conecte-se conosco


Policial

Órgãos estaduais deflagram operação de enfrentamento aos crimes ambientais

Publicado

Hérica Teixeira | Sesp-MT

Mato Grosso registrou, de janeiro a 15 de agosto deste ano, 12.990 focos de calor. O número alcançado coloca o estado como o que mais teve queimadas entre as unidades da Amazônia Legal. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O estado do Pará ocupa o segundo lugar no ranking, com 7.737 focos e o Amazonas fica em terceiro com 6.315 registros.

Somente no período de 15 de julho a 15 de agosto, primeiro mês do período proibitivo de queimadas, Mato Grosso registrou 5.540 focos de calor. Em números absolutos, MT ficou em terceiro lugar. O topo do ranking foi ocupado pelo o Pará, com 6.664 focos seguido o estado do Amazonas, com 5.918.

Diante dos números, as Secretarias de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e de Meio Ambiente (Sema-MT) deflagraram a operação “Abafa Amazônia” na Região Norte mato-grossense. A ação será realizada com o emprego das forças de segurança: – Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Politec e demais órgãos, a exemplo da Defesa Civil e o Comitê Estadual de Gestão do Fogo.

Nesta primeira etapa serão contemplados os municípios de Vera, Feliz Natal e Cláudia. A operação tem o objetivo de combater os crimes por desmatamento e degradação florestal, queimadas irregulares e incêndios florestais. As ações repressivas seguem até o dia 28 de agosto. Outras edições serão deflagradas e contemplarão outras regiões.

Veja Também:  Polícia Civil indicia mulher por matar homem após atear fogo

Durante a solenidade de lançamento da operação, na tarde desta segunda-feira (19.08), no hangar do Ciopaer em Sorriso (a 420 km ao Norte de Cuiabá), o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Fortes, ressaltou que a Secretaria tem empenhado esforços na intensificação da fiscalização aos crimes ambientais.

“Nosso objetivo durante o período proibitivo de queimadas é intensificar a fiscalização e o combate as queimadas ilegais. Temos feito o acompanhamento dos focos de calor no estado e resolvemos começar as ações pela Região Norte. A ideia é sempre ter um monitoramento contínuo”, avaliou.

O período proibitivo de queimadas em Mato Grosso começou em 15 de julho e segue até o dia 15 de setembro. Neste período, fica proibido o uso de fogo em áreas rurais para limpeza e manejo, levando em consideração o risco de incêndios florestais de grandes proporções. A normativa se fundamenta na Lei Complementar nº 233, de 21 de dezembro de 2005. No perímetro urbano, as queimadas são proibidas durante todo o ano.

“Já passamos pela fase de prevenção e iniciamos a fase de responsabilização. Com isso, o objetivo proteger aqueles que fizeram o dever de casa para evitar os danos ambientais, materiais e humanos e os consequentes prejuízos econômicos e sociais e responsabilizar os que infringem as leis”, afirmou o comandante da operação, tenente-coronel BM Dércio Santos da Silva.

Veja Também:  Polícia Civil realiza mutirão para concluir inquéritos de unidades desativadas na Regional de Vila Rica

A operação “Abafa Amazônia” está na 5ª edição. A primeira foi realizada em Sinop no ano de 2016. Outras duas edições foram realizadas em 2017 e uma em 2018. Nas primeiras quatro foi aplicado o montante de R$ 600 milhões em multas.

Ciman

No mês de julho, foi instalado na Sesp o Comitê Temporário Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman), unidade que vai coordenar as ações de prevenção e repressão a incêndios em todo o Estado. A criação do Comitê foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 12 de julho pelo Decreto nº 174.

Denúncias e atendimentos

As ocorrências de incêndios florestais devem ser avisadas pelo número 193 do Corpo de Bombeiros. Já em caso de denúncias de queimadas nas áreas rurais, o cidadão deve entrar em contato pelo 0800 647 7363.

Queimadas urbanas devem ser denunciadas na prefeitura do município de ocorrência, nas secretarias municipais de meio ambiente ou defesa civil municipal.

Fonte: PJC MT
publicidade

Policial

Equipe Especial interroga esposa de cabo em investigações das interceptações ilegais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil, por meio da Equipe Especial, designada exclusivamente para conclusão dos inquéritos sobre as interceptações ilegais, ouviu em interrogatório, na tarde desta quarta-feira (18), a esposa do Cabo Gerson Correa, para esclarecimentos sobre questões apuradas nas investigações.

A delegada Ana Cristina Feldner informou que a mulher (E.M.O) aparece em algumas situações, como assinatura de fiadora no contrato de locação da sala usada para fazer as escutas ilegais, além da conta de internet usada no escritório clandestino estar em seu nome. Também por ter levado um aparelho celular ao cabo quando ele estava preso na Rotam. E ainda sobre a origem de um valor de R$ 35 mil, emprestado pelo cabo a um amigo.

Conforme a delegada, todas as informações serão analisadas, inclusive se  a mulher  tinha conhecimento e envolvimento com a organização criminosa investigada. Ela  alegou que acredita na inocência de seu marido.

Fonte: PJC MT
Veja Também:  Polícia Civil prende suspeito de roubar veículos trocar por drogas na Bolívia
Continue lendo

Policial

Atividades de prevenção às drogas iniciam em Porto Esperidião

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Atividades de prevenção ao uso de drogas ilícitas foram iniciadas em Porto Esperidião (326 km a Oeste de Cuiabá), pela Polícia Civil, em conjunto com a Secretaria Municipal de Assistência Social e vários outros parceiros. O projeto busca orientar crianças, jovens e adultos de escolas de comunidades do município, especialmente, da zona rural.

Ação iniciou na terça-feira (17), e segue até o dia 12 de outubro, Dia das Crianças, com um passeio ciclístico na área urbana da cidade. A primeira palestra ocorreu na comunidade de Vila Picada.

O projeto tem como foco  auxiliar na prevenção e orientação de crianças e adolescentes sobre os malefícios e as consequências do uso das  drogas.  A equipe está percorrendo  todas as escolas do município.

A Polícia Civil ficou responsável em falar das penalidades impostas ao crime como também falar sobre diferenças entre drogas lícitas e ilícitas. Também será abordado sobre a desagregação familiar  que as drogas provocam, como elas atingem e transformam o organismo e o corpo dos usuários.

Parceiros do Projeto: Secretaria Municipal da Educação, Secretaria Municipal da Saúde, Rotary, Rotaract, Interact, Lions Clube, Maçonaria, Psicólogo voluntário DR Guilherme Trinca, PM, Polícia Civil, , Gefron, Canilfron, Conselho de Segurança, Conselho Tutelar.

Veja Também:  Operação realiza ações repressivas e preventivas de combate à criminalidade no interior do Estado

Cronograma do projeto:

17/09 – Vila Picada

08/09 – Postinho

24/09 – Vila Cardoso

25/09 – Bocaiúval

01/10 – Pedro Néca

02/10 – Maria Gregória

08/10 – Escola Estadual 13 de Maio

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende receptador de equipamento de fusão óptica furtado de empresa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O furto de um aparelho de fusão de fibra óptica de uma empresa particular foi esclarecido, com a identificação de dois autores e o do receptador. O caso foi apurado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, na segunda-feira (16.09), prendeu o receptador em flagrante.

Os autores do furto, identificados por  A.B.M. 33 e P.T.R.F. 35, estão indiciados no inquérito policial. O terceiro envolvido, R.S.A.P., 24, foi autuado em flagrante por receptação qualificada.  

O furto aconteceu no dia 06 de setembro, no bairro Coophamil. Na ocasião, um veículo da empresa Radiante Engenharia de Telecomunicações foi arrombado e do interior subtraído uma maleta com equipamentos, entre eles, um aparelho de fusão de fibra óptica.

Nas diligências para apurar a ocorrência, os policiais civis da Derf Cuiabá conseguiram imagens da ação criminosa captada por câmeras de segurança. Na filmagem foi possível ver dois indivíduos abrindo a porta traseira do carro, sendo possível identificar o veículo utilizado pelos suspeitos.

Com base nas informações, os investigadores da Derf-Cuiabá lograram êxito em, inicialmente, localizar o carro usado no furto. O suspeito (A.B.M) foi abordado e acabou confessando a autoria do delito em apuração.

Veja Também:  Polícia Civil indicia mulher por matar homem após atear fogo

Durante entrevista, A.B.M. revelou que havia praticado o furto junto com seu comparsa P.T.R.F. Depois ambos venderam o equipamento para R.S.A.P.

A equipe localizou o receptador (R.S.A.P.), no bairro Santa Izabel, que admitiu ter comprado o equipamento sabendo da origem ilícita. Posteriormente, ele vendeu a  máquina para uma pessoa no Estado de São Paulo (SP).

Com o suspeito R.S.A.P. também foi encontrado um dos acessórios da máquina, cuja função é cortar as fibras óticas, que também estava na maleta furtada. Já o equipamento de fusão subtraído, tinha sido despachado via Correios para o comprador de São Paulo.

A Polícia Civil oficializou a empresa dos Correios e a entrega foi suspensa. O material retornará para Cuiabá para restituição ao proprietário.

Diante dos fatos, R.S.A.P. foi conduzido à Derf-Cuiabá, ouvido e autuado em flagrante por receptação. Após a confecção dos autos, ele foi encaminhado para audiência de custódia.

Os dois autores do furto foram interrogados. Por não estarem em situação de flagrância, responderão ao inquérito de furto, em liberdade.

 

Fonte: PJC MT
Veja Também:  Polícia Civil marca presença com Delegacia Móvel na 22ª Expomarcos
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana