conecte-se conosco


Política Nacional

Bolsonaro ataca imprensa e fala em “negociar bilhões” para acabar com fake news

Publicado


source
Bolsonaro
Agência Brasil

Em postagem neste domingo, presidente voltou a criticar atuação de veículos de imprensa

Neste domingo (31), o presidente Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais para, mais uma vez, criticar o trabalho da imprensa. Segundo ele, a “mídia podre” segue produzindo fake news sobre o governo e não apresenta provas sobre as acusações. Além disso, ainda questionou se negociar bilhões em propaganda poderiam ser a solução para o problema: “será que tudo isso se acaba?”.

Leia também: Bolsonaro critica notícias: ‘Tudo aponta para uma crise’

“O maior dos fake news é o “gabinete do ódio” inventado pela imprensa. Até o momento a Folha, Globo, Estadão… não apontaram uma só Fake News produzida pelo tal “gabinete”. Por outro lado, essa mesma mídia podre produz, diariamente, dezenas de Fake News contra o Presidente”, afirmou Bolsonaro .

Na sequência, ele listou alguns dos casos vistos por ele como fake news : a interferência na Polícia Federal, no qual o acusam de tentar trocar o comando da corporação no Rio de Janeiro para proteger familiares, a “fita bomba” da reunião ministerial , evento que o ex-ministro Sergio moro apontava como relevante para a situação da PF , e o “caso porteiro”, relacionado à investigação da morte da ex-deputada Marielle Franco.

Veja Também:  Celso de Mello dá cinco dias para Pazuello explicar uso da cloroquina no SUS

“O caso da “interferência na PF” é um dos mais claros. A dita dita fita bomba foi mais um fiasco. O “caso porteiro” também… Agora investem no julgamento do TSE sobre “disparos em massa” de mensagens por ocasião da campanha. Falam em disparos mas não apontam uma só mensagens disparada contra quem quer que seja. Será que, se eu chamar essa imprensa e negociar com ela alguns BILHÕES DE REAIS em propaganda , tudo isso se acaba?”, finalizou o presidente .

Ato pró-Bolsonaro

O domingo será marcado também por mais um ato pró-governo nas ruas de Brasília, algo que se tornou comum nos últimos finais de semana e que tem reunido diversos apoiadores do presidente mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus .

Leia também: É preciso mudar as regras da república, diz Weintraub

A expectativa é que a movimentação no local comece ainda na parte da manhã e conte com a participação de Bolsonaro mais uma vez.

publicidade

Política Nacional

“Invasivas e agressivas”: Serra se defende e ataca ações da Lava Jato

Publicado


source
José Serra
Roque de Sá/Agência Senado

José Serra (PSDB-SP) e sua filha foram alvo de mandados de busca e apreensão.

Após ser alvo de denúncias feitas pelo Ministério Público Federal (MPF), o senador  José Serra (PSDB-SP) divulgou uma nota se defendendo e atacando as ações da Lava Jato . Ele e sua filha, Verônica Allende, estão sendo investigados por lavagem de dinheiro transnacional.

“Causa estranheza e indignação” disse a nota divulgada pela assessoria do senador. “É lamentável que medidas invasivas e agressivas como as de hoje sejam feitas sem o respeito à lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República”, continuou.

Serra disse ainda que os mandados são baseados em atos “antigos e prescritos” ao se referir aos episódios, datados de 2006 e 2007. Segundo o MPF, o tucano recebeu pagamentos indevidos da Oderbrecht para favorecer a empreiteira em obras do Rodoanel.

Veja Também:  Celso de Mello dá cinco dias para Pazuello explicar uso da cloroquina no SUS

Confira a nota na íntegra:

Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela Força Tarefa da Lava Jato de São Paulo na manhã desta sexta-feira (3) em endereços ligados ao senador José Serra. Em meio à pandemia da Covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da Acusação.

É lamentável que medidas invasivas e agressivas como a de hoje sejam feitas sem o respeito à Lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República.

O Senador José Serra reforça a licitude dos seus atos e a integridade que sempre permeou sua vida pública. Ele mantém sua confiança na Justiça brasileira, esperando que os fatos sejam esclarecidos e as arbitrariedades cometidas devidamente apuradas.

Assessoria de Comunicação

Senador José Serra (PSDB/SP)

Continue lendo

Política Nacional

Weintraub deseja sorte a Feder antes dele aceitar cargo de ministro oficialmente

Publicado


source
homem de terno e gravata
Agência Brasil

Ministro da Educação, Abraham Weintraub

O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou as redes sociais na tarde desta sexta-feira (3) para desejar sorte ao  novo convocado pelo presidente Jair Bolsonaro para a pasta de Educação, Renato Feder .

“Desejo sorte e sucesso ao novo ministro da Educação, Renato Feder, e ao Presidente @jairbolsonaro. Estarei sempre torcendo pelo bem do Brasil”, afirmou o ex-ministro. Feder, que é secretário de Educação do Paraná, foi convidado por Bolsonaro na manhã desta sexta, mas ainda não se posicionou oficialmente sobre se vai aceitar ou não o cargo.

O secretário é o segundo ministro convocado por Bolsonaro para cargo deixado por Weintraub no dia 18 de junho . A primeira pessoa a aceitar o cargo, Carlos Alberto Decotelli,  pediu demissão na última terça-feira (30), poucos dias após assumir ministério.

Veja Também:  Deputado quer que governo explique uso de helicópteros em atos pró-Bolsonaro

Continue lendo

Política Nacional

Cidade brasileira aprova 100% de aumento no salário de prefeito e vice

Publicado


source
casa
Google Street View

Aumento foi aprovado pela Câmara Municipal de Patu

A Câmara de Vereadores da cidade de Patu, município com pouco mais de 12 mil habitantes no estado do Rio Grande do Norte , causou polêmica após aprovar na última semana um aumento de 100% no salário do prefeito e do vice-prefeito da cidade.

Agora, o prefeito que assumir no ano de 2021, que teria um salário de R$ 10 mil, ganhará salário de R$ 20 mil; o vice, que antes recebia R$ 5 mil, passa a receber R$ 10 mil. O Projeto de Lei, sancionado pelo prefeito Rivelino Câmara (MDB), também aumentou em 30% os salários dos futuros veradores, que passam a receber R$ 5,2 mil.

Os secretários estaduais, que antes recebiam R$ 3,1 mil, passam a receber R$ 4,5 mil, em um aumento de 42%. A votação foi aprovada por cinco votos a favor e um voto contrário. Três dos nove vereadores da cidade não compareceram à sessão. Em nota, a Câmara Municipal de Patu afirmou que o procedimento é “constitucional” e “amparado na lei de responsabilidade fiscal e lei orgânica da cidade”.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana