conecte-se conosco


Nacional

Vaticano reabre túmulos para resolver mistério de garota desaparecida há 36 anos

Publicado

tumulo arrow-options
Reprodução/Vatican News

Apesar de expectativa, nada foi encontrado nos túmulos

Os túmulos de duas princesas foram reabertos pelo Vaticano, na manhã desta quinta-feira (11), na tentativa de encontrar os ossos de Emanuela Orlandi, jovem desaparecida em 1983, aos 15 anos de idade. O local é normalmente usado para enterrar integrantes de instituições católicas de língua alemã e não pode receber a visita de turistas.

Leia também: Esquema de ‘lavagem cerebral’ induzia crianças a denunciarem pais por abuso

O caso aconteceu no dia 22 de junho de 1983, quando Emanuela voltava para casa, localizada dentro do Vaticano , depois de uma aula de flauta e desapareceu após ter sido vista, pela última vez, em um ponto de ônibus no centro de Roma, na Itália.

Durante anos, a família ficou intrigada com o sumiço da menina e chegou a pensar que o acontecido poderia estar ligado com o fato de o pai de Emanuela ser um funcionário do Estado da Cidade do Vaticano, na época.

Veja Também:  Filha de bicheiro diz que guerra na família é por herança de R$ 25 milhões

Foi então que, em março deste ano, a família da adolescente recebeu uma carta anônima que era acompanhada pela foto de um anjo que ficava no túmulo do cemitério Teutônico do Vaticano.

Após uma petição geral para que o túmulo fosse aberto, um tribunal estatal da Cidade do Vaticano aceitou o pedido e o túmulo foi aberto. Porém, a grande surpresa: estava completamente vazio.

Leia também: Operação da PF prende dois suspeitos de ligação com a máfia italiana

De acordo com comunicado da Santa Sé, a operação não encontrou nenhum resto mortal da menina nos sepulcros. Além disso, nem os ossos das duas princesas – Sophie von Hohenlohe, que morreu em 1836, Carlotta Frederica de Mecklenburg, que morreu em 1840 – que deveriam estar enterrados no local não estão lá.

“A pesquisa teve êxito negativo: não houve nenhuma descoberta humana na urna funerária”, informou o diretor da assessoria de imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti.

O irmão da jovem desaparecida confirmou a informação e ressaltou que sua família precisa continuar as buscas. “Acredito que teremos que continuar e esperar por uma colaboração honesta. Enquanto eu não encontrar Emanuela, é meu dever procurar a verdade”, afirmou Pietro Orlandi.

Segundo assessoria de imprensa da Santa Sé, o país não investigará o desaparecimento da menina, já que isso é trabalho das autoridades italianas fora do Vaticano

*Com informações da Ansa.

Fonte: IG Nacional
publicidade

Nacional

MPF afirma que decreto de armas de Bolsonaro facilita desvio para as milícias

Publicado

source
Bolsonaro e Michelle fazendo arminha arrow-options
Alan Santos/PR

Bolsonaro defendeu que quem não quer ter armas não precisa comprar

O Ministério Público Federal (MPF) afirma, em uma nota técnica, que o decreto mais recente do presidente Jair Bolsonaro flexibilizando a posse de armas de fogo facilita o desvio de armamentos para as milícias. O novo regulamento retirou a obrigatoriedade de policiais e integrantes das Forças Armadas, ao comprarem armas ou renovarem as licenças, comprovarem que não são investigados em inquéritos policiais ou processados criminalmente.

Leia também: Em novo decreto, Bolsonaro deixa regras conflitantes para renovação de armas

No novo decreto de armas , assinado pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e pela 7ª Câmara de Coordenação Criminal, os procuradores argumentam que, como há agentes de segurança envolvidos com milicianos, a dispensa torna mais fácil o caminho para que armas de uso permitido e restrito sejam usadas pelas organizações criminosas.

“Embora, em princípio, se deva presumir a higidez moral de todos os membros das Forças Armadas e das polícias, não se pode desconhecer que a legislação pátria permite que, durante um bom período de tempo, integrantes dessas instituições sigam na carreira enquanto são investigados em inquéritos policiais ou respondam a processos criminais. Tampouco é possível desconsiderar o fato de que existem policiais e militares investigados e processados em razão de envolvimento com organizações criminosas e milícias . Desse modo, a automática liberação da aquisição de armas de fogo – de uso permitido ou de uso restrito – por todo e qualquer membro das Forças Armadas ou da polícia, sem qualquer aferição da existência de antecedentes criminais, é medida com potencial de ensejar a transferência de armamentos para esses segmentos criminosos”, diz o MPF.

Veja Também:  Prefeito de Fortaleza promete “investigação rígida” sobre desabamento

Os procuradores fazem a ressalva de que, mesmo que o número de integrantes das Forças Armadas e de policiais investigados ou processados na esfera criminal não seja elevado, a dispensa automática da obrigação que existia anteriormente é “suficiente para ampliar o risco de transferência de arsenais para a criminalidade, notadamente em cidades como o Rio de Janeiro, na qual há territórios controlados por milícias”.

Leia também: “Quem acha que ter arma em casa é um risco, não precisa comprar”, diz Bolsonaro

O governo federal já editou oito decretos esse ano tratando de armas de fogo e munições. O MPF alega que há diversos pontos inconstitucionais nos textos publicados e apresentou cinco ações no Supremo Tribunal Federal (STF) – três Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) e duas Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPFs) – pedindo a revogação das medidas. 

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Sobrevivente do desabamento tira selfie nos escombros e manda para família

Publicado

source
selfie nos escombros do desabamento arrow-options
Arquivo pessoal

David Sampaio foi a oitava pessoa resgatada com vida dos escombros.

Após sobreviver ao desabamento de um prédio residencial em Fortaleza nessa terça-feira (15), o estudante David Sampaio tirou uma selfie no meio dos escombros do edíficio e enviou a foto para os seus familiares. Ele foi a oitava pessoa resgatada com vida após o desabamento.

Leia também: Prefeito de Fortaleza promete “investigação rígida” sobre desabamento

Em entrevista ao G1, o primo de David, Albertine Felipe disse que recebeu a  selfie logo após saber do desabamento do prédio. Segundo o primo do resgatado, David disse que estava bem e havia sofrido apenas alguns arranhões.

No momento do desabamento, o jovem, que estuda arquitetura, estava em sua casa, no primeiro andar do edíficio Andréa, na área nobre de Fortaleza. Após ser resgatado, ele foi encaminhado para um hospital particular de Fortaleza. Não se sabe o atual estado de saúde do David. 

Desabamento

Leia também: Assista ao exato momento em que o prédio desabou em Fortaleza

Veja Também:  Prefeito de Fortaleza promete “investigação rígida” sobre desabamento

Na manhã desta terça-feira (15), um prédio residencial de sete andares desabou em Fortaleza. Até o momento, dez pessoas foram resgatadas, nove com vida e uma foram retirada morta. Autoridades estimam que outras dez pessoas estão desaparecidas nos escombros.  

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Prefeito de Fortaleza promete “investigação rígida” sobre desabamento

Publicado

source

Agência Brasil

Local do desabamento em Fortaleza arrow-options
WhatsApp/Divulgação

Prédio desabou pouco antes das 11 da manhã

O prefeito da cidade de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), manifestou apoio aos familiares e vítimas do desabamento do Edifício Andrea e prometeu que a sociedade terá uma “resposta clara a respeito das responsabilidades de pessoas envolvidas no acidente”.

De acordo com o prefeito, órgãos de fiscalização urbana não tinham nenhuma informação sobre obras em andamento no edifício .

Equipes de resgate e a Defesa Civil trabalham no local com a ajuda de cães farejadores e drones, para a localização de pessoas soterradas. Onze ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) fazem o deslocamento de vítimas para o Instituto Doutor José Frota, hospital que recebe as vítimas do acidente. Segundo o prefeito , há equipes de psicólogos e assistentes sociais para apoio dos que aguardam notícias. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, um óbito foi confirmado.

Veja Também:  Filha de bicheiro diz que guerra na família é por herança de R$ 25 milhões

Este é o segundo caso de desabamento na capital cearense. No início de junho, outro condomínio residencial sofreu danos estruturais em um desabamento parcial, e foi demolido pela prefeitura. O prédio ficava no bairro de Maraponga.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana