conecte-se conosco


Política Nacional

Bolsonaro tem infecção pulmonar, mas médicos não confirmam ligação com Covid-19

Publicado


source
Bolsonaro
Reprodução/Facebook

Bolsonaro durante live em que afirmou estar com “mofo no pulmão”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) revelou que estaria com uma infecção no pulmão na noite desta quinta-feira (30), quando chegou a afirmar que ” pegou mofo no pulmão “.

Médicos que atenderam Bolsonaro no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, confirmaram a doença, mas não constataram se há ligação com a Covid-19, segundo relatos ouvidos pela coluna Carla Araújo, do UOL .

Ele realizou exames no hospital na quarta-feira (29). “Teve uma infecção leve no pulmão , mas nada que um antibiótico não possa curar”, afirmou uma fonte, que atendeu Bolsonaro ouvida, pela coluna.

Os médicos, no entanto, não conseguiram estabelecer relação entre a infecção e a Covid-19 – doença da qual Bolsonaro esteve infectado por mais de duas semanas.

Veja Também:  "Operação suicida" diz deputado do PSDB sobre ações que apoiaram o bolsonarismo

‘É uma infecção pequena. Ainda não é possível dizer que foi causada pela Covid. Pode ser outra causa’, afirmou um general à coluna. Apesar da doença, Bolsonaro não cancelou sua viagem ao Rio Grande do Sul que estava marcada para esta sexta-feira (31). 

publicidade

Política Nacional

Temer se encontra com o primeiro-ministro interino do Líbano

Publicado


source

Agência Brasil

Michel Temer
Beto Barata/PR

Ex-presidente lidera missão humanitária brasileira no Líbano.

O ex-presidente Michel Temer , chefe da missão brasileira no Líbano, se reuniu hoje (14) com o primeiro-ministro interino do Líbano, Hassan Diab. O encontro faz parte das tratativas do governo brasileiro na ajuda ao país do Oriente Médio. Durante o encontro, a delegação brasileira expressou solidariedade do povo brasileiro ao povo libanês e se mostrou pronta para ajudar o Líbano.

A delegação brasileira chegou ontem (13) ao país. A delegação chefiada por Temer foi recebida no Aeroporto Internacional de Beirute por autoridades locais, lideranças religiosas e por integrantes da Força-Tarefa Marítima Unifil, missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU).

Ainda no aeroporto, Temer presidiu a Cerimônia de Entrega Oficial da Ajuda Humanitária ao Líbano. Em seu discurso, anunciou que milhares de toneladas de alimentos vindas do Brasil chegarão ao país por via marítima. “O povo brasileiro está muito empenhado em ajudar o Líbano. Estamos trazendo, agora, seis toneladas de alimentos e medicamentos. Mais 4 mil toneladas de arroz virão por via marítima. Além disso, a comunidade libanesa me comunicou, hoje [quinta-feira] pela manhã, que ainda há mais 20 toneladas arrecadadas”, disse o ex-presidente brasileiro.

Veja Também:  "Operação suicida" diz deputado do PSDB sobre ações que apoiaram o bolsonarismo

A aeronave KC-390, da Força Aérea Brasileira (FAB), deixou o Brasil com 6 toneladas de materiais, entre medicamentos, equipamentos de saúde e alimentos, doados pelo Ministério da Saúde e pela comunidade libanesa no Brasil. Outro avião da FAB, o Embraer 190, levou os integrantes da comitiva.

Além de Temer, chefe da missão e filho de libaneses, compõem a missão os senadores Nelson Trad Filho e Luiz Pastore, além do secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Flávio Viana Rocha, dentre outros.

Crise

A explosão em Beirute, no dia 4 de agosto, sentida a 240 quilômetros (km) de distância, ocorreu em um período sensível para o Líbano, que vive crescente crise econômica e divisões internas, enquanto lida com os danos provocados pela pandemia da covid-19.

Os últimos tempos têm sido marcados por manifestações nas ruas do país contra o modo como o governo lida com aquela que é considerada a pior crise econômica desde a guerra civil de 1975-1990.

O Líbano, que tem uma dívida pública de US$ 90 bilhões, importa a maioria da sua comida, e o porto de Beirute, fundamental no armazenamento dessas importações, está agora destruído.

Veja Também:  Secretário de Educação da cidade de São Paulo está com Covid-19

As explosões na região portuária de Beirute foram causadas por problemas no armazenamento de cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio, substância usada na produção de explosivos e fertilizantes.

No dia 10 de agosto o primeiro-ministro, Hassan Diab, renunciou após protestos da população. Ele e seu gabinete, no entanto, continuam no cargo até a formação de um novo governo.

Continue lendo

Política Nacional

Ação de procuradora bolsonarista levou MPRJ perder prazo e Flávio manter foro

Publicado


source
Flávio Bolsonaro
Pedro França/Agência Senado

Flávio Bolsonaro é investigado por pratica de rachadinha

Uma ação da procuradora Soraya Gaia, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), fez com que o MPRJ  perdesse o prazo para recorrer contra o foro privilegiado concedido ao senador  Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ), segundo divulgou nesta sexta-feira (14) o jornal Folha de S. Paulo .

A procuradora é defensora do foro privilegiado a Flávio e  já elogiou Bolsonaro nas redes sociais. Ela acessou uma intimação que informava ao MPRJ sobre o foro privilegiado de Flávio antes do planejado pela Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (GAECC/MPRJ), responsável pela investigação.

Os promotores do GAECC não tomaram conhecimento do acesso de Soraya e mantiveram seu planejamento com o prazo de 15 dias para recorrer da decisão. 

Veja Também:  Secretário de Educação da cidade de São Paulo está com Covid-19

Mas quando eles recorreram da decisão que concedeu foro a Flávio , o prazo já havia sido esgotado, devido ao acesso da promotora, e o Tribunal de Justiça rejeitou alegando perda de prazo.

Continue lendo

Política Nacional

Após tirar sarro de doença, filho 04 de Bolsonaro está com Covid-19, diz jornal

Publicado


source
Jair Renan Bolsonaro
Reprodução/Instagram

Jair Renan Bolsonaro com seu pai, o presidente

O filho “04” do presidente Jair Bolsonaro , Jair Renan Bolsonaro , foi diagnosticado com Covid-19, segundo fontes próximas ao jovem relataram nesta sexta-feira (14) à coluna de Bela Megale, do jornal O Globo .

Jair Renan Bolsonaro estaria apenas com sintomas leves, como a perda de olfato, segundo os relatos. Ainda não há nenhum pronunciamento oficial.

Além de Jair Rena, o presidente Bolsonaro , a primeira-dama Michelle Bolsonaro e Heloisa Bolsonaro, esposa do filho 03 de Bolsonaro e deputado federal Eduardo Bolsonaro, testaram positivo para a Covid-19.

Jair Renan já fez piadas sobre a doença e minimizou a doença. Em abril, durante uma partida online de videogame, disse que estava  com o nariz escorrendo, mas que “não, essa gripe [ Covid-19 ] não chega até mim, não. Meu histórico de atleta…”, disse em referência a uma fala do pai.

Veja Também:  Temer se encontra com o primeiro-ministro interino do Líbano

Depois, o filho de Bolsonaro ainda afirmou que “prefiro morrer transando que tossindo”.

Procurada pelo iG para confirmar o diagnóstico de Jair Renan Bolsonaro , a assessoria de imprensa da Presidência não se manifestou até a publicação desta matéria.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana