conecte-se conosco


Mulher

“Nem na ausência e nem diante de nossos ‘erros’ podemos compensar com presentes”

Publicado

No texto anterior a gente falou de frustração . E se há um assunto bem ligadinho a esse é a compensação. Para evitar que a criança se frustre, os pais tentam dar tudo o que podem e o que não podem. E mais ainda quando são ausentes. Você trabalha demais e não consegue passar muito tempo com os filhos , aí tome presente, né? Faça isso não.

Sarah Eleutério arrow-options
Arquivo pessoal
Sarah Eleutério, colunista do Delas, já falou sobre a frustração dos filhos e, agora, é a vez de escrever sobre compensações

Quando perde a apresentação de balé da filha ou não consegue chegar a tempo no dia das mães da escola, você fica com o maior sentimento de culpa do mundo e acaba comprando um brinquedo super caro para compensar. Bem, a única coisa que vai conseguir com isso é aliviar, um pouco, o seu coração naquele momento. Eu digo o “seu”, não o do seu filho. A gente já falou sobre a importância da frustração, que faz parte, mas, mais que isso, compensar sua ausência com bens materiais é um péssimo ensinamento.

Isso também pode acontecer quando você perde a paciência e acaba chegando ao extremo, gritando ou, o que Infelizmente alguns fazem, batendo no filho. Se você não queria ter feito isso, certamente vai ser tomada por um grande arrependimento. Eu mesma já passei do limite gritando com meu filho – quem nunca, né? – e depois corri para o banheiro para chorar escondido. E, confesso, a vontade de compensar depois, de levá-lo ao shopping para escolher um presentinho, já bateu.

Veja Também:  Pode ou não? Convidada gera debate por usar vestido branco em casamento

Leia também: É possível amar todos os filhos da mesma maneira ou há sempre um filho favorito?

Mas tem que segurar a onda. Nem na ausência e nem diante de nossos “erros” podemos compensar com presentes . Conheço uma mãe que viaja muito a trabalho e sempre que volta traz um presente para a filha. Ela já diz “minha mãe chega amanhã. E vai trazer uma boneca bem cara pra mim”. Ou seja, a felicidade da menina não é porque vai abraçar a mãe, mas a boneca. E isso é muito triste, porque a mãe pensa que está resolvendo um problema, mas está criando outro. Psicólogos dizem que a criança pode até vir a ter um comportamento de vingança depois, porque ela não vai se sentir recompensada. Não é a mesma coisa, sabe?

Presença se compensa com presença. Deixa o presente para o dia de dar presente (aniversário, Natal, Dia das Crianças…). Seu filho precisa de você. Só isso. Lembro quando tive meu primeiro filho e tive que voltar a trabalhar. Só parei de chorar quando uma psicóloga me disse “Não importa a quantidade de tempo que você vai passar com ele por dia. Importa a qualidade desse tempo. Se vocês só terão duas horas por dia juntos, por exemplo, que sejam duas horas bons momentos de compartilhamento de interesses”. E se eu tivesse que estar ausente nas outras 22 horas do dia, a compensação seria com mais intensidade no próximo reencontro. Sim, sem presentes.

Veja Também:  Jovem usa vestido de noiva da mãe em seu baile de formatura e emociona os pais

“Mas também não se pode levar isso ao outro extremo, como, depois de passar o dia trabalhando, chegar em casa e fazer mil e uma brincadeiras super divertidas, intensas. Isso também não se sustenta no dia a dia. Manter a criança em estado de alegria plena. É preciso ter o bom senso e entender o significado dessa qualidade de tempo. Por exemplo a escuta atenta às falas da criança, a compreensão dos seus problemas, mas tudo com moderação”, é o que diz a psiquiatra Rackel Martins.

Sobre ter perdido o balé ou o campeonato de futebol, explique que você queria muito ter ido e conte porque não foi. Daí, pergunte como foi a apresentação. Converse com ele sobre o assunto, mostre-se interessada, vibre com a história dele! Depois diga que você vai providenciar outros momentos para passarem juntos. E cumpra. Faça um programa. Compense o tempo perdido com mais tempo com seus filhos . E nunca com brinquedos e doces. Quando você substitui sua ausência por um presente, corre o risco de, quando adulto, ele encarar as relações do ponto de vista material, achando que o dinheiro compra tudo.

Leia também: O que fazer quando seu filho pede um presente que você não pode dar

Não compra, não é verdade? E como a gente falou em frustração, no texto anterior, vale lembrar que a perda é necessária para o desenvolvimento da criança . E lidar com a falta também. Faz parte. O que não pode, de jeito nenhum, é substituir seu abraço pelo da boneca.

Fonte: IG Delas
publicidade

Mulher

Horóscopo do dia: previsões para 21 de julho de 2019

Publicado

Terapeuta Integrativa, Masumi Suguinoshita usa a astrologia e a meditação como ferramentas principais de trabalho e traz ao Delas as previsões do horóscopo do dia.

horóscopo do dia arrow-options
shutterstock
Confira o que os astros reservam para o seu signo durante este horóscopo do dia

Leia também: Como ler mapa astral? Entenda o que os astros dizem sobre a sua personalidade

Confira o que diz o horóscopo do dia  21 de julho e veja a melhor forma de aproveitar o seu domingo.

Áries

A Lua em conjunção com Netuno em Peixes, em trígono com Vênus em Câncer está ligado à harmonização de emoções profundas e bagagens que estão no inconsciente, principalmente aqueles ligados aos relacionamentos pessoais. É também um bom dia para oferecer ajuda a quem necessita ou praticar alguma atividade voluntária.

Touro

A Lua em conjunção com Netuno, em Peixes, vem para trazer reflexões e sacadas acerca do sentindo maior que há na nossa existência. Na correria do dia a dia nos perdemos na rotina e esquecemos do que é realmente fundamental para a nossa vida. Praticar atividades que nos lembram do que é igualdade social, amor, fraternidade e felicidade, como estar na natureza ou fazer trabalhos voluntários, potencializam a energia do presente.

Gêmeos

A Lua em conjunção com Netuno, em Peixes, forma trígono com Vênus em Câncer, te estimulando a olhar para as bagagens mais profundas ligadas às suas conexões. Vale escolher atividades que te ajudam no resgate de memórias para ressignificá-las, a dar uma nova chance para interações mais íntimas, a lembrar do sentido maior que existe nas relações.

Câncer

A Lua em conjunção com Netuno, em Peixes, em trígono com Vênus em Câncer, nos lembra do real sentido que existe nas nossas interações e relações com o mundo, seja a nossa ligação com a natureza, o nosso potencial de ajudar ao outro, ou o aprofundamento da sua conexão consigo mesmo. Atividades voluntárias podem ser bem interessantes em dias assim.

Veja Também:  Em vídeo, pedreiro surpreende filha com fatia de bolo em aniversário e emociona

Leão

A Lua em conjunção a Netuno em trígono com Vênus em Câncer pede um resgate da nossa essência nas interações, lembrando daquilo que todos temos em comum. Se envolver de forma mais profunda, além das aparências pode parecer algo que não faça sentido em alguns momentos, mas no fim, somos todos humanos, todos iguais e diferentes.

Virgem

Bagagens mais profundas podem se revelar com a Lua em conjunção com Netuno. Ao invés de ignorar ou entrar no escapismo, vale a pena conversar sobre o que se passa. Às vezes basta um desabafo para a gente se sentir melhor. Insistir numa dor dá força a ela, mas um bom papo pode trazer leveza e desatar nós que antes pareciam impossíveis de se soltar.

Libra

Júpiter retrógrado em Sagitário está aqui para nos ensinar que tudo é possível, absolutamente tudo. Ficar com a mente fechada teimando num mesmo ideal, tentar controlar os resultados e se preocupar com o que as pessoas pensam são esforços em vão. Que tal se abrir para novos estudos, experiências e formas de pensar?

Escorpião

A Lua em conjunção com Netuno, em Peixes, forma trígono com Vênus em Câncer, ativando o seu lado mais sensível e favorecendo assim uma compreensão mais profunda nas interações. As trocas são beneficiadas pelo clima de compaixão que existe no momento, que inclusive te ajudando a ser mais empático com as questões alheias.

Veja Também:  Mulher cria perfil falso e testa fidelidade do namorado ao enviar mensagens

Sagitário

Hoje temos um trânsito mais desafiador para os nativos de Sagitário, por conta da conjunção de Lua e Netuno em Peixes. Ou você se guia pela sua intuição e segue o seu propósito com coragem, ou você se deixa levar pela sua bagagem inconsciente que faz de tudo para evitar experiências dolorosas. Se guiar pelo medo ou pela sua voz interior? A escolha é sua.

Capricórnio

Sem arte, conexões profundas e perspectiva a nossa vida perde o sentido. A Lua em conjunção com Netuno, em Peixes, forma um trígono com Vênus em Câncer, estimulando a compaixão e a generosidade dentro das relações humanas, para que possamos lembrar do que existe de essencial por trás de tudo isso.

Aquário

Se questionar em relação ao seu propósito e se perguntar o que traria um maior sentido em sua vida, são coisas que podem estar acontecendo com certa frequência no presente. O caminho é ir atrás de outras formas de pensar e sair do seu preconceito. Crenças enraizadas se traduzem em reatividade, ou seja, vale a pena abrir a mente se você se perceber no modo reativo.

Peixes

A Lua em conjunção com Netuno em Peixes forma aspectos intensos hoje com planetas em Capricórnio e Câncer. É um bom momento para estar junto com as pessoas que você ama, ou até para exercer o amor maior com caridade e trabalhos voluntários. Estar na natureza também é bom, pois o dia pede atividades que te lembrem da sua essência, do sentido maior que existe nesta experiência na Terra.

Para além do horóscopo do dia :

Leia também: 10 perfis para seguir se você quer saber as previsões dos signos pelo Instagram 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Foto de carpete em banheiro dá o que falar na web: “Pesadelo absoluto”

Publicado

Uma mulher ficou chocada após descobrir que o chão do banheiro da casa da avó do marido era de carpete. Ela explica que irá passar um fim de semana lá e compartilhou uma foto do espaço em um fórum do “Reddit” para questionar se isso era higiênico ou apenas prático em um ambiente em que as pessoas mexem bastante com água.

Leia também: Como limpar o banheiro? Especialista ensina passo a passo e dá dicas de limpeza

carpete banheiro arrow-options
Reprodução/Reddit
Mulher compartilhou, em um fórum, a foto do banheiro da casa da avó do marido, em que o chão é todo de carpete

Na publicação, ela também fala sobre a dificuldade de manter o chão seco e todo o desconforto envolvido. “Fui tomar um banho e, enquanto arrumava minhas roupas, meu marido ligou o chuveiro para mim. De alguma forma, ele se soltou da parede e espalhou água por todo o cômodo”, detalha.

A anônima ressalta que o incidente encharcou todas as superfícies disponíveis. Seu parceiro ainda ficou todo molhado e precisou ir trocar de roupa. Diante do acontecido, diversas pessoas questionaram nos comentários a praticidade e a higiene de ter carpete em um local que é repleto de umidade. “Eu, pelo menos, não entraria sem sapatos”, diz um. 

Veja Também:  3 abdominais simples e potentes para turbinar seu treino

Leia também: Banheiro sem graça? Confira 4 formas de redecorar o cômodo

Outros críticas vieram à tona. “Agora, você precisa lavar as mãos e os pés depois de usar a privada”, ressalta outro. “Eu não suporto carpete de qualquer forma, porque você nunca pode mantê-lo realmente limpo. No banheiro , é um pesadelo absuluto”, aponta mais um.

Alguns usuários, no entanto, não ficaram perturbados com a ideia de carpete  no banheiro. “Na casa dos meus pais tem. Não é grande coisa”, aponta um. “Para uma pessoa cuidadosa que nunca recebe visitas, isso pode não ser uma má ideia. Mas não há nada que você possa realmente fazer para evitar a umidade do chuveiro”, afirma outro.

Leia também: Quer apostar em um banheiro decorado? Confira sugestões de cores e dicas

Por fim, a autora da publicação ainda diz que, depois, quando foi tomar banho, ela tentou manter o chão do banheiro seco, mas não conseguiu. Também acrescenta que a avó do parceiro costuma pendurar as toalhas dentro do box, mas que ela só percebeu isso depois. “Desculpe, vovó”, brinca. 

Veja Também:  Horóscopo do dia: previsões para 19 de julho de 2019

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Como respirar para correr mais e mais rápido

Publicado

Runner's

Claro, seus quadríceps, posteriores de coxas e panturrilhas trabalham duro para impulsioná-lo para frente. Mas há outro músculo que é um aliado poderoso em sua corrida: seu diafragma. Mas como deve ser a  respiração na corrida ?

casal correndo no parque arrow-options
shutterstock
Trabalhar a respiração na corrida está intimamente ligado a melhores resultados

Leia também: O que é o treino 80/20 e como ele pode melhorar seu desempenho nas corridas

A cada contração, esse músculo respiratório ajuda a expandir seus pulmões para trazer oxigênio – um gás que seus músculos precisam para gerar energia, diz Michael Jordan, diretor de pesquisa e educação da Fast Track Sports Medicine & Performance Center, nos Estados Unidos. Enquanto treina, você inala oxigênio e expira dióxido de carbono, o que pode causar ansiedade e falta de ar.

Como deve ser a respiração na corrida?

mulher cansada após exercício arrow-options
shutterstock
Cansaço demais após a corrida pode ser sinal de que você está respirando da maneira errada

Como você pode saber se não está respirando com eficiência? Há alguns sinais que podem mostrar que você não está usando o diafragma de forma eficiente, além de apenas ficar ofegante, diz Jordan. Podem ser sinais como aperto ou dor no pescoço ou nas costas, ombros que se elevam e abaixam, uma rotação assimétrica em seu torso, costas arqueadas ou costelas alargadas e respiração paradoxal, quando seu estômago sobe quando você expira e afunda quando você inala .

“Trazer consciência para a sua respiração gera mais eficiência, um ritmo mais estável e uma mente mais calma, mesmo durante corridas de alta pressão”, diz o corredor profissional e treinador Neely Spence Gracey, de Boulder. Se você se concentrar na respiração, “você será capaz de superar a fadiga e manter a forma”, diz ela. Veja como.

Princípios básicos da respiração: relaxe e respire pela barriga

Mulher se preparando para correr arrow-options
shutterstock
Controlar a velocidade e o ritmo ajuda os iniciantes a respirarem melhor nas corridas

A razão mais comum pelos novos corredores ficarem ofegantes? Eles não regulamentaram sua resposta de “lutar ou fugir” para “descansar e digerir”.

Isso afeta o coração e os pulmões o suficiente para que você não consiga correm sem atingir o seu limiar ventilatório. “Esse é o ponto em que você não pode respirar profundamente ou rápido o suficiente para suprir a demanda de oxigênio do seu corpo”, diz o treinador Erik Bies, fisioterapeuta e diretor de clínica da Movement Systems, nos Estados Unidos. Quando você chega perto desse ponto, a resposta ao estresse do seu corpo entra em ação, fazendo com que você entre em pânico e se esforce ainda mais.

Veja Também:  Mulher cria perfil falso e testa fidelidade do namorado ao enviar mensagens

Para evitar isso, diminua a velocidade primeiro. Mantenha um ritmo que lhe permita falar algumas palavras ou frases (faça intervalos de caminhada a cada poucos minutos, se for necessário). Jordan recomenda inspirar pelo nariz e expirar pela boca para a melhor troca de gases em um ritmo mais fácil.

Leia também: 5 exercícios para melhorar desempenho e ganhar velocidade na corrida de rua

Com algumas semanas de treinamento consistente, seu corpo se adapta para aumentar o seu limiar ventilatório. “Seus músculos ganham novos vasos sanguíneos, por exemplo” diz Kyle Barnes, professor assistente de ciência do exercício na Grand Valley State University, nos Estados Unidos.

Truque intermediário: Concentre-se e encontre o ritmo

mulher correndo no asfalto arrow-options
shutterstock
Dar um ritmo à respiração na corrida também é importante

A partir daí, é hora de respirar com foco em movimentos com padrões rítmicos. Gracey recomenda começar inalando durante dois segundos e expirar por dois, um padrão chamado de respiração 2:2. Isso vai te ajudar a manter o seu ritmo e garantirá um fluxo constante de oxigênio para seus músculos.

Comece fazendo isso durante uma caminhada, depois em corridas fáceis, começando com um minuto de cada vez a cada dois ou três quilômetros e aumentando gradualmente a duração do seu foco. Conforme for se sentindo mais confortável com a prática, pode usá-la para execuções mais rápidas, como intervalados e treinos de ritmo. “Prestar atenção à sua respiração pode ajudá-lo a medir seu ritmo e tolerar o desconforto de passos rápidos. Assim, você consegue melhorar ainda mais seu limiar ventilatório”, diz Bies.

A recomendação de Gracey é começar a usar a respiração 2:2 durante as passadas – explosões de 15 a 20 segundos de corrida mais rápida – ou repetições de 30 segundos. Eventualmente, você pode estender o ritmo em intervalos mais longos – digamos, repetições mais rápidas de 800 m ou 2 km.

Veja Também:  Horóscopo do dia: previsões para 20 de julho de 2019

“Em corridas fáceis, tente 3:3 ou 4:4 respiração”, diz ela. Outros recomendam experimentar uma inspiração mais longa do que a expiração – 2:1 para corrida mais rápida, 4:3 ou 3:2 para correr mais facilmente. Fazer isso pode distribuir melhor o impacto em ambos os lados do seu corpo.

Muitos novos corredores respiram de seu peito, em vez de seu diafragma, limitando ainda mais a sua ingestão de oxigênio. Combata isso com a respiração abdominal. Durante cinco minutos da manhã ou antes de correr, deite-se e coloque a mão no estômago. Respire lenta e profundamente, levantando a mão ao inalar e afundar enquanto exala. Quando estiver confortável no chão, tente respirar a barriga ao caminhar e correr.

Avançado: Conte e treine o seu diafragma

maratona de toquio arrow-options
Divulgação
Corredores avançados, como maratonistas, podem fazer uma série de exercícios para a respiração

Durante os treinos e corridas , Gracey usa a respiração 2:2 emparelhada com os seus passos mentalmente calculados. A primeira inalação e expiração de quatro pontos é uma.A segunda inalação e expiração de quatro pontos é a número dois e assim por diante. Ela conta de um a 100 e depois recomeça. “Isso me dá pequenos objetivos para trabalhar e me mantém focada e presente”, diz ela.

Contar as respirações é especialmente útil em corridas como a Maratona de Boston, que apresenta terrenos variados, segundo Gracey, porque é mais difícil respirar em subidas e mais fácil em descidas. Manter a respiração estável, em vez de enlouquecer com números no relógio, garante que você alcance o seu ritmo ideal.

Leia também: A verdade por trás de 5 mitos sobre alimentação e corrida 

Embora a corrida consistente fortaleça os músculos da respiração, você também pode usar um aparelho para estimular a respiração, como um POWERbreathe. “Essencialmente, é como halteres para o seu diafragma”, diz Barnes. Especialistas chamam isso de treinamento muscular inspiratório .

Comece com duas séries de 30 respirações em dois momentos diferentes do dia. Trabalhe uma resistência desafiadora, mas que você possa completar em boa forma. (Pense: respirando pela sua barriga, sem encolher os ombros ou esticar o pescoço.)

Você provavelmente verá uma diferença dentro de duas a três semanas, ou até mais cedo. Em um estudo recente, Barnes descobriu que os corredores melhoraram seu desempenho em uma prova de tempo de 3.200 metros quando fizeram 30 respirações resistidas como aquecimento.

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana