conecte-se conosco


Esportes

Brasil abre o dia com bronze no Mundial de Atletismo Paralímpico

Publicado

A primeira medalha para o Brasil no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Dubai (Emirados Árabes Unidos), veio nesta madrugada com Izabela Campos, que conquistou o bronze na prova de lançamento de disco para mulheres classe F11 (deficiências visuais). O arremesso da atleta foi o terceiro melhor: 34m28. O ouro ficou com a italiana Assunta Legnante (37m89) e a prata com a chinesa Liangmin Zhang (36m78).

Logo mais, às 13h13, três brasileiros vão disputar a final dos 100m masculino classe T47 (deficiência membros superiores): Petrúcio Ferreira dos Santos, Washington Junior e Yohansson Nascimento se classificaram nesta madrugada para decidir o título.

Também nas primeiras horas desta manhã, os brasileiros Daniel Mendes da Silva, Felipe de Souza Gomes e Lucas Prado garantiram presença nas semifinais da prova dos 100m T11 (deficiências visuais), que serão realizadas daqui a pouco, às 13h06.  Quem avançar, disputa a final amanhã (13), às 11h36.

A baiana Taschita Oliveira Cruz também brilhou nesta madrugada: ela assegurou presença na final dos 100m para mulheres classe T36 (comprometimentos nos membro superiores,  decorrentes de paralisia cerebral) . A brasileira fez o melhor tempo (14s01), seguida da ucraniana Yelyzaveta Henkina (14s83) e da argentina Yanina Andrea Martinez (14s30).  A final será amanhã (13), às 11h28.

Edição: Guilherme Neto

Veja Também:  Vôlei: Equipes femininas iniciam movimentações para próxima temporada
publicidade

Esportes

Fluminense supera Flamengo e conquista Taça Rio

Publicado


.

No Maracanã de portões fechados e milhões de internautas na torcida, o Fluminense venceu o Flamengo na disputa de pênaltis por 3 a 2, após um empate em 1 a 1 nos 90 minutos, e levantou a Taça Rio nesta quarta (8).

Este resultado força a realização de mais dois jogos para decidir quem ficará com o título de Campeão Estadual. Como já havia conquistado a Taça Guanabara e também somou o maior número de pontos na fase de grupos, a equipe de Jorge Jesus poderia se sagrar bicampeã carioca e levar o 36º título carioca para a Gávea. Entretanto, o futebol resolveu prorrogar esse torneio, que foi marcado pela pandemia, pelo retorno ou não da competição e pelas disputas sobre os direitos de transmissão dos jogos, alterados a partir da Medida Provisória 984.

Dentro do campo, durante os 90 minutos, as equipes empataram em 1 a 1. Com mais marcação, o Fluminense começou melhor e saiu na frente com gol de cabeça do lateral Gilberto aos 37 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, aos 32, Pedro, também de cabeça, escorou cruzamento da esquerda e empatou o placar.

flamengo x fluminense flamengo x fluminense

Atacante Pedro supera goleiro Muriel em jogo contra o Fluminense – Alexandre Vidal/Flamengo/Direitos Reservados

Veja Também:  Vôlei: Equipes femininas iniciam movimentações para próxima temporada

Com a igualdade no marcador ao final dos 90 minutos, a disputa foi direto para as penalidades. Nas cobranças, melhor para a pontaria e para o goleiro do tricolor. O zagueiro Léo Pereira chutou para fora e Muriel defendeu os chutes de Willian Arão e Rafinha. Já Hudson e o uruguaio Michel desperdiçaram para o Flu.

Rio de Janeiro - 08/07/2020 - Maracanã.  Fluminense enfrenta o Flamengo esta noite pela final da Taça Rio 2020.  FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.    .  IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu   uso comercial está vetado Rio de Janeiro - 08/07/2020 - Maracanã.  Fluminense enfrenta o Flamengo esta noite pela final da Taça Rio 2020.  FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.    .  IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu   uso comercial está vetado

Goleiro Muriel brilhou na disputa de pênaltis – Lucas Mercon/Fluminense F.C./Direitos Reservados

Fla x Flu no tapetão

Mais cedo Flamengo e Fluminense também duelaram nos tribunais esportivos sobre quem teria do direito de transmitir a partida pelo Youtube, pois a Rede Globo, alegando quebra de contrato, desistiu de exibir as partidas finais do Carioca. Pela recém-publicada Medida Provisória 984, de 18 de junho, o direito de transmissão é de exclusividade do mandante do jogo.

Nesta final, em sorteio na Ferj, o Flu ganhou esta condição. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) então foi acionado e liberou o canal do Flamengo no Youtube para também exibir a decisão. A sentença saiu quatro horas antes do início da partida, mas o Flu ainda teve tempo de recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para garantir a exclusividade da transmissão.

Veja Também:  Espanhol Fernando Alonso está de volta à Fórmula-1 em 2021

Como resultado, a live do Fluminense em seu canal no Youtube chegou a ter mais de 3,5 milhões de visualizações simultâneas, um recorde no mundo na plataforma de streaming.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Chapecoense derrota Avaí no retorno do Catarinense

Publicado


.

Após um longo hiato de 115 dias a bola voltou a rolar nesta quarta (8) em Santa Catarina pelas quartas de final do Campeonato Estadual. E o retorno da competição teve o empate em 0 a 0 entre Criciúma e Marcílio Dias, e a vitória de 1 a 0 da Chapecoense sobre o Avaí.

Na primeira partida da noite, realizada no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), Criciúma e Marcílio Dias acabaram ficando na igualdade sem gols. Com isso, a vaga para a semifinal da competição será definida apenas no próximo domingo (12), quando as equipes voltam a se enfrentar no Gigantão das Avenidas.

Vitória da Chape

Quem aproveitou o fato de jogar em casa foi a Chapecoense, que superou o Avaí por 2 a 0 e garantiu vantagem para o jogo de volta, que acontece no domingo na Ressacada.

Veja Também:  Espanhol Fernando Alonso está de volta à Fórmula-1 em 2021

Na partida desta quarta, a Chapecoense abriu o marcador aos 9 minutos do segundo tempo com o zagueiro Luiz Otávio. O atacante Anselmo Ramon deu números finais ao confronto aos 25 minutos da etapa final.

Próximas partidas

Na próxima quinta (9) acontecem mais duas partidas de ida das quartas de final da competição: Joinville e Brusque, na Arena Joinville, e Juventus e Figueirense, no João Marcatto.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Brasileiro Lucas Rangel está na final do Campeonato Grego de vôlei

Publicado


.

O central Lucas Rangel, primeiro jogador brasileiro de vôlei a voltar às quadras europeias após a paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), volta a atuar na próxima quinta (9) na Grécia com o Panathinaikos para a primeira partida da série melhor de três decisiva do campeonato local contra o Olympiakos.

Nascido em Belo Horizonte, o atleta colaborou para que a equipe chegasse à final depois de superar o Paok por dois jogos a um na semifinal, etapa na qual o campeonato retornou após mais de 90 dias de interrupção forçada pela covid-19. “Ficamos parados por três meses. Tudo fechado mesmo. Só era possível fazer abdominais e exercícios em casa. Foi difícil, pois perdemos o condicionamento aeróbico. No segundo mês da pandemia, para sair de casa por no máximo uma hora, era preciso enviar uma mensagem para um número de telefone para receber a autorização. Muitos policiais estavam pelas ruas, em todos os lados, parando todo mundo e verificando as mensagens. Se a pessoa não tivesse enviado, pagava multa de 300 euros”, diz o jogador à Agência Brasil.

Veja Também:  Espanhol Fernando Alonso está de volta à Fórmula-1 em 2021

Segundo Lucas, esta situação começou a mudar há aproximadamente um mês: “A Grécia vive ‘normalmente’ desde meados de junho. Apenas funcionários em mercados e lojas de comida usam máscara. Aos poucos, a vida está voltando ao normal. As fronteiras estão abertas para alguns países. Mas qualquer indivíduo que chega na Grécia passa pelo teste do corona e tem que esperar o resultado em um hotel por 24 horas. Se estiver com o vírus, volta para o país de origem”.

No pós-pandemia, o brasileiro lamenta que o tempo de preparação tenha sido muito curto para a retomada dos jogos: “Foi um mês muito corrido. Muitos cuidados para não nos lesionarmos. Há uma semana voltamos a jogar. Sempre com os ginásios vazios, sem público. Como nosso time conta muito com o apoio da torcida, sentimos demais. Foi como se estivéssemos com um jogador a menos, tanto que perdemos a primeira partida. Mas, graças a Deus, conseguimos a recuperação e colocamos a equipe de volta na final depois de 11 anos”.

Veja Também:  Fluminense supera Flamengo e conquista Taça Rio

O central diz que a expectativa para os confrontos decisivos é a mesma: “Ginásio vazio. Todos os jogadores testados. Rede e bolas higienizadas nos intervalos com álcool. Nos bancos de reserva, os atletas devem deixar uma assento vago”.

Aos 29 anos, o brasileiro está na terceira temporada no país europeu. O primeiro time dele na Grécia foi o Paok, na temporada 2014/2015. Em 2016/2017 ele passou pelo Panathinaikos. E voltou para o clube nessa temporada após jogar na França e na Romênia.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana