conecte-se conosco


Policial

Ação integrada entre PM e PF prende suspeito e apreende 800 mil carteiras de cigarros

Publicado


Em Barra do Garças, a Polícia Militar em apoio a uma ação integrada entre a Polícia Federal e a Polícia Militar dos Estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, apreendeu 800 mil carteiras de cigarros contrabandeados no sábado (10). A grande apreensão gerou um prejuízo de cerca de R$ 5 milhões à organização criminosa.

A ação conjunta batizada de “Operação Hórus” iniciou a partir das investigações da Polícia Federal com o apoio das três instituições militares (PMMT, PMGO e PMMS). Após monitoramento, as equipes identificaram que os cigarros contrabandeados teriam sido adquiridos do Paraguai.  Os policiais conseguiram abordar os dois veículos nas proximidades do município de Ponte Alto, em Goiás.

Um motorista foi preso, o condutor do segundo veículo conseguiu fugir. Foram apreendidas 1.600 caixas de cigarros, contendo 800 mil carteiras do material ilícito contrabandeado. O suspeito detido e os cigarros foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Barra do Garças.

Fonte: PM MT

Veja Também:  Mulher que traficava drogas na frente dos filhos é presa em flagrante pela Polícia Civil, em Rondonópolis
publicidade

Policial

Depois de diversas tentativas de se esconder, foragido de MT por homicídio bárbaro é localizado no litoral catarinense

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A trajetória de fugas de um foragido da Justiça, que cometeu um bárbaro homicídio no interior de Mato Grosso, chegou ao fim com a captura do criminoso nesta segunda-feira (10), na cidade de Balneário Camboriú, no litoral catarinense. A prisão ocorreu depois de informações repassadas pela Gerência de Polinter e Capturas de Mato Grosso à Polícia Civil de Santa Catarina, que levaram à prisão do homem de 30 anos. 

A Polinter recebeu no início deste ano uma solicitação de apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres para localizar o atual paradeiro do fugitivo, que foi identificado como autor de brutal homicídio ocorrido o em 11 de fevereiro de 2011, que vitimou Benedita de Paula Nunes, de 27 anos. A vítima foi cruelmente espancada e torturada até a morte e encontrada em sua residência totalmente despida e com várias lesões no corpo. O crime chocou moradores da cidade diante da gravidade e da forma cruel como a vítima foi morta.

Com o avanço das investigações realizadas pela DEDM de Cáceres e com a autoria do crime definida, após representação criminal da autoridade policial, o Poder Judiciário decretou em outubro de 2019 a prisão preventiva do investigado. Desde então, o autor do crime passou a ser considerado foragido da justiça.

Veja Também:  Fiscalização conjunta combate pesca predatória na Baixada Cuiabana

Por diversas vezes, a Polícia Civil tentou capturá-lo, mas sem sucesso, pois ele se refugiava na Bolívia, de onde  retornou poucas vezes ao Brasil.

Em fevereiro deste ano, a Polinter chegou a enviar uma equipe a Cáceres, mas as buscas pelo foragido não tiveram êxito. Uma última tentativa foi realizada para localizá-lo em Goiânia, contudo, com os dados obtidos no decorrer das investigações, a equipe da Polinter conseguiu apurar o possível paradeiro do foragido, cujas informações levavam à região Sul do Brasil.

Em um trabalho em conjunto com a equipe do delegado Vicente Soares, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, os policiais civis do município catarinense checaram prováveis locais onde ele poderia esta e com apoio da Polícia Militar local conseguiram realizar a prisão nesta segunda-feira.

As buscas pelo foragido contaram também com o auxílio da Delegacia Regional de Cáceres.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres, para onde o foragido deverá ser recambiado.

Veja Também:  Fiat Toro e motocicleta são recuperados em Várzea Grande e Mirassol D´Oeste

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Suspeito de roubos a bancos com dois mandados de prisão em aberto morre em confronto

Publicado


Durante ação na manhã de hoje(11.05) em Campo Verde(131 km de Cuiabá), policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e da 8ª Companhia de Polícia Militares prenderam uma mulher(35 anos), apreenderam droga e celulares e um suspeito com dois mandados de prisão morreu em confronto.  

Armado, ao perceber que seria abordado o suspeito(40 anos) saiu em alta velocidade com seu veículo, um Cívic, por ruas de Campo Verde. Quando estava sendo alcançado pelas equipes da PM, reagiu apontando a arma na direção dos policiais enquanto ainda descia do veículo. Durante a perseguição policial duas viaturas do Bope chegaram a colidir, sem feridos. Com o suspeito os policiais apreenderam uma pistola 9mm.

Foragido da Justiça, o suspeito responde a processos e inquéritos por tráfico de droga e organização criminosa. As equipes da PM descobriram ainda que ele estava usando identidade falsa.

Essa ocorrência de hoje(11) se deu em continuidade a   operação que o Bope desencadeou no dia seis deste mês na região de Primavera dos Leste(321 km de Cuiabá) e região, desencadeada com o objetivo de desmontar plano de roubos a bancos na modalidade ‘novo cangaço’.

Veja Também:  Fiat Toro e motocicleta são recuperados em Várzea Grande e Mirassol D´Oeste

A partir de informações produzidas pelo Serviço de Inteligência sobre a descoberta desse plano, o Comando do Batalhão expediu a ordem de serviço 022/2021 e as equipes deslocaram para Primavera e posteriormente para Campo Verde.

A mulher presa é esposa do suspeito morto no confronto. Na casa onde o casal vivia ocorreram as apreensões de droga e dos celulares.  

Fonte: PM MT

Continue lendo

Policial

Fiscalização conjunta combate pesca predatória na Baixada Cuiabana

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Para intensificar a prevenção a ilícitos ambientais, a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), em conjunto com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), vem realizando várias fiscalizações em diferentes regiões do estado.

Desde a primeira semana de maio, as equipes da Dema e Sema deflagrou as ações de fiscalização na baixada cuiabana, na região de Barão de Melgaço (113 km ao sul da Capital) visando coibir a pesca predatória.

Durante os oito dias de operação foram realizadas abordagens a aproximadamente 100 pessoas. Também foram vistoriadas 12 embarcações e apreendidas três redes de malhas, quatro remos e três canoas de madeiras.

Ao todo, os policiais civis e fiscais confiscaram 48 quilos de pescados irregulares, que depois de periciados, foram doados a instituições filantrópicas por se tratar de produto perecível.

Conforme a delegada titular da Dema, Liliane Murata Costa, os policiais civis continuarão em parceria com outros órgãos, atuando de forma contínua e permanente em defesa da natureza.

“O principal objetivo dessas operações integradas é reprimir as práticas criminosas e condutas que ultrapassam os limites estabelecidos por lei, causando prejuízos e dano ao meio ambiente, que é um bem fundamental à existência humana”, destacou a delegada.

Veja Também:  Suspeito é preso com arma de fogo e material de jogo do bicho em operação em Rosário Oeste

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana