conecte-se conosco


Nacional

Em meio a ofensiva, Síria anuncia corredor humanitário no noroeste do país

Publicado

source
Síria arrow-options
Reprodução/Twitter

Novas informações revelam aumento no número de mortos no incidente do último domingo


DAMASCO — Em meio a uma ofensiva para tentar capturar o noroeste da Síria, considerado o último território em poder da oposição, o Exército anunciou a abertura de um corredor humanitário para permitir que a população local vá para áreas mais seguras. O caminho, que seria seguro de acordo com as promessas de Damasco, começa no sul de Idlib e parte da vizinha província de Hama, onde também ocorrem combates.

Leia também: Em encontro antes do G7, Macron e Putin divergem sobre Síria

 A questão, segundo os oposicionistas, é que não há mais civis nestas regiões, uma vez que todos já fugiram da ofensiva do exército sírio, iniciada em abril. Em entrevista ao site Middle East Eye, Ahmed al-Sheikho, diretor de imprensa do grupo Defesa Civil Síria, os conhecidos Capacetes Brancos, disse que quase todos fugiram em direção à fronteira com a Turquia. Um ativista ouvido pelo site diz que os civis da região têm medo de seguir para as áreas controladas pelo governo.

Veja Também:  Aloysio Nunes é nomeado para cargo de confiança de Bruno Covas

“Como o regime vai receber pessoas que são acusadas de serem terroristas”, afirmou ao Middle East Eye o ativista Massoud Sayyah.

Considerada uma das últimas batalhas do governo sírio para retomar opaís, os combates em Idlib e parte de Hama começaram em abril, forçando a saída de mais de meio milhão de pessoas, segundo a ONU. Deste total, apenas 30 mil seguiram para áreas sob controle do exército. Centenas de pessoas morreram.

O governo de Damasco, que conta com o apoio da Rússia, afirma que está respondendo a ataques do grupo jihadista  Hayat Tahrir al-Sham, que possui presença na região, além de grupos armados que contam com oapoio turco.

Leia também: Sorria, você está no Instagram: as polêmicas contas de ditadores no aplicativo

No caso da Turquia há uma outra questão: por força de acordos acertados com Rússia e Irã, o país possui uma série de postos militares na regiãonoroeste da Síria, o que, por vezes, acaba colocando seus soldados na linha de tiro. Em um dos últimos incidentes, um ataque sírio interrompeu a linha de suprimentos para um posto turco na cidade de Morek. Em resposta, o chanceler turco, Mevlut Cavusoglu, disse que faria onecessário para manter a segurança de seus militares, advertindo a Síria para “não brincar com fogo”.

Veja Também:  Jovem é esfaqueado por colega dentro de sala de aula no interior de São Paulo

Fonte: IG Nacional
publicidade

Nacional

Fotógrafa submarina é atingida por hélice de barco em Noronha

Publicado

source
fernando de noronha arrow-options
Ministério do Turismo / Divulgação

Jovem de 25 anos teve lacerações e fratura exposta na perna.

Uma fotógrafa submarina de 25 anos foi atingida na perna pela hélice de um barco durante um mergulho no sábado (22), em Fernando de Noronha . A embarcação é da empresa para a qual prestava serviço. 

A jovem foi atendida no Hospital São Lucas e transferida em um avião de salvamento equipado com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Recife.

Leia mais: Cid Gomes recebe alta do hospital após quatro dias internado

Uma nota divulgada pela unidade de saúde local informou que a jovem foi levada devido a um trauma  gerado por uma hélice de barco, nos membros inferiores, com lacerações e fratura exposta

A fotógrafa era moradora temporária da ilha . No Recife , foi direcionada ao Hospital da Restauração, localizado no bairro do Derby, na área central da capital. O estado de saúde não foi divulgado, segundo informações do G1 Pernambuco.

Fonte: IG Nacional
Veja Também:  Corpo de Adriano da Nóbrega será submetido a nova necrópsia nesta quinta
Continue lendo

Nacional

Ao menos cinco pessoas foram vítimas de agulhadas no carnaval de Olinda

Publicado

source
agulhadas arrow-options
Divulgação / Secretaria Estadual de Saúde

Em 2019, unidade recebeu mais de uma centena de vítimas de agulhadas.

Pelo segundo ano consecutivo, foliões denunciam que foram vítimas de agulhadas durante os festejos de rua do carnaval de Olinda , em Pernambuco. Até a manhã deste domingo (23), o Hospital Correia Picanço, localizado na Zona Norte do Recife, havia recebido cinco ocorrências. Entre os perfurados estaria uma criança.

Leia mais: Fotógrafa submarina é atingida por hélice de barco em Noronha

A ilustradora Larissa Falcão denunciou o ataque nas ladeiras de Olinda . Segundo o relato compartilhado no Twitter, ela foi atingida na tarde deste sábado (22) de Carnaval. No hospital, conheceu outras vítimas com narrativas semelhantes. O crime aconteceu quando ela foi ao banheiro. A ação foi rápida e evitou que ela conseguisse identificar o suspeito. 

Veja Também:  Homem mata mulher a após discussão por causa de WhatsApp

“E eu não tava sozinha nem nada. Tava acompanhada, brinquei a manhã todinha e de tarde rolou isso. Agora já to melhor, mas meu psicológico não tá nada bem”, contou a jovem na rede social. 

Assim como outros atingidos, Larissa procurou o pronto-socorro, mas denunciou que foi recebida com desconfiança pela equipe médica. “”Eles perguntaram 3x se eu tinha certeza e se não tava bêbada”. Após insistir para ser atendida, a ilustradora realizou um boletim de ocorrência e foi encaminhada ao Hospital Correia Picanço.

Exames emergenciais foram feitos e todos deram negativo para contaminações no caso de Larissa, que iniciou um tratamento preventivo com medicamentos oferecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde ( SUS ). 

Veja Também:  Flávio Bolsonaro diz que Cid Gomes provocou tiro

Leia também: Serviço militar aberto às mulheres está em discussão no Senado

A Secretaria de Estadual de Saúde está apurando as ocorrências deste ano.

Registros em 2019

Em 2019, mais de uma centena de pessoas foi vítima de agulhadas nas ladeiras de Olinda e no carnaval de rua de Recife. A Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que as investigações dos casos seguem na Delegacia do Rio Branco, no Bairro do Recife. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi identificado por retratos falados.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Policiais militares realizam parto dentro de estação em São Paulo

Publicado

source
Policiais militares realizaram parto na estação Barra Funda arrow-options
Divulgação / Polícia Militar

Policiais militares realizaram parto na estação Barra Funda

A Polícia Militar de São Paulo realizou um parto na última sexta-feira (21), na estação Barra Funda, na zona oeste da cidade, e trouxe ao mundo o garoto Isaque.

Leia também: Policial faz parto de bebê durante operação em comunidade

De acordo com o cabo Sérgio Alexandre de Oliveira, ele e o soldado Heleno Inácio da Silva foram chamados pelos seguranças da CPTM, que informaram que uma mulher estava em trabalho de parto dentro de um dos banheiros da estação.

Após a realização do parto, Isaque e sua mãe foram encaminhados para a Santa Casa da região.

Fonte: IG Nacional
Veja Também:  Homem mata mulher a após discussão por causa de WhatsApp
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana