conecte-se conosco


Rondonópolis

Covid-19 I Prefeitura anuncia novas medidas a partir deste fim de semana e ameaça lockdown (fechamento total).

Publicado

Após reunião do Comitê de Gestão de Crise do coronavírus, a Prefeitura de Rondonópolis decidiu pela publicação de um novo decreto municipal que entrará em vigor nesta quinta-feira (4) com determinações para conter o avanço dos casos de Covid-19. Entre as definições está a proibição de abertura de todos os estabelecimentos – empresas de serviço, comércio e indústrias – após às 22 horas de segunda a sexta-feira e aos sábados e domingos ao longo de todo o dia.

A proposta com novas restrições foi aprovada pelos membros do Comitê e visam a redução no número de casos da doença, bem como a quantidade de pessoas internadas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A iniciativa busca evitar que o município tenha que decretar o fechamento total das atividades e promover a proibição da circulação das pessoas por motivos não essenciais.

Segundo o prefeito Zé Carlos do Pátio, com o crescimento no número de casos de Covid-19 nos últimos dias é fundamental a adoção de medidas que busquem conter a transmissão do vírus e garantir atendimento médico para todos que necessitarem. “Sabemos o quanto a manutenção da atividade econômica é importante, mas temos que pensar na vida das pessoas. Por isso, optamos em aumentar as restrições e apelamos para que todos se conscientizem sobre a importância do isolamento”, afirma.

Veja Também:  Brasil tem 71,4 mil mortes pela Covid-19 e 1,83 milhão de casos confirmados

Conforme a proposta, nenhum estabelecimento poderá funcionar após às 22h de segunda a sexta e aos sábados e domingos fica proibida a abertura de todos os estabelecimentos, incluindo o comércio e prestadores de serviços. A medida visa reduzir ao máximo a circulação de pessoas, especialmente nos fins de semana, quando o fluxo aumenta, bem como as aglomerações.

De acordo com representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que integram o Comitê, aos sábados ocorre um aumento significativo de pessoas de outras cidades da região que vem para Rondonópolis, aumentando o fluxo e aglomerações de pessoas.

Para essa medida, levou-se em consideração ainda o crescimento de casos de Covid-19 entre a população mais jovem, com 99 casos confirmados entre pessoas de 19 a 35 anos, até esta terça-feira (2), e o aumento das mortes, com nove casos já confirmados, sendo a maioria deles entre as pessoas do grupo de risco.

No caso do aumento de casos entre os mais jovens, que por consequência acabam infectando idosos e pessoas em risco, o alerta é para a necessidade de evitar aglomerações, inclusive em espaços públicos. Assim, o novo decreto também proibirá reunião e aglomeração de pessoas em calçadas, praças, parques e ruas e avenidas.

Veja Também:  PODARAM O JARDINEIRO

Outro dado fundamental a ser analisado para a definição do aumento da restrição foi o crescimento na ocupação de leitos de UTIs, que até esta terça-feira (2) já atingia mais de 63% dos leitos privados e 40% das vagas de UTIs públicas.

Com relação a alta ocupação de leitos de UTI, a secretária municipal de Saúde, Izalba de Albuquerque, também ressalta que a população de Rondonópolis precisa compreender que os leitos de UTIs disponíveis na cidade são ocupados por moradores de Rondonópolis e também provenientes de outros 18 municípios na região, perfazendo uma população de quase 600 mil habitantes.

As novas medidas que devem ser tomadas na cidade estarão disponíveis nesta quinta em decreto municipal que terá validade até o próximo dia 15 de junho, quando o Comitê de Gestão de Crise volta a se reunir para analisar o resultado das restrições, podendo ser prorrogado ou alterado.

Casos

De acordo com dados do boletim da Secretaria Municipal de Saúde desta terça-feira (2), Rondonópolis tem 289 casos confirmados de Covid-19, com mais 270 casos suspeitos.

Fonte: Danielly Tonin – Gabinete de Comunicação | Publicado em 03/06/20 às 12:40
DA REDAÇÃO.

publicidade

Rondonópolis

PODARAM O JARDINEIRO

Publicado

Uma reunião nesta sexta-feira (10) poderá ter colocado um fim no recém-iniciado projeto que estaria sendo organizado pelo pré-candidato a prefeito Claudio Ferreira, do Partido Democracia Cristã (DC).

Com a presença de duas grandes lideranças políticas, o deputado federal José Medeiros (Podemos) e o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) mais representantes do PRTB, PSC e Patriota eles avaliaram o atual momento político e traçaram estratégias com vistas às eleições majoritárias em Rondonópolis.

O nome do coronel Vanderlei Bonoto, atual comandante da 2ª Regional do Corpo de Bombeiros Militar de MT (CRBM-MT) é um dos nomes preferidos para compor a chapa e assediado por várias legendas oposicionistas.

Dessa forma, pode-se dizer que houve uma “poda” as pretensões do pré-candidato do DC, que anteriormente havia participado de uma reunião, com membros do Podemos e outras legendas e na oportunidade foi veiculado a criação de um movimento conservador de direita que estaria lhe prestando apoio.

No entanto segundo as informações, a reunião anterior que estendeu apoio ao representante do DC, não havia passado pelo crivo das lideranças políticas, sendo apenas pautada por manifestações pessoais de alguns membros partidários.

Veja Também:  Lockdown, Prefeitura anuncia novas medidas nesta segunda-feira (13)

No desenho político do momento, os dois parlamentares preferem um nome com maior musculatura e capaz de mexer nas estruturas da política municipal; e neste caso Bonotto que recebeu inclusive apoio do Movimento Conservador de Rondonópolis, seria o nome preferido.

Fonte: Marreta Urgente

 

Continue lendo

Rondonópolis

Lockdown, Prefeitura anuncia novas medidas nesta segunda-feira (13)

Publicado

A Prefeitura Municipal de Rondonópolis foi informada na noite desta sexta – feira (10), da decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e emitiu uma nota Informando que na próxima segunda – feira (13), serão divulgadas as medidas que serão tomadas.

 VEJA                        NOTA
Em virtude da decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a Prefeitura de Rondonópolis informa que tomou ciência e está adequando a decisão judicial à realidade atual para minimizar o impacto das orientações a serem adotadas a fim de garantir, de todas as maneiras possíveis, a segurança dos cidadãos Rondonopolitanos nesse período de pandemia de coronavírus.

Portanto, na segunda-feira (13) serão divulgadas, através de documento oficial, as medidas que serão tomadas em cumprimento a decisão do TRF-1.
Os decretos, 9.480/2020 e 9.570/2020 continuam em vigor.
Gabinete de Comunicação Social.

DA REDAÇÃO

Veja Também:  Com 631 novos registros, Brasil chega a 72,1 mil mortes causadas pela Covid-19
Continue lendo

Rondonópolis

Novo “LOCKDOWN” em Rondonópolis, TRF determina fechamento de todas atividades não essenciais

Publicado

Um novo Lockdown Judicial Foi determinado pelo Tribunal Regional Federal Da Primeira Região através de decisão do Desembargador Federal Souza Prudente.  O pedido é uma ação, ação civil pública movida contra o Município de Rondonópolis/MT.

Que impede o funcionamento de atividades não essenciais, enquanto perdurar o Estado de Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPIN) decorrente da pandemia de COVID-19.

Na decisão o desembargador federal determina:

“ao município de Rondonópolis” a tomar todas as providências necessárias para suspender as atividades não essenciais em seu território, até que prove, inclusive através de pareceres e protocolos de seus órgãos de vigilância em saúde: – que a suspensão das atividades não essenciais no município é desnecessária para assegurar:

 a1) regular funcionamento do SUS no município;

a2) prestação de adequado atendimento médico-hospitalar aos pacientes contaminados pela Covid-19;

a3) prestação de adequado atendimento médico-hospitalar a pacientes com outros agravos, não obstante o bloqueio de recursos médico-hospitalares para atendimento exclusivo à Covid-19;

O atendimento pelo município de Rondonópolis às recomendações, orientações e normas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde que forem de cumprimento cogente, referentes à retirada de medidas de distanciamento social para enfrentamento à Covid-19…

Veja Também:  Em recorde inédito, EUA registram mais de 66 mil casos de Covid-19 em 24h

DA REDAÇÃO

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana