emergência. Amigos do garoto o descreveram como “solitário” e “fã obcecado que stalkeava Devins”. O crime teria acontecido após ele ser rejeitado por ela durante o show.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana