conecte-se conosco


Agro News

Aprosoja agradece justiça por garantir continuidade de pesquisa científica

Publicado


.

Fortalecimento Institucional

Aprosoja agradece justiça por garantir continuidade de pesquisa científica

A decisão foi proferida pelo desembargador Mario Roberto Kono

TJMT

22/05/2020

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) informou que a continuidade e finalização da pesquisa científica, para garantir mais qualidade, melhor fitossanidade e mais sustentabilidade ambiental na semente de soja plantada em fevereiro (comparado ao plantio de dezembro), para uso próprio, está garantida. A decisão foi proferida pelo desembargador Mario Roberto Kono, em resposta a recurso impetrado pela entidade contra a decisão que havia mandado destruir os campos experimentais.

 

“Essa pesquisa científica é extremamente importante para os produtores de soja. Temos aval de mais de 80% dos nossos associados para sua realização e queremos provar, cientificamente, o melhor período para produzir semente para uso próprio, com mais qualidade e sustentabilidade. Tudo, respeitando o período do vazio sanitário, que para nós, é sagrado. A destruição desses campos experimentais seria um enorme prejuízo à ciência”, afirmou o presidente da Associação, Antonio Galvan.

Veja Também:  LIVE/LIVRO: Vice-coordenadora do Cepea é uma das autoras de livro a ser lançado nesta semana pela Esalq

 

Na decisão do dia 23 de abril, o desembargador Mario Roberto Kono de Oliveira destacou que “o plantio experimental foi autorizado pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) através do Acordo Parcial, por meio do Procedimento de Mediação nº 000294/2019, firmado junto a Câmara AMIS pelos representantes da APROSOJA, do Indea, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)”, prosseguindo, ainda, que “o Mapa, por meio da Informação n.º 18/CGPP/DSVIA/SDA/MAPA, manifestou concordância com o cultivo extemporâneo de soja para efeitos de pesquisa científica”.

 

Aprosoja conta que após diversas tratativas com o Governo do Estado, assim como a boa vontade em mediar uma solução por meio do diálogo, não restou outra alternativa à Aprosoja, senão se defender das Ações Civis Públicas movidas pelo Ministério Público estadual para fazer valer a boa-fé dos produtores que acreditaram na chancela oficial do Indea. “Agradecemos ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), em especial ao desembargador Mario Kono, que compreendeu a necessidade de darmos continuidade ao experimento. Tão logo os resultados sejam encaminhados pelos pesquisadores, fazemos questão de realizar uma apresentação ao Tribunal”, finalizou Galvan.

Veja Também:  MANDIOCA/CEPEA: Volumes colhido e comercializado ainda são baixos

 

Plantio de fevereiro – A pesquisa científica é realizada pela Fundação Rio Verde e Instituto Agris, sob coordenação do professor Ph. D. em fitopatologia, Erlei Melo Reis. Principal objetivo do experimento é provar, com dados científicos, que o plantio de fevereiro garante mais qualidade ao grão e mais sustentabilidade ambiental para produção de semente de soja para uso próprio.

 

 

Fonte:

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

publicidade

Agro News

NOTA DE PESAR: CORCINO JOÃO ZEMOLIN

Publicado


.

Fortalecimento Institucional

NOTA DE PESAR: CORCINO JOÃO ZEMOLIN

Era associado desde 2013 e pertencia ao Núcleo de Gaúcha do Norte

02/06/2020

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) comunica e lamenta o falecimento do senhor Corcino João Zemolin, 87 anos, vítima de infarto ocorrido na tarde de segunda-feira (01.06). 

Senhor Corcino era associado desde 2013 e pertencia ao Núcleo de Gaúcha do Norte e era considerado o pai da agricultura na região, onde foi pioneiro no plantio de soja nos idos de 1983.

Seu Corcino João foi sepultado na tarde desta terça-feira (02.06) e deixa esposa, quatro filhos, netos e bisnetos.

A diretoria e todos os colaboradores da Aprosoja Mato Grosso se solidarizam com a dor dos familiares, amigos e dos que com ele conviveram nas esferas profissional e pessoal.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Veja Também:  ETANOL/CEPEA: Demanda se aquece em maio e impulsiona preço
Continue lendo

Agro News

Juntos na luta contra a COVID-19

Publicado


.

Fortalecimento Institucional

Juntos na luta contra a COVID-19

Produtores rurais continuam produzindo para não faltar alimento para o mundo

02/06/2020

O Agro não para! Os produtores rurais continuam produzindo para não faltar alimento para o mundo, mesmo diante da pandemia provocada pelo COVID-19 (novo coronavírus). Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) também não pode parar e continua prestando serviços aos associados seguindo à risca todas as orientações de segurança com a saúde de associados e colaboradores.

  • Medidas de Prevenção
  • Cancelamento e remarcação de eventos
  • Revezamento de equipe
  • Viagens de colaboradores suspensas
  • Recepções de missões e pessoas estrangeiras na sede da entidade suspensas
  • Uso obrigatório de máscaras
  • Desinfecção do prédio da entidade
  • Higienização constante do ambiente de trabalho
  • Distanciamento entre colaboradores no local de trabalho
  • Álcool gel 70% em todas as salas, recepção e próximo aos elevadores
  • Distribuição de álcool em gel e máscaras para todos os colaboradores
  • Grupo de risco em home office
Veja Também:  Juntos na luta contra a COVID-19

 

 

 

 

VEJA LINKS

 

 

  • Releases

RÁDIO

 

 

 

VÍDEOS

 

  • Conte com o agro

http://www.aprosoja.com.br/comunicacao/video/conte-com-o-agro

 

 

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Continue lendo

Agro News

TRIGO/CEPEA: Semeio no Sul do País é favorecido pelas chuvas em importantes regiões produtoras

Publicado


.

Cepea, 2/06/2020 – O cultivo da nova safra de trigo segue avançando no Sul do País, devido ao clima favorável. Segundo agentes colaboradores do Cepea, choveu em importantes regiões produtoras do Brasil, melhorando a umidade do solo, o que deve fazer com que este início de junho seja marcado pela intensificação dos trabalhos no campo. Diante disso, estimativas já passam a indicar produção elevada. Mas, enquanto isso, a escassez de trigo no mercado nacional e a demanda aquecida mantêm firmes as importações do cereal. Assim, o mercado doméstico segue operando com volume restrito e valores firmes. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte:

Veja Também:  AÇÚCAR/CEPEA: Cotações do cristal aumentam no final de maio
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana