conecte-se conosco


Carros

Nova BMW F 850 R é revelada em registro de patente e chega ano que vem

Publicado

source
BMW F 850 R arrow-options
Divulgação

Patente da BMW F 850 R registra seu visual, que virá para rivalizar com Yamaha MT-09 e companhia

A BMW acaba de registrar a patente da nova F 850 R, logo em seguida da F 850 RS, que chegam para completar a gama 850 ao lado da F 750 GS, F 850 GS e F 850 GS Adventure. Enquanto a intenção da R (naked) é oferecer mais tecnologia, equipamentos e aprimorar o desempenho, a RS (crossover) virá com a promessa de aprimorar a agilidade e a postura do condutor. Com previsão de chegar no ano que vem, deverão estar no Salão de Milão (EICMA), entre 7 e 10 de novembro na Itália.

LEIA MAIS: BMW começa a produzir S 1000 RR no Brasil após investimento de R$ 4,7 milhões

O que faz a F 850 R ser um diferencial em relação à antecessora é vir equipada com o novo motor de 853 cc da BMW (ante o antigo 800 cc), que desenvolve 95 cv e 9,2 kgfm (limitado a 80 cv no Brasil). E, também, com novos auxílios eletrônicos de condução, como controle de tração, sistema anti-empinamento e outros.

Veja Também:  Um passeio cheio de “causos” pelos anos 80

LEIA MAIS: A aventureira BMW R 1250 GS está ainda melhor tanto na terra quanto no asfalto

Novo design e mais equipamentos

BMW arrow-options
Divulgação

Novidade agrega elementos dos últimos modelos, uns mais refinados e outros mais acessíveis.

Enquanto isso, para a “irmã” F 850 RS , a maior agilidade poderá ser garantida pela sua suspensão de curso mais reduzido e roda dianteira menor. E as novidades não param aí. O design da naked F 850 R é inspirada na R 1250 R, que não vende no Brasil. Entre os itens mais vistosos, estão o farol semicircular e as carenagens laterais que se unem ao tanque de combustível.

LEIA MAIS: Divisão de motos BMW revela conceito que adianta novidades que virão até 2023

Na traseira, herda as alças do garupa da 1250, bem como a lanterna da G 310 R. Enquanto isso, o cluster é o mesmo da F 850 GS, com o conta-giros analógico e uma tela de LCD que reproduz informações da moto e da viagem. Na versão de topo, é esperado o painel digital que é destaque nas BMW GS.

Veja Também:  Harley-Davidson revela dois lançamentos inéditos: uma off-road e uma esportiva

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

Bike elétrica Vela 2 é revelada com novas tecnologias e soluções de mobilidade

Publicado

source
Vela 2 arrow-options
Aline Chahade

Vela 2 é revelada com mais recursos de proteção ao condutor e à bicicleta, que surge mais eficiente

A Vela 2, novidade da marca de bicicletas elétricas Vela Bikes, acaba de ser apresentada com mais tecnologias. Apesar do mesmo visual retrô da geração anterior — com bom refinamento do projeto, mas que pouco entrega a sua modernidade à primeira vista — também vem acompanhada de uma série de recursos de conectividade, via aplicativo, que viabilizam o uso no dia-a-dia. Chegará às lojas em março de 2020 com dois anos de garantia, pelo preço de reserva de R$ 5.390, e opção de aluguel por R$ 349 ao mês.

LEIA MAIS: Audi RS4 ou bike elétrica? Pusemos as duas lado a lado para encarar o trânsito

Disponível nas cores preta, azul, verde escuro, vermelho e coral, a Vela 2 oferece três pacotes de recursos opcionais que são acessados via aplicativo de celular da Vela Bikes . O primeiro é gratuito, e inclui a primeira revisão sem custos, acesso à rede de recarga rápida (que a fabricante está ampliando na cidade de SP), navegação, endereço e contato de estabelecimentos, bloqueio por Bluetooth e atualizações básicas. Vale lembrar que também é possível efetuar ligações e acessar a internet.

O segundo, por R$ 49 ao mês, adiciona bloqueio remoto (sem a necessidade de estar próximo à bicicleta elétrica ), proteção contra roubo, furto e acidente, atualizações exclusivas, rastreamento por GPS e oferta de uma Vela reserva. Por fim, o terceiro (R$ 89/mês) complementa com serviços e manutenções sempre gratuitos (enquanto o usuário for assinante deste plano).

LEIA MAIS: Beepbeep é o novo app de mobilidade, que oferece o carro elétrico Renault Zoe

Outro recurso que a marca deverá implantar futuramente é um sistema que telefona o contato mais próximo quando a bicicleta sofrer um forte impacto.

Acessórios inclusos e especificações

Vela 2 arrow-options
Aline Chahade

Apesar da concepção símples, vem equipada para comportar objetos e adicionar estilo

A nova geração da Vela também traz um item no guidão capaz de fixar, magneticamente, o celular ou um objeto de até 8 kg, sem sofrer com impactos e vibrações. Além disso, mesmo que siga feita sobre a mesma base, oferece duas opções de quadro.

LEIA MAIS: Comparamos os novos patinetes elétricos da Lime com os da pioneira Yellow

O primeiro é rebaixado, que proporciona mais conforto e comporta um cesto para levar objetos. Enquanto isso, a segunda, de quadro reto, prioriza a postura, mas sacrifica um pouco do conforto e do espaço para a bagagem. Inclui, também, uma buzina de sininho com estilo clássico.

Veja Também:  Conheça 5 seminovos para até 7 ocupantes que não passam de R$ 60 mil

Entretanto, em relação à Vela 1, é pensada para mais praticidade na condução, uma vez que agora o guidão é aberto e horizontal, como nas bicicletas convencionais. E, ainda neste quesito, um acelerômetro acelera ou freia a bicicleta em inclinações.

Vela 2 arrow-options
Aline Chahade

Vela 2 na cor vermelha e oferecida com pneu branco, dando um aspecto retrô

No caso do freio, é regenerativo, seja quando é acionado sozinho em declives, quanto na mão. Outro ponto é que é capaz de detectar vibração nas ruas, para alertar o ciclista a procurar outro solo.

Ao contrário do modelo anterior — que seguirá à venda até uma segunda ordem, por R$ 4.990 — entrega 5 modos de condução. São eles: passeio (até 10 km/h), veloz (até 25 km/h), economia (chegando a 60 ou 70 km de autonomia) e cardio (que estimula o uso dos pedais, em um exercício físico aeróbico).

LEIA MAIS: Novas soluções de mobilidade geram debate sobre a necessidade do automóvel

Além disso, ainda ante a antecessora, traz o dobro de sensores de movimento no pedal, o que aumenta a precisão e a suavidade da entrega de movimento do motor elétrico durante as pedaladas. A sua bateria é impermeável e carrega 1 km de autonomia por minuto, quando colocada nos carregadores que a marca disponibilizará na cidade. É claro que a Vela 2 também pode ser carregada em tomadas caseiras.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Fiat Toro bate recorde de vendas em outubro

Publicado

source


Fiat Toro cinza arrow-options
Divulgação

Fiat Toro deverá ter mudanças no fim do ano que vem. Porém, mesmo sem mudanças, está com vendas em alta


As vendas da picape Fiat Toro atingiram o maior patamar desde o lançamento, em 2016. De acordo com os números divulgados pela Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), o modelo teve 6.914 unidades vendidas em outubro, o que é 11% acima das 6.226 unidades de julho de 2018, que era o maior volume até agora.

 LEIA MAIS:  Por que a Fiat Toro vende (bem) mais que as outras picapes?

Com 35% de participação no mercado, a Fiat Toro é seguida pela Toyota Hilux , a picape média mais vendida no mês passado, ainda conforme dados da Fenebrave, com 3.395 unidades. Depois vem a Chevrolet S10 (2.633), que vem perdendo participação no mercado a ponto de se aproximar da Ford Ranger (2.329), o terceiro modelo mais vendido do segmento.

Outra picape média que tem perdido fôlego nas vendas é a VW Amarok (1.063), que acabou sendo ultrapassada pela Renault Duster Oroch (1.204), por enquanto a única rival direta da Fiat Toro,mas que a partir de 2021 passará a ter novas rivais, como a VW Tarok e modelos da Hyundai, GM e Ford.

Veja Também:  Harley-Davidson revela dois lançamentos inéditos: uma off-road e uma esportiva

LEIA MAIS:  Veja 5 picapes intermediárias que serão lançadas no Brasil até 2025

Para completar o ranking das 10 picapes médias mais vendidas em outubro, a Mitsubishi L200 (853) fica em sétimo, com a Nissan Frontier (745) logo atrás, mas com tendência de alta nas vendas, provavelmente levada por promoções nas concessionárias. Veja a seguir como ficou o ranking das picapes médias e intermediárias mais vendidas em outubro, segundo a Fenabrave, com a Fiat Toro na liderança. 

1 – Fiat Toro: 6.914

2 – Toyota Hilux: 3.395

3 – Chevrolet S10: 2.633

4 – Ford Ranger: 2.329

5 –Renault Oroch: 1.204

6- VW Amarok: 1.172

7- Mitsubishi L200: 853

8- Nissan Frontier: 745

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Esportiva Ducati Streetfighter é eleita a moto mais bonita do Salão de Milão

Publicado

source
Ducati Streetfighter arrow-options
Divulgação

Ducati Streetfighter: Naked esportiva que além de bonita, oferece desempenho de supermoto

A naked esportiva Ducati Streetfighter vence o título de moto mais bonita do Salão de Milão (EICMA), em um concurso realizado em parceria com a revista italiana Motociclismo. O evento marcou a primeira vez em que a novidade foi apresentada na Europa, onde chegará às lojas na segunda quinzena de março de 2020. Para o Brasil, o início das vendas é estimado para o segundo semestre do ano que vem.

LEIA MAIS: Veja 7 novidades do Salão de Milão que serão lançadas no Brasil

Além do desempenho, o foco da empresa sempre foi, também, o de investir na estética. Prova disso é que das 15 edições do concurso, esta vitória representa a 10ª da marca. Além do novo visual e motorização — com 203 cv — a Ducati Streetfighter traz novos equipamentos.

LEIA MAIS: Ducati Panigale V4 S chega ao Brasil com desenvolvimento da MotoGP

Entre eles, os novos garfos agora são da FG Racing, feito de alumínio, que se alia ao amortecedor esportivo da Öhlins. Além disso, chega com as rodas personalizadas da Jonich SX, que não são apenas estilossas, mas também fornecem o desempenho esperado dos pneus de alto desempenho.

Veja Também:  Peugeot vai mostrar nova picape média em março de 2020

LEIA MAIS: Novas Honda CBR 1000RR-R e 1000RR Fireblade são reveladas oficialmente

Acabamento e eletrônica de ponta

Ducati Streetfighter arrow-options
Divulgação

A escolha dos materiais foi feita com base no que poderia proporcionar a maior redução de peso, chegando nos 178 kg

Já o tanque e a armação da naked esportiva foram recobertos com uma camada de cobre texturizada, que harmonizam com uma sela de couro da Foglizzo, que carrega o logotipo da V4 Penta. Por fim, completam o “pacote” de novidades tampa de combustível, alavancas e apoios de pés da Rizoma. As luzes são de uma Ducati Diavel, enquanto o painel é um modelo padrão, mas numa montagem especial em 3D.

LEIA MAIS: Aprilia anuncia a nova esportiva RS 660 para o Salão de Milão, na Itália

Segundo o CEO da Ducati , Claudio Domenicali: “Além da Ducati Streetfighter V4, veremos mais motos com o motor originário da Ducati Panigale . Vamos lançar 29 novos modelos nos próximos cinco anos, continuaremos a desenvolver novas versões de produtos existentes e também entraremos em segmentos nos quais não estamos atualmente”.

Veja Também:  Conheça 5 seminovos para até 7 ocupantes que não passam de R$ 60 mil

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana