conecte-se conosco


Mato Grosso

Campanha já beneficiou 12 mil famílias de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado


.

Cerca de 70 entidades e projetos filantrópicos de Cuiabá e Várzea Grande receberam cestas básicas da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus”, nos últimos 40 dias.

A ação do Governo do Estado de Mato Grosso já atendeu 12 mil famílias, que receberam atendimentos prestados por igrejas, associações comunitárias, ONGs, projetos filantrópicos e entidades sociais que desenvolvem o atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Além disso, a campanha atendeu também diversas pessoas do grupo de risco, tais como idosos, diabéticos, pacientes em hemodiálise, em tratamento contra o câncer e portadores de doenças crônicas, e ainda, trabalhadores que vivem da agricultura familiar, ambulantes e centenas de pessoas moradoras de assentamentos e bairros periféricos.

Idealizada pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e realizada em um tempo recorde de 40 dias, pela equipe da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), a campanha tem levado assistência e garantido a segurança alimentar de milhares de famílias em todo Mato Grosso.

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, que acompanhou praticamente todas as entregas, ressaltou que Cuiabá e Várzea Grande concentram a maioria das demandas em virtude do tamanho das cidades e também dos problemas.

“A região Metropolitana é com certeza onde temos um maior número de pessoas passando necessidade e por isso temos realizado essa parceria com as instituições, igrejas e comunidade para chegar até as famílias mais carentes”, destacou.

A primeira-dama Virginia Mendes sempre atuou muito em conjunto com essa rede de parceiros e frisou a importância do atendimento por meio da doação das cestas. “Eles já fazem as ações sociais com esses públicos, conhecem a realidade nos bairros mais carentes e nós, do Governo, temos que contar com essa capilaridade para chegar até aos que estão precisando da ajuda do Estado. Sou muito grata a todos que estão somando conosco e nos ajudando neste momento de pandemia da Covid-19. O momento é de união de esforços”, ressaltou a primeira-dama.

Gislaine Rodrigues, coordenadora da Casa de Recuperação Vau Jaboque, explica que o estoque de alimentos já estava baixo porque as doações diminuíram neste período de pandemia. “A ajuda do Governo do Estado veio em um momento muito oportuno para continuar ajudando aqueles que precisam de ajuda”.

Veja Também:  Administração Penitenciária cumpre TAC e fecha três cadeias no interior

Para o pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular do CPA 3, Genito José Fernandes, a campanha é sinônimo de coragem. “É muito importante para nós, como representante de instituição religiosa, poder atender a comunidade mais carente, por meio deste projeto tão significativo que é liderado pela primeira-dama do Estado. “

“Temos uma gratidão imensa pela primeira-dama, Virginia Mendes, no apoio aos nossos pacientes que se encontram vulneráveis. Neste período de Covid-19, piorou ainda mais a situação socioeconômica e ainda temos os problemas inerentes a saúde dos pacientes, então essa é uma forma de ajudar neste momento tão difícil, além dos cuidados médicos”, disse a diretora geral do Instituto Nefrológico de Mato Grosso, Katia Cristina.

As cestas básicas repassadas para as instituições foram adquiridas pelo Governo do Estado com recursos próprios, totalizando 50 mil unidades. Além disso, a campanha também recebeu, até o momento, outras 130 toneladas doadas por empresas, parceiros e sociedade em geral. 

Além das entidades na Grande Cuiabá, a campanha contemplou os 141 municípios de Mato Grosso, com a doação de cestas a todas as cidades.

Os atendimentos a estes projetos e entidades continuam, pois, conforme a própria secretária Rosamaria Carvalho adiantou a pandemia do novo coronavírus deve seguir por mais alguns meses. “E além disto temos a situação do pós-pandemia, onde teremos que ajudar estas pessoas a serem inseridas no mercado de trabalho e até lá com certeza elas ainda precisarão da ajuda do Governo”, frisou.

Saiba como participar 

As entidades interessadas precisam enviar solicitação para o e-mail [email protected]
E se você quer ajudar, é possível doar alimentos ou itens de limpeza diretamente na Arena Pantanal. Quem preferir poderá doar recursos na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas. 

Confira a lista de projetos e entidades beneficiadas em Cuiabá e Várzea Grande

Projeto PM Mirim do 7º Batalhão de Policia Militar
6º Cia Independente da PM 2CR de Poconé
Ação Solidária Adventista 
Amigos do Bairro Santa Terezina 
Asilo Santa Rita e Seminário João Paulo II 
Associação Amigos da Criança Com Câncer – AACCMT 
Associação da Espinha Bífida 
Associação das Mulheres Solidárias Joana D’Arc 
Associação das Mulheres Voluntárias
Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável – ASMATS
Associação dos Amigos Autistas dos Autistas do Estado de MT
Associação dos Amigos dos Autistas – AMA 
Associação dos Amigos dos Autistas e da Criança Deficiente do Estado de Mato Grosso,
Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis e Reutilizaveis – 1º de Março
Associação dos Moradores do Bairro Mapim
Associação dos Pacientes com Doença Inflamatórias Intestinais
Associação dos Pacientes Diabéticos 
Associação dos Pequenos Produtores da Agrovila de São Vicente
Associação dos Surdos de Mato Grosso
Associação Mato-Grossense de Atenção aos Diabéticos
Associação Mato-grossense dos Deficientes – Amde
Associação MT de Cinema e Audiovisual
Canção Nova – Rincão do Meu Senhor 
Casa de Recuperação Vau de Jaboque
Centro de Umbanda Oxossi Guerreiro
Centro Espírita Euripedes Barsanulfo
Centro Nefrológico de Cuiabá 
Comando Reg. II PMMT 
Comitê Estadual de Povos e Comunidades Tradicionais 
Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas – CETRAP
Comunidade ‘Terra Prometida’ – Barreiro Branco
Comunidade do bairro Jardim Vitória
Comunidade Terapeuta Help-Vidas 
Conselho Comunidade de Execução Penal
Conselho Comunitário de Segurança Pública do Distrito da Guia – CONSEG
Conselho de Pastores
Família de egressos do Sistema Prisional 
Flauta Mágica 
Flor Ribeirinha 
Grupo Fraterno Joana de Ângelis
Grupo livremente – LGBT+ 
Igreja Assembleia de Deus – Grande Templo 
Igreja Assembleia Madureira 
Igreja do Evangelho de Deus – Ministério de Perus
Igreja do Evangelho Quadrangular
Igreja Evangelica Ebenézer
Igreja Internacional – ADONAI
Igreja Internacional da Graça de Deus 
Igreja Nova Dimensão 
Igreja Pentecostal Deus Forte Cristo Redentor
Igreja Pentecostal Missionária 
Instituto Desportivo da Criança
Instituto Nefrológico de MT
Instituto Reação
Instituto Vidas em Ação 
Limiar Comunidade Terapêutica 
MT MAMMA Amigos do Peito
Obras Sociais Irmã Cristhyanne Antunes da Silva 
Obras Sociais Irmão Aureo 
ONG Beneficente Missão Emanuel 
ONG Cristo é o Salvador 
ONG Livremente 
Povos Ciganos 
Projeto Judô Bope
Recepção Proteção e Amparo a Mulher Dependente Química 
Respiracena 
Sindicato dos Guias de Turismo MT
Rede Cidadã

Veja Também:  Governo delega a cada município a decisão sobre aulas nas escolas particulares
Fonte: GOV MT

publicidade

Mato Grosso

Terça-feira (02): Mato Grosso registra 2.817 casos e 75 óbitos por Covid-19

Publicado


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (02.06), 2.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 75 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As oito mais recentes mortes envolveram residentes de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Confresa, Tangará da Serra.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (829), Várzea Grande (265), Rondonópolis (234), Primavera do Leste (130), Tangará da Serra (115), Confresa (99), Sorriso (87), Lucas do Rio Verde (80), Barra do Garças (77), Sinop (62), Rosário Oeste (44), Campo Verde (44), Jaciara (42), Pontes e Lacerda (40), Alta Floresta (37), Nova Mutum (35), Cáceres (34), Peixoto de Azevedo (29), Sapezal (26) e Querência (25).  

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Nas últimas 24 horas, surgiram 183 novas confirmações em Água Boa (1), Barra do Garças (4), Bom Jesus do Araguaia (1), Cáceres (1), Campo Novo do Parecis (4), Campo Verde (1), Canarana (5), Comodoro (1), Confresa (17), Conquista D’Oeste (2), Cotriguaçu (1), Cuiabá (35), Guarantã do Norte (4), Jaciara (3), Lucas do Rio Verde (4), Matupá (13), Nobres (1), Nova Guarita (1), Nova Mutum (3), Novo Mundo (2), Paranatinga (2), Peixoto de Azevedo (1), Porto Esperidião (2), Primavera do Leste (13), Querência (8), Rondonópolis (30), Rosário Oeste (2), Santo Antônio do Leste (1), Santo Antônio de Leverger (1), Sapezal (1), Sinop (4), Sorriso (1), Tangará da Serra (2), Várzea Grande (8) e municípios de outros Estados (3).
 
Contudo, a área técnica esclareceu que houve a correção de dois casos de duplicidade em Cuiabá (1) e Rondonópolis (1). Além disso, um caso anteriormente notificado em Sorriso e outro em Rondonópolis foram reposicionados para a categoria “municípios de outros Estados” em razão da cidade de residência do paciente.

Veja Também:  Procon-MT suspende atividades temporariamente

Dos 2.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.755 estão em isolamento domiciliar e 799 estão recuperados. Há ainda 188 pacientes hospitalizados, sendo 86 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 102 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 162 leitos de UTI e 772 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,4% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,6% masculino; além disso, 803 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 7.899 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 302 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Veja Também:  Governo avança na execução das obras de pavimentação de 41 km em Aripuanã

Nesta terça-feira (02), o Governo Federal confirmou 555.383 casos da Covid-19 no Brasil e 31.199 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 29.937 mortes e 526.447 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Governo delega a cada município a decisão sobre aulas nas escolas particulares

Publicado


.

O governador Mauro Mendes decidiu delegar a cada prefeito dos 141 municípios de Mato Grosso a decisão sobre o retorno ou não das aulas nas escolas particulares.

A decisão foi tomada nesta terça-feira (02.06), após reunião com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, e os deputados Dilmar Dal Bosco e Xuxu Dal Molin. Também foram ouvidos diretores de escolas e profissionais da Educação para embasar a iniciativa.

As aulas nas escolas públicas e particulares estão suspensas desde o dia 23 de março, por conta do coronavírus.

Conforme o governador, a realidade de contaminação é muito diferente em cada município e, desta forma, os prefeitos devem ficar responsáveis por avaliar se é prudente e seguro reabrir as unidades particulares de ensino neste momento.

“Se temos um nível diferente de contaminação, as medidas mais restritivas têm que ser diferentes em cada um desses 141 municípios. Vamos continuar repassando aos prefeitos para que analisem o cenário local de suas cidades. Temos que dar tratamento diferenciado para cada realidade”, afirmou.

Veja Também:  CGE comemora exigência de auditor de carreira na chefia dos órgãos de controle interno

Quanto às escolas públicas, as aulas continuam suspensas. Para minimizar as perdas de ensino, o Governo tem transmitido as aulas pela TV Assembleia, disponibilizado apostilas e mais de 300 mil kits-alimentação aos estudantes.

Mendes lembrou que o Governo de Mato Grosso já editou decretos orientativos para auxiliar os prefeitos a tomarem as medidas restritivas mais adequadas em seus municípios, sempre com respeito ao isolamento social, medidas de higiene e distanciamento e uso de máscaras.

Além disso, o Estado tem investido na criação de centenas de leitos em todas as regiões do Estado, adquirido respiradores, EPIs, ambulâncias e tomado uma série de medidas para preservar a vida e os empregos da população mato-grossense.

“Estamos abrindo leitos na Baixada Cuiabana e em todo o estado, nos hospitais regionais e em parcerias com os prefeitos, que é o que recomenda a Organização Mundial de Saúde”, declarou.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Governo mostra para Prefeitura de Cuiabá leitos construídos em hospitais estaduais

Publicado


.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, mostrou nesta terça-feira (02.06) para os técnicos da Prefeitura de Cuiabá as instalações dos Hospitais Estaduais Santa Casa e Metropolitano, referências para o tratamento de pacientes com a Covid-19 em Mato Grosso. O convite para a vistoria foi extendido aos gestores da capital, porém apenas a equipe técnica acompanhou a visita.

“Compareceram técnicos da Prefeitura de Cuiabá, que vão fazer a supervisão de todos os ambientes que assim entenderem necessários. Vim para recepcionar essa equipe e acompanharia a supervisão se também fosse a vontade do prefeito e do secretário municipal de Saúde. Para nós do Governo do Estado é um prazer mostrar aquilo que estamos fazendo pela Saúde não somente de Cuiabá, mas de todo o Mato Grosso”, pontuou Figueiredo.

As vistorias compreenderam especificamente as alas destinadas ao atendimento de pacientes com a Covid-19. A coordenadora da Central de Regulação do município de Cuiabá, Elaine Souza, acompanhou o trabalho técnico das equipes – compostas por outros três servidores da gestão municipal e demais profissionais das unidades hospitalares.  

Veja Também:  Governo mostra para Prefeitura de Cuiabá leitos construídos em hospitais estaduais

De acordo com o painel de leitos da SES, o Hospital Estadual Santa Casa conta, atualmente, com 40 leitos de UTI e 77 enfermarias específicas para o tratamento do coronavírus; já o Hospital Metropolitano disponibiliza 40 UTIs e 238 enfermarias.

Além da estrutura, a secretária adjunta de Gestão Hospitalar da SES, Caroline Dobes, enfatizou que todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) estão à disposição das equipes técnicas que atuam nas referidas unidades.

“Esses Hospitais foram readequados para atender às normas estabelecidas para o atendimento à Covid-19. Portanto, nessas vistorias, serão percorridas as alas preparadas para esse atendimento – tanto de leitos clínicos quanto de UTIs -, após a paramentação adequada. Os hospitais geridos pelo Governo do Estado também contam com todos os EPIs para o enfrentamento à Covid-19”, disse.

Adição de leitos

O secretário estadual ainda frisou que, em meio à pandemia pelo coronavírus, o Governo de Mato Grosso está empenhado na política de ampliação de leitos.

“Pretendemos implementar mais 30 leitos no Hospital Metropolitano e 10 novos leitos na Santa Casa, para buscar preencher essa lacuna deixada pela retirada de leitos do município de Cuiabá. Isto é, fazemos um exercício de adição e não de subtração. Esse é um momento crítico, de enfrentamento à pandemia, portanto precisamos ampliar leitos e não remanejar”, concluiu Gilberto Figueiredo.

Veja Também:  Procon-MT suspende atividades temporariamente
Fonte: GOV MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana