conecte-se conosco


Mulher

Anticoncepcional pode deixar a mulher ansiosa e depressiva? Tire suas dúvidas

Publicado

source

Women's Health

A pílula anticoncepcional é uma escolha popular entre as mulheres — cerca de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo a usam. Não há como negar que ela revolucionou a saúde sexual feminina.

mulher olhando cartela de pílula anticoncepcional arrow-options
shutterstock

E você? Já sentiu variação no humor e se sentiu mais ansiosa ou até depressiva com o uso da pílula anticoncepcional?

Leia também: 9 coisas que não combinam e até acabam com efeito da pílula

E embora os efeitos colaterais (bons e ruins) associados à pílula já sejam de conhecimento da ciência — risco reduzido de câncer de ovário, melhora na saúde da pele, maior chance de câncer de mama — ainda há poucas pesquisas sobre a relação do medicamento com a ansiedade. Por isso, se você sente que o anticoncepcional causa ansiedade , continue lendo.

Anticoncepcional causa ansiedade?

mulher ansiosa no trabalho arrow-options
Thinkstock Photos

Hormônios podem ser responsáveis por deixar algumas mulheres mais ansiosas ou depressivas com o uso da pílula

Um estudo publicado no Human Brain Mapping encontrou uma ligação entre a pílula e seu estado mental. Cientistas da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, estudaram 90 mulheres — sendo que 44 delas usavam o medicamento. Os pesquisadores compararam a espessura de diferentes áreas do cérebro entre os dois grupos.

Eles descobriram que duas regiões específicas — o córtex orbitofrontal lateral e o córtex cingulado posterior — pareciam ser mais finas naquelas que tomavam a pílula em comparação com as que não o faziam. E só para você saber: o córtex orbitofrontal lateral é o que nos ajuda a regular as emoções em resposta a estímulos externos; enquanto o córtex cingulado posterior nos ajuda a avaliar nosso estado mental.

Dado que os hormônios sexuais influenciam fortemente o cérebro e o sistema nervoso, faz sentido que a pílula possa ser a razão pela qual algumas mulheres experimentam sintomas de ansiedade e depressão enquanto tomam o anticoncepcional.

Mas calma. O estudo está longe de ser conclusivo, por isso não jogue fora sua cartela de comprimidos ainda.

Geetha Venkat, médica da Harley Street Fertility Clinic, concorda que pode haver um link indireto entre as duas coisas. “Os efeitos colaterais mais comuns da pílula incluem mudanças de humor. Em mulheres com tendências a ansiedade, depressão ou ataques de pânico, isso pode sim aumentar os sintomas e sua gravidade.”

Leia também: Pílula anticoncepcional: esqueci de tomar; e agora? Delas responde

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

A pílula pode afetar seu humor?

mulher sentada no sofá arrow-options
shutterstock

Algumas mulheres tem efeitos adversos à pílula anticoncepcional; veja dados

O portal Debrief fez a sua própria investigação sobre a ligação entre a pílula e a saúde mental. Eles questionaram 1.022 leitores com idades entre 18 e 30 anos. E encontraram:

  • 93% das mulheres já haviam tomado ou estavam tomando anticoncepcional via oral;
  • Dessas, 45% sentiram mais os sintomas de ansiedade e 45% os de depressão;
  • 46% disseram que o comprimido diminuiu a libido;
  • 58% acreditavam que a pílula tinha um impacto negativo na sua saúde mental — e apenas 4% acreditavam ter um efeito positivo.

Um estudo da Universidade de Copenhague aparentemente apoia a pesquisa. Eles descobriram que as mulheres que tomavam o anticoncepcional tinham maior probabilidade de receberem um antidepressivo do que aquelas que não utilizavam nenhuma contracepção hormonal.

Leia também: Verdade ou mentira: a pílula anticoncepcional também serve como tratamento?

Mas a gente sabe que mais estudos precisam ser feitos. E que essa com certeza é uma conversa que precisa de mais argumentos. Portanto, se você experimentou (ou tem um histórico familiar de) ansiedade ou depressão, fale com o seu ginecologista. Você não está sozinha e pode encontrar as novas formas de contracepção além da pílula anticoncepcional.

Fonte: IG Delas
Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá
publicidade

Mato Grosso

Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

Publicado

Reprodução

A digital influencer Carla Reis, conhecida como “Carla Bora”, conhecida pelo bordão “bora? Bora tomar uma?”, que viralizou o Brasil no ano de 2016, usou sua página no Instagram para denunciar um caso de violência doméstica. Carla é de Várzea Grande.

Na madrugada desta sexta-feira, ela postou stories informando que foi agredida pelo namorado, um empresário do ramo de construção civil. “Carla Bora” relata que já realizou a denúncia para as autoridades policiais. Na sua página, contudo, não relatou como ocorreram as agressões, mas mostrou hematomas no braço.

A digital influencer ainda pede que as mulheres tenha coragem para denunciar, “mesmo quando ama”. Carla faz os relatos nos stories e não aparece de corpo inteiro como de costume. Nos vídeos, mostra apenas parte de seu rosto.

Além das fotos e dos vídeos, “Carla Bora” mostra uma suposta mensagem de seu namorado lhe pedindo desculpa e prometendo um noivado para reatar o relacionamento. “É difícil sair de um relacionamento ainda mais quando AMA, mas precisamos nos AMAR em primeiro lugar”, diz a postagem.

Antes de revelar o ocorrido na rede social, Carla ainda fez uma postagem de um folder que descreve e explica como a mulher pode identificar os sinais de um relacionamento abusivo.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

Na manhã desta sexta-feira (24), Carla postou um foto desejando “bom dia” a seus seguidores.

Recentemente, no mundo das celebridades e famosos, muitas mulheres tem tomado coragem para denunciar namorados e maridos que também tem status e fama. Essas ações tem dado um apoio para casos que ocorrem corriqueiramente.

Tocador de vídeo

Continue lendo

Mulher

Associação de mulheres convida a população para o ato de reinauguração e retorno dos trabalhos, entidade terá mudança de nomenclatura

Publicado

   Sandra Raquel Mendes – Presidente da entidade

No próximo dia 06 de fevereiro às 18:00 horas, acontecerá o ato de reinauguração e reinício das atividades na sede da Associação de Mulheres, que está passando por uma reestruturação  que vai desde as mudanças em seu espaço físico/visual à alteração em sua nomenclatura. Recentemente a entidade recebeu o título de utilidade pública, sendo uma das grandes conquistas alcançadas pela presidente Sandra Raquel Mendes que numa parceria com ALMT, através do Deputado Delegado Claudinei conseguiu viabilizar os trâmites. Com uma programação intensa para o ano de 2020, Sandra Raquel abrirá as portas da entidade no dia 06 de fevereiro, para apresentar à sociedade a nova entidade que passará a ser conhecida como, Associação em defesa dos direitos das mulheres do estado de mato grosso, uma luta árdua e de muita perseverança segundo a presidente. O evento contará com a presença de várias autoridades da Cidade e do Estado, onde acontecerá o descerramento da placa com o novo nome e homenagens à pessoas importantes que têm dado vida para que esta entidade caminhasse e desenvolvesse os trabalhos para as mulheres vítimas de violência em nossa cidade. Sandra Raquel faz o convite a toda sociedade para que se faça presente neste momento que para ela será de muita felicidade.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

Segue convite e programação:

CONVITE ESPECIAL

Data 06/Fevereiro/2020.

Apresentação da Nova Identidade Visual da Associação de Mulheres.

Horário: Início às 18:00 horas.

Endereço: Av. Sothero Silva, 614 – Vila Aurora (próximo ao Big Master, em frente Polo Estadual de Saúde)

É com imensa alegria que convidamos você para participar desse momento especial, juntamente com a presença de outras autoridades e parceiros, estaremos realizando:

Ato de Descerramento a Placa com o Novo Nome da Associação

Projetos e Ações para 2020

Ato de Homenagens a Beneméritos e Colaboradores

Contamos com a sua presença.

Saudações,

Sandra Raquel Presidente

Continue lendo

Mulher

Vai fazer a dieta cetogênica? Cuidado com estes quatro erros comuns

Publicado

source

Para perder peso, muitos estão apostando na popular dieta cetogênica . Ela consiste em não comer mais de 30g de carboidratos por dia, ingerindo uma grande quantidade de gordura boa, carne, laticínios, nozes e óleos. Apesar de oferecer um emagrecimento rápido , adotá-la pode ser arriscado. Principalmente se você cometer alguns deslizes.

Leia mais: Você pode estar seguindo uma das três piores dietas para 2020; veja quais são

Se o corpo está acostumado a altos percentuais de carboidrato e de repente passa a ter níveis muito baixos%2C essa mudança drástica pode levar o corpo a adoecer arrow-options
shutterstock

Se o corpo está acostumado a altos percentuais de carboidrato e de repente passa a ter níveis muito baixos, essa mudança drástica pode levá-lo a adoecer


Em relação a outras dietas, podemos afirmar que a cetogênica é provavelmente a mais radical . De acordo com o portal The Sun , famosas como Kim Kardashian e Gwyneth Paltrow perderam peso através dessa medida. No entanto, Terri-Ann, musa fitness e autora de livros sobre o tema, afirma que o método não é o mais sustentável das dietas. 

A dieta cetogênica funciona fazendo com que o corpo queime sua própria reserva de gordura, colocando-o num estado chamado cetose . O problema é que esse é um estado  “não natural” e muito difícil de manter. 

“É uma dieta muito baixa em carboidratos e com muita gordura”, afirma Terri-Ann. “Isso significa que o corpo usa gordura para energia em vez de carboidratos. Embora funcione para alguns, geralmente não a recomendo, porque muitas pessoas não conseguem sustentá-la a longo prazo”.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

Leia mais: 8 dicas definitivas de profissionais que vão te mostrar como definir o abdômen

A nutricionista Helen Bond também comentou que remover quase que completamente os carboidratos da dieta pode trazer complicações na saúde . “O objetivo da cetogênica é forçar o corpo a usar a gordura como sua principal fonte de energia – quando isso acontece, a pessoa produz cetonas.”

“Elas servem para alimentar partes do corpo que não podem usar a gordura como fonte de energia, como o cérebro”, lembra. “Os efeitos colaterais disso são cansaço, fadiga, mau humor, falta de concentração e mau hálito”.

Além da dificuldade em ser mantida e efeitos colaterais, alguns erros geralmente cometidos nessa dieta podem trazer risco à saúde. Confira:

1. Cortar drasticamente os carboidratos 

O corte repentino de carboidratos da dieta pode levar a doenças arrow-options
shutterstock

O corte repentino de carboidratos da dieta pode levar a doenças


Se o seu corpo é acostumado a altos níveis de carboidrato e de repente passa a ingerir baixíssimas quantidades, ele vai sentir o impacto de uma mudança drástica. Nesse momento, a pessoa pode adoecer e vir a contrair uma ” gripe cetogênica “. Por isso, é mais seguro diminuir aos poucos.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

2. Não beber água suficiente 

A água ajuda a limpar o organismo e é essencial em qualquer dieta arrow-options
shutterstock

A água ajuda a limpar o organismo e é essencial em qualquer dieta


O corpo é “limpo” com muito líquido, especialmente ao perder massa gorda. Ele libera as cetonas na urina, além de substâncias como o sódio. Não beber água pode fazer com que haja retenção de substâncias no organismo e portanto, inchaço. 

3. Não comer os legumes certos

Não ingerir os legumes certos pode impedir o corpo de entrar no estado de cetose arrow-options
shutterstock

Não ingerir os legumes certos pode impedir o corpo de entrar no estado de cetose


Os vegetais também possuem carboidratos, sabia? Ou seja, se você não estiver comendo os legumes certos, pode ser que você não tenha entrado nesse estado de cetose. Por isso, é importante verificar as quantidades de carboidratos presentes nos legumes ingeridos. 

4. Não passar em um médico

Um nutricionista é essencial para orientar na perda do peso arrow-options
shutterstock

Um nutricionista é essencial para orientar na perda do peso



Leia mais: Dietas para emagrecer rápido: veja quais são as que três prometem mais resultado

Antes de começar uma dieta cetogênica , é interessante passar  em um médico nutricionista, principalmente se é a sua primeira vez. Pessoas grávidas ou que estão amamentando não devem se submeter à dieta, pois ela pode gerar insuficiência de nutrientes, não só para a mãe, mas também para o bebê.

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana