conecte-se conosco


Mato Grosso

Aprovação pelo Senado trará alívio às finanças do Estado, afirma secretário

Publicado

A aprovação pelo Senado, na sessão desta terça-feira (15.10), do projeto que define regras para a divisão, entre estados e União, dos recursos do leilão do pré-sal vai trazer um alívio na finanças do Estado. Quando entrarem, os recursos permitirão o fechamento do exercício fiscal em uma condição melhor do que a previsão inicial. A avaliação é do secretário de Fazenda Rogério Gallo.

O leilão será realizado no dia 06 de novembro e Mato Grosso poderá receber R$ 665 milhões. Os recursos estão previstos para entrar no caixa do governo estadual no dia 27 de dezembro.

Juntamente com governador Mauro Mendes, Rogério Gallo, participou, em Brasília, das negociações que culminaram com a aprovação do texto base, que deve ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro ainda nesta semana.

“Nós conseguimos reverter a partilha dos recursos dos royalties pelo critério do Fundo de Participação dos Estados, onde Mato Grosso perderia, para inserir os critérios do FEX e a Lei Kandir também. A aprovação é o resultado de uma vencedora articulação liderada pelo governador Mauro Mendes com a nossa bancada federal e com os presidentes da Câmara e do Senado para garantir mais recursos para Mato Grosso. Agora, vamos aguardar o leilão dos campos de petróleo, marcado para o dia 06 de novembro, e os recursos efetivamente entrarem nos cofres do Estado”, explica o secretário Rogério Gallo.

Veja Também:  Bope localiza fuzis e centenas de munições de organização criminosa

Divisão

A divisão, segundo o projeto, será feita da seguinte forma:

– 15% para estados e Distrito Federal: R$ 10,95 bilhões;

– 3% para o Rio de Janeiro, estado onde estão as jazidas de petróleo: R$ 2,19 bilhões;

– 15% para municípios: R$ 10,95 bilhões;

– 67% para a União: R$ 48,9 bilhões.

A proposta estabelece um critério misto de divisão para o percentual destinado aos estados:

– Dois terços serão repartidos de acordo com os índices do Fundo de Participação dos Estados (FPE);

– Um terço considerará o índice de ressarcimento estabelecido pela Lei Kandir e pelo Fundo de Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX).

O texto também define que os entes federativos deverão usar a verba para pagar despesas com dívidas previdenciárias ou para fazer investimentos.

No caso dos estados e do Distrito Federal, só será possível usar os recursos para investimentos se for criada uma reserva financeira específica para o pagamento de despesas previdenciárias.

Já os municípios não são obrigados a criar uma reserva para gastar os recursos com investimentos. (Com informações do G1)

Fonte: GOV MT
Veja Também:  Seciteci e Unemat promovem encontro sobre tecnologia inovadora no combate à Covid-19
publicidade

Mato Grosso

Seciteci e Unemat promovem encontro sobre tecnologia inovadora no combate à Covid-19

Publicado


.

Nesta quarta-feira (03.06), às 18h, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizará um meetup virtual (serviço usado para organizar grupos online com interesses semelhantes) com o tema Tecnologia Inovadora no Combate à Covid-19, em parceria com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e a sociedade em geral.

O encontro será virtual, transmitido pelo canal do Youtube da Seciteci e contará com a participação de alunos e professores criadores da “Clô“, uma assistente virtual que informa o hospital mais próximo e os leitos disponíveis para atendimento de pacientes contaminados pelo coronavírus.

A criação deu aos alunos da Unemat o primeiro lugar no hackathon internacional Hacking + Help, o que rendeu a eles o prêmio de R$ 2.500,00, além de três meses de mentoria e possibilidade de investimento no projeto.

A proposta do hackathon, realizada 100% online, foi encontrar soluções para os problemas decorrentes da pandemia provocada pelo novo coronavírus, divididos em seis clusters: Saúde, Educação, Assistência Social, Empregabilidade, Cooperativismo e Logística.

A superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, afirma que o encontro virtual ressalta o quanto as universidades de todo o país estão engajadas na corrida em busca de solução e apoio à pandemia. E Mato Grosso não ficou de fora e ainda se destacou mundialmente, com projeto inovador.

Veja Também:  Bope localiza fuzis e centenas de munições de organização criminosa

“A maioria das universidades vêm buscando desenvolver soluções inovadoras para o combate à Covid-19, que vai desde serviços, processos e produtos. No Meetup, vamos falar do projeto da Unemat, que criou um protótipo com uma solução inovadora, utilizando inteligência artificial, que pode ajudar muito neste período de pandemia”, afirma.

O meetup contará com a participação dos alunos criadores do protótipo digital: Felipe Mantovani, Claudiane Menin, Sérgio Ramos e Victória Katri. Para participar, acesse o canal do Youtube da Seciteci

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Criadores de assistente virtual para Covid-19 participam de encontro promovido pela Seciteci e Unemat

Publicado


.

Nesta quarta-feira (03.06), às 18h, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizará um meetup virtual (serviço usado para organizar grupos online com interesses semelhantes) com o tema Tecnologia Inovadora no Combate à Covid-19, em parceria com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e a sociedade em geral.

O encontro será virtual, transmitido pelo canal do Youtube da Seciteci e contará com a participação de alunos e professores criadores da “Clô“, uma assistente virtual que informa o hospital mais próximo e os leitos disponíveis para atendimento de pacientes contaminados pelo coronavírus.

A criação deu aos alunos da Unemat o primeiro lugar no hackathon internacional Hacking + Help, o que rendeu a eles o prêmio de R$ 2.500,00, além de três meses de mentoria e possibilidade de investimento no projeto.

A proposta do hackathon, realizada 100% online, foi encontrar soluções para os problemas decorrentes da pandemia provocada pelo novo coronavírus, divididos em seis clusters: Saúde, Educação, Assistência Social, Empregabilidade, Cooperativismo e Logística.

A superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, afirma que o encontro virtual ressalta o quanto as universidades de todo o país estão engajadas na corrida em busca de solução e apoio à pandemia. E Mato Grosso não ficou de fora e ainda se destacou mundialmente, com projeto inovador.

Veja Também:  Segunda-feira (01): Mato Grosso registra 2.636 casos e 67 óbitos por Covid-19

“A maioria das universidades vêm buscando desenvolver soluções inovadoras para o combate à Covid-19, que vai desde serviços, processos e produtos. No Meetup, vamos falar do projeto da Unemat, que criou um protótipo com uma solução inovadora, utilizando inteligência artificial, que pode ajudar muito neste período de pandemia”, afirma.

O meetup contará com a participação dos alunos criadores do protótipo digital: Felipe Mantovani, Claudiane Menin, Sérgio Ramos e Victória Katri. Para participar, acesse o canal do Youtube da Seciteci

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sesp deflagra 19 operações em 62 municípios e prende 209 suspeitos

Publicado


.

Nos primeiros cinco meses do ano, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) deflagrou 19 operações integradas em 62 municípios de Mato Grosso, que resultaram em 209 prisões a suspeitos de envolvimentos em crimes de homicídio, roubo, furto e tráfico de drogas. As ações policiais que contam com o empenho das forças de segurança são coordenadas pela Secretaria Adjunta de Integração Operacional (Saiop).

Ainda no período de janeiro a maio foram apreendidos mais de 335 kg de drogas e cumpridos 35 mandados de busca e apreensão, 22 mandados de prisão, 148 veículos e 13 armas apreendidos, 11 veículos recuperados e um total de 5.279 pessoas e 5.145 veículos abordados. Ao todo, 434 atividades periciais foram realizadas pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e 175 fiscalizações do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) foram feitas a estabelecimentos comerciais.

O secretário adjunto da Saiop, coronel PM Victor Fortes, enaltece os resultados obtidos pelas forças de segurança e credita os números ao trabalho integrado.

“O empenho das forças de segurança e o comprometimento dos profissionais das 15 Risp’s (Regiões Integradas de Segurança Pública) foram primordiais para o êxito dessas operações. A Sesp tem buscado a atuação integrada entre as instituições com ações preventivas e repressivas no enfrentamento aos principais índices criminais, principalmente as ocorrências contra a vida e o tráfico de drogas. Nossa meta é expandir ainda mais a realização de operações integradas em todo o estado”, enfatiza.

Veja Também:  Bope localiza fuzis e centenas de munições de organização criminosa

Mais de 4.500 profissionais da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar, Politec e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) participaram das ações.

Trânsito

O balanço de cinco meses aponta ainda que foram lavrados 712 Autos de Infração de Trânsito (AITs) e realizadas 12 notificações de trânsito.

São cidades polos das 15 Rips: Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Vila Rica, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Água Boa, Nova Mutum e Guarantã do Norte.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana