conecte-se conosco


Policial

Homem é morto com golpe de canivete no pescoço após desentendimento em MT

Publicado

Ilustrativa

Um homem foi morto com um golpe de canivete no pescoço, na noite deste sábado (09), em Nova Mutum.

De acordo com informações, durante uma confraternização em uma residência, houve um desentendimento, resultando na morte de Reverson Waskiewicz Sene, 34 anos.

Ainda segundo informações preliminares, um conhecido da vítima, que também estava na residência, usou uma arma branca, tipo canivete, e golpeou Reverson no pescoço. Após praticar o crime, o suspeito fugiu.

A Polícia Civil esteve no local dando apoio a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Veja Também:  Polícia Civil indicia madrasta por homicídio qualificado na morte de criança de 11 anos
publicidade

Policial

Falso policial preso por ataques sexuais em série é condenado por estuprar mulheres

Publicado

Foto: Reprodução/Arquivo

O falso policial que foi assunto nacional há alguns anos, ao ser preso sob suspeita de ter cometido uma série de ataques sexuais contra 26 mulheres em bairro nobre de São Paulo, acabou condenado pela Justiça por estuprar e roubar nove das vítimas. Cabe recurso.

Adson Muniz Santos recebeu penas que, somadas, totalizam 59 anos e oito meses de prisão em regime fechado pelos crimes praticados contra as mulheres entre os anos de 2016 e 2017. As informações são do Tribunal de Justiça (TJ) e da defesa do empresário, que sempre negou todas as acusações.

Das nove condenações contra Adson, seis são por estupros, sendo que algumas delas ainda têm roubo, extorsão, sequestro e abuso de poder. As outras três condenações foram por importunação sexual, ameaça e falsidade ideológica. Adson ainda foi absolvido de uma acusação de estupro e teve ao menos um dos casos arquivados, segundo sua defesa (veja tabela abaixo).

Outra condenação foi confirmada em outubro de 2019: 18 anos e seis meses por estupro, roubo e extorsão. Adson foi acusado de atacar outra mulher nos Jardins, no dia 6 de outubro de 2017.

Defesa e acusação

À Justiça e à imprensa Adson sempre negou as acusações. Chegou inclusive e alegar transtorno mental e pediu tratamento para se “curar”.

Por decisão da Justiça, ele passou por cinco exames psiquiátricos, mas todos os resultados dos testes o consideraram imputável, ou seja, tinha consciência da gravidade dos crimes quando os cometeu, sendo julgado posteriormente como um criminoso normal e não um doente mental. No segundo caso, se fosse considerado inimputável, ou seja, se não tivesse consciência dos seus atos, teria de receber tratamento num hospital psiquiátrico.

Procurado pelo G1, o advogado de Adson, Ariovaldo Stella Alves Filho, reforçou a versão de que seu cliente continua negando todos os crimes e que o sexo com as mulheres e dinheiro que pegava delas foram consentidos.

“ELE [ADSON] ALEGA QUE TUDO O QUE ACONTECIA DE [O SEXO COM AS MULHERES E O DINHEIRO DELAS] ERA DE FORMA VOLUNTÁRIA”, DISSE ARIOVALDO. “ATUALMENTE, O SENHOR ADSON MUNIZ SANTOS NÃO POSSUI SENTENÇAS TRANSITADAS EM JULGADO, OU SEJA, TECNICAMENTE FALANDO AINDA É CONSIDERADO INOCENTE PELAS IMPUTAÇÕES DE CRIME OFERTADAS CONTRA ELE”.

Segundo as acusações feitas pelo Ministério Público (MP) contra Adson, ele abordava as vítimas e cometia os crimes contra elas quase sempre da mesma maneira: se apresentando como policial federal e produtor de TV.

Para isso, de acordo com o MP, exibia credenciais falsas para ameaçar e enganar as mulheres. Depois, de acordo com a denúncia, mostrava uma arma, também falsa, para ameaça-las e obriga-las a fazer sexo com ele. Em seguida roubava seus celulares, relógios e joias. Ainda exigia que elas sacassem dinheiro em caixas eletrônicos e o dessem.

Adson foi acusado de atacar 26 mulheres, tendo nove condenações por crimes contra elas, sendo seis por estupro nos casos

Continue lendo

Policial

Adolescentes são apreendidos por utilizar pistola de cola quente para praticar roubos em Rondonópolis

Publicado

Nesta segunda-feira (11.11) a Polícia Militar apreendeu dois adolescentes de 15 e 16 anos de idade por roubo à pessoa e a um estabelecimento comercial, em Rondonópolis.

Os policiais militares foram acionados por uma mulher que teria sido rendida pelos dois menores, que exigiam da vítima o seu relógio de pulso, no bairro São Pedro. A mulher também disse que os suspeitos estariam com uma arma de fogo.

Em diligências, os policiais se depararam com outra vítima: um comerciante que contou à PM que os suspeitos teriam entrado em seu estabelecimento comercial, localizado no bairro Jardim Ebenezer. Uma quantia em dinheiro no valor de R$ 22, pacotes de bolachas, um refrigerante e outros alimentos foram levados na ação pelos dois menores de idade.

Para localizar os suspeitos, os policiais cercaram a região e os encontraram escondidos em um matagal. Com eles, foram apreendidos a mercadoria levada do comércio e o dinheiro.

Após a apreensão dos suspeitos, a polícia encontrou na casa de um deles, um simulacro de arma de fogo feito com uma pistola de cola quente e o relógio da primeira vitima.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre mandado contra homem acusado de homicídio qualificado

Continue lendo

Policial

CASEIRO MORRE AFOGADO AO TOMAR BANHO EM REPRESA APÓS INGERIR BEBIDA ALCOÓLICA EM ALTA FLORESTA

Publicado

Os bombeiros foram chamados e encontraram o corpo a 2 metros de profundidade.

Um caseiro morreu afogado nesse domingo (10) enquanto tomava banho em uma represa em Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, a vítima foi identificada como Edno Moreno de Souza Filho, de 31 anos.

Testemunhas disseram à Polícia Civil que o caseiro havia ingerido bebida alcoólica momentos antes de entrar na água.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o afogamento ocorreu por volta de 16h e o corpo foi encontrado após as 20h.

A represa é de uma estância na MT-325, a 8 km de Alta Floresta. Edno estava com outras pessoas em uma pequena ilha dentro da represa.

O grupo estava em um quiosque. Em um determinado momento, a vítima desapareceu na água e não retornou.

Os bombeiros foram chamados e encontraram o corpo a 2 metros de profundidade.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana