conecte-se conosco


Rondonópolis

População vai em unidades de saúde e quase 30 mil doses da vacina contra a gripe são aplicadas

Publicado

População vai em peso às unidades de saúde e quase 30 mil doses da vacina contra a gripe são aplicadas
Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde informa que de quarta-feira (31) até o sábado (3), 29.657 pessoas haviam tomado a vacina contra a influenza.

Nesta nova etapa, após a obtenção de doses extras da vacina junto ao Ministério da Saúde, tanto grupos prioritários como a população em geral pode procurar as unidades de saúde do município e se imunizar.

Conforme a Saúde, somente a Estratégia de Saúde da Família (ESF) Serra Dourada, que funciona anexo ao ESF do Conjunto São José, ainda contava com doses remanescentes e continuou imunizando a população na segunda-feira (5) contra a gripe.

A secretária municipal de Saúde, Izalba de Albuquerque, ressaltou que essa segunda etapa de vacinação foi um sucesso, com a população procurando as unidades básicas de saúde, especialmente, no sábado quando foi realizado o Dia “D” de multivacinação.

“Temos que agradecer a população pelo empenho em buscar a imunização e pela compreensão da importância da prevenção, bem como os servidores que atuaram na campanha de vacinação”, reforça.

Izalba destaca ainda o importante papel do prefeito Zé Carlos do Pátio e do senador Wellington Fagundes, por terem obtido junto ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mais 30 mil doses da vacina, já que vacinar um número maior de pessoas era o objetivo do município para prevenir que novos casos de H1N1 voltem a ocorrer na cidade.

publicidade

Política MT

MPE: PREFEITO DE RONDONÓPOLIS É DENUNCIADO POR COMPRA DE ÁREA DE R$ 6 MILHÕES COM FINS ELEITOREIROS

Publicado

O Projeto de Lei nº 316 de 29 de julho de 2019, aprovado no dia 07 de agosto autoriza a prefeitura municipal a adquirir duas áreas: uma de 9 hectares e outra de 35 hectares na região da Vila Paulista, com valor de compra de R$ 6 milhões. A prefeitura de Rondonópolis pretende dividir em 1,5 mil lotes para atender famílias que estão cadastradas na Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo.

Segundo o vereador Rodrigo Zaelli que é presidente municipal do PSDB, o local é desprovido de infraestrutura sendo uma irresponsabilidade que vai na Contramão do que Reza a Lei de Responsabilidade Fiscal. Os vereadores Jailton e Guinacio, também entendem da mesma forma, o local está fora do perímetro urbano; sem nenhuma infraestrutura como esgoto, creche, posto de saúde, escola, posto policial entre outros. O acesso é inapropriado; não tem estudo técnico ambiental e muito menos possui estudo de mobilidade urbana.

Rodrigo Zaelli lembrou ainda, que outra LEI Nº 9362 DE 28 DE JULHO DE 2017, autorizou a prefeitura municipal a adquirir a uma área de 25 hectares denominada “Sítio Boa Esperança” pelo valor de R$ 1.650.000,00 (um milhão, seiscentos cinquenta mil reais) e deseja explicações por qual motivo até hoje a implantação de empreendimento habitacional de interesse social não saiu do papel.

Lei Autorizou Compra De Área Não Utilizada Pela Prefeitura

 

Os vereadores explicaram que não são contra os projetos de empreendimento habitacional, para famílias que necessitam de uma moradia, porém “não podem admitir que os projetos não sejam concluídos e continuem a vender sonhos e projetos eleitoreiros, sem qualquer certeza de que as famílias receberão suas moradias”.

“O que justifica aquisição daquela área especifica, sem levar em conta o Impacto Social e sem qualquer observação ao Plano Diretor da Cidade, temos enorme dificuldade de transporte coletivo no município e ao que parece, caso seja concluído esse projeto teremos mais uma situação delicada e sem infraestrutura mínima, uma verdadeira irresponsabilidade do gestor municipal”. Destacou Rodrigo.

Continue lendo

Política MT

Prefeitura de Rondonópolis fará loteamento para atender famílias de baixa renda que aguardam por moradia

Publicado

Câmara Municipal de Rondonópolis aprovou o Projeto de Lei nº 316 de 29 de julho de 2019 autorizando o Poder Executivo a adquirir duas áreas: uma de pouco mais de nove hectares e outra de 35 hectares na região da Vila Paulista. O valor da compra é de R$ 6 milhões e o local será dividido em 1,5 mil lotes destinados a atender famílias que estão cadastradas na Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo.

O novo loteamento que será criado pelo município já contará com a infraestrutura básica necessária como pavimentação primária, e redes de água e elétrica. Os lotes serão destinados às famílias de baixa renda inclusas no Cadastro Único.

O prefeito Zé Carlos do Pátio explica que o loteamento se faz necessário para reduzir o déficit habitacional de Rondonópolis que hoje atinge mais de 15 mil famílias, que estão cadastradas a espera de uma moradia. “O problema de falta de moradia é sério em Rondonópolis e por isso a Prefeitura precisa criar políticas públicas habitacionais para garantir dignidade para a população que não tem onde morar”, destaca.

Segundo o prefeito, Rondonópolis teve aumento no número de habitantes, com elevação do déficit habitacional, mas a política pública de habitação do Governo Federal não tem atendido a contento a população. Hoje, a cidade conta com dois conjuntos habitacionais do Governo Federal que estão com as obras paralisadas. “Se o Governo Federal não cumpre a parte dele de finalizar as obras em andamento e entregar as moradias para as famílias que precisam, o município precisa fazer algo”, ressalta.

Pátio agradeceu o empenho de todos os vereadores que aprovaram o projeto de lei autorizando o município a comprar a área e posteriormente lotear e urbanizar com rapidez. “É muito importante esse apoio da Câmara Municipal, pois temos urgência em iniciar uma política municipal de habitação já que o Governo Federal vem sendo omisso”, finaliza.

Continue lendo

Rondonópolis

Japonês da federal dará palestra em Rondonópolis

Publicado

Responsável por conduzir alguns dos principais presos da operação Lava Jato, o ex-policial federal, Newton Ishii se tornou conhecido em todo o país como o “Japonês da Federal”, vai ministrar uma palestra em Rondonópolis, no próximo sábado (10/08), no auditório da Parque de Exposições Wilmar Peres de Farias, durante a 47ª Exposul, às 10 horas.

O evento terá entrada gratuita e na mesma oportunidade será lançado para o público rondonopolitano o livro “O Carcereiro”. A obra escrita pelo jornalista Luís Humberto Carijó, e lançada pela editora Rocco traça um perfil do agente federal recém-aposentado, além de trazer suas impressões sobre a operação e vários de seus personagens, dentro e fora das celas.

Como chefe da carceragem por onde passaram nomes como Eduardo Cunha, Antônio Palocci, José Dirceu e Léo Pinheiro, Newton acumulou histórias que revelam a adaptação de antigos caciques políticos e megaempresários ao dia a dia atrás das grades, bem como suas confissões sobre as engrenagens das falcatruas no Brasil.

A obra conta ainda com entrevistas exclusivas de quatro condenados pela Lava Jato, o empresário Adir Assad, o doleiro Alberto Youssef, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex- diretor da Petrobras, Renato Duque, e um apêndice com dados como uma linha do tempo e os impressionantes números da investigação iniciada em 2014.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana