conecte-se conosco


Política Nacional

“Lula faz parte do passado do país”, diz Sergio Moro

Publicado

Moro e Lula arrow-options
Reprodução/Internet

“Os problemas judiciais dele permanecem e cabe a ele resolver”, diz Moro sobre Lula

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nesta segunda-feira (2) à rádio Jornal Caruaru  que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz parte do seu passado e do passado do país. “Eu nem gosto muito de falar dele”, disse, fugindo de perguntas sobre o petista.

Leia também: Mãe de vítima de Paraisópolis acha que filho não foi pisoteado: “foi chacina”

Moro tentou se distanciar de associações aos processos que Lula responde na Justiça. “Os problemas judiciais dele permanecem e cabe a ele resolver. A gente não tem nenhuma interferência”, disse. O ministro, no entanto, vê que o ex-presidente foi beneficiado pela decisão do Supremo Tribunal Federal.

“Se alguém foi absolvido de um crime, a pessoa fica tranquila. Mas se a pessoa foi condenada, ela precisa sofrer as consequências, senão o sistema não funciona”, explicou. O ministro realçou que um dos principais destaque do pacote anticrime , ao seu olhar, seria a prisão em 1ª instância, para que “não haja impunidade”.

Veja Também:  Deputado quer que governo explique uso de helicópteros em atos pró-Bolsonaro

Leia também: Bombeiros não localizam sobreviventes de queda de avião em São Paulo

“Um dos fatores que estimula a prática de crimes é a impunidade. O crime se combate de várias maneiras. Uma delas é reduzir a impunidade”, afirmou Moro .

publicidade

Política Nacional

“Invasivas e agressivas”: Serra se defende e ataca ações da Lava Jato

Publicado


source
José Serra
Roque de Sá/Agência Senado

José Serra (PSDB-SP) e sua filha foram alvo de mandados de busca e apreensão.

Após ser alvo de denúncias feitas pelo Ministério Público Federal (MPF), o senador  José Serra (PSDB-SP) divulgou uma nota se defendendo e atacando as ações da Lava Jato . Ele e sua filha, Verônica Allende, estão sendo investigados por lavagem de dinheiro transnacional.

“Causa estranheza e indignação” disse a nota divulgada pela assessoria do senador. “É lamentável que medidas invasivas e agressivas como as de hoje sejam feitas sem o respeito à lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República”, continuou.

Serra disse ainda que os mandados são baseados em atos “antigos e prescritos” ao se referir aos episódios, datados de 2006 e 2007. Segundo o MPF, o tucano recebeu pagamentos indevidos da Oderbrecht para favorecer a empreiteira em obras do Rodoanel.

Veja Também:  Deputados querem afrouxar PEC da segunda instância

Confira a nota na íntegra:

Causa estranheza e indignação a ação deflagrada pela Força Tarefa da Lava Jato de São Paulo na manhã desta sexta-feira (3) em endereços ligados ao senador José Serra. Em meio à pandemia da Covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da Acusação.

É lamentável que medidas invasivas e agressivas como a de hoje sejam feitas sem o respeito à Lei e à decisão já tomada no caso pela Suprema Corte, em movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República.

O Senador José Serra reforça a licitude dos seus atos e a integridade que sempre permeou sua vida pública. Ele mantém sua confiança na Justiça brasileira, esperando que os fatos sejam esclarecidos e as arbitrariedades cometidas devidamente apuradas.

Assessoria de Comunicação

Senador José Serra (PSDB/SP)

Continue lendo

Política Nacional

Weintraub deseja sorte a Feder antes dele aceitar cargo de ministro oficialmente

Publicado


source
homem de terno e gravata
Agência Brasil

Ministro da Educação, Abraham Weintraub

O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou as redes sociais na tarde desta sexta-feira (3) para desejar sorte ao  novo convocado pelo presidente Jair Bolsonaro para a pasta de Educação, Renato Feder .

“Desejo sorte e sucesso ao novo ministro da Educação, Renato Feder, e ao Presidente @jairbolsonaro. Estarei sempre torcendo pelo bem do Brasil”, afirmou o ex-ministro. Feder, que é secretário de Educação do Paraná, foi convidado por Bolsonaro na manhã desta sexta, mas ainda não se posicionou oficialmente sobre se vai aceitar ou não o cargo.

O secretário é o segundo ministro convocado por Bolsonaro para cargo deixado por Weintraub no dia 18 de junho . A primeira pessoa a aceitar o cargo, Carlos Alberto Decotelli,  pediu demissão na última terça-feira (30), poucos dias após assumir ministério.

Veja Também:  Deputados querem afrouxar PEC da segunda instância

Continue lendo

Política Nacional

Cidade brasileira aprova 100% de aumento no salário de prefeito e vice

Publicado


source
casa
Google Street View

Aumento foi aprovado pela Câmara Municipal de Patu

A Câmara de Vereadores da cidade de Patu, município com pouco mais de 12 mil habitantes no estado do Rio Grande do Norte , causou polêmica após aprovar na última semana um aumento de 100% no salário do prefeito e do vice-prefeito da cidade.

Agora, o prefeito que assumir no ano de 2021, que teria um salário de R$ 10 mil, ganhará salário de R$ 20 mil; o vice, que antes recebia R$ 5 mil, passa a receber R$ 10 mil. O Projeto de Lei, sancionado pelo prefeito Rivelino Câmara (MDB), também aumentou em 30% os salários dos futuros veradores, que passam a receber R$ 5,2 mil.

Os secretários estaduais, que antes recebiam R$ 3,1 mil, passam a receber R$ 4,5 mil, em um aumento de 42%. A votação foi aprovada por cinco votos a favor e um voto contrário. Três dos nove vereadores da cidade não compareceram à sessão. Em nota, a Câmara Municipal de Patu afirmou que o procedimento é “constitucional” e “amparado na lei de responsabilidade fiscal e lei orgânica da cidade”.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana