conecte-se conosco


Saúde

Aumenta o risco de tramissão de febre amarela nas regiões Sul e Sudeste

Publicado

RIO — O Ministério da Saúde divulgou, na manhã desta segunda-feira, um boletim epidemiológico que aponta para o aumento do risco de transmissão de febre amarela nos estados do Sul e do Sudeste ao longo do verão.

Leia mais: A zika voltou: veja o que você pode fazer para evitar o contágio

vacina arrow-options
Valdecir Galor/SMCS

Moradores das regiões Sul e Sufeste devem se atentar para vacina contra febre amarela

Entre julho de 2019 e 8 de janeiro deste ano, foram confirmadas 38 mortes de macacos pela doença em três estados das duas regiões, a maior parte no Paraná.

A circulação do vírus nos primatas aumenta o risco de transmissão em humanos. Ao todo, foram 1.087 notificações mortes suspeitas de macacos em todo o Brasil. Ao todo, foram 34 animais mortos no Paraná, três em São Paulo e um em Santa Catarina.

Leia mais: Repelente ajuda? Vacina é segura? Saiba tudo sobre a febre amarela

A pasta orienta que a população se vacine neste verão, uma vez que as duas regiões concentram grandes populações e baixo índice de vacinação . Dessa maneira, o verão de 2020 pode registrar um novo pico da doença.

Veja Também:  Mulher precisa amputar a orelha após anos viciada em sessões de bronzeamento

Fonte: IG Saúde
publicidade

Saúde

Itália, Coreia do Sul e Irã confirmam novas mortes causadas pelo coronavírus

Publicado

coronavírus arrow-options
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Coronavírus segue se espalhando por diversos países.

Os governos da Itália, Coreia do Sul e Irã confirmaram novas mortes causadas pelo coronavírus nesta segunda-feira (24). Especialistas temem que aumento do número de países com registros da doença possa gerar uma pandemia.

Leia também: Médico japonês conta como é seu trabalho no navio isolado por coronavírus

Na Itália , foram registrados 190 casos e sete mortes causadas pelo coronavírus . Isso fez com que o governo criasse pontos de controle em onze cidades que estão em quarentena. Existem 43 locais com restrições de entrada e saída e quem descumprir as regras pode pegar até três meses de prisão.

Coreia do Sul informou um aumento súbito no número de infectados: de 602 para 833. Maior parte dos casos foi registrada na cidade de Daegu, que está sendo isolada. A sétima morte causada pela doença também foi confirmada nesta segunda. 

Já o Irã confirmou a 12ª morte causada pela doença. Ao todo, foram registrados 61 infecções. Um parlamentar contestou os dados apresentados pelo governo, afirmando que mais de 50 pessoas já morreram. Na China , foram registradas mais de 77 mil infecções e 2.595 mortes.

Veja Também:  Ventilador x ar-condicionado: qual é o pior para quem sofre com rinite?

Leia também: Coronavírus: número de casos suspeitos no país cai para dois

Outros países do Oriente Médio, como Kuwait, Bahrein e Líbano, registraram os primeiros casos de coronavírus no último final de semana. O aumento no número de países que registraram casos de coronavírus colocou os especialistas em alerta para o risco de uma pandemia da doença. 

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Saúde

Itália, Coreia do Sul e Irã confirmam novas mortes causadas pelo coronavírus

Publicado

coronavírus arrow-options
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Coronavírus segue se espalhando por diversos países.

Os governos da Itália, Coreia do Sul e Irã confirmaram novas mortes causadas pelo coronavírus nesta segunda-feira (24). Especialistas temem que aumento do número de países com registros da doença possa gerar uma pandemia.

Leia também: Médico japonês conta como é seu trabalho no navio isolado por coronavírus

Na Itália , foram registrados 190 casos e cinco mortes causadas pelo coronavírus . Isso fez com que o governo criasse pontos de controle em onze cidades que estão em quarentena. Existem 43 locais com restrições de entrada e saída e quem descumprir as regras pode pegar até três meses de prisão.

Coreia do Sul informou um aumento súbito no número de infectados: de 602 para 833. Maior parte dos casos foi registrada na cidade de Daegu, que está sendo isolada. A sétima morte causada pela doença também foi confirmada nesta segunda. 

Já o Irã confirmou a 12ª morte causada pela doença. Ao todo, foram registrados 61 infecções. Um parlamentar contestou os dados apresentados pelo governo, afirmando que mais de 50 pessoas já morreram. Na China , foram registradas mais de 77 mil infecções e 2.595 mortes.

Veja Também:  Itália, Coreia do Sul e Irã confirmam novas mortes causadas pelo coronavírus

Leia também: Coronavírus: número de casos suspeitos no país cai para dois

Outros países do Oriente Médio, como Kuwait, Bahrein e Líbano, registraram os primeiros casos de coronavírus no último final de semana. O aumento no número de países que registraram casos de coronavírus colocou os especialistas em alerta para o risco de uma pandemia da doença. 

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Saúde

Especialista adverte: crianças não devem usar maquiagem na folia

Publicado

Minha Saúde

Muitos pais tem dúvidas sobre o uso da maquiagem em suas crianças em períodos de festividade. com a chegada do carnaval, a PROTESTE conversou com a doutora Simone Abdala, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, sobre o assunto, e a profissional deu o veredito: crianças menores de cinco anos não podem usar maquiagem em hipótese alguma. E crianças maiores que cinco anos devem usar maquiagens apropriadas para a idade delas.

criança vestindo peruca colorida e óculos de sol vermelho com a boca aberta arrow-options
Reprodução/ Mais Saùde

A especialista Simone Abdala afirma que mesmo sendo hipoalergênicas, as maquiagens infantis podem causar alergia

“Crianças até cinco anos podem acabar ingerindo ou esfregando os olhos e ter problemas mais graves”, afirma Simone.

Já no caso de crianças maiores de cinco anos, é preciso observar alguns detalhes:

Leia mais:Saiba o que levar na bolsa não passar mal nos bloquinhos de carnaval

  • Verificar se o produto foi testado dermatologicamente
  • Se certificar que a maquiagem é adequada à faixa etária da criança
  • Não usar sombra e rímel
  • Testar o produto numa área pequena alguns dias antes do uso normal

A profissional afirma que maquiagens destinadas a adultos não devem ser usadas de forma alguma, pois podem contar corantes, conservantes e fragrâncias que podem causar alergia ou irritação. Maquiagens compradas em camelôs, nem pensar. É importante também ficar atento à data de vencimento.

Leia mais:Carnaval pode aumentar risco de contágio por sarampo, alertam especialistas

O sintoma mais comum que o uso de produtos inadequados pode causar é a dermatite de contato, condição que se caracteriza por vermelhidão, coceira e inchaço. Em casos mais graves, o produto pode causar crostas e bolhas e os sintomas podem aparecer até alguns dias depois do uso.

“As maquiagens infantis são pensadas para serem hipoalergênicas. E mesmo quando o são, podem causar alergia”, afirma Simone.

No hora da remoção, também é preciso tomar alguns cuidados. Demaquilantes não devem ser usados em hipótese nenhuma. O ideal é remover a maquiagem com água e sabão. “O mais importante é que sejam maquiagens de baixa fixação, pois a remoção tem que ser fácil”, adverte.

Veja Também:  Ventilador x ar-condicionado: qual é o pior para quem sofre com rinite?

Leia mais:Coreia do Sul registra primeira morte por novo coronavírus

Quanto ao filtro solar, deve ser aplicado antes da realização da maquiagem e reaplicado pelo menos a cada duas horas.

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana