conecte-se conosco


Agro News

Estradeiro inicia próxima expedição no final de novembro

Publicado

Política Agrícola e Logística

Estradeiro inicia próxima expedição no final de novembro

Veja programação completa

07/11/2019

A próxima edição do Estradeiro da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) em parceria com Movimento Pró-Logística será realizada de 27 de novembro a 04 de dezembro, perfazendo as principais rotas de escoamento dos grãos de Mato Grosso. A largada será em Cuiabá, seguindo pela MT- 020 com percurso até Santarém, no Pará. Interessados em participar da programação deste ano devem confirmar presença entre os dias 11 e 21 deste mês.

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antonio Galvan, explica que o objetivo da expedição é verificar in loco a situação de manutenção recuperação e pavimentação das rodovias por onde passa.

Ao final de cada edição, são emitidos relatórios fotográficos e informativos que são entregues ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), ao Ministério de Infraestrutura, às bancadas de Mato Grosso e Pará em que são feitos os encaminhamentos necessários.

“Essa iniciativa já tem colhido frutos e contribuído para melhorias do escoamento da produção, é uma ação que também contribui para o fortalecimento do setor”, pontuou Galvan.

Inscrições para participar deste Estradeiro seguem de 11 a 21 de novembro. Os interessados devem procurar a Comissão de Política Agrícola e Logística da Aprosoja Mato Grosso. Falar com Diogo ou Jackeline pelo telefone (65) 3644-4215 ou pelos e-mails diogo.silva@aprosoja.com.br e jackeline.carvalho@aprosoja.com.br.

Veja Também:  FRANGO/CEPEA: Com maior liquidez, preço da asa atinge recorde

“Sairemos dia 27 de Cuiabá seguindo pela MT- 020 até Canarana, BR-158 até Redenção (PA), seguimos pela BR-155 até Marabá (PA), depois pegamos a BR- 230 até Uruará e de lá, por via estadual chegando em Santarém. A equipe permanece por um dia em Alter do Chão e depois retorna pela BR- 163 até Miritituba, seguindo até Cuiabá”, detalhou o diretor-executivo do Movimento Pró-Logística, Edeon Vaz.

Confira a Programação do Estradeiro 27/11 a 04/12/2019

Dia 27/11 – Cuiabá – Canarana via MT 020 –  (Pernoite e Simpósio) – 736 km

Reunião no Sindicato Rural de Canarana com a Rumo Logística

Hospedagem Hotel Ipê Confort – Av. Rio Grande do Sul – Flamboyant – Canarana – MT

Dia 28/11 – Ribeirão Cascalheira – Vila Rica – (Almoço e Simpósio) – 383 km

Simpósio no Sindicato Rural de Vila Rica

Dia 28/11 – Vila Rica – Redenção – (Pernoite) – 342 km

Juary Hotel

Av. João Gomes do Val, 541 – Núcleo Urbano, Redenção – PA, 68553- 057 Núcleo Urbano, Redenção – PA

Simpósio Sindicato Rural de Redenção.

Dia 29/11 – Redenção – Marabá – (Almoço e reunião com sociedade civil) – 355 km

Veja Também:  BANANA/CEPEA: Oferta da nanica aumenta no Norte de SC e preços recuam

Associação Comercial e Industrial de Marabá.

Dia 29/11 – Marabá – Novo Repartimento (BR 230) – (Pernoite) – 195 km

Hotel Monte das Oliveiras
Novo Repartimento – PA, 68473-000 Q323+JF Parque Uirapuru, Novo Repartimento – PA – (94) 99188-6145

Dia 30/11 – Novo Repartimento – Uruará – Alter do Chão – 778 km

Hotel Borari – Rua: R. Dom Macedo Costa, 1061, Santarém – PA, 68109-000 – Alter do Chão, Santarém – PA – (93) 3527-1152

Dia 01/12 – Alter do Chão

Dia 02/12 – Alter do Chão – Miritituba – 355 km

Visita às ETCs – Estações de transbordo de cargas pelo rio Tapajós).

Visita às obras de Itapacurá (Almoço)

Dia 02/12 – Miritituba – Novo Progresso – 489 km (pernoite hotel Tapajós)

Tapajós Palace Hotel – Av. Doutor Isaías Antunes Pinheiro, 150 – Scremin, Novo Progresso – PA, 68193-000

Dia 03/12 – Novo Progresso – Sinop – 510 km (pernoite)

Hotel Ibis

Dia 04/12 – Sinop – Cuiabá – 515 km – encerramento do Estradeiro

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA
publicidade

Agro News

MILHO/CEPEA: Demanda aquecida segue elevando preços no spot

Publicado

Cepea, 18/11/2019 – As cotações do milho continuam em alta no mercado brasileiro, devido à demanda aquecida no físico, segundo pesquisadores do Cepea. Nessa quinta-feira, 14, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) fechou a R$ 44,09/saca de 60 kg, avanço de 2,68% frente à sexta anterior, 8. Muitos compradores, especialmente de regiões consumidoras, mostram dificuldades em encontrar novos lotes do cereal. Vendedores, por sua vez, postergam as negociações, à espera de preços maiores nas próximas semanas, fundamentados nas exportações ainda aquecidas. Nos portos, os valores também sobem, mas de forma menos intensa. Vale lembrar que os preços do milho no interior do País estão mais atrativos que os para exportação. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  IPPA/CEPEA: Pecuária e grãos elevam IPPA/Cepea em outubro
Continue lendo

Agro News

SOJA/CEPEA: Preço no porto fecha acima de R$ 90/sc

Publicado

Cepea, 18/11/2019 – A saca de 60 kg da soja em grão voltou a ser negociada acima de R$ 90,00 no porto de Paranaguá (PR) na semana passada, segundo informações do Cepea. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) subiu 0,47% entre 8 e 14 de novembro, fechando a R$ 90,24/saca de 60 kg na quinta-feira, 14. O impulso veio da retração de grande parte dos sojicultores – que, diante das incertezas quanto à safra 2019/20, prefere segurar o remanescente de 2018/19 – e das firmes demandas de indústrias brasileiras e do mercado internacional. No campo, embora as recentes chuvas tenham amenizado a preocupação de parte dos agentes, há municípios que ainda registram déficit hídrico, especialmente em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia e Maranhão. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  SUÍNOS/CEPEA: Valor do leitão é recorde nominal
Continue lendo

Agro News

CITROS/CEPEA: Demanda diminui, mas menor oferta sustenta preços

Publicado

Cepea, 18/11/2019 – Devido ao feriado nacional da Proclamação da República, em 15 de novembro, a procura por laranja se retraiu no mercado de mesa na semana passada, segundo colaboradores do Cepea. Entretanto, a baixa oferta de frutas com qualidade e a redução da colheita de pera seguem sustentando as cotações. Entre 11 e 14 de novembro, a variedade foi negociada a R$ 28,72/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 2,5% em relação à semana anterior. Quanto à lima ácida tahiti, por sua vez, o volume já está aumentando no mercado de mesa paulista – ainda que a maior parte corresponda a frutas miúdas, que são negociadas a preços menores. A tendência, segundo agentes consultados pelo Cepea, é de que a elevação gradual da oferta pressione as cotações daqui em diante. A média da tahiti na semana passada foi de R$ 86,54/cx de 27 kg, colhida, queda de 11,4% em relação ao período anterior. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  FRANGO/CEPEA: Com maior liquidez, preço da asa atinge recorde
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana