conecte-se conosco


Mato Grosso

População debate implantação de Escola Militar em Jaciara

Publicado

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, participou nesta segunda-feira (09.09) de uma audiência pública em Jaciara (a 144 quilômetros de Cuiabá) para debater sobre a possibilidade de implantação de uma escola militar no município. A audiência, realizada no Plenário da Câmara Municipal de Jaciara, foi aberta para participação da população e contou com a presença do prefeito Abduljabar Mohammad, vereadores, deputados estaduais e lideranças do município.

A secretária Marioneide destacou que a escola militar é mais uma proposta para a sociedade de Jaciara e tem uma organização pedagógica diferenciada, não só na questão das disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), como também com foco em três princípios, a disciplina, a autoridade e também o respeito à hierarquia dentro do espaço organizacional.

“Nós temos que ofertar diferentes possibilidades de acesso à educação, visando o pleno desenvolvimento do ser humano, seu preparo para o exercício da cidadania e para o mundo do trabalho através da construção da aprendizagem significativa e permeada por valores éticos e morais”, observou.

Segundo a secretária, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e a Constituição Federal, a educação é dever do Estado e direito de todo cidadão, mas ela precisa ser gratuita, laica, de qualidade e oferecer diferentes possibilidades.

Em sua política educacional, o Estado de Mato Grosso vem trabalhando com diferentes possibilidades de ensino aos alunos, que são o ensino fundamental regular, o ensino médio regular, o médio e profissionalizante, o ensino integral e a escola militar. “A opção é da família, que vai escolher em qual escola matricular seu filho. Dentro de um processo democrático os pais vão escolhendo e definindo o projeto de vida que tem para seus filhos e matriculando nas escolas que o Estado oferece com as diferentes opções”.

Veja Também:  Seplag e órgãos públicos buscam alinhamento em gestão de processos

Marioneide Kliemaschewsk informou que nas escolas militares a Secretaria de Estado de Segurança (Sesp) é responsável pela equipe gestora e pela coordenação. Já a Seduc é responsável pelo projeto político pedagógico, pelos professores e pelo monitoramento e acompanhamento dos resultados e dos processos que ocorrem na escola.

Este ano foi criada uma comissão intersetorial com representantes da Seduc, Conselho Estadual de Educação, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Unidme), União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Polícia Militar com o objetivo de discutir sobre a forma de acesso dos alunos nas escolas militares. “O sorteio dá a todos a mesma possibilidade de acesso, garantindo a questão da inclusão e da equidade e a isonomia de direitos de participar”.

Segundo o prefeito Abduljabar Mohammad, a Prefeitura já está construindo um novo prédio que poderá abrigar a escola militar, caso ela seja implantada no município. “Esse é um sonho da maioria da população de Jaciara. Acreditamos nessa opção de ensino, pois os resultados da escola militar são sempre positivos”, disse o prefeito lembrando que as escolas militares não registram evasão escolar e foram muito bem colocadas no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Veja Também:  Setasc leva Ônibus Lilás para Encontro de Mulheres Rurais em Cáceres

“Acredito que essa escola vem para somar com a educação de Jaciara. Não podemos deixar essa oportunidade passar, pois vai contribuir e dar oportunidade a muitos jovens daqui”, destacou o aluno Mário Marcio Cassiano, 17 anos, da Escola Estadual Plena Antônio Ferreira Sobrinho.

Atualmente, a rede estadual de educação de Mato Grosso possui oito escolas militares, sete administradas pela Polícia Militar e uma pelo Bombeiros. Essas escolas estão localizadas nos municípios de Cuiabá, Confresa, Juara, Nova Mutum, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Alta Floresta e Rondonópolis. Juntas, eslas atendem aproximadamente 3,5 mil alunos.

Todas as escolas implantadas em Mato Grosso atenderam pedidos das próprias comunidades nos municípios e das Prefeituras.

A audiência contou com a presença dos deputados estaduais Claudinei Lopes e Silvio Fávero, do comandante da 7ª Companhia Independente da Polícia Militar de Jaciara, Akira Sakata, comandante da 9ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros de Jaciara, Geovany Motti, da promotora de Justiça da Comarca de Jaciara Cássia Hondo e da secretária municipal de Educação de Jaciara, Ana Paula Bueno.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Mato Grosso Saúde e Procon criam canal de comunicação direta para resolver problemas

Publicado

O Mato Grosso Saúde e o Procon estadual irão criar um canal de comunicação direto, com o objetivo de resolver as demandas dos servidores beneficiários do Plano. A presidente do Mato Grosso Saúde Misma Thalita dos Anjos e a secretária adjunta do Procon, Gisela Simona, se reuniram na tarde desta quarta-feira (18.09) para apresentação de uma proposta de aproximação entre os órgãos.

A presidente Misma Thalita dos Anjos salientou a importância dessa aproximação e da criação desse instrumento de comunicação. “Trata-se de uma agenda positiva de cooperação entre o Mato Grosso Saúde e o Procon para somar esforços nos esclarecimentos aos beneficiários do Plano”, frisou.

Gisela Simona destacou o resultado do encontro. “Foi muito positiva a reunião visto que criamos uma linha direta entre Procon e Mato Grosso Saúde para solucionar eventuais reclamações sobre o plano evitando com isso a judiciliazação e ao mesmo tempo agilizando a solução para o consumidor”.

A criação da linha direta facilita a solução de eventuais problemas dos beneficiários do plano, assim que eles procurarem o Procon. Os atendentes entrarão em contato com o Plano de Saúde em busca de um acordo imediato, sem que o processo tenha que seguir adiante.

Veja Também:  Procon-MT recomenda atenção aos vencimentos de contas e encomendas

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Delegada retoma investigação e interroga mulher de envolvido em suposto esquema

Publicado

A Polícia Civil, por meio da Equipe Especial, designada exclusivamente para conclusão dos inquéritos sobre suposto esquema de interceptações ilegais em Mato Grosso, ouviu em interrogatório nesta quarta-feira (1809) a mulher do cabo da Polícia Militar, Gerson Correa, para esclarecimentos sobre questões apuradas nas investigações.

O policial é réu no processo judicial que apura o suposto esquema de escutas clandestinas e considerado uma das principais testemunhas do caso, confessando a participação em crimes e revelando envolvidos.

A coordenadora da investigação, delegada Ana Cristina Feldner, informou que E.M.O., mulher de Gerson, aparece em algumas situações, como a assinatura como fiadora no contrato de locação da sala usada para fazer as escutas ilegais, além da conta de internet usada no escritório clandestino estar em seu nome.

As investigações também apontaram que ela teria levado um aparelho celular ao cabo, quando ele estava preso na Rotam. E estaria envolvida com a origem de um valor de R$ 35 mil, emprestado pelo cabo a um amigo.

Conforme a delegada, todas as informações serão analisadas, inclusive se a mulher tinha conhecimento e envolvimento com a organização criminosa investigada. Durante o depoimento, ela alegou que acredita na inocência do marido.

Veja Também:  Alunos estudam regiões brasileiras usando quebra-cabeças

Interceptações clandestinas

A Polícia Civil investiga um suposto esquema de escutas telefônicas clandestinas praticado no Estado, entre os anos de 2014 e 2016. Conforme as investigações, empresários, políticos, magistrados, policiais e jornalistas teriam tido os aparelhos celulares interceptados por membros da Polícia Militar.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Pacientes do Cridac recebem aparelhos auditivos e cadeiras de rodas

Publicado

Para intensificar as ações promovidas pelo Governo de Mato Grosso, durante a 5ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), em parceria com diferentes entidades públicas e privadas, realizou nesta quarta-feira (18.09), a entrega de aproximadamente 500 aparelhos auditivos e cadeiras de rodas aos pacientes do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac).

A entrega dos aparelhos foi realizada pelo secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, que esteve presente na abertura do evento com diversos serviços voltados às pessoas com deficiência. “Estamos implementando as ações e vamos fazer uma ampla distribuição, entregando aparelhos de audição e cadeiras de rodas adaptadas às características de cada deficiente ao londo do mês”, disse.

Todas essas atividades são realizadas em consonância com Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 21 de setembro.

Além da entrega dos equipamentos, o cidadão terá acesso a serviços, como confecção de documentos, cartão de estacionamento, confecção do Cartão Sistema Único de Saúde (SUS), doação de sangue, oficina de pintura, palestras para falar sobre o acesso ao mercado de trabalho, inclusão escolar, manicure e corte de cabelo. Essas ofertas estão disponíveis até sexta-feira (20.09).

Veja Também:  Alunos estudam regiões brasileiras usando quebra-cabeças

A diretora do Cridac, Patrícia Dourado, informou que estarão disponíveis “todos os serviços da rede contemplados pelo Cridac, como otorrino, neuropediatra, ortopedista e os serviços de reabilitação, que inclui os atendimentos de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e próteses auditivas e cadeira de rodas”.

Uma das pacientes que recebeu uma cadeira de rodas foi a pequena Isadora, de três anos. De acordo com a avó da criança, Lezina Horrino, a cadeira chegou em boa hora e vai ajudar a melhorar a locomoção da menina.

“Para mim, é um motivo de alegria estar recebendo essa cadeira, pois a gente sofre muito carregando. Ela é pesada e com essa cadeira vai ser melhor acomodada, agradecemos muito por isso”, disse.

São parceiros do evento o MT Mama, Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), Associação Mato-grossense de Deficientes (Amde), Federação da Industrias no Estado do Mato Grosso (Fiemt), Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede), Grupo Incluart, Tia Hanna e Casa Civil.

Veja Também:  Procon-MT recomenda atenção aos vencimentos de contas e encomendas

Serviço

O Cridac é uma unidade especializada no atendimento de pessoas com deficiência. O prédio fica localizado na Rua G, s/n – Bloco A – Centro Político Administrativo. O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (65) 3613-1928.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana