conecte-se conosco


Carros

Novo SUV da Toyota chegará abaixo do RAV4, com tração integral

Publicado

SUV da Toyota arrow-options
Divulgação

Eis o visual que servirá de inspiração para o SUV da Toyota para 2021. Novidade deverá vir ao Brasil

Um novo SUV da Toyota, inspirado no conceito FT-4X, foi anunciado para os EUA com a intenção de preencher o espaço abaixo do RAV4. A novidade será produzida na nova planta da Mazda Toyota Manufacturing U.S.A, que está em vias de ser finalizada em Huntsville (Alabama). O modelo toma como base a plataforma TNGA e conta com um importante diferencial: a presença de tração integral. Ao que tudo indica, em 2021 as primeiras unidades de produção serão finalizadas.

LEIA MAIS: Avaliação: Toyota Hilux Flex vale para quem prefere dirigir nas alturas

Se não fosse pela decisão de continuar a ser feito em Blue Springs (Mississipi), até o Corolla seria feito na fábrica compartilhada pelas duas fabricantes japonesas, fruto de um investimento de US$ 1,6 bilhão, com capacidade produtiva de 300.000 veículos/ano. “Essa mudança nos planos ocorre em resposta à mudanças na demanda do mercado e um crescente apetite dos consumidores por picapes e SUVs, que estão atingindo recordes de vendas”, explica a distribuidora norte-americana da marca em comunicado sobre o novo SUV da Toyota .

Veja Também:  Honda mostra três lançamentos e cinco conceitos no Salão Duas Rodas

Para o Brasil, com mercado que valoriza os SUVs, a marca japonesa também deverá anunciar um modelo similar, igualmente inspirado nas linhas do conceito FT-4X. Entretanto, espera-se que usará a base do Yaris, com a proposta de brigar com as versões de topo do Honda HR-V Touring e Volkswagen T-Cross Highline, todos acima dos R$ 120 mil.

LEIA MAIS: Conheça o megaplano da Toyota para veículos elétricos, híbridos e a hidrogênio

Novo Corolla chega em outubro

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação

Toyota Corolla da nova geração será o primeiro carro híbrido flex do mundo. Veja mais

Confirmado mesmo, está o novo Toyota Corolla híbrido flex (o primeiro da história com a tecnologia), que chega dentro de três meses em sua nova geração. O sedã vai estrear novas tecnologias para reforçar a sua liderança, que leva as credenciais de veículo confortável, econômico e com desempenho exemplar. Ele será equipado com o mesmo conjunto do Toyota Prius , com motor 1.8 a combustão de cerca de 105 cv com etanol e outro elétrico de 72 cv.

Nos EUA, as médias de consumo declaradas são altas: 22,3 km/l na cidade e 21,9 km/l na estrada, de acordo com o instituto Fuel Economy, bastante similar ao nosso Conpet, do Inmetro. Por outro lado, as versões de entrada virão com o novo 2.0 flex que a marca está desenvolvendo. Com injeção direta de combustível, entregará 170 cv, e trabalhará com uma nova transmissão CVT de sete marchas virtuais. Nessa configuração, fará 13 km/l na cidade e 16,8 km/l na estrada, com gasolina, ainda segundo o instituto norte-americano.

Veja Também:  Toyota oferece taxa zero para o Yaris em promoção da Black Friday

LEIA MAIS: Veja 5 fatos que já sabemos sobre o novo Toyota Corolla

Outro destaque da sua nova geração é a plataforma modular TNGA, a mesma do Prius e do futuro SUV da Toyota , que permitiu agregar recursos como como head-up display (que projeta informações do quadro de instrumentos no parabrisa), suspensão adaptativa com seis programações pré-determinadas, frenagem automática de emergência, controlador de velocidade adaptativo, detector de ponto cego, alerta de saída de faixa e carregador de celular por indução. Resta saber se todos esses recursos serão disponibilizados no Brasil.

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019

Publicado

source
Vespa Azul arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Salão Duas Rodas 2019 conta com várias opções de scooteres para todos os gostos e bolsos

O Salão Duas Rodas 2019 traz uma série de novidades para aquecer o mercado. Segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, o momento do mercado motociclístico é de recuperação. Isso justifica o forte investimento das marcas no desenvolvimento de novas tecnologias, que por sua vez, chegam para equipar lançamentos de 2020 e depois.

LEIA MAIS: Salão Duas Rodas 2019: confira galeria das principais novidades do evento em SP

Entretanto, com o foco nos scooteres, a mobilidade e a praticidade são dois dos atributos mais valorizados pelas fabricantes no Salão Duas Rodas 2019. Tanto as marcas maiores, quanto as menores, aplicam suas tecnologias, também, para mais conforto, designs mais modernos e até novos públicos. Com isso, separamos cinco novidades que podem fazer a cabeça dos consumidores.

1 – Honda ADV 150

Honda ADV 150 arrow-options
Divulgação

Honda ADV 150 tem atributos off-road e sistema stop-start de série entre os principais atrativos

Totalmente inspirado no “irmão” maior X-ADV, o também crossover Honda ADV 150 é uma opção mais urbana — sem abrir mão dos atributos off-road — e pensada para oferecer custo-benefício. Entre os seus equipamentos, vem com pneus de uso misto e perfil alto de 14 polegadas na frente e 13” na traseira, sistema start-stop de série e freios combinados (CBS). Como opcional, é possível adicionar o sistema ABS.

Além disso, vem com faróis duplos em LED e painel de instrumentos com tela de LED. Seu conjunto mecânico é o mesmo do PCX 150, com 13,2 cv e 1,38 kgfm, com arrefecimento a líquido e injeção eletrônica. Preços e datas ainda não foram revelados, mas tem previsão ainda para o primeiro semestre, por R$ 15 mil ou mais.

Veja Também:  Honda mostra três lançamentos e cinco conceitos no Salão Duas Rodas

2 – Haojue VR 150

Haojue VR 150 arrow-options
Divulgação

Haojue VR 150 vai chegar às lojas no Brasil no início de fevereiro de 2020 com câmbio automático CVT

Junto da nova naked DR 160 e da trail NK 150, o VR 150 é o representante dos scooteres na marca chinesa. Confirmado para chegar às concessionárias em 05/02/2020, por R$ 9.740, virá com a mecânica usada pelos modelos mais recentes da Haojue , com injeção eletrônica, freios a disco nas duas rodas, câmbio CVT, e motor que gera 10,8 cv, com rendimento para 36 km/l, segundo declarações oficiais.

O modelo pode ser bem atrativo pelo custo-benefício, uma vez que é um dos poucos a custar menos de R$ 10 mil. Vale lembrar que a marca utiliza tecnologia desenvolvida em grande parte pela Suzuki, ambas pertencentes ao Grupo J. Toledo no Brasil, junto também da Kymco.

3 – Yamaha XMax 250

Yamaha Xmax 250 arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Modelo da Yamaha tem ABS, LED e “smart key” entre as novidades para quem busca um scooter caprichado

A Yamaha é outra que visa expandir seu mercado de scooteres ao buscar novos públicos. Além da Neo 125 e da NMax 160, agora eis que surge a Yamaha XMax 250, novo modelo de topo. Com data para março do ano que vem, e estimativas de preço que devem passar dos R$ 20 mil. Chega com controle de tração, ABS, LED, 2 capacetes, smart key, 4 anos de garantia, 3 cores: azul, preto e vermelho entre as principais novidades da marca japonesa.

LEIA MAIS: Honda mostra três lançamentos e cinco conceitos no Salão Duas Rodas

Entre as principais rivais, estão a Dafra Citycom 300 300i (R$1 19.990), Honda SH 300i (R$ 23.590) e Kymco Downtown 300 ABS (R$ 22.900). Ainda sem especificações reveladas, deve partilhar o conjunto mecânico da Fazer 250, com motor que gera 21,5 cv e 2,1 kgfm, refrigeração a ar, mas ao contrário do câmbio de 5 marchas da naked, traz o automático CVT.

Veja Também:  Toyota oferece taxa zero para o Yaris em promoção da Black Friday

4 – Vespa Club 125

Vespa Club 125 arrow-options
Aline Chahade

Vespa Club 125 remete aos tradicionais modelos da marca italiana que sempre chamam atenção

Por R$ 14 mil, a Piaggio lança sua opção mais em conta, voltada ao uso urbano. Estamos falando da Vespa Club 125, que vem equipada com motor monocilíndrico de 125 cc refrigerado a ar, que gera 9,5 cv e 1 kgfm. Entre os itens de maior destaque, traz suspensão dianteira de braço único, rodas de 10 polegadas sem câmara de ar e freios a tambor nas duas rodas, com o sistema combinado CBS.

Conforme a concepção clássica que marca os modelos de origem italiana, também traz outros atributos visuais que reforçam sua identidade. Entre eles, os espelhos redondos e frisos laterais, alavancas de freios e rodas de liga leve. Ao lado, estão as “irmãs” Vespa Classic VXL 150, Vespa GTS Super 300 e Vespa GTS 300.

5 – Tailg GT3 e-Power

tailg GT3 e-power arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Tailg GT3 -epower pode atingir até 37 km/h e rodar 70- quilômetros com a carga das baterias, diz a fabricante

Inédita no Brasil, eis uma novidade que ainda não teve o pronunciamento oficial da marca chinesa. Recém desembarcado no país, trata-se de um scooter elétrico feito em Guangdong, na China. O novato vem com a proposta de ser exclusivamente urbano, para ruas e avenidas locais. Vem com motor de 800W, capaz de uma velocidade máxima de 37 km/h e uma autonomia entre 60 e 70 km. O tempo de carregamento fica na casa das 6 horas para obter carga máxima.

LEIA MAIS: Suzuki  revelará as novas Burgman 180 e Intruder 250 para 2020

As vantagens que o visitante do Salão Duas Rodas 2019 pode considerar em um scooter como esse é em uma mobilidade mais segura que uma bicicleta ou um patinete, reforçando a ideia de um scooter exclusivamente urbano. Sem falar em uma praticidade maior para levar um garupa ou alguma bagagem. Ainda sem preço divulgado e uma data para chegar, espera-se que saia na casa dos R$ 5 mil.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Toyota oferece taxa zero para o Yaris em promoção da Black Friday

Publicado

source

Motor Show

Toyota Yaris cinza arrow-options
Divulgação

Toyota Yaris Sedan pode ter a primeira parcela do financiamento apenas para depois do Carnaval


A Black Friday acontece só no próximo dia 29. Mas a Toyota já iniciou a sua campanha para a data. Na promoção Black Friday Toyota, o compacto Yaris (que acabou de ganhar novidades na linha 2020) está disponível com taxa zero no financiamento e o pagamento da 1ª parcela só depois do Carnaval.

LEIA MAIS: Toyota Yaris da linha 2020 ganha nova versão com motor 1.5 no lugar do 1.3

Iniciada no início deste mês, a campanha se encerra no dia 30 de novembro ou até o fim dos estoques. Outras informações podem ser encontradas no site do fabricante .

LEIA MAIS:  Toyota Yaris XL Plus 1.5: um sedãzinho eficiente

Além da marca japonesa, a Ford também anunciou para a Black Friday a venda dos modelos Ka Hatch e Sedan com o câmbio automático grátis (leia aqui) .

Fonte: IG Carros
Veja Também:  Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019
Continue lendo

Carros

Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019

Publicado

source
Vespa Azul arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Salão Duas Rodas 2019 conta com várias opções de scooteres para todos os gostos e bolsos

O Salão Duas Rodas 2019 traz uma série de novidades para aquecer o mercado. Segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, o momento do mercado motociclístico é de recuperação. Isso justifica o forte investimento das marcas no desenvolvimento de novas tecnologias, que por sua vez, chegam para equipar lançamentos de 2020 e depois.

LEIA MAIS: Salão Duas Rodas 2019: confira galeria das principais novidades do evento em SP

Entretanto, com o foco nos scooteres, a mobilidade e a praticidade são dois dos atributos mais valorizados pelas fabricantes no Salão Duas Rodas 2019. Tanto as marcas maiores, quanto as menores, aplicam suas tecnologias, também, para mais conforto, designs mais modernos e até novos públicos. Com isso, separamos cinco novidades que podem fazer a cabeça dos consumidores.

1 – Honda ADV 150

Honda ADV 150 arrow-options
Divulgação

Honda ADV 150 tem atributos off-road e sistema stop-start de série entre os principais atrativos

Totalmente inspirado no “irmão” maior X-ADV, o também crossover Honda ADV 150 é uma opção mais urbana — sem abrir mão dos atributos off-road — e pensada para oferecer custo-benefício. Entre os seus equipamentos, vem com pneus de uso misto e perfil alto de 14 polegadas na frente e 13” na traseira, sistema start-stop de série e freios combinados (CBS). Como opcional, é possível adicionar o sistema ABS.

Além disso, vem com faróis duplos em LED e painel de instrumentos com tela de LED. Seu conjunto mecânico é o mesmo do PCX 150, com 13,2 cv e 1,38 kgfm, com arrefecimento a líquido e injeção eletrônica. Preços e datas ainda não foram revelados, mas tem previsão ainda para o primeiro semestre, por R$ 15 mil ou mais.

Veja Também:  Salão Duas Rodas 2019: confira galeria das principais novidades do evento em SP

2 – Haojue VR 150

Haojue VR 150 arrow-options
Divulgação

Haojue VR 150 vai chegar às lojas no Brasil no início de fevereiro de 2020 com câmbio automático CVT

Junto da nova naked DR 160 e da trail NK 150, o VR 150 é o representante dos scooteres na marca chinesa. Confirmado para chegar às concessionárias em 05/02/2020, por R$ 9.740, virá com a mecânica usada pelos modelos mais recentes da Haojue , com injeção eletrônica, freios a disco nas duas rodas, câmbio CVT, e motor que gera 10,8 cv, com rendimento para 36 km/l, segundo declarações oficiais.

O modelo pode ser bem atrativo pelo custo-benefício, uma vez que é um dos poucos a custar menos de R$ 10 mil. Vale lembrar que a marca utiliza tecnologia desenvolvida em grande parte pela Suzuki, ambas pertencentes ao Grupo J. Toledo no Brasil, junto também da Kymco.

3 – Yamaha XMax 250

Yamaha Xmax 250 arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Modelo da Yamaha tem ABS, LED e “smart key” entre as novidades para quem busca um scooter caprichado

A Yamaha é outra que visa expandir seu mercado de scooteres ao buscar novos públicos. Além da Neo 125 e da NMax 160, agora eis que surge a Yamaha XMax 250, novo modelo de topo. Com data para março do ano que vem, e estimativas de preço que devem passar dos R$ 20 mil. Chega com controle de tração, ABS, LED, 2 capacetes, smart key, 4 anos de garantia, 3 cores: azul, preto e vermelho entre as principais novidades da marca japonesa.

LEIA MAIS: Honda mostra três lançamentos e cinco conceitos no Salão Duas Rodas

Entre as principais rivais, estão a Dafra Citycom 300 300i (R$1 19.990), Honda SH 300i (R$ 23.590) e Kymco Downtown 300 ABS (R$ 22.900). Ainda sem especificações reveladas, deve partilhar o conjunto mecânico da Fazer 250, com motor que gera 21,5 cv e 2,1 kgfm, refrigeração a ar, mas ao contrário do câmbio de 5 marchas da naked, traz o automático CVT.

Veja Também:  Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019

4 – Vespa Club 125

Vespa Club 125 arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Vespa Club 125 remete aos tradicionais modelos da marca italiana que sempre chamam atenção

Por R$ 14 mil, a Piaggio lança sua opção mais em conta, voltada ao uso urbano. Estamos falando da Vespa Club 125, que vem equipada com motor monocilíndrico de 125 cc refrigerado a ar, que gera 9,5 cv e 1 kgfm. Entre os itens de maior destaque, traz suspensão dianteira de braço único, rodas de 10 polegadas sem câmara de ar e freios a tambor nas duas rodas, com o sistema combinado CBS.

Conforme a concepção clássica que marca os modelos de origem italiana, também traz outros atributos visuais que reforçam sua identidade. Entre eles, os espelhos redondos e frisos laterais, alavancas de freios e rodas de liga leve. Ao lado, estão as “irmãs” Vespa Classic VXL 150, Vespa GTS Super 300 e Vespa GTS 300.

5 – Tailg GT3 e-Power

tailg GT3 e-power arrow-options
Guilherme Menezes/iG

Tailg GT3 -epower pode atingir até 37 km/h e rodar 70- quilômetros com a carga das baterias, diz a fabricante

Inédita no Brasil, eis uma novidade que ainda não teve o pronunciamento oficial da marca chinesa. Recém desembarcado no país, trata-se de um scooter elétrico feito em Guangdong, na China. O novato vem com a proposta de ser exclusivamente urbano, para ruas e avenidas locais. Vem com motor de 800W, capaz de uma velocidade máxima de 37 km/h e uma autonomia entre 60 e 70 km. O tempo de carregamento fica na casa das 6 horas para obter carga máxima.

LEIA MAIS: Suzuki  revelará as novas Burgman 180 e Intruder 250 para 2020

As vantagens que o visitante do Salão Duas Rodas 2019 pode considerar em um scooter como esse é em uma mobilidade mais segura que uma bicicleta ou um patinete, reforçando a ideia de um scooter exclusivamente urbano. Sem falar em uma praticidade maior para levar um garupa ou alguma bagagem. Ainda sem preço divulgado e uma data para chegar, espera-se que saia na casa dos R$ 5 mil.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana