conecte-se conosco


Política MT

Deputados da CPI da Energisa visitam a sede do Ipem-MT

Publicado

Foto: Fablício Rodrigues / Secretaria de Comunicação Social

Os deputados que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa fazem uma visita técnica hoje (2), às 10 horas, à sede do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT). O objetivo é conhecer melhor as atividades do instituto e saber como é feita a perícia nos medidores de energia elétrica suspeitos de fraudes. A visita abre a semana de atividades no Parlamento de Mato Grosso. Confira a seguir, a agenda para os próximos cinco dias:

Segunda-feira (2)

O Instituto Memória do Poder Legislativo abre, a partir das 8 horas, o Prata da Casa, edição de Natal. A feira de artesanato, gastronomia e apresentações artísticas será no saguão principal da Assembleia Legislativa e segue até a sexta-feira (6).

Os deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa fazem, às 10 horas, visita técnica ao Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT). Lá, eles vão saber como é feita a aferição dos medidores de energia elétrica com suspeitas de fraudes e conhecer melhor as atividades do instituto.

A Assembleia Legislativa realiza, às 14 horas, audiência pública para debater a pavimentação asfática na MT-433 – trecho de 22 km entre o distrito de Alô Brasil e o município de Bom Jesus do Araguaia. O evento está marcado para o Ginásio de Esportes Flávio Rocha de Souza, Rua 10, Centro, em Bom Jesus do Araguaia. A audiência foi requerida pelos deputados Thiago Silva (MDB) e João Batista (Pros).

Em Cuiabá, às 14 horas, a Câmara Setorial Temática  (CST) das Pessoas com Deficiência realiza mais uma reunião ordinária. A câmara temática foi criada para estudar e discutir as políticas públicas para a inclusão das pessoas com deficiência (PcD) em Mato Grosso, instituída pelo Ato n° 045/19 da Mesa Diretora. A reunião está marcada para a sala das comissões Deputada Sarita Baracat, 202.

Veja Também:  ​​​​​​​Comissão Especial discute impactos da Covid-19 no financiamento da educação

À noite, às 19 horas, o presidente Eduardo Botelho (DEM) realiza sessão solene para a entrega de títulos de cidadão mato-grossense e outras honrarias a diversas pessoas que contribuíram com o crescimento e o desenvolvimento de Mato Grosso. As homenagens serão feitas no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Terça-feira (3)

A Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR) realiza, às 9 horas, a segunda audiência pública para discutir o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2020. O debate com a equipe econômica do governo e com a sociedade está marcado para o auditório Milton Figueiredo.

Já no período da tarde, às 14 horas, os deputados da Comissão de Constituição, Justiça e Redação realizam 34ª reunião ordinária do ano. Na pauta, 15 proposições para serem analisadas e votadas. Entre elas, seis vetos. A reunião será na sala Deputado Oscar Soares, 201.

Às 16 horas, a reunião ordinária é dos deputados da Comissão de Revisão Territorial, dos Municípios e das Cidades. A análise e votação das matérias acontecem na sala Deputada Sarita Baracat, 202.

Os deputados participam, a partir das 17 horas, de mais uma sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Quarta-feira (4)

Os deputados participam, a partir das 8 horas, de mais uma sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Os deputados da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social fazem, às 14 horas, visita técnica ao Hospital Geral Universitário (HGU), situado à Rua 13 de Junho, n° 2101, Centro Norte de Cuiabá.

Veja Também:  Deputado Thiago comemora avanço nas obras da MT-344 na região sul do estado

À tarde, às 14 horas, a Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais e a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social voltam a se reunir, respectivamente, na sala Deputado Oscar Soares, 201, e na sala Deputada Sarita Baracat, 202.

A Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Amparo à Criança, Adolescente e Idoso volta a se reunir, às 16 horas, na sala Deputado Oscar Soares, 201.

Os deputados participam, a partir das 17 horas, de mais uma sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Quinta-feira (5)

Os deputados participam, a partir das 8 horas, de mais uma sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

A Assembleia Legislativa realiza, às 14 horas, audiência pública para debater a revalidação de diplomas de cursos de graduação e reconhecimento de diplomas de cursos de pós-graduação stricto sensu expedidos por universidades estrangeiras. As discussões acontecem no auditório Milton Figueiredo. A audiência pública foi solicitada pelo deputado Oscar Bezerra, mas com a volta do titular do cargo, vai ser presidida pelo deputado Faissal Calil (PV).

À noite, às 19 horas, o deputado Ulysses Moraes (DC) faz a entrega de títulos de cidadão mato-grossense a diversas pessoas que contribuíram com o desenvolvimento de Mato Grosso. A sessão especial, para as homenagens, acontece no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Sexta-feira (6)

O deputado Dr. Gimenez (PV) realiza, às 19 horas, sessão especial para a entrega de título de cidadão mato-grossense e moções de aplausos. As homenagens serão feitas no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Vale lembrar que a agenda pode ser alterada no decorrer da semana pelos deputados.

Fonte: ALMT
publicidade

Política MT

Ulysses Moraes fiscaliza Hospital Municipal de Barra do Bugres

Publicado


.

Foto: Fernanda Elisa Trindade / Assessoria de Gabinete

Na tarde de quinta-feira (4), o deputado Ulysses Moraes realizou uma fiscalização no Hospital Municipal de Barra do Bugres.  A cidade registrou no último sábado (30) um caso de Covid-19, mas o paciente teve que ser transferido para Cuiabá, porque não existe estrutura adequada para o tratamento do coronavírus na unidade hospitalar. E vale destacar que o deputado está percorrendo os municípios de Mato Grosso com objetivo de acompanhar como estão sendo aplicados os recursos para o combate a essa pandemia.

“O Hospital em Barra do Bugres é antigo e com estruturas bem precárias. No local não tem leitos de Unidades de Terapias Intensivas (UTI) e nem Semi Leitos, os pacientes precisam ser encaminhados para Cuiabá. Está bem crítica a situação”, disse Moraes.

Como o Hospital Municipal de Barra do Bugres só possui enfermarias reservadas para a doença, o último paciente com coronavírus confirmado teve que ser encaminhado para Cuiabá.

“Isso é bem preocupante, porque deu para notar que a cidade não tem a mínima estrutura para combater essa doença, não existem equipamentos adequados e isso acaba refletindo negativamente nas condições de trabalho dos profissionais da saúde daquela Unidade Hospitalar”, acrescentou o parlamentar.

Veja Também:  Projeto regulamenta o uso de veículos aéreos não tripulados pelos órgãos de segurança

Mas, a atual administração do Hospital informou que os materiais essenciais e que os equipamentos já foram solicitados a Secretaria de Saúde do Estado.

É importante ainda ressaltar que tudo o que está sendo verificado nessas fiscalizações se resultará em um relatório. E a partir de então, encaminhado aos Órgãos Estaduais responsáveis para tomar as devidas providências. Além disso, o deputado está percorrendo os hospitais do Estado para investigar e garantir melhorias para os profissionais da saúde.

“Por isso, se você é um profissional da saúde e tem denúncias sobre a Saúde do seu município, pode nos avisar tudo. A ideia é realmente fazer um levantamento de como estão sendo aplicados os recursos ao combate do Covid-19 em Mato Grosso”, garantiu o deputado.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Projeto regulamenta o uso de veículos aéreos não tripulados pelos órgãos de segurança

Publicado


.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Deputado Elizeu Nascimento (DC) é o autor do projeto de lei nº 512/2020 que disciplina o uso de veículos aéreos não tripulados (Vants), também conhecidos como drones. Tecnologia que poderá ser utilizado nas ações policiais e no monitoramento ambiental, de trânsito e de fronteiras.

A propositura propõe que órgãos da segurança pública deverão optar pela utilização dos Vants capazes de armazenar e transmitir imagens nas funções de investigação e de policiamento ostensivo, desde que respeitadas a vida, a integridade física, a intimidade, a privacidade e a imagem das pessoas.

Conforme com a proposta, os cursos de formação e capacitação dos agentes de segurança pública deverão incluir conteúdo programático que os habilite a operar Vants. O projeto também prevê que órgãos de segurança pública definam a quantidade e a qualidade adequadas de Vants para o cumprimento de suas missões.

O texto determina ainda que a o uso de Vants seja regulamentado pela autoridade de telecomunicações, pela autoridade de aviação civil e pela autoridade aeronáutica.

O parlamentar autor da proposta, Elizeu Nascimento, defende que o equipamento é uma valiosa ferramenta de que os órgãos de segurança pública podem dispor tanto na investigação, como no patrulhamento.

Veja Também:  Ulysses Moraes fiscaliza Hospital Municipal de Barra do Bugres

“Em várias situações, como na atuação de inteligência policial, no monitoramento ambiental, de trânsito ou de fronteiras, no apoio de alvos e no suporte a operações policiais, esses dispositivos podem permitir a visualização remota de áreas muito perigosas, extensas ou de difícil acesso, substituindo os helicópteros ou a presença física de policiais, de modo mais barato, rápido e seguro”, afirmou Nascimento.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Projeto de Lei visa o uso de Veículos Aéreos Não Tripulados pelos órgãos de Segurança Pública

Publicado


.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Deputado Elizeu Nascimento (DC) é o autor do projeto de lei nº 512/2020 que disciplina o uso de veículos aéreos não tripulados (Vants), também conhecidos como drones. Tecnologia que poderá ser utilizado nas ações policiais e no monitoramento ambiental, de trânsito e de fronteiras.

A propositura propõe que órgãos da segurança pública deverão optar pela utilização dos Vants capazes de armazenar e transmitir imagens nas funções de investigação e de policiamento ostensivo, desde que respeitadas a vida, a integridade física, a intimidade, a privacidade e a imagem das pessoas.

Conforme com a proposta, os cursos de formação e capacitação dos agentes de segurança pública deverão incluir conteúdo programático que os habilite a operar Vants. O projeto também prevê que órgãos de segurança pública definam a quantidade e a qualidade adequadas de Vants para o cumprimento de suas missões.

O texto determina ainda que a o uso de Vants seja regulamentado pela autoridade de telecomunicações, pela autoridade de aviação civil e pela autoridade aeronáutica.

O parlamentar autor da proposta, Elizeu Nascimento, defende que o equipamento é uma valiosa ferramenta de que os órgãos de segurança pública podem dispor tanto na investigação, como no patrulhamento.

Veja Também:  Deputado propõe realização do projeto on-line "Simulado Enem 2020"

“Em várias situações, como na atuação de inteligência policial, no monitoramento ambiental, de trânsito ou de fronteiras, no apoio de alvos e no suporte a operações policiais, esses dispositivos podem permitir a visualização remota de áreas muito perigosas, extensas ou de difícil acesso, substituindo os helicópteros ou a presença física de policiais, de modo mais barato, rápido e seguro”, afirmou Nascimento.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana