conecte-se conosco


Mato Grosso

Parceria permite que 8 mil pecuaristas possam retornar ao mercado formal

Publicado

Um termo de cooperação técnica assinado nesta segunda-feira (13.01) prevê o desenvolvimento e a adoção de um sistema informatizado para monitorar a recuperação ambiental de áreas desmatadas ilegalmente ou embargadas por órgãos ambientais (Ibama e Sema).

Com isso, a estimativa é de que aproximadamente oito mil pecuaristas mato-grossenses possam se reintegrar ao mercado formal da carne, inclusive com frigoríficos signatários de termos de ajuste de conduta com o MPF no âmbito do projeto Carne Legal.

A parceria foi firmada entre Governo do Estado, Ministério Público Federal (MPF), pecuaristas e frigoríficos de Mato Grosso e representa um importante passo para o setor da carne bovina e para a sustentabilidade da pecuária estadual. 

“Nós conseguiremos trazer esses produtores novamente para a legalidade. Isso será um passo primordial para a confiança desse setor e para a importância que esse setor possui dentro do Estado de Mato Grosso. Vai gerar mais empregos, mais confiança, mais investimento e permitir que todos que queiram possa estar dentro da legalidade, evitando que se crie um mercado clandestino de carne, que prejudica toda a sociedade. Vamos combater cada vez mais as ilegalidades para facilitar a vida de quem quer agir de forma correta”, salientou o governador Mauro Mendes.

Para o chefe do Executivo Estadual, essa medida deve fomentar os investimentos no setor da carne bovina. 

Veja Também:  Em 2020, PM ampliará cursos de capacitação e aprimoramento técnico para tropa

“Eu vejo que o mercado vai viver um ano bastante positivo e esse processo de permissão de regularidade ambiental para essas mais de oito mil unidades produtivas poderá representar um incremento maior de ânimo e injeção de investimentos em Mato Grosso”, frisou. 

O desenvolvimento do sistema de monitoramento será de responsabilidade do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac), serviço social autônomo formado por representantes do setor produtivo pecuário, da indústria e do Governo do Estado. Com a missão de promover a carne de Mato Grosso, o instituto divulgará a iniciativa junto aos pecuaristas – já que a adesão será voluntária – e atuará com os frigoríficos para a adoção da plataforma em suas plantas.

“A partir de critérios definidos de forma conjunta por todos os envolvidos, construiremos um sistema transparente de informação. De um lado, o frigorífico poderá comprar animais para abate de fornecedores ambientalmente adequados. E, por outro, os pecuaristas que estão passando pelo processo de regularização ambiental voltarão ao mercado formal da carne, o que gera efeitos positivos para toda a sociedade, como o reaquecimento econômico do setor”, observou Paula Sodré Queiroz, diretora administrativa do Imac.

O procurador da República do Ministério Público Federal, Erich Raphael Masson, pontuou que “a ferramenta tem o potencial de gerar grande recuperação ambiental. Muitas áreas desmatadas ilegalmente voltarão a ser cobertas por florestas. Além disso, o pecuarista terá possibilidade de comércio com quase todos os frigoríficos do Estado de Mato Grosso, já que a maioria firmou o TAC do Carne Legal com o MPF”.

Veja Também:  Polícia Civil registra aumento de 31% em cumprimento de mandados de prisões pela Polinter

Presidente do Conselho Deliberativo do Imac, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, destacou a importância do papel articulador do Imac. 

“Congregando o Estado, a iniciativa privada – tanto o pecuarista como a indústria frigorífica – e se aproximando desse importante ator social que é o Ministério Público Federal, o instituto cumpre sua missão. Unidos, é possível criarmos um modelo de produção sustentável com ganhos para todos os participantes e para a sociedade”, analisou. 

Para a diretora executiva da Acrimat, Daniela Bueno, a medida é importante para os produtores que querem voltar ao mercado formal. 

“Com a construção dessa nova plataforma, acreditamos que haverá diminuição da burocracia para que os pecuaristas que hoje têm áreas embargadas possam realmente voltar a comercializar gado em Mato Grosso”, afirmou.

Com a assinatura da cooperação técnica, o desenvolvimento da plataforma de monitoramento do Imac passa agora a ser executado sob acompanhamento de um grupo de trabalho formado pelos signatários e também pelo Instituto Produzir, Conservar e Incluir (PCI).

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Bombeiros evitam que mãe jogue filho pela janela de apartamento em Cuiabá

Publicado

Foto: Folhamax

O Corpo de Bombeiros evitou uma tragédia no final da manhã desta sexta-feira (17), quando uma mãe, com suspeita de surto psicológico ameaçava jogar um menino de cinco anos do terceiro andar.

O fato ocorreu na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.

De acordo com informações, os bombeiros tiveram que fazer rapel, descendo do quinto andar e ocupando o apartamento abaixo pela sacada.

Logo após isso, o soldado Jéssica Duarte, conseguiu convencer a mãe a desistir.

Devido ao histórico da mulher, que é suspeita de maus tratos contra a criança, os vizinhos haviam acionado o 190.

Após o final feliz, a mãe e a criança foram levados para uma unidade de saúde.

Veja Também:  Após mais de uma década, Governo retoma transplante de rins em Mato Grosso
Continue lendo

Mato Grosso

Governo abre chamamento público para pavimentação de seis rodovias

Publicado

Dando continuidade ao modelo instituído pelo Programa de Parcerias Sociais criado pela atual gestão, o Governo do Estado por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) abre o ano de 2020 com a abertura de seis editais de chamamento público para pavimentação de rodovias.

Ao todo, os seis chamamentos preveem 230,8 km de rodovias asfaltadas por meio de parceria com associações sem fins lucrativos.

O edital de chamamento 001/2020 destina-se à pavimentação de 15 quilômetros da MT-140, no trecho da BR-163/364 a BR-070, no município de Campo Verde. Já o edital de chamamento 002/2020, prevê a pavimentação de 81 quilômetros da MT-492/249, nos municípios de São José do Rio Claro e Nova Maringá.

O edital 003 destina-se à pavimentação de 40 quilômetros da MT-422, no trecho entre as MTs-140 e 423, em Santa Carmem. O quarto edital prevê a pavimentação de 22,14 quilômetros da MT-010, no trecho da MT-484 e MT-242, no município de Ipiranga do Norte.

O edital de número 005 é para pavimentação de 39,04 quilômetros da MT-129, no trecho da MT-020 (Rio Alegre), em Gaúcha do Norte. Por fim, o edital nº 006, pavimentará 37,61 quilômetros da MT-240/MT-358, no município de Santo Afonso.

Veja Também:  Número de atendimentos representa confiança das vítimas em buscar auxílio

Os editais estão divididos em duas etapas, sendo que a primeira consiste na avaliação, julgamento e seleção dos planos de trabalho. A segunda etapa consiste na habilitação e qualificação técnica das associações selecionadas.

Todos os editais do Programa de Parcerias Sociais podem ser conferidos no site da Sinfra-MT. Para mais informações, acesse:

Edital de Chamamento 001/2020 Edital de Chamamento 002/2020 Edital de Chamamento 003/2020 Edital de Chamamento 004/2020 Edital de Chamamento 005/2020 Edital de Chamamento 006/2020

Regulamentação

A política estadual que instituiu o Programa de Parcerias entre a Administração Pública e as Organizações da Sociedade Civil (OSC), as chamadas PPP Sociais, foi normatizada pela Lei Estadual nº 10.861, sancionada pelo governador Mauro Mendes e publicada em março de 2019. Sua regulamentação foi objeto do Decreto Estadual nº 167/2019, de 11 de julho de 2019, alterado pelo Decreto Estadual nº 227/2019, de 29 de agosto de 2019.

De acordo com a lei, as associações (com ênfase a de produtores rurais) que formalizarem parcerias com o governo não podem ter fins lucrativos e devem entrar na parceria com contrapartida em bens e serviços de no mínimo 15% do valor global do projeto. Os recursos do poder público destinados a essas obras serão provenientes do Fundo de Transporte e Habitação (Fethab).

Veja Também:  Polícia Civil registra aumento de 31% em cumprimento de mandados de prisões pela Polinter

Idealizador do programa, o vice-governador Otaviano Pivetta destacou o caráter inédito da iniciativa, que reúne diversos colaboradores de forma participativa, onde todos ganham.

“As parcerias são feitas com grupos de produtores, pecuaristas, parceiros do Estado na construção de determinado trecho. Economiza cascalho, porque os proprietários abrem as porteiras para o cascalho e destinam máquinas. É uma maneira participativa. O Estado chama o cidadão para participar. E a sociedade urbana ganha com isso também”, lembrou Pivetta.

Já o secretário da Sinfra-MT, Marcelo de Oliveira, vê no programa um grande potencial para asfaltar mais de mil quilômetros de rodovias mato-grossenses até 2022. “Nós já mapeamos 24 trechos para lançarmos os editais de chamamento público. Serão mais de 800 km de asfalto novo, beneficiando diretamente 22 municípios mato-grossenses”, pontuou o titular da Pasta.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Escola Estadual de Cuiabá disputa Campeonato Brasileiro de Futsal

Publicado

A Escola Estadual Francisco Ferreira Mendes, localizada em Cuiabá, vai representar Mato Grosso no 6º Campeonato Brasileiro de Futsal Escolar, organizado pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE). A disputa esportiva ocorre de 22 a 29 de março em Balneário Camboriú (SC).

A vaga foi conquistada, no ano passado, após a equipe ser campeã da Copa Futsalê na Categoria Juvenil Sub-17 da Federação Matogrossense de Desporto Escolar.  

Os atletas seguem treinando com foco no Campeonato Nacional. Foram convocados os goleiros Renato Guilherme e Vinicius Viegas, e os atletas de linha: Arilson Fabrício, Vinicius Oliveira, Edeilton Júnior, Carlos Eduardo, Lucas Luan, Genilson José, Caio Henrique, Matheus Santos, Antony Nicolas e Isaac Arias.

Segundo o técnico da equipe, professor Claudinei Gonçalves, o campeonato serve também como seletiva para o Mundial que será em julho, em Lyon, na França. A tática para vencer o 6º campeonato vai ser jogar um futsal simples.  

“Um futsal solidário e um futsal de recuperação de vidas, onde um aprende e cresce junto com o outro. É uma equipe maravilhosa, nossa grande meta é plantar sonhos”, destaca.     

Veja Também:  Edital de Literatura recebe 123 inscrições

O técnico assinala ser muito gratificante uma escola estadual representar o Estado num campeonato de renome, que pode abrir portas para os alunos.

“O desejo dos professores é que o campeonato nacional fortaleça o espírito aguerrido e competitivo desses atletas.  E que tragam a taça para Cuiabá”, frisa.

O diretor da Escola, Danilo Benigno de Souza, destaca ser importante a participação no evento, pois trata-se da valorização do trabalho realizado por uma escola pública, que competiu com escolas particulares.

“Tudo isso resulta no aumento da autoestima dos alunos, além da oportunidade desses jovens estudantes conhecerem novas culturas. É principalmente dar uma oportunidade única para esses atletas mostrarem seus talentos e brilharem no cenário nacional”, comemora.  

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana