conecte-se conosco


Mato Grosso

Combate a queimadas cobre área de 44 mil campos de futebol no Araguaia

Publicado

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Exército Brasileiro encerraram a terceira edição da operação “Abafa Araguaia”. Durante os 12 dias da atividade foram fiscalizadas 34 propriedades nos municípios de São Félix do Araguaia, Novo Santo Antônio, Querência, Ribeirão Cascalheira, Bom Jesus do Araguaia, Canarana, Confresa, Nova Xavantina e Água Boa. A área abrangida pela operação foi de 47.850 hectares, o que corresponde a 44 mil campos de futebol.

A operação foi deflagrada dia 30 de setembro e terminou em 11 de outubro, envolvendo 105 pessoas que se empenharam no enfrentamento qualificado dos crimes ambientais, especificamente, desmatamentos e degradação florestal, incêndios florestais e queimadas irregulares.

O diferencial dessa edição foi a participação de 74 homens da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, explicou o coordenador-geral adjunto do Comitê Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman), coronel BM Dercio Santos da Silva. Ele destacou que todos os participantes são importante, mas que a quantidade de homens do exército possibilitou que a operação fossse estendida para uma área maior.

“O nosso trabalho foi direcionado para coibir os crimes ambientais, além de atender à solicitação do Ministério Público Estadual no apontamento de ações efetivas. Desta forma, damos uma resposta a sociedade da garantia dos direitos coletivos e no combate ao desmatamento”.

Veja Também:  Sesp deflagra 19 operações em 62 municípios e prende 209 suspeitos

O general de Brigada, Fernando Dias Herzer, destacou o trabalho integrado e reforçou o sentimento de dever cumprido durante os dias de combate aos crimes ambientais na região do Araguaia. “Foi uma experiência única unir representantes de várias entidades e órgãos em um único objetivo. Agradecemos e saímos com a sensação que fizemos a nossa parte. Cada pessoa envolvida contribuiu pela qualidade de vida de cada morador daquela região”

Participaram da ação profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e Defesa Civil. Além do efetivo, foram empregados dois helicópteros e mais viaturas nas ações repressivas.

O período proibitivo de queimadas em Mato Grosso começou no dia 15 de julho e segue até o dia 30 de novembro. Neste período, fica proibido o uso de fogo em áreas rurais para limpeza e manejo, levando em consideração o risco de incêndios florestais de grandes proporções. A normativa se fundamenta na Lei Complementar nº 233, de 21 de dezembro de 2005.

Veja Também:  Segunda-feira (01): Mato Grosso registra 2.636 casos e 67 óbitos por Covid-19

No perímetro urbano, as queimadas são proibidas durante todo o ano. Ainda no mês de julho, foi instalado na Sesp, o Comitê Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman), unidade que vai coordenar as ações de prevenção e repressão a incêndios em todo o Estado. A criação do Comitê foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 12 de julho pelo Decreto nº 174.

Ciman

Desde julho, foi instalado na Sesp, o Comitê Temporário Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman), unidade que coordena as ações de prevenção e repressão a incêndios em todo o Estado. A criação do Comitê foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 12 de julho pelo Decreto nº 174.

Denúncias e atendimentos

O atendimento a ocorrências de incêndios florestais deve ser acionado pelo número 193 do Corpo de Bombeiros. Já em caso de denúncias de queimadas nas áreas rurais, o cidadão deve entrar em contato pelo 0800 647 7363.

Queimadas urbanas devem ser denunciadas na prefeitura do município de ocorrência, nas secretarias municipais de meio ambiente ou defesa civil municipal.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Criadores de assistente virtual para Covid-19 participam de encontro promovido pela Seciteci e Unemat

Publicado


.

Nesta quarta-feira (03.06), às 18h, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) realizará um meetup virtual (serviço usado para organizar grupos online com interesses semelhantes) com o tema Tecnologia Inovadora no Combate à Covid-19, em parceria com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e a sociedade em geral.

O encontro será virtual, transmitido pelo canal do Youtube da Seciteci e contará com a participação de alunos e professores criadores da “Clô“, uma assistente virtual que informa o hospital mais próximo e os leitos disponíveis para atendimento de pacientes contaminados pelo coronavírus.

A criação deu aos alunos da Unemat o primeiro lugar no hackathon internacional Hacking + Help, o que rendeu a eles o prêmio de R$ 2.500,00, além de três meses de mentoria e possibilidade de investimento no projeto.

A proposta do hackathon, realizada 100% online, foi encontrar soluções para os problemas decorrentes da pandemia provocada pelo novo coronavírus, divididos em seis clusters: Saúde, Educação, Assistência Social, Empregabilidade, Cooperativismo e Logística.

A superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, afirma que o encontro virtual ressalta o quanto as universidades de todo o país estão engajadas na corrida em busca de solução e apoio à pandemia. E Mato Grosso não ficou de fora e ainda se destacou mundialmente, com projeto inovador.

Veja Também:  MT vai sistematizar quantidade de leitos disponíveis para tratamento de Covid-19

“A maioria das universidades vêm buscando desenvolver soluções inovadoras para o combate à Covid-19, que vai desde serviços, processos e produtos. No Meetup, vamos falar do projeto da Unemat, que criou um protótipo com uma solução inovadora, utilizando inteligência artificial, que pode ajudar muito neste período de pandemia”, afirma.

O meetup contará com a participação dos alunos criadores do protótipo digital: Felipe Mantovani, Claudiane Menin, Sérgio Ramos e Victória Katri. Para participar, acesse o canal do Youtube da Seciteci

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sesp deflagra 19 operações em 62 municípios e prende 209 suspeitos

Publicado


.

Nos primeiros cinco meses do ano, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) deflagrou 19 operações integradas em 62 municípios de Mato Grosso, que resultaram em 209 prisões a suspeitos de envolvimentos em crimes de homicídio, roubo, furto e tráfico de drogas. As ações policiais que contam com o empenho das forças de segurança são coordenadas pela Secretaria Adjunta de Integração Operacional (Saiop).

Ainda no período de janeiro a maio foram apreendidos mais de 335 kg de drogas e cumpridos 35 mandados de busca e apreensão, 22 mandados de prisão, 148 veículos e 13 armas apreendidos, 11 veículos recuperados e um total de 5.279 pessoas e 5.145 veículos abordados. Ao todo, 434 atividades periciais foram realizadas pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e 175 fiscalizações do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) foram feitas a estabelecimentos comerciais.

O secretário adjunto da Saiop, coronel PM Victor Fortes, enaltece os resultados obtidos pelas forças de segurança e credita os números ao trabalho integrado.

“O empenho das forças de segurança e o comprometimento dos profissionais das 15 Risp’s (Regiões Integradas de Segurança Pública) foram primordiais para o êxito dessas operações. A Sesp tem buscado a atuação integrada entre as instituições com ações preventivas e repressivas no enfrentamento aos principais índices criminais, principalmente as ocorrências contra a vida e o tráfico de drogas. Nossa meta é expandir ainda mais a realização de operações integradas em todo o estado”, enfatiza.

Veja Também:  Polícia Civil empossa 30 novos delegados nomeados pelo Governo do estado

Mais de 4.500 profissionais da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar, Politec e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) participaram das ações.

Trânsito

O balanço de cinco meses aponta ainda que foram lavrados 712 Autos de Infração de Trânsito (AITs) e realizadas 12 notificações de trânsito.

São cidades polos das 15 Rips: Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Vila Rica, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Água Boa, Nova Mutum e Guarantã do Norte.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil empossa 30 novos delegados nomeados pelo Governo do estado

Publicado


.

A Polícia Civil de Mato Grosso empossa 30 candidatos ao cargo de Delegado de Polícia, aprovados em concurso público e nomeados pelo Governo do Estado, no dia 22 de maio. Os novos servidores reforçarão as atividades da Polícia Civil, especialmente nas unidades do interior do estado.

A cerimônia de posse será no dia 16 de junho de 2020 às 09h, na Academia de Polícia Civil (Acadepol), em Cuiabá, de acordo com a Portaria n. 073/2020/DGPJC/EXT que dispõe sobre a nomeação e dá outras providências.

O ato solene para assinatura do termo de posse será realizado conforme as exigências da Organização Mundial de Saúde e as medidas de prevenção adotadas para evitar a propagação do Covid-19.

A entrada no evento será permitida somente para os empossados e autoridades, respeitadas as regras de uso de máscara facial, de distanciamento e de prevenção sanitária.

Os 30 nomeados iniciarão o XVI Curso de Formação Técnico-Profissional, promovido pela Academia de Polícia Civil. Além da qualificação teórica na unidade de ensino, os novos profissionais desenvolveram atividades nas delegacias de polícia.

Veja Também:  Criadores de assistente virtual para Covid-19 participam de encontro promovido pela Seciteci e Unemat

No projeto de formação ministrado pela Acadepol, os novos servidores alternarão em aulas telepresenciais e presenciais, com os cuidados previstos para evitar a contaminação do coronavírus.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana