conecte-se conosco


Carros

Toyota SW4 é 4×4 com menor depreciação, aponta pesquisa

Publicado

Motor Show

Um levantamento realizado pela KBB Brasil — empresa especializada na precificação de veículos novos e usados — aponta que o Toyota SW4 Diamond é o modelo com tração 4×4 que menos deprecia após um ano de uso. O SUV grande da marca japonesa apresentou 5,45% de perda de valor. Já a segunda posição ficou com a picape VW Amarok V6, que no mesmo período apresentou uma depreciação de 7,81%.

LEIA MAIS: Veja 5 dicas para garantir melhor valor de revenda no seu seminovo

A depreciação de carros 4×4  parte do valor do veículo 0 Km em um período determinado em relação a seu atual valor residual. Sempre considerando o mesmo ano/modelo e sem o mesmo rigor de sua definição contábil, que tem regras muito estritas. Confira abaixo a tabela dos 10 carros 4×4 que mais (e que menos) perderam valor em 12 meses de uso, com o Toyota SW4 na liderança.

1 – Toyota SW4 Diamond

Toyota Hilux SRX Diamond arrow-options
Divulgação
Toyota SW4 Diamond é desenvolvida a partir da configuração de topo SRX, equipada com motorização a diesel de 177 cv e 45,9, além de capacidade para sete ocupantes. É equipado com protetor de para choques e rodas de liga leve de 18’’. Além disso, é o único da linha a oferecer de série um sistema de som JBL, com 10 alto-falantes e um subwoofer.

Valor 0km: R$ 264.990

Veja Também:  VW Golf nacional desvaloriza mais do que o importado, aponta estudo

Modelo usado: R$ 250.549

Depreciação: 5,45%

2 – VW Amarok V6

Vokswagen Amarok V6 arrow-options
Divulgação
Equipado com o motor 3.0 V6, desenvolve 225 cv e 56,1 kgfm, que levam de 0 a 100 km/h em apenas 8s. Opcionais são rodas de 19 polegadas, engate removível e protetor de caçamba. Traz ar-condicionado de duas zonas, sensores e câmera de ré, ganchos na caçamba, sensores de chuva, retrovisor fotocromático e faróis bixenônio com luz diurna de led.

Valor 0km: R$ 187.990

Modelo usado: R$ 173.314

Depreciação: 7,81%

LEIA MAIS: Desvalorização: Veja as motos que menos depreciam do Brasil

3 – Ford EcoSport Storm

Ford EcoSport Storm arrow-options
Divulgação
Equipado com motor 2.0 Flex de 176 cv, é marcado pela grade com o nome Storm em relevo, faróis de xênon com máscara negra, capa de estepe rígida na traseira, rodas de 17’’ e mais. No interior, traz bancos de couro e teto escuros, frisos em laranja, 7 airbags, sistema multimídia SYNC 3 com 8’’, controle de estabilidade, monitoramento dos pneus e teto solar.

Valor 0km: R$ 99.990

Veja Também:  A nova Yamaha Tracer 900 GT exige condução especializada

Modelo usado: R$ 92.140

Depreciação: 7,85%

4 – Toyota Hilux SRX

Toyota Hilux SRX arrow-options
Divulgação
Equipado com motor 2.8 turbodiesel, de 177 cv, ou o 2.7 flex, de 163 cv, traz tonalidade escura do interior, revestimento de couro perfurado e quadro de instrumentos com iluminação branca. No pacote de equipamentos, inclui também retrovisores internos eletrocrômicos, luz de condução diurna de LED, e outros.

Valor 0km: R$ 193.300

Modelo usado: R$ 174.860

Depreciação: 9,54%

LEIA MAIS: Qual é o carro mais vendido da história?*

5 – Chevrolet S10 LTZ Diesel

Chevrolet S10 LTZ arrow-options
Divulgação
Equipada com motor turbodiesel de 200 cv, ou 2.5 Flex de 206 cv no etanol, traz banco elétrico, acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, luz diurna em LED, câmera de ré e sensores de estacionamento, acionamento remoto da ignição e do ar-condicionado. Já o multimídia MyLink é compatível com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

Valor 0km: R$ 175.000

Modelo usado: R$ 155.321

Depreciação: 11,25%

6 – Jeep Compass Trailhawk

Jeep Compass Trailhawk arrow-options
Divulgação
Vem equipado com o motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm, com câmbio de nove marchas. Dentro, traz central multimídia com tela sensível ao toque de 8,4’’, ar-condicionado digital de duas zonas, botão de partida do motor, entre outros. Além disso, tem seletor do tipo de terreno (neve, areia, lama e pedra), bloqueio de diferencial e assistente de descida

Valor 0km: R$ 168.990

Modelo usado: R$ 147.336

Depreciação: 12,81%

7 – Renault Duster 4×4

Renault Duster arrow-options
Divulgação
É equipado com encosto do banco traseiro rebatível, barras metálicas no teto para ajudar a levar bagagem, central multimídia com GPS, sensores de estacionamento, tecido aveludado nos bancos e volante revestido de couro. Vem com motor 2.0 flex, de 148 cv e 20,9 kgfm.

Valor 0km: R$ 88.300

Modelo usado: R$ 75.705

Depreciação: 14,26%

8 – Fiat Toro Volcano

Fiat Toro Volcano arrow-options
Divulgação
É equipado com cluster de 3,5’’ em TFT, controle de estabilidade, auxiliar de partida em subidas, comando no volante, direção elétrica, fixação Isofix para cadeira infantil, vidros e travas elétricas automáticas, sensor de estacionamento traseiro, revestimento de caçamba, entre outros. Vem com motor 2.0, turbodiesel, de 170 cv 35,7 kgfm.

Valor 0km: R$ 142.990

Modelo usado: R$ 122.585

Depreciação: 14,27%

9 – Jeep Renegade Trailhawk

Novo Jeep Renegade Trailhawk arrow-options
Divulgação
Entre os equipamentos, vem com central multimídia de 8,4 polegadas, onde é possível parear o smartphone por meio das interfaces Android Auto e Apple Car Play. os faróis são de LED, tanto os principais quanto os de neblina, bem como as luzes diurnas (DRL). Vem com motor 2.0turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm.

Valor 0km: R$ 128.990

Modelo usado: R$ 110.100

Depreciação: 14,64%

10 – Ford Ranger XLT

Ford Ranger arrow-options
Divulgação
Equipada com motor 2.2 turbodiesel, de 160 cv e 39,3 kgfm, traz bancos de couro, rodas de liga leve de 18’’, central multimídia SYNC 3 de 8’’, sete airbags, controle de estabilidade e tração, assistente de rampa, controle de carga, frenagem de emergência, comandos de voz para áudio e telefone, piloto automático, câmera de ré e computador de bordo, e mais.

Valor 0km: R$ 164.990

Modelo usado: R$ 140.562

Depreciação: 14,81%

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

Mercedes de R$ 1,7 milhão tem 5 unidades vendidas no Brasil

Publicado


Mercedes AMG GTR Pro arrow-options
Divulgação
Mercedes-Benz AMG GTR Pro tem itens exclusivos baseados nos carros de corrida da marca alemã sediada em Stuttgart

A restrita lista dos supercarros mais caros do Brasil recebe mais um integrante: o Mercedes AMG GTR Pro, que tem 5 unidades vendidas o País, cada uma pelo equivalente a R$ 1,7 milhão. Ao todo, apenas 750 serão fabricadas. O modelo tem produção limitada e é considerado o mais rápido feito pela marca alemã com itens e acertos exclusivos para se aproximar dos carros de corrida.

LEIA MAIS: Veja quais são os 5 carros mais caros do Brasil hoje em dia

Estamos falando de um superesportivo com motor V8 4.0 biturbo, de 577 cv e 71,3 kgfm de torque, números para acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos, diz a fabricante. Para conter todo esse ímpeto esportivo, o Mercedes AMG GTR Pro vem com freios de fibra de cerâmica que ficam parcialmente à mostra atrás das enormes rodas de aro 20.

Além disso, tanto a parte estrutural quando a aerodinâmica receberam mudancas em relação do AMG GTR convencional. Há defletores de ar e aerofólio de carbono, além de difusores na traseira para ajudar a manter o supercarro o mais grudado no chão possível. Para melhorar o arrefecimento do motor e dos freios, foram adotadas novas entradas de ar.

Muda também a suspensão, com ajustes manuais tanto das molas quanto dos amortecedores, seguindo o acerto adotado no AMG GT4 de competição. Para completar, instalaram novas barras estabilizadoras e vetorização de torque por frenagem, o que ajuda a tornar o carro ainda mais equilibrado nas curvas.

Veja Também:  Toyota RAV4 híbrido surpreende pela economia: faz 14,3 km/l na cidade

 LEIA MAIS: Aceleramos na pista o superesportivo Mercedes-AMG GT R de R$ 1,2 milhão

 Como não poderia deixar de ser em um superesportivo que deverá ser usado tanto nas ruas quanto nas pistas,  ao volante do Mercedes AMG GTR Pro é possível escolher por quatro modos de condução: básico, avançado pro e mestre, com variações em diversos ajustes, inclusive na atuação dos controles eletrônicos de estabilidade e tração.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Jeep Compass fica mais completo e caro na linha 2020

Publicado

Motor Show

Jeep Compass vinho arrow-options
Divulgação
Jeep Compass na versão S ficará R$ 8 mil mais caro e chegará nos R$ 195.990 como preço sugerido

Os novos equipamentos do série são a principal novidade da linha 2020 do Jeep Compass. É o que apontam materiais internos do fabricante a que a MOTOR SHOW teve acesso.

LEIA MAIS:  Por que o Jeep Compass é um dos carros mais desejados do Brasil?

O material não fala em mudanças mecânicas ou estéticas para o Jeep Compass, que segue disponível em cinco versões (Sport, Longitude, Limited, Trailhawk e S) e com os motores 2.0 flex de 166 cv (com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2) e 2.0 turbodiesel de 170 cv (com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4).

Segundo o material, aparentemente voltado para a área de vendas, a versão Sport Flex (R$ 116.990) terá a adição de chave presencial, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. As configurações Longitude Flex (R$ 132.990) e Diesel (R$ 161.990) ganhará o retrovisor eletrocrômico além dos sensores de chuva e crepuscular. E a oferta do Park Assist no pacote Premium de opcionais do SUV médio .

Veja Também:  Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

LEIA MAIS: Jeep Compass x Kia Sportage: acompanhe essa briga boa de titãs

Nas Limited Flex (R$ 149.990) e Diesel (R$ 181.990), o SUV compacto passará a sair de fábrica com o banco do motorista com ajuste elétrico. Mesmo item que será de série também na configuração Trailhawk (R$ 181.990). Já a versão de topo S (R$ 195.990) agora terá teto solar panorâmico.

Em relação aos preços, o reajuste da maior parte das versões do Jeep Compass será de R$ 5 mil. Com exceção das configurações Sport Flex e Limited Flex e da topo de linha S.

Confira os preços do Compass 2020 e os reajustes em relação à linha 2019:
Sport Flex: R$ 116.990 (R$ 3 mil)
Longitude Flex: R$ 132.990 (R$ 5 mil)
Longitude Diesel: R$ 161.990 (R$ 5 mil)
Limited Flex: R$ 149.990 (R$ 3 mil)
Limited Diesel: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
Trailhawk: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
S: R$195.990 (R$ 8 mil)

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

Publicado

veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Modelo de seis rodas da Toyota terá cabine pressurizada para ajudar nas missões dos astronautas a bordo

A Toyota anuncia que vai começar o desenvolvimento de um veículo de seis rodas para ser levado à Lua. Ainda conforme a marca japonesa, a fabricação dos primeiros componentes da versão conceitual vai começar no ano que vem para que os testes se iniciem a partir de 2021.

LEIA MAIS: Toyota mostra protótipo, no Salão de Tóquio, que valoriza ocupantes

Conforme as primeiras informações, o modelo lunar terá 6 metros de comprimento por 5,2 m de largura e 3,8 de altura. E será movido por células a combustível que usarão energia solar para ter as baterias recarregadas com ajuda de um painel removível, tudo para a missão do veículo na Lua.

Espera-se que os astranautas que estiverem a bordo do veículo da Toyota consigam operá-lo por seis semanas e que rodem cerca de 1.000 quilômetros. A cabine será pressurizada, o que vai ajudar nos trajes usados durante a operação.

Veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Painel solar removível ajudará a recarregar as baterias das células a combustível do modelo da Toyota


Mais detalhes sobre o modelo da Toyota que será enviado até a Lua podem ser acessados pelo vídeo abaixo. A ideia é explorar áreas polares do solo lunar , o que inclui informações sobre a existência de água congelada no local. O novo veículo também deverá contribuir com o projeto de novos métodos de transporte para cobrir a superfície de outros planetas.

Veja Também:  Chega ao Brasil a Triumph Bonneville T120 Ace, limitada a 1.400 unidades

LEIA MAIS: Toyota apresenta híbrido conceitual que mistura jeitos de SUVs e vans



Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana