conecte-se conosco


Carros

Picape Hyundai Santa Cruz tem produção confirmada e deve ser feita nos EUA

Publicado

Hyundai Santa Cruz arrow-options
Divulgação
Hyundai Santa Cruz: Picape é uma das que deverão chegar para tentar derrotar o império do Fiat Toro

Desde a apresentação do protótipo Hyundai Santa Cruz, em 2015, a marca coreana vem sendo questionada sobre a sua data de lançamento. Embora ainda não tenha sido definida, jea existe a certeza de que o carro logo começará a ser produzido. Segundo confirmou o vice-presidente de planejamento de produtos da marca, Michael O’Brien: “o lançamento acontecerá em breve e terá que ser fabricada na América do Norte”.

LEIA MAIS: Hyundai Creta 2020 chega com visual renovado e mais equipamentos

O Hyundai Santa Cruz , se produzido nos EUA, ajudaria a marca a se livrar da taxa de importação de 25% que incide sobre picapes estrangeiras (a chamada Chicken Tax) e evitaria, ainda segundo o executivo, “controvérsias políticas”. Ou seja, não iria desagradar o presidente Donald Trump, que é crítico ferrenho à comercialização de veículos produzidos fora do país.

A picape da Hyundai será, definitivamente, um atrativo ao público menos conservador, a partir o que se observa nas linhas mais despojadas do exterior. Aliás, o próprio projeto que deu origem à versão conceitual previa um público alvo em torno de 30 anos de idade. “A picape será bastante versátil e vai construir uma classe totalmente diferente para os consumidores”, reafirma Michael O’Brien.

Veja Também:  Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

LEIA MAIS: Projeção antecipa como ficará o novo Hyundai HB20, que chega em outubro

Sob a carroceria

A nova picape será feita com o mesmo conceito da Honda Ridgeline (que usa plataforma do SUV Pilot) e da Fiat Toro (base derivada do Jeep Renegade). Com isso, será uma picape do tipo monobloco, com possibilidade de partilhar a arquitetura da próxima geração do Tucson. A ideia da marca será oferecer um modelo alternativo às camionetes feitas sobre chassi, com mais usabilidade e conforto.

LEIA MAIS: Fiat Toro é a melhor ideia da década

A carroceria será sempre cabine dupla, com capacidade para levar até 5 passageiros, e a caçamba poderá ser equipada com extensores, trilhos, ganchos de amarração e outros. O protótipo aponta que poderá comportar até uma motocicleta. Quanto à sua mecânica, se as decisões não mudarem para quando virar modelo de produção, seguirá com o 2.0 turbodiesel de 190 cv (que não deverá ser oferecido fora da América do Norte), além da 1.6 turbo com 204 cv ou a 2.4 aspirada de 185 cv, ambas a gasolina.

Veja Também:  A nova Yamaha Tracer 900 GT exige condução especializada

LEIA MAIS: Novo Hyundai Azera chega às lojas mais moderno e com mais equipamentos

Uma vez que o martelo for batido para a produção nos Estados Unidos, o Hyundai Santa Cruz deverá dividir espaço com os sedãs Elantra e Sonata, e o crossover de Santa Fé, na fábrica de Montgomery (Alabama), que tem produção anual de cerca de 400.000 veículos por ano.

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

Jeep Compass fica mais completo e caro na linha 2020

Publicado

Motor Show

Jeep Compass vinho arrow-options
Divulgação
Jeep Compass na versão S ficará R$ 8 mil mais caro e chegará nos R$ 195.990 como preço sugerido

Os novos equipamentos do série são a principal novidade da linha 2020 do Jeep Compass. É o que apontam materiais internos do fabricante a que a MOTOR SHOW teve acesso.

LEIA MAIS:  Por que o Jeep Compass é um dos carros mais desejados do Brasil?

O material não fala em mudanças mecânicas ou estéticas para o Jeep Compass, que segue disponível em cinco versões (Sport, Longitude, Limited, Trailhawk e S) e com os motores 2.0 flex de 166 cv (com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2) e 2.0 turbodiesel de 170 cv (com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4).

Segundo o material, aparentemente voltado para a área de vendas, a versão Sport Flex (R$ 116.990) terá a adição de chave presencial, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. As configurações Longitude Flex (R$ 132.990) e Diesel (R$ 161.990) ganhará o retrovisor eletrocrômico além dos sensores de chuva e crepuscular. E a oferta do Park Assist no pacote Premium de opcionais do SUV médio .

Veja Também:  Agora com motor central-traseiro, Chevrolet revela o Corvette C8

LEIA MAIS: Jeep Compass x Kia Sportage: acompanhe essa briga boa de titãs

Nas Limited Flex (R$ 149.990) e Diesel (R$ 181.990), o SUV compacto passará a sair de fábrica com o banco do motorista com ajuste elétrico. Mesmo item que será de série também na configuração Trailhawk (R$ 181.990). Já a versão de topo S (R$ 195.990) agora terá teto solar panorâmico.

Em relação aos preços, o reajuste da maior parte das versões do Jeep Compass será de R$ 5 mil. Com exceção das configurações Sport Flex e Limited Flex e da topo de linha S.

Confira os preços do Compass 2020 e os reajustes em relação à linha 2019:
Sport Flex: R$ 116.990 (R$ 3 mil)
Longitude Flex: R$ 132.990 (R$ 5 mil)
Longitude Diesel: R$ 161.990 (R$ 5 mil)
Limited Flex: R$ 149.990 (R$ 3 mil)
Limited Diesel: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
Trailhawk: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
S: R$195.990 (R$ 8 mil)

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

Publicado

veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Modelo de seis rodas da Toyota terá cabine pressurizada para ajudar nas missões dos astronautas a bordo

A Toyota anuncia que vai começar o desenvolvimento de um veículo de seis rodas para ser levado à Lua. Ainda conforme a marca japonesa, a fabricação dos primeiros componentes da versão conceitual vai começar no ano que vem para que os testes se iniciem a partir de 2021.

LEIA MAIS: Toyota mostra protótipo, no Salão de Tóquio, que valoriza ocupantes

Conforme as primeiras informações, o modelo lunar terá 6 metros de comprimento por 5,2 m de largura e 3,8 de altura. E será movido por células a combustível que usarão energia solar para ter as baterias recarregadas com ajuda de um painel removível, tudo para a missão do veículo na Lua.

Espera-se que os astranautas que estiverem a bordo do veículo da Toyota consigam operá-lo por seis semanas e que rodem cerca de 1.000 quilômetros. A cabine será pressurizada, o que vai ajudar nos trajes usados durante a operação.

Veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Painel solar removível ajudará a recarregar as baterias das células a combustível do modelo da Toyota


Mais detalhes sobre o modelo da Toyota que será enviado até a Lua podem ser acessados pelo vídeo abaixo. A ideia é explorar áreas polares do solo lunar , o que inclui informações sobre a existência de água congelada no local. O novo veículo também deverá contribuir com o projeto de novos métodos de transporte para cobrir a superfície de outros planetas.

Veja Também:  Nissan terá versão híbrida do Kicks no Brasil até 2022, entre outras novidades

LEIA MAIS: Toyota apresenta híbrido conceitual que mistura jeitos de SUVs e vans



Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Chega ao Brasil a Triumph Bonneville T120 Ace, limitada a 1.400 unidades

Publicado

Triumph Bonneville arrow-options
Divulgação
Triumph Bonneville T120 Ace: Edição limitada, além da exclusividade, traz o espírito dos áureos tempos do motociclismo

A nova Triumph Bonneville T120 Ace acaba de chegar ao Brasil, por R$ 50.600. O modelo celebra a primeira geração de motos café racers e o Ace Café, de Londres, o lar do motociclismo britânico clássico. Trata-se de uma versão limitada em 1.400 unidades no mundo, cada uma delas com certificação numerada e assinada, mas a marca não divulgou quantas serão destinadas à Zona Franca de Manaus, onde será montada.

LEIA MAIS: Triumph Bonneville T100 Black 2018 chega às lojas por R$ 39.990

A edição especial tem como base a Triumph Bonneville T120 Black, e traz como diferenciais a pintura e grafismos exclusivos, tampas de entrada, logo da marca, assento na cor preta, para-choque traseiro mínimo — com o kit de remoção de acessório homologado pela própria fabricante — e indicadores de LED. Também adotou uma faixa com estilo de corrida em um tom de cinza fosco.

Veja Também:  A nova Yamaha Tracer 900 GT exige condução especializada

LEIA MAIS: Triumph Scrambler 1200 começa a vender no Brasil por R$ 59.990

Além disso, a identidade exclusiva da Bonneville T120 Ace   é reforçada na frase que está escrita no tanque: “Head Down, Hold on”, algo como “De cabeça baixa, segure firme”. Isso era o lema dos pilotos que disputavam corridas entre um café e outro. Conforme o gosto dos puristas e nostálgicos, traz mostradores duplos no painel de instrumentos. Além disso, vem com menu digital, recurso que abriga dados de condução que podem ser acessados, segundo a marca, com bastante facilidade.

LEIA MAIS: Triumph Bobber chega em edição limitada a 16 unidades, da Garagem Shibuya

Powertrain da T120 Black padrão

Triumph Bonneville arrow-options
Divulgação
Um dos itens mais marcantes da clássica moderna é o ronco borbulhante do motor apelidado de British Twin

Sua parte mecânica não teve mudanças em relação à T120 Black convencional. Segue equipada com o motor dois cilindros de 1.200 cc que rende 80 cv e 10,7 kgfm. A transmissão é de seis marchas e, de série, há controle de tração e dois modos de condução (Rain e Road).

Veja Também:  Agora com motor central-traseiro, Chevrolet revela o Corvette C8

LEIA MAIS: O momento da Triumph Bonneville Bobber

Enquanto isso, suas suspensões são da Kayaba e têm 120 mm de curso na frente e atrás, com ajuste só de pré-carga na traseira. Os freios contam com pinças Nissin e são a disco nas duas rodas, com 310 mm na dianteira e 255 mm atrás. Entretanto, oferece a mais que a versão mais convencional as manoplas aquecidas. Se houver demanda, a fabricante diz que pode trazer mais unidades da Triumph Bonneville T120 Ace de edição especial para o mercado brasileiro.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana