conecte-se conosco


Agro News

ALGODÃO/CEPEA: Vendedor firme e baixa oferta de pluma de qualidade elevam Indicador

Publicado

Cepea, 16/10/2019 – As cotações do algodão em pluma subiram nesta primeira quinzena de outubro. Entre 30 de setembro e 15 de outubro, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, aumentou 0,7%, fechando a R$ 2,4927/lp nessa terça-feira, 15. Segundo colaboradores do Cepea, vendedores estão mais firmes nos preços pedidos, atentos aos elevados patamares internacionais, aos embarques de lotes já contratados e ao beneficiamento. Além disso, a disponibilidade de pluma de qualidade está baixa, e cotonicultores indicam já ter comercializado a maior parte da produção. Do lado da demanda, indústrias tentam negociar a preços menores, enquanto trabalham com a matéria-prima estocada e/ou proveniente de contratos. Quando há urgência, especialmente por lotes de maior qualidade, compradores acabam pagando valores maiores. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA
Veja Também:  AÇÚCAR/CEPEA: Cotações do cristal aumentam no final de maio
publicidade

Agro News

TRIGO/CEPEA: Semeio no Sul do País é favorecido pelas chuvas em importantes regiões produtoras

Publicado


.

Cepea, 2/06/2020 – O cultivo da nova safra de trigo segue avançando no Sul do País, devido ao clima favorável. Segundo agentes colaboradores do Cepea, choveu em importantes regiões produtoras do Brasil, melhorando a umidade do solo, o que deve fazer com que este início de junho seja marcado pela intensificação dos trabalhos no campo. Diante disso, estimativas já passam a indicar produção elevada. Mas, enquanto isso, a escassez de trigo no mercado nacional e a demanda aquecida mantêm firmes as importações do cereal. Assim, o mercado doméstico segue operando com volume restrito e valores firmes. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte:

Veja Também:  LIVE/LIVRO: Vice-coordenadora do Cepea é uma das autoras de livro a ser lançado nesta semana pela Esalq
Continue lendo

Agro News

ETANOL/CEPEA: Demanda se aquece em maio e impulsiona preço

Publicado


.

Cepea, 2/06/2020 – De acordo com pesquisas do Cepea, em maio, os preços dos etanóis subiram no estado de São Paulo, recuperando apenas uma parcela das perdas registradas entre março e abril. A sustentação aos valores veio da volta, ainda que gradativa, do consumo em alguns importantes polos consumidores do País. Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, a boa vantagem do etanol hidratado nos postos paulistas favoreceu a demanda e fez com que distribuidoras tivessem necessidade de reposição dos estoques. Além da demanda, outro fator que deu suporte para as cotações do etanol em São Paulo foi a postura firme dos vendedores ao longo de maio, mesmo neste início da temporada na região Centro-Sul. No caso do etanol anidro, destaca-se o crescimento do número de negócios no mercado spot, devido à postergação do período definido para a fixação de contratos, visando o atendimento da Resolução nº 67 da ANP pelas distribuidoras. Assim, por conta de contratos ainda não firmados, as vendas no spot aumentaram em maio relativamente ao mês anterior. A média dos valores das semanas cheias do Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado ficou em R$ 1,4352/litro, alta de 5,75% na comparação com as semanas cheias de abril. Para o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol anidro, o aumento foi de apenas 0,4%, com média de R$ 1,5803/litro no spot. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  MILHO/CEPEA: Colheita da segunda safra avança e enfraquece preços
Fonte: CEPEA

Continue lendo

Agro News

AÇÚCAR/CEPEA: Cotações do cristal aumentam no final de maio

Publicado


.

Cepea, 2/06/2020 – Os preços do açúcar cristal praticados no mercado spot do estado de São Paulo subiram na última semana de maio, de acordo com pesquisas do Cepea. Na quinta-feira, 28, o adoçante voltou a ser negociado na casa dos R$ 76 por saca de 50 kg, quando algumas usinas restringiram a oferta dos tipos de melhor qualidade (Icumsa até 180) para as vendas na pronta entrega. As exportações aquecidas e chuvas em algumas áreas de colheita da cana, que interromperam pontualmente a produção, foram fatores que limitaram a oferta doméstica. Apenas em poucos casos que as negociações envolveram volumes altos de açúcar. De 25 a 29 de maio, a média do Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, foi de R$ 75,46/saca de 50 kg, alta de 1,32% em relação à de 18 a 22 de maio (R$ 74,47/saca de 50 kg). Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Veja Também:  MANDIOCA/CEPEA: Volumes colhido e comercializado ainda são baixos
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana