conecte-se conosco


Carros

Novo SUV da Toyota chegará abaixo do RAV4, com tração integral

Publicado

SUV da Toyota arrow-options
Divulgação
Eis o visual que servirá de inspiração para o SUV da Toyota para 2021. Novidade deverá vir ao Brasil

Um novo SUV da Toyota, inspirado no conceito FT-4X, foi anunciado para os EUA com a intenção de preencher o espaço abaixo do RAV4. A novidade será produzida na nova planta da Mazda Toyota Manufacturing U.S.A, que está em vias de ser finalizada em Huntsville (Alabama). O modelo toma como base a plataforma TNGA e conta com um importante diferencial: a presença de tração integral. Ao que tudo indica, em 2021 as primeiras unidades de produção serão finalizadas.

LEIA MAIS: Avaliação: Toyota Hilux Flex vale para quem prefere dirigir nas alturas

Se não fosse pela decisão de continuar a ser feito em Blue Springs (Mississipi), até o Corolla seria feito na fábrica compartilhada pelas duas fabricantes japonesas, fruto de um investimento de US$ 1,6 bilhão, com capacidade produtiva de 300.000 veículos/ano. “Essa mudança nos planos ocorre em resposta à mudanças na demanda do mercado e um crescente apetite dos consumidores por picapes e SUVs, que estão atingindo recordes de vendas”, explica a distribuidora norte-americana da marca em comunicado sobre o novo SUV da Toyota .

Veja Também:  VW Golf nacional desvaloriza mais do que o importado, aponta estudo

Para o Brasil, com mercado que valoriza os SUVs, a marca japonesa também deverá anunciar um modelo similar, igualmente inspirado nas linhas do conceito FT-4X. Entretanto, espera-se que usará a base do Yaris, com a proposta de brigar com as versões de topo do Honda HR-V Touring e Volkswagen T-Cross Highline, todos acima dos R$ 120 mil.

LEIA MAIS: Conheça o megaplano da Toyota para veículos elétricos, híbridos e a hidrogênio

Novo Corolla chega em outubro

Toyota Corolla arrow-options
Divulgação
Toyota Corolla da nova geração será o primeiro carro híbrido flex do mundo. Veja mais

Confirmado mesmo, está o novo Toyota Corolla híbrido flex (o primeiro da história com a tecnologia), que chega dentro de três meses em sua nova geração. O sedã vai estrear novas tecnologias para reforçar a sua liderança, que leva as credenciais de veículo confortável, econômico e com desempenho exemplar. Ele será equipado com o mesmo conjunto do Toyota Prius , com motor 1.8 a combustão de cerca de 105 cv com etanol e outro elétrico de 72 cv.

Nos EUA, as médias de consumo declaradas são altas: 22,3 km/l na cidade e 21,9 km/l na estrada, de acordo com o instituto Fuel Economy, bastante similar ao nosso Conpet, do Inmetro. Por outro lado, as versões de entrada virão com o novo 2.0 flex que a marca está desenvolvendo. Com injeção direta de combustível, entregará 170 cv, e trabalhará com uma nova transmissão CVT de sete marchas virtuais. Nessa configuração, fará 13 km/l na cidade e 16,8 km/l na estrada, com gasolina, ainda segundo o instituto norte-americano.

Veja Também:  Toyota SW4 e Hilux 2020 estreiam com novos itens de segurança

LEIA MAIS: Veja 5 fatos que já sabemos sobre o novo Toyota Corolla

Outro destaque da sua nova geração é a plataforma modular TNGA, a mesma do Prius e do futuro SUV da Toyota , que permitiu agregar recursos como como head-up display (que projeta informações do quadro de instrumentos no parabrisa), suspensão adaptativa com seis programações pré-determinadas, frenagem automática de emergência, controlador de velocidade adaptativo, detector de ponto cego, alerta de saída de faixa e carregador de celular por indução. Resta saber se todos esses recursos serão disponibilizados no Brasil.

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

Jeep Compass fica mais completo e caro na linha 2020

Publicado

Motor Show

Jeep Compass vinho arrow-options
Divulgação
Jeep Compass na versão S ficará R$ 8 mil mais caro e chegará nos R$ 195.990 como preço sugerido

Os novos equipamentos do série são a principal novidade da linha 2020 do Jeep Compass. É o que apontam materiais internos do fabricante a que a MOTOR SHOW teve acesso.

LEIA MAIS:  Por que o Jeep Compass é um dos carros mais desejados do Brasil?

O material não fala em mudanças mecânicas ou estéticas para o Jeep Compass, que segue disponível em cinco versões (Sport, Longitude, Limited, Trailhawk e S) e com os motores 2.0 flex de 166 cv (com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2) e 2.0 turbodiesel de 170 cv (com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4).

Segundo o material, aparentemente voltado para a área de vendas, a versão Sport Flex (R$ 116.990) terá a adição de chave presencial, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. As configurações Longitude Flex (R$ 132.990) e Diesel (R$ 161.990) ganhará o retrovisor eletrocrômico além dos sensores de chuva e crepuscular. E a oferta do Park Assist no pacote Premium de opcionais do SUV médio .

Veja Também:  Ford terá novo SUV híbrido na Argentina que poderá vir ao Brasil

LEIA MAIS: Jeep Compass x Kia Sportage: acompanhe essa briga boa de titãs

Nas Limited Flex (R$ 149.990) e Diesel (R$ 181.990), o SUV compacto passará a sair de fábrica com o banco do motorista com ajuste elétrico. Mesmo item que será de série também na configuração Trailhawk (R$ 181.990). Já a versão de topo S (R$ 195.990) agora terá teto solar panorâmico.

Em relação aos preços, o reajuste da maior parte das versões do Jeep Compass será de R$ 5 mil. Com exceção das configurações Sport Flex e Limited Flex e da topo de linha S.

Confira os preços do Compass 2020 e os reajustes em relação à linha 2019:
Sport Flex: R$ 116.990 (R$ 3 mil)
Longitude Flex: R$ 132.990 (R$ 5 mil)
Longitude Diesel: R$ 161.990 (R$ 5 mil)
Limited Flex: R$ 149.990 (R$ 3 mil)
Limited Diesel: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
Trailhawk: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
S: R$195.990 (R$ 8 mil)

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

Publicado

veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Modelo de seis rodas da Toyota terá cabine pressurizada para ajudar nas missões dos astronautas a bordo

A Toyota anuncia que vai começar o desenvolvimento de um veículo de seis rodas para ser levado à Lua. Ainda conforme a marca japonesa, a fabricação dos primeiros componentes da versão conceitual vai começar no ano que vem para que os testes se iniciem a partir de 2021.

LEIA MAIS: Toyota mostra protótipo, no Salão de Tóquio, que valoriza ocupantes

Conforme as primeiras informações, o modelo lunar terá 6 metros de comprimento por 5,2 m de largura e 3,8 de altura. E será movido por células a combustível que usarão energia solar para ter as baterias recarregadas com ajuda de um painel removível, tudo para a missão do veículo na Lua.

Espera-se que os astranautas que estiverem a bordo do veículo da Toyota consigam operá-lo por seis semanas e que rodem cerca de 1.000 quilômetros. A cabine será pressurizada, o que vai ajudar nos trajes usados durante a operação.

Veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Painel solar removível ajudará a recarregar as baterias das células a combustível do modelo da Toyota


Mais detalhes sobre o modelo da Toyota que será enviado até a Lua podem ser acessados pelo vídeo abaixo. A ideia é explorar áreas polares do solo lunar , o que inclui informações sobre a existência de água congelada no local. O novo veículo também deverá contribuir com o projeto de novos métodos de transporte para cobrir a superfície de outros planetas.

Veja Também:  Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

LEIA MAIS: Toyota apresenta híbrido conceitual que mistura jeitos de SUVs e vans



Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Chega ao Brasil a Triumph Bonneville T120 Ace, limitada a 1.400 unidades

Publicado

Triumph Bonneville arrow-options
Divulgação
Triumph Bonneville T120 Ace: Edição limitada, além da exclusividade, traz o espírito dos áureos tempos do motociclismo

A nova Triumph Bonneville T120 Ace acaba de chegar ao Brasil, por R$ 50.600. O modelo celebra a primeira geração de motos café racers e o Ace Café, de Londres, o lar do motociclismo britânico clássico. Trata-se de uma versão limitada em 1.400 unidades no mundo, cada uma delas com certificação numerada e assinada, mas a marca não divulgou quantas serão destinadas à Zona Franca de Manaus, onde será montada.

LEIA MAIS: Triumph Bonneville T100 Black 2018 chega às lojas por R$ 39.990

A edição especial tem como base a Triumph Bonneville T120 Black, e traz como diferenciais a pintura e grafismos exclusivos, tampas de entrada, logo da marca, assento na cor preta, para-choque traseiro mínimo — com o kit de remoção de acessório homologado pela própria fabricante — e indicadores de LED. Também adotou uma faixa com estilo de corrida em um tom de cinza fosco.

Veja Também:  VW Golf nacional desvaloriza mais do que o importado, aponta estudo

LEIA MAIS: Triumph Scrambler 1200 começa a vender no Brasil por R$ 59.990

Além disso, a identidade exclusiva da Bonneville T120 Ace   é reforçada na frase que está escrita no tanque: “Head Down, Hold on”, algo como “De cabeça baixa, segure firme”. Isso era o lema dos pilotos que disputavam corridas entre um café e outro. Conforme o gosto dos puristas e nostálgicos, traz mostradores duplos no painel de instrumentos. Além disso, vem com menu digital, recurso que abriga dados de condução que podem ser acessados, segundo a marca, com bastante facilidade.

LEIA MAIS: Triumph Bobber chega em edição limitada a 16 unidades, da Garagem Shibuya

Powertrain da T120 Black padrão

Triumph Bonneville arrow-options
Divulgação
Um dos itens mais marcantes da clássica moderna é o ronco borbulhante do motor apelidado de British Twin

Sua parte mecânica não teve mudanças em relação à T120 Black convencional. Segue equipada com o motor dois cilindros de 1.200 cc que rende 80 cv e 10,7 kgfm. A transmissão é de seis marchas e, de série, há controle de tração e dois modos de condução (Rain e Road).

Veja Também:  Toyota RAV4 híbrido surpreende pela economia: faz 14,3 km/l na cidade

LEIA MAIS: O momento da Triumph Bonneville Bobber

Enquanto isso, suas suspensões são da Kayaba e têm 120 mm de curso na frente e atrás, com ajuste só de pré-carga na traseira. Os freios contam com pinças Nissin e são a disco nas duas rodas, com 310 mm na dianteira e 255 mm atrás. Entretanto, oferece a mais que a versão mais convencional as manoplas aquecidas. Se houver demanda, a fabricante diz que pode trazer mais unidades da Triumph Bonneville T120 Ace de edição especial para o mercado brasileiro.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana