conecte-se conosco


Entretenimento

“Killing Eve” e a revolução feminina no universo da espionagem

Publicado

Se você já ouviu falar de Phoebe Waller-Bridge
você está em dia com um dos nomes mais quentes do entretenimento no momento. A atriz e roteirista britânica, canceriana de 33 anos, é a grande fiadora de um movimento que ganha forma na cultura pop atual, as mulheres dominando a espionagem
.

Leia também: “Easy” observa angústias inerentes às relações amorosas em seu ano final


Phoebe Waller-Bridge
Divulgação

Phoebe Waller-Bridge é o principal expoente da revolução feminina no universo da espionagem

É de Phoebe a produção executiva e o argumento de “Killing Eve”, aclamada série que propõe um jogo de gato e rato entre uma agente do MI6 e uma espiã assassina. A segunda temporada da produção estreia nesta sexta (24) no Globoplay. Ela também supervisiona o roteiro do próximo filme de James Bond.

O texto de Phoebe se notabiliza pelo humor cortante. Pense em Vilanelle, a irresistível psicopata vivida por Jodie Comer em “Killing Eve” e dá pra entender a razão dela estar envolvida no próximo Bond. Mas o que Phoebe faz é muito mais profundo que isso. Ela é a principal face de uma rotação inédita neste universo da espionagem na cultura pop.

Veja Também:  Naya Rivera salvou o filho e depois se afogou, diz polícia

Killing eve
Divulgação

Segunda temporada de “Killing Eve” estreia nesta sexta-feira (24) no Globoplay

Ela escreve personagens femininas complexas, inusitadas e envolventes. Uma psicopata mulher não é algo que se encontre em produções por aí e faz parte do charme da série exibida pelo Globoplay
.

O despertar como criadora veio com as séries “Crashing” e “Fleabag”, cuja segunda temporada estreou recentemente no Amazon Prime Video, que misturavam humor e melancolia sem qualquer vestígio de correção política e comedimento.

Leia também: Com Superman do mal, “Brightburn” aborda o terror de maneira criativa

Ter alguém como Phoebe à frente de uma produção que pensa a mulher além da redistribuição de cotas imperativas no cenário cultural atual é importantíssimo. Veja o exemplo de “Hana”, outra série ambientada no universo da espionagem e com uma protagonista feminina.

A produção, também do Amazon Prime Video, é adaptada do filme homônimo de Joe Wright lançado em 2011, mas não apresenta a mesma sustância narrativa e o mesmo viés subversivo de “Killing Eve”.

Legado


Hana
Divulgação

Cena de “Hana”: mulheres à frente de histórias de espionagem

Da espanhola “O Tempo entre Costuras” (2013) a prestigiada “Homeland” (2011-atual), passando por “The Americans” (2013-2018), “Agent Carter” (2015-2016) e “Jessica Jones” (2015-2019), as mulheres mergulharam com força neste universo ao longo desta década.

Veja Também:  Confirmada a morte de Naya Rivera, atriz de "Glee", aos 33 anos

Leia também: Deliciosamente exagerado, “Aladdin” faz a linha cafona, mas cativa pelo charme

“Killing Eve”
e Phoebe Waller-Bridge são a maior expressão de uma tendência que se avolumou nos últimos anos na cultura pop com séries focando em mulheres às voltas com o universo da espionagem. Agora, Bond, maior símbolo tanto de masculinidade como da  espionagem
, empresta um pouco desse fôlego para continuar relevante.

publicidade

Entretenimento

Naya Rivera salvou o filho e depois se afogou, diz polícia

Publicado


source

Após se confirmado que o  corpo encontrado no Lago Piru na última segunda-feira (13) era de Naya Rivera, o Departamento de Polícia de Ventura disse, em coletiva de imprensa, que a atriz teria socorrido o filho, mas não conseguiu ter força para lutar contra a correnteza e acabou morrendo afogada. Josey, de apenas 4 anos, teria dito as autoridades que  viu a mãe desaparecer na água.

Naya Rivera e Joey Dorsey
Reprodução

Naya Rivera e Joey Dorsey


De acordo com a polícia, o barco não estava ancorado quando mãe e filho foram nadar e a correnteza estava muito forte no momento.  Naya Rivera teria voltado ao barco para salvar o filho, mas não conseguiu subir na embarcação.

“Foi durante esse período que o garoto descreveu que a mãe o ajudou. Ele disse aos investigadores que olhou para trás [quando estava no barco] e a viu desaparecer na água. Acreditamos que ela reuniu energia suficiente para colocar seu filho de volta no barco, mas não conseguiu se salvar”, disse o xerife a imprensa.

Veja Também:  Claudia Rodrigues é internada novamente

O filho de Naya Riveira está com o pai, o ator Ryan Dorsey. A atriz ficou conhecida por viver Santana Lopez na série musical “Glee” e seu corpo foi encontrado justamente no dia em que a morte do ator Cory Monteith, que foi protagonista da atração, completou sete anos.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Luan Santana demite músicos e equipe técnica por conta da crise

Publicado


source

Que a pandemia do novo coronavírus deixou diversos setores em crise não é novidade para ninguém. E para tentar driblar a má fase, mas sem deixar de ajudar os seus, o cantor Luan Santana adotou uma medida estratégica com seus músicos.

Luan Santana
Reprodução/Instagram

Luan Santana


Como não há uma previsão de retorno dos shows e os profissionais continuam sem trabalhar, Luan decidiu desligar toda a banda e equipe técnica e de produção que atua na estrada. Como esses profissionais são contratados via CLT, o objetivo do artista é possibilitar que eles tenham acesso aos direitos trabalhistas para que possam se manter no período da crise.


Segundo a coluna apurou, assim que tudo voltar ao normal, os funcionário devem ser recontratados por Luan. Procurada, a assessoria do cantor confirmou a recontratação e emitiu um comunicado: “Os departamentos jurídico e administrativo de Luan Santana concluíram pela necessidade de encerrar os contratos com sua equipe de estrada, que envolve banda, técnicos e produção.

Veja Também:  Morre a youtuber Nicole Thea, que estava grávida de 8 meses, aos 24 anos

Veja o comunicado de Luan Santana:

Em razão da pandemia decorrente do novo coronavírus e da paralisação dos shows por tempo indeterminado, os departamentos jurídico e administrativo de Luan Santana concluíram pela necessidade de encerrar os contratos com sua equipe de estrada, que envolve banda, técnicos e produção.

Foram dispensados cerca de 20 colaboradores, que eram devidamente registrados e recebiam de acordo com a CLT. Foram garantidas todas as remunerações da equipe até 05 de agosto de 2020 e os acertos rescisórios compreendem todos os direitos previstos em lei, tais como férias, 13º salário, multa de 40% sobre o FGTS e entrega da documentação necessária para habilitação dos colaboradores no programa do seguro desemprego.

Vale ressaltar que Luan Santana manteve a equipe de estrada por cinco meses, apesar da total paralisação dos shows e da queda drástica de faturamento. E, com a esperança e o desejo de que o mercado artístico-musical se normalize o mais rápido possível, informa o intuito de priorizar futura recontratação de pessoas que já integram sua equipe.

Foram dispensados cerca de 20 colaboradores, que eram devidamente registrados e recebiam de acordo com a CLT. Foram garantidas todas as remunerações da equipe até 5 de agosto de 2020 e os acertos rescisórios compreendem todos os direitos previstos em lei, tais como férias, 13º salário, multa de 40% sobre o FGTS e entrega da documentação necessária para habilitação dos colaboradores no programa do seguro desemprego”.

Fonte: IG GENTE

Veja Também:  Mariana Rios fala sobre aborto espontâneo: "Eu sabia que seria assim"

Continue lendo

Entretenimento

Claudia Rodrigues é internada novamente

Publicado


source
Claudia Rodrigues
Reprodução

Claudia Rodrigues

Claudia Rodrigues voltou a ser internada na segunda-feira (13). A atriz está no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo jornalista Felipeh Campos, do programa A Tarde É Sua, da RedeTV!, a situação de saúde da atriz não é das melhores, e ela teria ido direto para a UTI. Entretanto, a unidade informou que “a pedido da família, não haverá boletim [médico]”.

A artista sofre de esclerose múltipla, doença autoimune que atinge o sistema nervoso central e que ela foi diagnosticada há mais de 20 anos. No início deste ano, Claudia sofreu uma crise convulsiva e foi internada na UTI da mesma unidade onde está hoje.

Já em 2019, ela foi hospitalizada para tomar a segunda dose do remédio que promete cessar com a progressão e a degeneração da esclerose múltipla. A doença já levou 30% da massa encefálica da comediante.

Fonte: IG GENTE

Veja Também:  Claudia Rodrigues é internada novamente
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana