conecte-se conosco


Mato Grosso

Colônia de férias terá oficinas de arte indígena, escultura de dinossauro e tintas da natureza

Publicado

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino oferece uma programação diferenciada para as crianças e adolescentes neste começo de 2020. Começa nesta quarta-feira (15.01) a colônia de férias que contará com oficinas de arte indígena, escultura de dinossauro em argila, tintas com elementos da natureza e confecção de bússola. Além do rico acervo, o próprio equipamento cultural já é uma atração, localizado em um prédio histórico, com uma vasta área verde às margens do rio Cuiabá.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas online. As oficinas são voltadas para estudantes de 6 a 12 anos, e custam R$ 50 reais, cada uma. A programação segue até 18 de janeiro, com atividades diferentes a cada dia.   

A programação começa com a oficina de Papietagem – máscaras Waura, nesta quarta-feira (15.01), das 14h às 17h. A proposta é usar a técnica de papietagem (colagem com papéis recortados) para reproduzir a arte indígena e contextualizar a consciência ambiental.

Na quinta-feira (16.01), a oficina ministrada será a de Tintas da Natureza, das 14h às 17h. A ideia é que as crianças aprendam a utilizar pigmentos e elementos naturais, atóxicos e práticos, que possam ser reproduzidos em casa. Entre os ingredientes estão sal, cola, farinha de trigo, quiabo, cebola roxa, chá mate, colorau, areia e outros.

Veja Também:  Homem invade casa da ex-namorada e é achado morto na calçada em MT

A oficina de Estêncil – camisetas ou mural será realizada na sexta-feira (17.01), das 14h às 17h. A técnica consiste na aplicação de um desenho ou ilustração usando tinta. Nesta atividade, o Museu irá focar na criação de estamparia, as crianças irão fazer os desenhos, moldes e confecção da arte nas próprias camisetas ou em mural. A proposta será utilizar fósseis, silhuetas de dinossauros, pinturas e máscaras indígenas como inspiração.

No sábado (18.01) serão realizadas duas oficinas, a de Escultura em Argila e Rosa dos Ventos. Pela manhã, das 9h às 12h, ocorre a atividade com criação de esculturas em formas de dinossauros e artefatos indígenas. No período da tarde, das 14h às 17h, será a oficina de Rosa dos Ventos para confecção de uma bússola caseira e noções sobre pontos cardeais.  

Museu de História Natural Casa Dom Aquino

A Casa Dom Aquino foi construída em 1842 na beira do rio Cuiabá e abriga desde 2006 o Museu de História Natural Casa Dom Aquino, que possui exposição permanente de arqueologia e paleontologia.

Veja Também:  Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

A exposição paleontológica apresenta fósseis de animais da região, organizados cronologicamente, representando a evolução biológica através das Eras geológicas. Fosseis como o do tatu (Pampatherium humboldti) e Preguiça gigante (Eremotherium Iaurillardi), dinossauros (saurópoda), e animais marinhos do período que Chapada dos Guimarães foi mar.

A exposição arqueológica conta a nossa história através de artefatos produzidos pelo homem desde a pré-história até os dias atuais, e uma ala de máscaras sagradas dos povos waurá. Fazem parte da exposição instrumentos do homem caçador-coletor e do homem ceramista, como pontas de lança de pedra lascada, machadinhos de pedra polida e fragmentos de cerâmica. Encontram-se expostos também louças, cerâmicas neo-brasileira, moedas e outros objetos encontrados nos casarões de engenho de Mato Grosso.

O espaço conta também com cafeteria e loja de artesanato.

Serviço:

Horário de funcionamento:  quarta a domingo, das 8h às 18h

Endereço: Avenida Beira Rio, nº 2000, bairro Dom Aquino, Cuiabá (MT).

Informações: (65) 3634-4858 / 3052-8062 / [email protected]

Inscrições para a oficina: https://bit.ly/2u2ggJK 

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

PM prende pai que abandonou filho em carro em MT

Publicado

Um pai que abandonou o filho dentro do carro para ir beber em São Félix do Araguaia (1.173 KM de Cuiabá) foi algemado e preso no dia 12 de janeiro deste ano. Os policiais, e membros do conselho tutelar do município, flagraram a criança sozinha dentro do veículo de madrugada, sem cuidados de higiene.

Ela havia defecado em sua roupa. De acordo com informações do registro de ocorrência, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de duas conselheiras tutelares da cidade relatando que o homem havia abandonado o filho para ir beber no estabelecimento conhecido como “Breja Choperia”.

Acompanhados das conselheiras tutelares, os policiais se dirigiram até o veículo onde a criança estava, por volta das 2h30 da manhã, e localizaram o menor de idade abandonado dentro do carro. Na sequência eles foram até o pai do garoto, que estava bêbado, e teve que ser algemado.

Ainda segundo o registro de ocorrência os pais da criança foram advertidos pelo conselho tutelar.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá
Continue lendo

Mato Grosso

Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Publicado

 Deficiente físico é morador da cidade de Juína e se disse cansado do descaso. Prefeito disse que tomará providências e pediu desculpa aos cadeirantes

Cadeirante mora na cidade há 31 anos e ficou paraplégico após levar um tiro (Foto: Marcelo Guedes/site Metropolitana FM)

Indignado com a falta de acessibilidade em Juína, cidade a 737 km de Cuiabá, o deficiente físico Samuel Nobile de Oliveira, de 41 anos, decidiu construir por conta própria uma rampa de acesso ao prédio da secretaria municipal de Saúde. Com um balde cheio de massa de cimento, que levou de casa, algumas madeiras e pedras, o morador foi para a frente do órgão, na tarde de segunda-feira (24), e declarou que não quer mais sofrer constrangimentos. “Não aguento mais passar por isso e estou cansado de esperar pelo poder público. Por isso tomei a iniciativa e não quero mais esperar”, disse.

Samuel mora no município há 31 anos, no Bairro Módulo 4, e ficou paraplégico após ser atingido por um tiro, em 2006. Desde então, se viu preso à cadeira de rodas e ressalta que encontra dificuldades diárias pela falta de acessibilidade juntamente com outros amigos cadeirantes. Ele conta que precisa ir constantemente à secretaria de Saúde por conta de documentos que necessita para fazer tratamento médico em Brasília (DF).

Veja Também:  Homem invade casa da ex-namorada e é achado morto na calçada em MT

O cadeirante relatou ainda a situação que passa ao ir no posto de saúde do bairro. “Somos atendidos pelos médicos do lado de fora, na rua, porque não têm rampa de acesso. É muita humilhação não sermos tratados como pessoas comuns”, desabafou.

À reportagem, o prefeito Hermes Bergamim disse que já está tomando providências quanto à falta de acessibilidade e garantiu que providenciará melhorias para os deficientes físicos. Também considerou a atitude do morador importante e pediu desculpas pelos constrangimentos que os cadeirantes da cidade têm sofrido. “Estamos colocando a casa em ordem nesses seis meses de gestão. Peço desculpas a todos os deficientes físicos pelas situações e constrangimentos. Vamos tomar as devidas providências na cidade para que isso não ocorra mais”, afirmou.

Continue lendo

Mato Grosso

Homem invade casa da ex-namorada e é achado morto na calçada em MT

Publicado

Reprodução

Um homem de 28 anos morreu depois de invadir a casa da ex-namorada, no Bairro Noise Curvo, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na manhã deste domingo (26). O casal estava separado há cerca de um ano.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher, de 25 anos, estava sozinha no local quando teve a casa invadida. Testemunhas disseram à polícia que o casal teve uma discussão dentro da residência.

Logo depois, o jovem pulou o muro e caiu na frente da casa. Ele tinha um ferimento no peito, segundo a polícia, ocasionado por algum objeto perfurante.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também esteve no local. A causa da morte é investigada.

A moradora e testemunhas foram encaminhadas à delegacia. Elas foram ouvidas e liberadas, em seguida.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso.

Veja Também:  Servidores da Unemat cogitam greve apontando ‘desmonte’ da educação.
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana