conecte-se conosco


Mato Grosso

Primeira-dama Virginia Mendes apoia projetos sociais dos Bombeiros

Publicado

A primeira-dama do Governo de Mato Grosso, Virginia Mendes, visitou, nesta sexta-feira (08.11), o 1º Batalhão de Bombeiros Militar, no bairro Verdão, em Cuiabá, e conheceu os projetos sociais ‘Bombeiros do Futuro’ e ‘Musicalizar’, desenvolvidos pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso.

Recepcionada pelo comandante do Batalhão Cacique, tenente-coronel João Paulo Queiroz, a primeira-dama assistiu a uma apresentação com um balanço das ações ao longo dos 13 anos de existência do projeto e foi agraciada com uma apresentação de flauta doce das crianças do ‘Musicalizar’. Além do Musicalizar, também visitaram o Batalhão Cacique, os alunos do Bombeiros do Futuro do bairro Ribeirão do Lipa, de Cuiabá.

Em 13 anos de existência, o Bombeiros do Futuro já beneficiaram mais de 4 mil crianças e, somente em 2019, está atendendo 1.046 crianças, distribuídas em 21 cidades de MT. Só na Baixada Cuiabana, 150 alunos estão distribuídos nos pelotões de Poconé, Cristo Rei (Várzea Grande) e Ribeirão do Lipa (Cuiabá).

O foco são meninos e meninas de 10 a 15 anos que recebem noções de prevenção e combate a incêndio, de primeiros socorros, civismo, aulas de ética e cidadania, educação ambiental, educação para o trânsito, atividades recreativas, prevenção contra o uso de drogas. Eles também atendem entidades e associações, como é o caso da AACC, APAE, entre outras.

A diretora Maria Estevina, da Escola Municipal da Educação Básica Maria Tomich, conta que os alunos que participam do projeto estão mais atentos para a disciplina, justamente pelas noções de civismo aprendidas com os bombeiros. “Mesmo os que não estão no projeto buscam melhorar pela influência dos Bombeiros do Futuro”, afirma a educadora.

Veja Também:  Operação integrada combate a criminalidade em Nortelândia e Arenápolis

Ao lado da filha caçula Maria Luiza e de uma amiga da Maria, Olivia Brandão, a primeira dama assistiu a uma apresentação dos resultados dos projetos, com número de crianças alcançadas e atividades realizadas. E depois, a uma apresentação dos alunos do Musicalizar, que apresentaram um trecho da 9º Sinfonia de Beethoven e uma música natalina que fará parte das comemorações de final de ano.

“Vi no rostinho das crianças a alegria de estarem ali. Para mim é essencial que tenhamos cada vez mais projetos sociais como estes, que ajudam a formar cidadãos por meio da educação e da cultura. Fico honrada e feliz em ser convidada a ser parceira e já estou em busca de apoio para as melhorias necessárias para o projeto Musicalizar, como a compra de instrumentos para que eles possam avanças nas aulas de músicas para as crianças”, destacou a primeira-dama.

Maria Luiza e Olívia também aproveitaram para viver um dia especial com os bombeiros e brincaram com as crianças atendidas no projeto.

Queiroz ressaltou a importância em receber a primeira-dama. “É uma satisfação receber a primeira dama, não somente no nosso quartel, mas especialmente para apresentar os projetos sociais que são tão importantes”.

O tenente Ednaldo Ferreira, coordenador de Projetos Sociais do Corpo de Bombeiros, contou que a intenção da corporação é alcançar mais crianças, mas, para isso, mais parcerias são necessárias.

Veja Também:  Shows de humor e feira de mulheres empreendedoras agitam espaços culturais da Secel

“Os estudantes do Musicalizar estão com duas músicas prontas para a apresentação. Parece pouco, mas isso foi desenvolvido junto com conceitos de teoria musical, cidadania, educação e respeito. Eles já se sentem incluídos em algo maior e muito nobre”, afirmou.

O secretário adjunto de Esportes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Neves, acompanhou a visita e destacou que a Pasta tem sido parceira do Musicalizar, fornecendo uma sala do Ginásio Aecim Tocantins para as aulas.

A pequena Emanuelly Mussato Soares, de 8 anos, aluna do Musicalizar, conta que adora participar das atividades e mostrou toda orgulhosa para a primeira-dama o que já aprendeu nas aulas de flauta doce. O pai dela, Wagner Soares, ressaltou que depois que a filha começou a participar do projeto o comportamento mudou, ficou mais focada nos estudos e não falta a nenhuma aula.

“Hoje ela acordou às 4h da manhã, ansiosa, perguntando que horas ela iria para o projeto. Para nós, estas ações são essenciais, principalmente por agregar aulas de civismo, de noções de prevenção a acidentes, combate às drogas”, disse o pai de Emanuelly.

Homenagem e presentes

Ainda durante a visita, a primeira-dama foi agraciada com uma homenagem com uma placa em reconhecimento pelos serviços sociais já prestados e pelo envolvimento nos novos projetos. Na placa, uma frase destacava “a grandeza não consiste em receber honras e sim em merecê-las!”. Para Maria Luiza foi dado uma barbie bombeira e Olívia ganhou uma farda de bombeiro tamanho de criança.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Ônibus lilás atende mulheres de Tangará da Serra, Curvelândia e Rio Branco

Publicado

Entre os meses de novembro e dezembro, o Ônibus Lilás da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) atenderá a população de mulheres dos municípios de Tangará da Serra, Curvelândia e Rio Branco. A ação faz parte do Programa Ser Mulher, que visa fortalecer o combate à violência contra as mulheres. 

Conforme a secretária adjunta de Direitos Humanos da Setasc, Salete Morockoski, a realização das ações nos municípios só é possível devido a articulação da Rede municipal com o Estado e outras entidades. “Para desenvolver o trabalho estamos contando com o apoio junto aos municípios e os demais parceiros. A nossa intenção é levar orientação as mulheres da zona rural de uma forma acolhedora e conscientizar para as que sofreram algum tipo de violência denunciem”, pontuou.

Em Tangará da Serra, os atendimentos começam na terça-feira (12.11). No período da manhã, o Ônibus Lilás ficará em exposição no centro da cidade, iniciando a tarde com os atendimentos na Gleba Triângulo. Na quarta-feira (13), os atendimentos seguem no Assentamento Antônio Conselheiro, sendo às 8h na Curva da Benção e às 14h na Escola Estadual Marechal Rondon.

Veja Também:  Shows de humor e feira de mulheres empreendedoras agitam espaços culturais da Secel

Na quinta-feira (14) o Ônibus Lilás atenderá as mulheres no Residencial Dona Júlia, Alto da Boa Vista e Jardim dos Ipês no período da manhã e à tarde na Comunidade Bezerro Vermelho. Para finalizar os atendimentos no mês de dezembro, a iniciativa também passará pelos municípios de Curvelândia do dia 02 ao dia 06 e no Rio Branco do dia 09 ao dia 13.

O veículo é equipado com salas de atendimentos, fechadas, para garantir privacidade às mulheres, com modelo de atendimento multidisciplinar.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Detran-MT realiza 692 atendimentos na primeira semana do Mutirão Fiscal

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) realizou 692 atendimentos na primeira semana do Mutirão Fiscal Fecha Acordo. A quantidade representou 25% da demanda de pessoas atendidas nos primeiros dias do evento, promovido pelo Governo do Estado em parceria com o Poder Judiciário.

Somente na primeira semana, 146 pessoas quitaram suas dívidas veiculares por meio do parcelamento no cartão de crédito, somando pouco mais de R$ 228 mil em débitos arrecadados.

A possibilidade de o contribuinte quitar seus débitos veiculares, junto à empresa credenciada pelo Detran-MT, com parcelamento no cartão de crédito em até 12 vezes é a novidade da autarquia no evento.

Podem ser parcelados todos os débitos vencidos e a vencer para viabilizar o licenciamento do veículo. São eles: taxa de licenciamento, inscrita ou não em dívida ativa, seguro DPVAT, IPVA inscrito ou não em dívida ativa, e infrações de trânsito municipais, estaduais e federais (exemplo: infrações da Semob, Detran, Sinfra, PRF e DNIT).

O diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro, acredita que a possibilidade de parcelamento dos débitos veiculares em até 12 vezes no cartão de crédito terá um reflexo direto no processo de regularização da frota circulante no Estado.

Somente referente à Taxa de Licenciamento dos últimos cinco anos, o Detran-MT tem em torno de R$ 500 milhões a receber de cidadãos inadimplentes.

Veja Também:  Recuperação da MT-100 cria novo eixo de transporte e encurta distância até portos de SP

No Mutirão o Detran também está prestando orientações e emitindo taxas de licenciamento anual, seguro DPVAT e de infrações de trânsito municipais, estaduais e federais.

Sistema de senhas

Para maior comodidade dos contribuintes, o Detran-MT, por meio da Coordenadoria de Tecnologia da Informação (T.I), disponibilizou o sistema de senhas utilizado durante todo o mutirão.

O sistema foi desenvolvido há cinco anos pela T.I do Detran-MT e é utilizado na sede da autarquia, nas Ciretrans no interior do Estado, além da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP) e na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA).

Mutirão Fiscal

O Mutirão Fiscal é realizado desde o dia 1º de novembro na Arena Pantanal, em Cuiabá. Os contribuintes com débitos fiscais e tributários, inscritos ou não em dívida ativa, gerados até o dia 31/12/2016, podem renegociar e quitar seus débitos no Mutirão Fiscal até o dia 29 de novembro.

Podem ser renegociadas as dívidas geradas no âmbito dos seguintes órgãos: Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran), Secretaria de Fazenda (Sefaz), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager) e Procon.  

Os débitos tributários (ICMS, IPVA, ITCD, entre outros), inscritos ou não na dívida ativa, poderão ser negociados por meio do Refis. Já as dívidas oriundas de multas e taxas do Detran, Sema, Indea, Procon e Ager poderão ser renegociadas por meio do Regularize.

Veja Também:  Seminário em Cuiabá debate turismo em terras indígenas

A Secretaria de Meio Ambiente (Sema) também participará da edição do Mutirão Fiscal, porém os débitos relativos à pasta serão renegociados somente de forma online ou na sede da secretaria.

Além da Sema, as negociações com os demais órgãos também poderão ser feitas de forma online, para facilitar a vida dos contribuintes que não podem comparecer presencialmente na Arena Pantanal ou que residam no interior do Estado.

Funcionamento

Os serviços do Mutirão Fiscal são realizados no segundo andar da Arena Pantanal, em Cuiabá. O acesso é feito pelo portão A do estádio. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, sem intervalo para almoço. As senhas são distribuídas até às 16h.

Cerca de 200 conciliadores estão trabalhando simultaneamente, nos dois turnos, para esclarecer dúvidas da população e fazer as renegociações.

A realização do Mutirão Fiscal possibilita ao contribuinte quitar os débitos com vantagens financeiras, evitando que seu nome seja inscrito nos serviços de proteção ao crédito. Além disso, por meio da ação, o Governo aumenta a arrecadação do Estado e reduz consideravelmente o estoque de processos jurídicos e administrativos.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Crimes de homofobia apresentam redução de 5% em Mato Grosso

Publicado

Entre janeiro e outubro de 2019, foram identificados 82 crimes de homofobia em Mato Grosso. O balanço demonstra redução de 5% no número de casos em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registradas 86 ocorrências. Os dados são do Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

O levantamento aponta ainda que ao longo de todo ano passado, entre janeiro e dezembro, os casos envolvendo o público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) totalizaram 115 no Estado.

O GECCH também fez um relatório parcial das capacitações realizadas junto aos servidores das forças de segurança, visando à qualificação do atendimento à população LGBT. Entre janeiro e setembro de 2019, foram 712 participantes. Por enquanto, foram contempladas as seguintes instituições: Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT) e Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Na avaliação do secretário do GECCH, tenente-coronel PM Ricardo Bueno de Jesus, estes cursos são imprescindíveis para garantir a humanização do atendimento e também para formar multiplicadores. “Abordamos tanto as questões legais quanto a importância da conscientização sobre o respeito de direitos conquistados”, ressalta.

Veja Também:  Recuperação da MT-100 cria novo eixo de transporte e encurta distância até portos de SP

Crime inafiançável

Como exemplo, ele cita a aprovação pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em junho deste ano, da criminalização da homofobia. A conduta passou a ser punida pela Lei de Racismo (7716/89), que até então previa crimes de discriminação ou preconceito por “raça, cor, etnia, religião e procedência nacional”. O racismo é um crime inafiançável e imprescritível segundo o texto constitucional e pode ser punido com um a cinco anos de prisão e, em alguns casos, multa.

De acordo com o tenente-coronel PM Ricardo Bueno, foi um importante marco regulatório. “Estamos falando de um ato de responsabilização da pessoa que pratica o crime de homofobia. Em parte, acredito que estes avanços fazem parte da mudança de cultura da sociedade, fruto do combate ao preconceito a pessoas LGBT”.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana