conecte-se conosco

Agro News

MELANCIA/CEPEA: Clima e qualidade reduzem demanda e pressionam cotações

Publicado

Cepea, 15/5/2019 – Os preços da melancia caíram em Uruana (GO) nos últimos dias, refletindo tanto o leve amento da oferta na região quanto a menor demanda nos principais centros consumidores. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, além do clima mais ameno nos últimos dias – que desestimula o consumo da fruta –, a menor qualidade dos poucos frutos remanescentes de São Paulo e os elevados patamares de preços observados nas últimas semanas têm limitado a aceitação do produto. Nesse cenário, os valores pagos ao produtor tiveram ligeiro recuo, com a fruta graúda (>12 kg) sendo comercializada, em média, a R$ 0,92/kg na semana entre 6 e 10 de maio, valor 5,7% inferior ao da semana anterior. Vale lembrar que as cotações têm variado conforme o tamanho da melancia, visto que, no geral, poucas frutas ultrapassaram os 14 kg. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  SOJA/CEPEA: Preços voltam a subir com força no Brasil e nos EUA
publicidade

Agro News

UVA/CEPEA: Preços da uva niagara caem

Publicado

Cepea, 22/05/2019 – Produtores das regiões paulistas de Campinas e de Porto Feliz estão insatisfeitos com os preços da uva niagara (rústica) de São Paulo. Alguns viticultores consultados pelo Cepea, inclusive, optaram por não colher na semana passada, deixando muitos lotes no pé, devido às baixas cotações do mercado de uva em geral. Além disso, o clima mais frio em algumas praças consumidoras acompanhada pelo Cepea também têm dificultado o escoamento. De 13 a 17 de maio, o valor médio da niagara foi de R$ 2,64/kg na região de Campinas, queda de 8,9% frente à semana anterior. Fonte: Cepea/Hortifruti – www.hfbrasil.org.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  MANGA/CEPEA: Preços da tommy reagem, enquanto os da palmer se mantêm em queda
Continue lendo

Agro News

ARROZ/CEPEA: Produtor retraído e indústria ativa sustentam movimento de alta

Publicado

Cepea, 22/05/2019 – O ritmo de negócios de arroz em casca no Rio Grande do Sul esteve lento nos últimos sete dias, de acordo com levantamento do Cepea.  Do lado vendedor, enquanto alguns produtores estiveram retraídos para venda do cereal, outros deram prioridade para as negociações de soja. Apenas orizicultores com necessidade de “fazer caixa” disponibilizaram lotes de casca. Por outro lado, indústrias (seja do Rio Grande do Sul ou de outros estados, como do Centro-Oeste) seguem ativas para novas aquisições. Algumas empresas aumentaram suas ofertas de compra, inclusive para o arroz “livre” (depositados nas propriedades rurais). Entretanto, parte das beneficiadoras tem negociado o cereal depositado em seus armazéns. Assim, entre 14 e 21 de maio, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros ficou estável (-0,02%), fechando a R$ 44,13/sc de 50 kg na terça-feira, 21. A média de maio, de R$ 44,11/sc, está 5,57% maior que a média de abril/19 e 19,86% superior à média de maio/18 (valores atualizados pelo IGP-DI de abril/19).  Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  Pais e acompanhantes de pacientes oncológicos aprendem receitas com bebida de soja

Fonte: CEPEA
Continue lendo

Agro News

ALGODÃO/CEPEA: Preços caem pela segunda semana consecutiva

Publicado

Cepea, 22/05/2019 – Pesquisas do Cepea apontam que o ritmo de comercialização envolvendo o algodão em pluma está bastante lento e os preços, em queda pela segunda semana consecutiva. Boa parte das indústrias consultadas pelo Cepea está fora de novas aquisições – apenas compradores com necessidade de atender contratos estão ativos e, mesmo assim, cautelosos quanto aos valores ofertados e à qualidade da pluma – a maioria dos lotes disponibilizados é mista em tipo e/ou características (como micronaire, fibra e cor). De 14 a 21 de maio, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, recuou 0,4%, fechando a R$ 2,8585/lp na terça-feira, 21. No acumulado de maio (até o dia 21), o Indicador caiu 3,03% e, no ano (de 28 de dezembro a 21 de maio), 6,75%. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  ETANOL/CEPEA: Preço do hidratado sobe, após três semanas em queda
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana