conecte-se conosco


Carros

Fiat Toro bate recorde de vendas em outubro

Publicado


Fiat Toro cinza arrow-options
Divulgação

Fiat Toro deverá ter mudanças no fim do ano que vem. Porém, mesmo sem mudanças, está com vendas em alta


As vendas da picape Fiat Toro atingiram o maior patamar desde o lançamento, em 2016. De acordo com os números divulgados pela Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), o modelo teve 6.914 unidades vendidas em outubro, o que é 11% acima das 6.226 unidades de julho de 2018, que era o maior volume até agora.

 LEIA MAIS:  Por que a Fiat Toro vende (bem) mais que as outras picapes?

Com 35% de participação no mercado, a Fiat Toro é seguida pela Toyota Hilux , a picape média mais vendida no mês passado, ainda conforme dados da Fenebrave, com 3.395 unidades. Depois vem a Chevrolet S10 (2.633), que vem perdendo participação no mercado a ponto de se aproximar da Ford Ranger (2.329), o terceiro modelo mais vendido do segmento.

Outra picape média que tem perdido fôlego nas vendas é a VW Amarok (1.063), que acabou sendo ultrapassada pela Renault Duster Oroch (1.204), por enquanto a única rival direta da Fiat Toro,mas que a partir de 2021 passará a ter novas rivais, como a VW Tarok e modelos da Hyundai, GM e Ford.

Veja Também:  Conheça a nova Ford F-150, agora também em versão híbrida

LEIA MAIS:  Veja 5 picapes intermediárias que serão lançadas no Brasil até 2025

Para completar o ranking das 10 picapes médias mais vendidas em outubro, a Mitsubishi L200 (853) fica em sétimo, com a Nissan Frontier (745) logo atrás, mas com tendência de alta nas vendas, provavelmente levada por promoções nas concessionárias. Veja a seguir como ficou o ranking das picapes médias e intermediárias mais vendidas em outubro, segundo a Fenabrave, com a Fiat Toro na liderança. 

1 – Fiat Toro: 6.914

2 – Toyota Hilux: 3.395

3 – Chevrolet S10: 2.633

4 – Ford Ranger: 2.329

5 –Renault Oroch: 1.204

6- VW Amarok: 1.172

7- Mitsubishi L200: 853

8- Nissan Frontier: 745

publicidade

Carros

VW registra nome e-Samba, que pode ser para nova Kombi

Publicado


source
Kombi
Divulgação

O conceito I.D.Buzz mostra a Kombi do futuro e traz uma lembrança da lendária van popular de passageiros e de carga, um sucesso mundial

A Volkswagen vai começar a vender a nova geração da Kombi apenas em 2022, mas já existe uma pista de como o novo modelo deverá ser batizado. Isso porque a matriz da marca registrou o nome e-Samba , que pode ser utilizado pelo menos em uma versão do carro que terá apenas motores elétricos no lugar do a combustão.

LEIA MAIS:  Kombi faz 60 anos: relembre versões icônicas que já foram vendidas no Brasil

O nome Samba foi adotado pela Volkswagen no passado, mais exatamente entre as décadas de 1950 e 1960, quando a fabricante tinha a primeira geração da Kombi , que logo de tornou um dos ícones da marca em todo o mundo. E na variação mais luxuosa, vinha com 21 ou 23 janelas, o que é bastante raro e valrizado no mercado de clássicos hoje em dia.

Também não se sabe ainda em qual versã da nova Kombi elétrica o nome e-Samba poderá ser usado. De qualquer forma, o carro vai se basear no protótipo ID Buzz , que foi muito bem aceito pelo público nas exposições internacionais das quais participou.

LEIA MAIS: Volkswagen confirma que vai produzir a nova geração da Kombi

Veja Também:  Conheça a nova Ford F-150, agora também em versão híbrida

Entre outras características interessantes, a nova VW Kombi elétrica terá dois motores elétricos , um para cada eixo, que somarão 374 cv de potência, pelo menos em uma versão. As demais deverão vir apenas com tração traseira e menos fôlego, apenas para passageiros ou para carga, assim como já foi mostrado anteriormente pela marca em algumas ocasiões, como no Salão de Los Angeles (EUA), há dois anos.

Fonte: VW ID Talk

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

Conheça a nova Ford F-150, agora também em versão híbrida

Publicado


source
Ford F-150
Divulgação

Ford F-150 híbrida chega com equipamentos de última geração, que marcam a nova era de tecnologia para a Ford

O mercado norte-americano é o maior do mundo em picapes e cria as novas tendências neste segmento. Agora, a expectativa do consumidor é pelos modelos eletrificados, já que há várias prometidas para 2021 e 2022. Mas, sem dúvida, a Ford F-150 é a uma das mais esperadas e já saí frente com um modelo híbrido.

LEIA MAIS: GM prepara a chegada do novo SUV elétrico Chevrolet Bolt EUV

Superpopular nos Estados Unidos, a Ford F-150 estreou esta semana com uma pré-apresentação gravada on-line, realizada pelo ator Denis Leary na fábrica de Dearborn, em Detroit, e transmitida no YouTube, Facebook e Twitter. Está picape seria bem-vinda no Brasil.

Ford F-150
Divulgação

A Ford F.150 2021 recebeu modificações externa e interna e o destaque é o modelo híbrido

O destaque da linha é a versão híbrida da F-150 que usa um motor twin-turbo de 3.5L V6, com um motor elétrico de 35 quilowatts e uma bateria de íon-lítio do tamanho de uma mala colocada sob a cabine. A autonomia é de mais de 1.100 km com um tanque.

Veja Também:  Harley-Davidson Heritage Classic agora tem motor 114

Na nova F-150 híbrida foram introduzidas mudanças significativas por dentro e por fora, que incluem nova estrutura, design e conectividade. Ela está recheada de tecnologia como, por exemplo, terá opcionalmente um modo de condução mãos-livre.

LEIA MAIS: Conheça o Citroën ë-C4, crossover elétrico sucessor do Cactus

O F-150 oferecerá 11 estilos de grade. Os pára-lamas dianteiros são elevados. As lâminas da grade são móveis para aumentar a eficiência de combustível. Elas retraem-se parcialmente em velocidades mais baixas especialmente no off-road.

No interior da picape híbrida , uma tela de toque de 8 ou 12 polegadas, conforme a versão, no tamanho de um tablet com informações em tempo real e com múltiplas funções. O sistema de conectividade SYNC 4 foi aprimorado e é compatível com o Apple CarPlay, Android Auto, Waze e Ford + Alexa.

Ford
Divulgação

A Ford F.150 introduz mudanças significativas e algumas conveniências criativas como uma bancada de trabalho na porta da caçamba

Uma novidade interessante é que será equipada com um gerador que produz 2,4 a 7,2 quilowatts para operar uma base de trabalho, transformando o banco da frente para guardar ferramentas e a porta da caçamba como bancada.

Tesla
Divulgação

A F.150 e a Tesla Cybertruck devem fazer um grande duelo no segmento de picapes elétricas

“Para a Ford, o mercado de picapes é realmente crítico para a sua lucratividade. A nova F-150 é o nosso principal lançamento do ano e já oferece uma boa idéia da versão totalmente elétrica que chega em 2022”, afirmou Jim Farley, executivo-chefe da Ford.

Veja Também:  Veja as diferenças entre o Toyota Corolla de corrida e o de rua

LEIA MAIS: Mercedes terá modelos EQA e EQS, como elétricos de grife

Bem, com a Ford F-150 , a montadora parece estar ciente que precisa ter também uma versão elétrica de sua famosa picape. Afinal, há vários lançamentos anunciados no segmento e como Tesla Cybertruck, com seu estilo ousado, esperado de 2021.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

Harley-Davidson Heritage Classic agora tem motor 114

Publicado


source
Harley-Davidson
Guilherme Marazzi

A Harley-Davidson Heritage Classic 2020 mantém o estilo dark

Tudo o que eu tinha pra falar da Harley-Davidson Heritage Classic já foi dito há dois anos , quando a motocicleta incorporou as melhorias da linha Softail e virou “dark”, trocando o excesso de cromados por muita tinta preta.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Street Glide Special 2020 com tecnologia de ponta

Na linha 2020, a Harley-Davidson Heritage Classic tem agora o maior motor da família Softail , o Milwaukee-Eight 114 (a anterior tinha o motor menor, o M-Eight 107). Juntamente com a Low Rider e a Road Glide Limited, esses três modelos foram lançados no Brasil no inicio deste ano.

Harley-Davidson
Guilherme Marazzi

Os alforjes têm trava com chave e acabamento com tachas, assim como os bancos

A dirigibilidade da Harley-Davidson Heritage Classic 2020 permanece a mesma, bastante melhorada desde quando o modelo ganhou a ciclística das Softail, mas o acréscimo de toque no motor de maior cilindrada (11,8 kgfm) a deixou bem mais agradável, principalmente nas retomadas de velocidade.

Veja Também:  Honda Civic Si 2020 chega com uma série de novidades

LEIA MAIS:Confira a incrível história da Honda CB 450 DOHC Black Bomber

Mas é o visual da Harley-Davidson Heritage Classic 2020 que mais atrai. Perdeu os cromados das versões originais, mas mantém o estilo tradicional , agora dark, tem o para-brisa removível e os alforjes pretos que podem ser trancados com chave.

Harley
Guilherme Marazzi

Para-brisa removível e faróis de leds fazem parte do visual retrô-moderno

Apesar do visual retrô, elementos como os três faróis de led, ponto USB no panel de instrumentos e o sistema eletrônico de controle de velocidade de cruzeiro conferem à Herley-Davidson Heritage Classic status de modernidade.

LEIA MAIS: Uma Harley-Davidson no fora de estrada? Acompanhe nossa aventura

A Harley-Davidson Heritage Classic 2020 custa R$ 89.300, na cor preta, R$ 89.975 na cor vermelha, R$ 90.875 com pintura em dois tons (vermelho e preto ou dois tons de cinza) e R$ 91.175 com pintura personalizada (azul ou laranja com faixas).

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana