conecte-se conosco


Agro News

IPPA/CEPEA: Hortifrútis, grãos e pecuária elevam IPPA/Cepea de setembro

Publicado


Cepea, 16/10/2020 – Em setembro, o IPPA/CEPEA (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários) manteve o movimento de alta, com avanço de 8,3%, em termos nominais, frente a agosto. Esse resultado reflete as variações positivas observadas em todos os grupos de produtos, com destaque para o IPPA-Hortifrutícolas, que subiu 12,6%; seguido pelo IPPA-Grãos, com elevação de 10,3%; do IPPA-Pecuária, com aumento de 8,1%; e, de forma mais sutil, do IPPA-Cana e Café, com avanço de 0,2%.
Entre os hortifrutícolas, foram registradas altas importantes para a banana e o tomate, mas os preços da laranja e da uva também subiram. Para os grãos, o principal impulso ao índice veio da alta da soja, dado o alto peso desse produto na composição do grupo, e a maior variação nominal absoluta foi observada para o arroz – os preços do milho e do algodão também subiram no mês. No caso da pecuária, os destaques foram as altas nos preços do boi gordo, do leite, dos suínos e dos frangos. Já o índice composto por cana-de-açúcar e café registou leve variação positiva, o qual se atribui ao avanço do preço da cana-de-açúcar, em contraste ao recuo observado no preço do café. Na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos industriais, calculado e divulgado pela FGV, teve alta de 2,8% – logo, de agosto para setembro, os preços agropecuários subiram frente aos industriais da economia. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  ALGODÃO/CEPEA: Procura supera oferta, e Indicador sobe 17% na parcial de outubro
Fonte: CEPEA

publicidade

Agro News

Produtores da Aprosoja ajudam a resgatar animal que teve patas queimadas em incêndio

Publicado


Sustentabilidade

Produtores da Aprosoja ajudam a resgatar animal que teve patas queimadas em incêndio

A anta estava com ferimentos graves, e uma equipe do Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (PAEAS) foi acionada

Arquivo

24/10/2020

“O produtor rural salva. Ele tem consciência de que cabe a todos cuidarmos e salvarmos a fauna e a flora”. A declaração é da produtora rural e delegada coordenadora do núccleo de Primavera do Leste da Associação dos Produtores Rurais de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Rosana Galbieri Leal, que abrigou por dois dias uma anta com as 4 patas queimadas em incêndio florestal na região de Santo Antônio de Leverger. O animal é um macho e pesa cerca de 200 quilos.

“É gratificante quando você consegue movimentar em pouco tempo uma equipe para salvar uma vida. Sempre estamos de portas abertas para ajudar a preservar o meio ambiente e seus animais que ali vivem. Precisamos passar para as próximas gerações de que esse é um trabalho contínuo, de conscientização”, declarou Rosana.

Veja Também:  CITROS/CEPEA: Liquidez elevada e baixa oferta mantêm preço da laranja pera em alta

A anta foi encontrada pela engenheira agrônoma da empresa Bayer, Micheli Guizini, na região de Santo Antônio de Leverger e seria resgatada via terrestre, mas por questões de segurança o animal teve que repousar por dois dias na Fazenda Campolina. Ele estava com ferimentos graves, e uma equipe do Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (PAEAS) foi acionada.

Melissa Galbieri, também produtora rural e associada a Aprosoja, auxiliou no resgate do animal. “A sede de nossa propriedade é caminho para Primavera do Leste, então a agrônoma Micheli pediu que o animal ficasse lá até ser providenciado o resgate apropriado. Não foi nada fácil, temos muito cachorros na fazenda, armamos uma ‘cerca de bags’ e deixamos um funcionário lá à noite cuidando dela. Para cada vida vale a pena, precisamos ter consciência”, afirmou Melissa.

A equipe de profissionais da PAEAS identificou que as patas do animal estavam muito machucadas e de imediato fizeram curativos para aliviar a dor. Ele foi transportado por um helicóptero do Exército Brasileiro até a Base Transpantaneira, no Pantanal.

Veja Também:  Anvisa e Mapa regulamentam o uso dos estoques do Paraquat na safra 20/21

De acordo com informações do PAEAS, já foram atendidos 182 animais em regiões de queimadas em Mato Grosso.

 

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Continue lendo

Agro News

Anvisa e Mapa regulamentam o uso dos estoques do Paraquat na safra 20/21

Publicado


Defesa Agrícola

Anvisa e Mapa regulamentam o uso dos estoques do Paraquat na safra 20/21

Aprosoja orienta os produtores a obedecerem às instruções repassadas pelas instituições

23/10/2020

A Associação dos Produtores Rurais de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) orienta seus associados a obedecerem a Instrução Normativa Conjunta assinada na última quinta-feira (22.10), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que regulamenta o uso de Paraquat na safra de 2020/2021 (clique aqui).

Fica autorizado o uso de produtos à base do ingrediente ativo Paraquat até o prazo máximo estabelecido para respectiva cultura e região (ANEXO). Após o uso, caso o produtor ainda tenha em estoque o produto fica autorizado armazenar em sua propriedade pelo prazo adicional de 30 dias, de forma a viabilizar o seu recolhimento por parte da empresa. O estoque remanescente do produto Paraquat deve obrigatoriamente ter a Receita Agronômica.

Ainda de acordo com o documento, as empresas titulares do registro deverão recolher os estoques desses produtos em embalagens de volume igual ou superior a 5 litros, em poder dos agricultores, até 30 dias após o termino do prazo, que permite a sua utilização nas respectivas cultura e região.

Veja Também:  ALGODÃO/CEPEA: Procura supera oferta, e Indicador sobe 17% na parcial de outubro

As cooperativas de agricultores poderão distribuir, exclusivamente, aos seus cooperados os produtos formulados até 15 dias antes do término do prazo máximo previsto para sua utilização nas respectivas cultura e região.

O uso do Paraquat havia sido proibido pela Anvisa a partir do dia 22 de setembro deste ano. No entanto, após uma articulação que envolveu entidades como a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Abrapa, Abramilho, membros da Frente Parlamentar da Agropecuária e do Ministério da Agricultura, o uso dos produtos já adquiridos pelos produtores foi permitido para evitar ainda mais prejuízos ao setor.

 

 

 

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Continue lendo

Agro News

FRANGO/CEPEA: Diferença entre preço da carne de frango e os das concorrentes é a maior da série

Publicado


Cepea, 23/10/2020 – Os preços da carne de frango e das duas principais concorrentes, bovina e suína, seguem em movimento de alta no mercado doméstico neste mês. A proteína avícola, contudo, ainda se mostra como a opção mais competitiva, já que os valores desta carne têm se distanciado das cotações das concorrentes. Levantamento do Cepea mostra, inclusive, que a diferença atual entre os preços da carne de frango e os das concorrentes é a maior da série, iniciada em 2004, em termos reais (as médias mensais foram deflacionadas pelo IPCA de setembro/20). Segundo colaboradores do Cepea, a alta competitividade favorece a demanda doméstica pela carne de frango, que, por sua vez, tem impulsionado consecutivamente as cotações da avicultura de corte nos últimos meses. No mercado da carne bovina, as exportações em ritmo aquecido e o preço elevado da arroba do boi gordo, por conta da menor oferta de animais para abate, elevam as cotações da carcaça. A situação para a carne suína é similar à bovina, com oferta restrita de animais em peso ideal de abate, contexto que tem impulsionado as cotações de todo o setor. Nas últimas semanas, a baixa disponibilidade e os preços elevados dos principais insumos da atividade suinícola, milho e farelo de soja, têm preocupado agentes deste setor, tendo em vista que isso tende a restringir ainda mais a oferta de animais no curto e médio prazos. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Veja Também:  Produtores da Aprosoja ajudam a resgatar animal que teve patas queimadas em incêndio
Fonte: CEPEA

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana