conecte-se conosco


Agro News

FRANGO/CEPEA: Embarques aumentam, mas não como o esperado; preço sobe no BR

Publicado

Cepea, 8/11/2019 – Os embarques de carne de frango reagiram em outubro, superando os de setembro. Conforme relatório da Secex, foram exportadas 334,1 mil toneladas da proteína (in natura e industrializados) durante o mês, aumento de 3,4% frente a setembro, mas queda de 8,8% na comparação com outubro de 2018. Esse aumento no volume de setembro para outubro deve-se ao maior número de dias úteis no mês passado, tendo em vista que a média diária de embarques foi a segunda menor deste ano, atrás somente da observada em janeiro. Nesse sentido, parte dos agentes colaboradores do Cepea indica que as exportações se mantêm abaixo do esperado. Em termos financeiros, o câmbio alto favoreceu a receita em moeda nacional. No mercado interno, com o início do mês e o aumento da liquidez na ponta final da cadeia, os preços da carne de frango subiram na semana. De 31 de outubro a 7 de novembro, o frango inteiro se valorizou na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. Na Grande São Paulo, o produto resfriado teve preço médio de R$ 4,59/kg no dia 7, elevação de 5,9% em sete dias. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  SOJA/CEPEA: Grão se valoriza e indústria reduz processamento

Fonte: CEPEA
publicidade

Agro News

ETANOL/CEPEA: Indicadores se mantêm em alta há 8 semanas

Publicado

Cepea, 12/11/2019 – Os preços dos etanóis anidro e hidratado estão em movimento de elevação há oito semanas seguidas no mercado paulista, segundo dados do Cepea. Entre 4 e 8 de novembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado (preço ao produtor) fechou a R$ 1,8745/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), alta de 0,94% em relação ao da semana anterior. No caso do etanol anidro, o Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 2,0833/litro (sem PIS/Cofins), aumento de 2,16% no mesmo período. Com a vantagem frente à gasolina C nas bombas paulistas, distribuidoras continuam adquirindo volumes expressivos. Do lado vendedor, a expectativa de precipitações no último final de semana ajudou na sustentação dos preços. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  Nota aos produtores rurais sobre decisão do STF
Continue lendo

Agro News

AÇÚCAR/CEPEA: Usinas limitam oferta e preços sobem neste início de mês

Publicado

Cepea, 12/11/2019 – Neste final da safra 2019/20, usinas paulistas continuam restringindo as ofertas do açúcar cristal para pronta entrega, cenário que tem sustentado os valores do produto no mercado spot, segundo dados do Cepea. De 4 a 8 de novembro, a média do Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista foi de R$ 65,76/sc de 50 kg, alta de 0,73% em relação à de 28 de outubro a 1º de novembro (R$ 65,28/sc de 50 kg). Quanto aos embarques, de acordo com dados da Secex, o maior volume mensal exportado neste ano foi registrado em outubro, de 1,928 milhão de toneladas, com elevação de 12,17% em relação ao de setembro (1,719 milhão de toneladas). Apesar desse aumento, o total das exportações no acumulado de 2019 (de janeiro a outubro), de 15,007 milhões de toneladas, está 16,16% inferior ao do mesmo período do ano passado (17,901 milhões de toneladas). Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  Nota aos produtores rurais sobre decisão do STF
Continue lendo

Agro News

TRIGO/CEPEA: Clima no Sul prejudica produtividade e qualidade

Publicado

Cepea, 12/11/2019 – Colaboradores do Cepea no Rio Grande do Sul estão preocupados, visto que as chuvas em excesso prejudicaram a produtividade e a qualidade da safra – inclusive, parte da produção não deve ser classificada sequer como trigo. Assim, esses agentes estão afastados do mercado spot brasileiro, de modo geral. Dados da Emater indicam que parte do trigo já colhido no RS tem apresentado perda de qualidade, com lavouras com PH abaixo de 75. Ainda segundo a Emater, triticultores da região de Ijuí estariam preocupados também com o lento avanço da colheita, devido à alta umidade. A Emater aponta que, na região de Santa Rosa, a qualidade e a produtividade, em geral, são boas. Entretanto, as lavouras que ainda não foram colhidas podem ser prejudicadas pelas chuvas, o que deve deixar a qualidade do cereal abaixo do PH 74. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  MILHO/CEPEA: Demanda interna aumenta e impulsiona cotações
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana