conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil amplia em 14% resolução de homicídios na região metropolitana

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa, responsável pelas investigações de homicídios na região metropolitana de Cuiabá, encerrou 2019 com um índice de resolutividade de 66,53% dos inquéritos policiais e ainda, 93,15% de localização de pessoas que tiveram desaparecimento registrado. A unidade instaurou 167 novos inquéritos e concluiu e encaminhou à justiça outros 337 que incluem casos referentes a anos anteriores.

Para investigar as ocorrências, a DHPP realizou durante o ano passado 68 operações que resultaram em 157 mandados de prisões e outros 78 de buscas cumpridos. Além disso, 15 pessoas foram presas em flagrante.

Conforme o delegado titular André Renato Gonçalves, o resultado da produtividade é reflexo do esforço incondicional de todas as equipes da DHPP – investigadores, escrivães e delegados – para alcançar o objetivo de 2019 e contribuir com a redução no número de homicídios na região metropolitana da Capital.

“Tivemos crescimento bem maior de inquéritos concluídos em cima dos instaurados, além do índice de resolução dos crimes, que aumentamos em 14%. Fazemos todas as diligências possíveis para se chegar à autoria. Um inquérito a menos em cartório possibilita aumentar o esclarecimento de outros casos”, explica o delegado.

Veja Também:  Polícia Civil apreende mala com 10 tabletes de maconha dentro de ônibus

Ocorrências

Em 2019, as equipes da DHPP atenderam 592 ocorrências que incluem homicídios dolosos, roubo seguido de morte (latrocínio), mortes naturais, afogamentos, suicídios, mortes acidentais, encontro de ossada, feto, entre outras ocorrências que envolvam mortes com e sem violência.

Em relação ao número de homicídios em Cuiabá, o ano passado registrou aproximadamente 18% de redução nas mortes dolosas, que ocorre quando há intenção de matar. Na Capital foram registrados 94 homicídios, contra 114 em 2018. Já em Várzea Grande, 52 pessoas morreram em 2019, enquanto o mesmo período do ano anterior totalizou 80 registros.

Os números são referentes ao período de janeiro a dezembro de 2019 e incluem homicídios de vítimas femininas, que foram nove no total, sendo que destes três são homicídios com qualificadora em feminicídio.

DHPP Mais Forte

Durante o ano passado, a Delegacia de Homicídios realizou duas operações com o objetivo de concluir diversos inquéritos em andamento na unidade. Entre agosto e dezembro, as equipes atuaram na conclusão de inquéritos, cumprimento de mandados de prisões e de buscas e apreensões que estavam em aberto. O titular da DHPP destaca que a ação, realizada também no primeiro semestre de 2019, auxiliou na redução do acervo cartorário da delegacia.

Veja Também:  Ação integrada fiscaliza atuação de educadores físicos em parque de Cuiabá

Fonte: PJC MT
publicidade

Mato Grosso

Bombeiros evitam que mãe jogue filho pela janela de apartamento em Cuiabá

Publicado

Foto: Folhamax

O Corpo de Bombeiros evitou uma tragédia no final da manhã desta sexta-feira (17), quando uma mãe, com suspeita de surto psicológico ameaçava jogar um menino de cinco anos do terceiro andar.

O fato ocorreu na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.

De acordo com informações, os bombeiros tiveram que fazer rapel, descendo do quinto andar e ocupando o apartamento abaixo pela sacada.

Logo após isso, o soldado Jéssica Duarte, conseguiu convencer a mãe a desistir.

Devido ao histórico da mulher, que é suspeita de maus tratos contra a criança, os vizinhos haviam acionado o 190.

Após o final feliz, a mãe e a criança foram levados para uma unidade de saúde.

Veja Também:  Núcleo de Desaparecidos localiza 816 pessoas em 2019
Continue lendo

Policial

Ação integrada fiscaliza atuação de educadores físicos em parque de Cuiabá

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O Parque das Águas, na região do Centro Político e Administrativo de Cuiabá, foi alvo de fiscalização realizada na quinta-feira (16.01), em trabalho conjunto da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e Conselho Regional de Educação Física da 17ª Região.

A ação tinha o objetivo de identificar possível prática de exercício ilegal da profissão de educação física de instrutores que estivessem atuando no local.

Durante os trabalhos, as equipes realizaram a abordagem de um instrutor físico que ministrava aulas de futevôlei, com a finalidade principal de condicionamento físico dos alunos. Questionado, o instrutor apresentou a identificação de estudante de uma universidade da região metropolitana.

O estudante era supervisionado por uma profissional na área, porém não portava o termo de compromisso de estagiário, desta forma, sendo redigido o auto de infração administrativa e orientado a regularização da situação em 15 dias.

O delegado da Decon, Antonio Carlos de Araújo, destaca que a equipe da delegacia segue em ações contínuas de apoio aos conselhos profissionais em operações integradas de fiscalização, de modo a proteger o consumidor de práticas ilegais que possam colocar em risco a saúde e integridade física dos clientes submetidos aos riscos do atendimento de profissionais não-habilitados.

Veja Também:  Ação integrada fiscaliza atuação de educadores físicos em parque de Cuiabá

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Policial

Expediente na sede da diretoria da PJC na segunda-feira iniciará às 12h

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Comunicamos que o expediente na sede da Diretoria da Polícia Judiciária Civil será suspenso nesta sexta-feira, a partir das 16h, retornando na segunda-feira (20.01), a partir das 12 horas. A suspensão é necessária para manutenção no reservatório de água do prédio.

 

Fonte: PJC MT
Veja Também:  Ação integrada fiscaliza atuação de educadores físicos em parque de Cuiabá
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana