conecte-se conosco


Policial

Estado insere DNA de 1.500 condenados por crimes hediondos em banco nacional

Publicado

Hérica Teixeira | Sesp-MT 

 Em seis meses, Mato Grosso cadastrou no Banco Nacional de Perfis Genéticos os genes de 1.500 reeducandos condenados por crimes hediondos e de grave ameaça. A ação atende à determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, órgão do Governo Federal, conforme a Lei nº 12.654, sancionada em 2012, que visa compartilhar e comparar perfis genéticos para ajudar na apuração criminal e no processo de investigação. As informações são sigilosas.

No Estado, foram inseridos no sistema pessoas custodiadas das unidades Ana Maria do Couto May (feminino), Penitenciária Central do Estado (PCE) e Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). O trabalho de inserção na Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG) começou em maio deste ano e é resultado da parceria entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e o Tribunal de Justiça (TJ-MT).

“Criar um banco de dados nacional com o registro dos autores de delitos criminais graves é um importante passo para a segurança pública no país. Os profissionais de Mato Grosso se empenharam para atender a demanda de atendimentos e isso demonstra também o comprometimento das instituições envolvidas”, revela o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Veja Também:  Polícia Civil queima mais de 120 quilos de entorpecentes em Sorriso

Mato Grosso integra um dos 18 laboratórios credenciados pela rede integrada. São considerados hediondos os crimes de homicídio, roubo seguido de morte, estupro e genocídio. Mato Grosso têm uma população carcerária de 12.221 mil pessoas, entre homens e mulheres, em 53 unidades penais.

“A lei que trata da coleta do perfil genético é de 2012. Desde então, até houve tentativas dos órgãos dos Estados em fazer valer a lei, mas a demanda esbarrava na falta de informações. Mas em 2019, o Governo Federal começou a cobrar a aplicação da lei nos Estados e os órgãos envolvidos se uniram para garantir que o trabalho fosse efetivado”, explica a coordenadora de Perícias em Biologia Molecular da Politec, Kesia Renata Lopes Lemes Melo.

Segundo dados do Ministério da Justiça, divulgados em novembro deste ano, o Banco Nacional de Perfis Genéticos conta com 17.361 perfis de condenados cadastrados. Ainda segundo o órgão federal, estima-se que há 137.600 condenados nessas condições no Brasil e que deveriam ser identificados pelo perfil genético, de acordo com a Pesquisa Perfil de Laboratórios de DNA, realizada em fevereiro de 2018 pelo Comitê Gestor e a Secretaria Executiva da RIBPG.

Veja Também:  Rotam prende três suspeitos com 16 pacotes de ecstazy

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, ressalta que o trabalho de coleta de material genético não alterou as atividades desenvolvidas internamente nas unidades. “O Sistema Penitenciário atuou em conjunto para cumprir a meta do Ministério da Justiça, movimentando a massa carcerária sem nenhuma alteração ao funcionamento dos estabelecimentos penais”.

O trabalho de coleta das amostras já foi encerrado neste ano, mas para 2020, a meta é realizar outros mil atendimentos.

Fonte: PJC MT
publicidade

Policial

PM prende suspeitos e fecha casa de apostas de jogo do bicho

Publicado


.

Na manhã deste sábado (06.06), a Polícia Militar prendeu um casal (57 e 54 anos) por prática ilegal do jogo do bicho, em Rondonópolis. Bobinas de papel, R$ 2.300 e comprovantes e máquinas de apostas foram apreendidos na ação da PM.

Por volta das 11h30, policiais militares receberam uma denúncia de que em uma residência havia um grande número pessoas reunidas e que no local funcionava uma casa de apostas ilegais, no bairro Jardim Iguaçu.

Uma equipe da PM foi até a casa denunciada e se deparou com quatro pessoas que saíam do local e relataram que estavam fazendo apostas. As testemunhas mostraram aos policiais os comprovantes eletrônicos das apostas. Diante da situação, a polícia entrou na casa e localizou o casal que promovia os jogos.

Durante a diligência, a polícia apreendeu três máquina de apostas online, 11 tabelas de apostas, 24 cadernos com anotações de jogos, 11 bobinas de papel, centenas de comprovantes em sacolas plásticas e R$ 2.300,00 em dinheiro trocado. Todo o material foi apreendido e o local fechado

Veja Também:  PM prende suspeitos e fecha casa de apostas de jogo do bicho

O casal foi preso em flagrante e entregue à delegacia.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

Fonte: PM MT

Continue lendo

Policial

PM traça plano estratégico para segurança de manifestantes e preservação do patrimônio

Publicado


.

A Polícia Militar traçou um plano estratégico de monitoramento e acompanhamento de possíveis mobilizações em espaços públicos, que devem ocorrer no domingo (07.06), em Cuiabá. O efetivo atuará na segurança dos manifestantes e também na preservação do patrimônio público.

De acordo com o planejamento elaborado, o 1º Comando Regional de Cuiabá estará à frente das ações de segurança com o apoio das unidades do Comando Especializado da PMMT.

Além da 20ª Companhia de Força Tática, unidade do próprio 1º CR, caso haja necessidade, está previsto o emprego de equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e dos Batalhões de Trânsito, Rotam e Cavalaria.

As possíveis manifestações estão sendo divulgadas em redes sociais, informes e notícias veiculadas na imprensa similares as que ocorreram em outros Estados.

Fonte: PM MT

Veja Também:  Rotam prende três suspeitos com 16 pacotes de ecstasy
Continue lendo

Policial

Polícia Civil de Pontes e Lacerda recebe doação de máscaras de proteção facial

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil do município de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) por meio da Delegacia Regional, conseguiu através de parceria com Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a doação de máscaras de proteção facial (face shield) para uso dos servidores das unidades policiais.

As máscaras de uso individual serão distribuídas para os policiais civis das delegacias de Pontes e Lacerda, e dos municípios de Comodoro, Campos de Júlio, Vila Bela da Santíssima Trindade e Jauru.

Conforme o delegado regional de Pontes e Lacerda, Clayton Queiroz Moura, o doação surgiu em face da pandemia do vírus Covid-19 e da necessidade de uma atuação efetiva e segura dos profissionais de segurança pública lotados na região.

“As máscaras são frutos de uma doação realizada pelo IFMT de Pontes e Lacerda, que em parceria com o Conseg estão desenvolvendo o projeto “Mascovid” coordenado pelo professor e mestre Bernardo Janko Gonçalves Biesseck”, disse Clayton Queiroz Moura. 

Durante visita realizada na tarde de sexta-feira (05.06) ao campus do Instituto Federal e acompanhado do diretor professor e doutor Stefano Teixeira Silva, o delegado da Regional de Pontes e Lacerda conheceu toda a estrutura do projeto e ressaltou a importância do trabalho policial e da adoção de medidas de prevenção e controle desta doença que assola todo o mundo.  

Veja Também:  Rotam prende três suspeitos com 16 pacotes de ecstasy

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana