conecte-se conosco


Carros

Coronavírus: veja o que mudou na legislação com a pandemia

Publicado

source

Especialistas da área da saúde ressaltam cada vez mais a importância de ficar em casa para conter o alastramento da doença causada pelo novo coronavírus , a COVID-19. Por isso, o melhor a ser feito nas próximas semanas é manter o seu carro na garagem, e sair apenas para atividades realmente necessárias.

LEIA MAIS: Veja os cuidados para manter o carro parado durante a quarentena

Iniciativas vêm sendo tomadas em todos os estados, e o Brasil se aproxima cada vez mais de um fechamento completo. Neste cenário, algumas medidas que dizem respeito à legislação de trânsito também foram estipuladas para facilitar a vida de motoristas, caminhoneiros e entregadores. A reportagem do iG Carros enumera as principais leis de trânsito que mudaram nas últimas semanas para ajudar a conter o alastramento da doença COVID-19 . Acompanhe:

1 – CNH suspensa passa a valer

CNH arrow-options
Divulgação

Carteira Nacional de Habilitação vencida passa a valer por tempo indeterminado

O Contran liberou que motoristas com CNHs suspensas possam dirigir durante a contingência da pandemia, conforme publicado na determinação do Diário Oficial da última segunda-feira (23).

Veja Também:  FCA adiará lançamento da nova picape Strada para junho ou julho

Da mesma forma, se a sua CNH vence em algum período dentro da quarentena, também não há necessidade de correr para uma unidade do Poupatempo e realizar a renovação. O plano é claro: evitar aglomerações e priorizar o atendimento para profissionais que não podem parar durante o surto.

2 – Prazo para habiliação em andamento estendido

A normativa do Contran também estabelece que, a partir desta semana, o prazo para a conclusão do processo de habilitação passou de 12 para 18 meses. Logo, se o cidadão que está tirando sua CNH e não concluiu o curso a tempo antes da quarentena, o novo prazo valerá até 2021.

3 – Locadoras operam de portas fechadas

Localiza arrow-options
Divulgação

Clientes ainda podem alugar ou devolver veículos nas locadoras, com agendamento online

De acordo com a Associação Brasileira das Locadoras de Veículos, as operações de retirada e entrega de veículos vão continuar de forma remota. Dessa forma, o cliente terá que fazer o agendamento online para retirar ou devolver um automóvel.

LEIA MAIS: Veja 5 carros que tiveram lançamento adiado pelo coronavírus

Veja Também:  Avaliação: Volvo S60 T8 se eletrifica para superar os alemães

Ainda conforme o presidente da associação, Paulo Miguel Júnior, as locadoras intensificaram as diretrizes de higiene para evitar as contaminações pelo COVID-19, tanto por parte do cliente quanto funcionários.

4 – Alterações em prazos de multas

Ainda de acordo com as mudanças publicadas pelo Contran , os prazos para a apresentação de defesa de autuação, recursos de multa, defesa processual, recursos de suspensão do direito de dirigir e de cassação de habilitação estão interrompidos temporariamente. 

5 – Identificação do condutor

Multa arrow-options
Divulgação

Identificação de infratores também está suspensa por tempo indeterminado

LEIA MAIS: Os impactos do coronavírus na indústria automotiva brasileira

Também por conta do COVID-19 , fica interrompido, por tempo indeterminado, o prazo para identificação do condutor infrator, inclusive nos processos administrativos em trâmite. Ao fim do período de contingência, as atividades serão retomadas para a identificação de motoristas.

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

FCA adiará lançamento da nova picape Strada para junho ou julho

Publicado

source
Fiat arrow-options
Divulgação

Presidente da FCA, Antonio Filosa, conta um pouco sobre os planos da empresa diante da crise gerada pelo coronavírus

Diante da crise gerada pela pandemia do coronavírus, o presidente da FCA, Antonio Filosa, deu o posicionamento da empresa para os seus próximos lançamentos. O executivo confirmou que a nova Fiat Strada e os SUVs inéditos de Fiat e Jeep ainda devem ser apresentados em 2020, em junho ou julho, mas com possibilidade de adiamento. O que se observa, a partir disso, é que os investimentos previstos pela FCA para o ano não devem ser afetados. A única hipótese seria a postergação conclusão.

LEIA MAIS: A Indústria automotiva precisa mudar de marcha pós-coronavírus

Segundo Filosa, alguns lançamentos serão adiados, inclusive o da nova  Fiat Strada . Portanto, ciclo de novos produtos que ia de 2018 a 2024, agora será concluído em 2025. Ainda conforme o executivo, a fábrica de motores em Betim (MG) está 60% pronta, mas agora terá que ser inaugurada apenas no começo do ano que vem.

Os novos SUVs da Fiat e da Jeep virão, mas a FCA analisa qual será o melhor momento para lançá-los. Idem para as renovações de gama, que abrangem inovações em transmissões e motores. 

Quanto ao mercado, o executivo afirmou que é difícil fazer previsões ainda, mas acredita em uma queda de 40% nas vendas de 2020 em relação a 2019. O mercado caiu 90% na segunda semana de março. Na Argentina, 100%. Os mais otimistas falam em 35% (de queda ao fim do ano), mas não dá para fugir disso. 

Lançamento mais aguardado do ano para a FCA

Fiat Strada arrow-options
Divulgação

Fiat Strada 2021 tem linhas que lembram a Toro e quatro portas, algo inédito entre as picapes leves no Brasil

Após 24 anos sendo produzida praticamente sobre a mesma plataforma, a picape compacta finalmente receberá sua segunda geração. Como fica claro pela imagem, a Strada será uma junção de várias identidades visuais. Os faróis dianteiros não negam suas inspirações no Argo , com LEDs DRL e uma grande grade frontal. O logo agora segue a nova linguagem visual da marca. A traseira, por sua vez, é mais achatada, sem área arredondada como na Fiat Toro.

Há também logotipo da Fiat na tampa traseira, deixando a maçaneta de abertura para cima. Como na rival Volkswagen Saveiro, agora a Fiat Strada tem para-choques de plástico. As lanternas traseiras são totalmente inspiradas na Toro, por outro lado, a Strada vem com luz de ré na parte inferior e iluminação de LED apenas nas versões mais caras. Na versão Volcano vem com rack de teto integrado ao santantônio e às barras de proteção do vidro traseiro.

Veja Também:  Seguradora Suhai lança apólice que acoberta motos elétricas

LEIA MAIS: Como o novo coronavírus está afetando a indústria automotiva brasileira

Além disso, a picape revela elementos estruturais de Mobi, Fiorino e Uno, ao contrário de antes, que partia do Palio. Do subcompacto Mobi vêm as portas, enquanto para-brisa e parte da plataforma são compartilhados também com Fiorino e Uno. A plataforma mantém a suspensão com feixe de molas da Strada convencional na traseira. Do, estão os faróis espichados com um filete de LEDs na parte superior, que podem ser de iluminação diurna ou apenas luz de posição.

As versões de entrada da Fiat Strada 2021 manterão o motor 1.4 Fire flex, de 88 cv e 12,5 kgfm. Com ele, seguirá com direção hidráulica. O objetivo por trás disso é manter os custos baixos para atrair frotistas. Já as opções mais caras virão com o 1.3 Firefley do Argo e do Cronos associado à assistência elétrica. Com 109 cv e 14,2 kgfm, gera menos que os 132 cv e 18,9 kgfm do 1.8 atual, por outro lado trata-se de um conjunto bem mais eficiente.

LEIA MAIS: Marcas adiam prazos de revisões garantia dos carros por conta do coronavírus

Câmbio manual de cinco marchas será padrão na Fiat Strada , porém uma versão com câmbio automático CVT deverá ser oferecida em 2021, quando os motores Firefly turbo começarem a ser ofertados no mercado. A novidade não tem, até o momento, previsão de ganhar os motores turbo.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

BMW desiste do Salão de Milão por causa do novo coronavírus

Publicado

source
BMW arrow-options
Divulgação

BMW R18 é a próxima novidade que a marca vai revelar, depois de amanhã, dia 3

A divisão de motos da BMW Motorrad emite um comunicado onde declina dos salões internacionais Intermot e EICMA (Salão de Milão), previstos para outubro e novembro de 2020. Ainda que a realização dos dois eventos — assim como o de diversos ao redor do mundo — possa sofrer alterações de agenda, devido ao novo coronavírus, a fabricante fez o adiantamento.

LEIA MAIS: BMW confirma lançamento das rivais da Harley-Davidson para o mês que vem

A justificativa da BMW Motorrad é justamente a incerteza gerada pela pandemia. Isso não significa, no entanto, que a fabricante não tem novidades para revelar: a marca diz que os lançamentos previstos para os dois eventos serão apresentados ao mundo em plataformas alternativas. Vale lembrar que, para depois de amanhã (3) está prevista a apresentação oficial da R18, nova rival das Harley-Davidson.

LEIA MAIS: Honda confirma o desenvolvimento de nova plataforma para motos de 200 cc

Esses meios alternativos, nas plataformas digitais, têm sido a maior alternativa encontrada pelas marcas, principalmente de automóveis, que fizeram inclusive com que o Salão do Automóvel de SP fosse adiado para 2021, devido às baixas na popularidade e no apelo das mostras no Brasil e no Mundo — independente de coronavírus.

Veja Também:  Avaliação: Volvo S60 T8 se eletrifica para superar os alemães

LEIA MAIS: Honda, Yamaha e BMW interrompem atividades nas fábricas de Manaus

Veja o comunicado oficial da BMW abaixo:

“Devido à imprevisibilidade gerada pela pandemia do novo coronavírus e a incerteza das consequências, a BMW Motorrad não participará das edições 2020 dos salões Intermot, em outubro na cidade de Colônia, e do EICMA , marcado para novembro em Milão. A decisão foi tomada tendo como base a segurança, a previsibilidade e a transparência para todos os nossos parceiros envolvidos nos salões”.

“Vamos realizar as estreias mundiais e exibir as motos que estariam nos salões em plataformas alternativas durante o segundo semestre de 2020. Para isso, a marca vai utilizar mais os próprios formatos e os canais digitais de comunicação.” finaliza a nota da BMW .

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Ford lança versão Storm da Ranger com apelo aventureiro

Publicado

source
Ford Ranger Storm arrow-options
Divulgação

Ford Ranger Storm chega para brigar com as picapes médias com apelo aventureiro, mais voltadas para uso fora do asfalto

A Ford apresenta a Ranger Storm, nova versão da picape que começa a ser vendida no Brasil pelo preço sugerido de R$ 150.900. Entre as novidades, destaca-se o visual mais voltado para uso fora do asfalto, baseado no modelo conceitual que chegou a ser mostrado no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo.

LEIA MAIS: Conheça 5 picapes médias seminovas que custam até R$ 80 mil

Começa com a grade dianteira com o nome Storm, exatamente como na versão topo de inha do SUV compacto EcoSport. Além disso, a Ford Ranger Storm conta com faixas capô e nas laterais, alargadores de paralamas, estribos, rodas e santantônio, tudo na cor preta.

As mudanças na Ford Ranger Storm em relação às outras versões continuam com as As lanternas traseiras com lentes escurecidas são emprestadas da série especial global Wildtrak. Ela conta ainda com dois acessórios especiais – snorkel e capota marítima – que como oferta de lançamento serão dados como cortesia aos 60 primeiros compradores da picape.

O conjunto mecânico inclui motor turbodiesel 3.2, de cinco cilindros, com 200 cv e 47,9 kgfm de torque que funciona com tração 4×4 e câmbio automático de cinco marchas. Para ajudar a passar por trechos de terra, os pneus da picape média são Pirelli Scorpion AT Plus,feitos para rodar 60% fora de estrada e 40% no asfalto.

Veja Também:  PSA nega que crise econômica tenha abalado fusão com a FCA

Mais detalhes da Ford Ranger Storm

Ford Ranger Storm arrow-options
Divulgação

No interior da Ford Ranger Storm 2020 um dos destaques é a central multimídia com tela sensível ao toque, de 4,2 polegadas

Na lista de equipamentos a picape também tem controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático de descida, controle de oscilação de reboque, assistência de frenagem de emergência e luzes de emergência em frenagens bruscas, além de sistema anticapotamento e controle adaptativo de carga.

Como toda a linha 2020, o novo modelo tem um ajuste de suspensão que melhora a dirigibilidade e o conforto tanto no asfalto como fora de estrada. E a caçamba conta com um sistema de assistência que facilita a abertura e fechamento da tampa.

LEIA MAIS: Por que a Fiat Toro vende (bem) mais que as outras picapes?

Por dentro, entre os destaques há ar-condicionado digital de duas zonas, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, painel configurável com duas telas de 4,2 polegadas. Veja abaixo o vídeo de divulgação da Ford Ranger Storm 2020.

Veja Também:  FCA adiará lançamento da nova picape Strada para junho ou julho


.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana