conecte-se conosco


Nacional

Sobrevivente do desabamento tira selfie nos escombros e manda para família

Publicado

source
selfie nos escombros do desabamento arrow-options
Arquivo pessoal

David Sampaio foi a oitava pessoa resgatada com vida dos escombros.

Após sobreviver ao desabamento de um prédio residencial em Fortaleza nessa terça-feira (15), o estudante David Sampaio tirou uma selfie no meio dos escombros do edíficio e enviou a foto para os seus familiares. Ele foi a oitava pessoa resgatada com vida após o desabamento.

Leia também: Prefeito de Fortaleza promete “investigação rígida” sobre desabamento

Em entrevista ao G1, o primo de David, Albertine Felipe disse que recebeu a  selfie logo após saber do desabamento do prédio. Segundo o primo do resgatado, David disse que estava bem e havia sofrido apenas alguns arranhões.

No momento do desabamento, o jovem, que estuda arquitetura, estava em sua casa, no primeiro andar do edíficio Andréa, na área nobre de Fortaleza. Após ser resgatado, ele foi encaminhado para um hospital particular de Fortaleza. Não se sabe o atual estado de saúde do David. 

Desabamento

Leia também: Assista ao exato momento em que o prédio desabou em Fortaleza

Veja Também:  Polícia investiga queda de menina de dois anos do 4° andar de prédio no Rio

Na manhã desta terça-feira (15), um prédio residencial de sete andares desabou em Fortaleza. Até o momento, dez pessoas foram resgatadas, nove com vida e uma foram retirada morta. Autoridades estimam que outras dez pessoas estão desaparecidas nos escombros.  

Fonte: IG Nacional
publicidade

Nacional

Motorista é agredido e tem carro depenado por multidão em festa; assista

Publicado

source
Motorista sendo agredido arrow-options
Reprodução/ O Dia

Jovem foi agredido e teve o carro depredado na saída de uma festa, em Volta Redonda.

Um jovem foi agredido e teve o carro destruído durante uma confusão na saída de uma casa noturna no bairro Jardim Amália, em Volta Redonda, no sul do Rio de Janeiro. O caso aconteceu na madrugada deste domingo (17), onde acontecia uma festa universitária . Imagens mostram uma multidão depredando o veículo.



Segundo relatos nas redes sociais, o motorista do carro teria tentado passar pela via e atropelado algumas pessoas que estavam na rua, o que motivou o início da confusão. De acordo com a Polícia Militar, a corporação foi acionada mas, quando os policiais militares chegaram apenas o carro estava no local e ninguém foi detido. Os vídeos foram encaminhados à Polícia Civil para identificação dos agressores.

Veja Também:  Jovem é morto com 50 tiros de fuzil na fronteira com o Paraguai

Leia mais: Homem cai nos trilhos do metrô de São Paulo e é salvo por pouco; veja vídeo

O delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Wellington Vieira, está investigando o caso e informou ao Dia que quatro pessoas já foram identificadas. Dentre elas, duas prestaram depoimentos na delegacia.

“A vítima também foi identificada, ouvida e encaminhada para realizar o exame de corpo de delito”, afirmou Wellington.

O delegado pediu, ainda, para que as pessoas que tenham informações sobre as agressões entrem em contato com a delegacia de Volta Redonda pelo número 197, para registrar a denúncia. O anonimato é garantido.


Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Motorista é agredido e tem carro depenado por multidão em festa; assista

Publicado

Motorista sendo agredido arrow-options
Reprodução/ O Dia

Jovem foi agredido e teve o carro depredado na saída de uma festa, em Volta Redonda.

Um jovem foi agredido e teve o carro destruído durante uma confusão na saída de uma casa noturna no bairro Jardim Amália, em Volta Redonda, no sul do Rio de Janeiro. O caso aconteceu na madrugada deste domingo (17), onde acontecia uma festa universitária . Imagens mostram uma multidão depredando o veículo.



Segundo relatos nas redes sociais, o motorista do carro teria tentado passar pela via e atropelado algumas pessoas que estavam na rua, o que motivou o início da confusão. De acordo com a Polícia Militar, a corporação foi acionada mas, quando os policiais militares chegaram apenas o carro estava no local e ninguém foi detido. Os vídeos foram encaminhados à Polícia Civil para identificação dos agressores.

Veja Também:  Vídeo mostra momento em que PM morre ao reagir a assalto em ônibus; assista

Leia mais: Homem cai nos trilhos do metrô de São Paulo e é salvo por pouco; veja vídeo

O delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Wellington Vieira, está investigando o caso e informou ao Dia que quatro pessoas já foram identificadas. Dentre elas, duas prestaram depoimentos na delegacia.

“A vítima também foi identificada, ouvida e encaminhada para realizar o exame de corpo de delito”, afirmou Wellington.

O delegado pediu, ainda, para que as pessoas que tenham informações sobre as agressões entrem em contato com a delegacia de Volta Redonda pelo número 197, para registrar a denúncia. O anonimato é garantido.


Continue lendo

Nacional

Federalização do caso Marielle deve ser votada ainda este ano

Publicado

source
Marielle arrow-options
Agência Brasil

Os ministros do STJ tendem levemente em manter caso na esfera estadual, mas a corte continua dividida.

A federalização da investigação do caso Marielle deve ser votada nas próximas semanas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão deve ocorrer em 27 de novembro, próxima sessão da corte e penúltima do ano, ou em 11 de dezembro, a última antes do recesso do STJ.

Leia também: Jovem é morto com 50 tiros de fuzil na fronteira com o Paraguai

A corte, composta por 10 ministros, terá que decidir se as investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes serão entregues à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Federal (MPF) – federalização do caso – ou se seguirão com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) e a Polícia Civil.

Os ministros do STJ afirmaram ao jornal O Globo  que a corte está dividida, mas com leve tendência de manter o caso em nível estadual.  Os ministros que apoiam essa decisão, acreditam que a troca do órgão responsável pela investigação atrasaria o caso, que já dura um ano e oito meses. 

Veja Também:  Manifestação em apoio ao povo boliviano ocorre na avenida Paulista

Leia também: Navio suspeito de derramamento de óleo voltará ao litoral brasileiro esta semana

Já os que defendem a federalização do caso Marielle acreditam que a esfera federal teria mais recursos para encontrar o(s) suposto(s) mandante(s) dos assassinatos, principalmente se esse(s) tiverem foro privilegiado.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana