conecte-se conosco


Política MT

CPI da Energisa ouve Gisela Simona

Publicado

Foto: Helder Faria

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa, que tem o objetivo de investigar o aumento nas contas de energia elétrica no estado e também o enxugamento nos quadros de funcionários e a má-prestação dos serviços concessionados pela empresa, realizou a quarta reunião ordinária nessa quinta-feira (05).

Na oitiva recebeu a superintendente da Secretaria-Adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), Gisela Simona. Esta foi o segundo depoimento programado pela equipe técnica; na primeira vez esteve presente o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas (STIU-MT), Dillon Caporossi.

Durante a oitiva dessa quinta-feira, Simona entregou um documento contendo os números de reclamações e irregularidades contra a empresa; valores abusivos cobrados pela Energisa nas faturas; má-prestação de serviços e demora na religação da rede. O relatório contém ainda sugestões indicando melhorias no trabalho da Energisa no estado.

Na sequência, respondeu aos questionamentos dos deputados e mostrou um esboço dos valores das multas aplicadas pelo órgão contra a empresa.

“O Procon tem o papel principal de tentar uma conciliação ou um acordo nessa demanda entre consumidor e fornecedor. Uma vez não tendo essa demanda ele tem ai o poder de polícia de aplicar sanções administrativas e multas. Fiscalizamos as relações consumo e a nossa média de acordo é de 60,68%, porém, hoje, a multa geral do Procon contra a Energisa é de R$ 13.822 milhões, perfazendo um total de 289 penalidades aplicadas”, revelou Simona.

Veja Também:  Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Outro dado mostrado pela superintendente está direcionado para o alto número de reclamações. “Se pegarmos os atendimento por reclamações contra a Energisa, quando começou a operar em Mato Grosso, tivemos em 2015 o montante de 5.359 protestos específicos. Em 2016 foram 5.707, e no ano seguinte os números mostram 5.699. Para 2018 a quantia subiu para 5.809, e neste ano foram 8.285”, afirmou Gisela.

Simona também divulgou informações desde quando iniciaram os trabalhos da CPI. “Da abertura [da CPI] para cá tínhamos uma média mensal de 535 reclamações contra a Energisa, no entanto, esse número pulou para 2.080 em outubro e em novembro 1.700 reclamações, perfazendo nesse período, a somatória de 31.431 entre atendimentos e reclamações contra a empresa”, disse ela.

Os valores abusivos cobrados pela Energisa na fatura de energia elétrica também ganharam destaque na explanação da superintendente do Procon. “São números que nos assustam, vejam por exemplo que, de fato, 82,6% das pessoas que reclamam no Procon são direcionadas pela cobrança abusiva na fatura, ou seja, de valores altos. Quando observamos isso, conseguimos detectar algumas causas, e a principal delas é o acúmulo de consumo (a empresa não faz a leitura presencial que deveria fazer) reconhecido pela própria empresa nas defesas que ela apresenta ao Procon”, apontou Simona.

Veja Também:  Rondonópolis l Democracia Cristã se organiza e garante que será o fator surpresa ao Palácio Cidadania

Ao final da reunião o presidente da comissão, deputado Elizeu Nascimento (DC) destacou a participação e parceria do Procon durante as audiências públicas colaborando com orientações e sugestões para a melhoria dos trabalhos da concessionária em Mato Grosso.

“Temos um parceiro que está ajudando bastante a equipe técnica da comissão, divulgando números. Hoje a Gisela fez uma explanação com apresentação de dados e relatórios do trabalho do órgão para o consumidor fazer suas reclamações e reivindicar seus direitos. Nos últimos meses houve um aumento expressivo na busca do cidadão ao Procon para fazer suas reclamações. Estou bastante satisfeito quanto aos dados demonstrados pela superintendente do Procon”, assinalou Nascimento.

Para a próxima oitiva, a comissão vai convocar um representante da Ager e outro da Defensoria Pública.

Além de Elizeu Nascimento (presidente), compõem a CPI da Energisa os deputados Carlos Avallone (PSDB) como relator; vice-presidente Thiago Silva (DEM); membros titulares Paulo Araújo (PP) e Dr. Eugênio (PSB). São suplentes os deputados Valdir Barranco (PT), Romoaldo Júnior (MDB), Xuxu Dal Molin (PSC), Dilmar Dal Bosco (DEM) e Valmir Moretto (Republicanos).

Fonte: ALMT
publicidade

Política MT

Rondonópolis l Democracia Cristã se organiza e garante que será o fator surpresa ao Palácio Cidadania

Publicado

O partido Democracia Cristã (DC), que hoje está representado no Estado pelos deputados Elizeu Nascimento e Ulysses Morais, eleitos no último pleito, vem desenhando um cenário de fortalecimento da sigla para as eleições municipais deste ano, e neste sentido tem procurado montar uma chapa de peso no terceiro maior colégio eleitoral do Estado (Rondonópolis), tendo à frente o empresário Cláudio Ferreira, “Cláudio Paisagista”, que já consegue agregar 3 partidos que farão parte do seu arco de alianças, podendo ampliar para 4 partidos neste bloco, incluindo próprio DC, segundo Cláudio Ferreira, os três partidos devem vir com chapa completa e devem fazer de 4 a 6 vereadores. Podendo ser o fator surpresa nas próximas eleições, Ferreira acredita ser o fato novo que a sociedade Rondonopolitana pede para o próximo pleito. Cláudio é evangélico da Assembleia de Deus e morador do grande distrito da Vila Operária, detém um grande prestígio junto à vários empresários e é visto com bons olhos junto às famílias tradicionais, além de muito querido em meio a comunidade evangélica.

Veja Também:  Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Rondonópolis está à mais de trinta anos sob o controle de um mesmo grupo político.
Os problemas da cidade são filhos dos problemas desse grupo.
Acreditamos que a política só vai funcionar para as pessoas comuns quando pessoas comuns vierem fazer parte da política”,
justamente por isso, estamos convidando pessoas de fora do sistema político tradicional para debater a administração pública local e fazer parte de um projeto sustentável, que concilia a sociedade em torno dos nossos valores mais fundamentais, à saber; a liberdade, legalidade e a moralidade cristã, que defendam o rompimento com a velha política e suas nefastas práticas.
Em certa medida, todos temos a responsabilidade de interromper o ciclo ideológico pernicioso que representa o atraso e tudo mais que necessitamos deixar para trás, nesse sentido quero agradecer aos nossos 52 pré candidatos a vereadores e demais amigos que tem tido coragem de deixar a vida privada e seu conforto para juntos participar desse empreendimento que tem como objetivo cooperar na mudança do destino de Rondonópolis e das pessoas que aqui vivem. Frisou Cláudio Ferreira, O trabalho está apenas começando,. portanto convido as pessoas honradas desta cidade a se associar a nós para defender nossos princípios e valores finalizou.

Veja Também:  Rondonópolis l Democracia Cristã se organiza e garante que será o fator surpresa ao Palácio Cidadania

Continue lendo

Mato Grosso

Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Publicado

 Deficiente físico é morador da cidade de Juína e se disse cansado do descaso. Prefeito disse que tomará providências e pediu desculpa aos cadeirantes

Cadeirante mora na cidade há 31 anos e ficou paraplégico após levar um tiro (Foto: Marcelo Guedes/site Metropolitana FM)

Indignado com a falta de acessibilidade em Juína, cidade a 737 km de Cuiabá, o deficiente físico Samuel Nobile de Oliveira, de 41 anos, decidiu construir por conta própria uma rampa de acesso ao prédio da secretaria municipal de Saúde. Com um balde cheio de massa de cimento, que levou de casa, algumas madeiras e pedras, o morador foi para a frente do órgão, na tarde de segunda-feira (24), e declarou que não quer mais sofrer constrangimentos. “Não aguento mais passar por isso e estou cansado de esperar pelo poder público. Por isso tomei a iniciativa e não quero mais esperar”, disse.

Samuel mora no município há 31 anos, no Bairro Módulo 4, e ficou paraplégico após ser atingido por um tiro, em 2006. Desde então, se viu preso à cadeira de rodas e ressalta que encontra dificuldades diárias pela falta de acessibilidade juntamente com outros amigos cadeirantes. Ele conta que precisa ir constantemente à secretaria de Saúde por conta de documentos que necessita para fazer tratamento médico em Brasília (DF).

Veja Também:  Rondonópolis l Democracia Cristã se organiza e garante que será o fator surpresa ao Palácio Cidadania

O cadeirante relatou ainda a situação que passa ao ir no posto de saúde do bairro. “Somos atendidos pelos médicos do lado de fora, na rua, porque não têm rampa de acesso. É muita humilhação não sermos tratados como pessoas comuns”, desabafou.

À reportagem, o prefeito Hermes Bergamim disse que já está tomando providências quanto à falta de acessibilidade e garantiu que providenciará melhorias para os deficientes físicos. Também considerou a atitude do morador importante e pediu desculpas pelos constrangimentos que os cadeirantes da cidade têm sofrido. “Estamos colocando a casa em ordem nesses seis meses de gestão. Peço desculpas a todos os deficientes físicos pelas situações e constrangimentos. Vamos tomar as devidas providências na cidade para que isso não ocorra mais”, afirmou.

Continue lendo

Política MT

TRE define data das convenções partidárias e dos registros de candidatos ao senado

Publicado

  Presidente do TRE, o desembargador Gilberto Giraldelli

Os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), tiveram sua primeira reunião de trabalho nesta quarta-feira 22, após o recesso de final ano que é realizado em praticamente todo o judiciário brasileiro, a chamada féria forense.

E nesta quarta-feira já ficou definido além da data na qual se realizará a eleição suplementar para o Senado federal no dia 26 de abril de 2020, definiram-se também as datas das convenções partidárias e as datas dos registros de candidaturas das chapas que vão para o pleito estadual.

Conforme o artigo 7º da resolução de 2020, as escolhas dos candidatos e as deliberações sobre as coligações, os partidos políticos deverão realizar suas convenções no período de 10 a 12 de março de 2020.

O registro dos candidatos deverá ocorrer até as 19h00min horas do dia 17 de março, sendo improrrogado a data limite como subscreve o artigo 8º da resolução.

Para substituir os candidatos caso tenham seus registros indeferidos, cancelados ou cassados, ou ainda renunciar ou falecer, a substituição dos candidatos somente será realizada se um novo pedido for apresentado até 16 (dezesseis) dias antes do pleito das eleições conforme o parágrafo único da resolução.

Veja Também:  Rondonópolis l Democracia Cristã se organiza e garante que será o fator surpresa ao Palácio Cidadania

Segundo o presidente do TRE, o desembargador Gilberto Giraldelli, o maior desafio será fazer com a população possa ir as urnas para cumprir seu papel de votar, devido ao grande número de eleitores que ainda não fizeram o processo de biometria, mais de 500 mil eleitores estão irregular  em todo Mato Grosso, desses mais de  30%  somente em Cuiabá e Várzea Grande.

Para o presidente Giraldelli os eleitores que pretendem votar na eleição suplementar precisam comparecer ao cartório eleitoral de suas respectivas cidades até o dia 21 de fevereiro de 2020, data limite  para efetuar o cadastro eleitoral, caso contrário o prazo seguirá aberto até o dia 06 de maio para aqueles que somente irão votar nas eleições municipais de outubro deste mesmo ano.

O custo da eleição suplementar será de 11 milhões de reais, o aporte será feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O presidente disse também que ainda se discute quem irá arcar com os custos da eleição suplementar, segundo ele  podem ser cobrados dos  responsáveis causadores do ônus pela nova eleição.

Veja Também:  Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Sobre a campanha publicitária e a pré-campanha ainda não se tem as definições. Os desembargadores irão se reunir durante toda a semana para redefinir estes e outros pontos relacionados a eleição de abril.

Fonte JB news

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana