conecte-se conosco


Mulher

Marido com demência emociona esposa ao pedi-la em casamento pela segunda vez

Publicado

source

Anne Duncan, da Escócia, é casada com Bill há 12 anos. No último ano, porém, o marido, que foi diagnosticado com demência — condição que compromete o discernimento e a memória —, está com dificuldades de lembrar do nome dela e dos momentos que viveram juntos. Porém, ele a surpreendeu da forma mais bonita: pedindo sua mão em casamento (de novo).

Leia também: História de amor: eles se conheceram na maternidade e casaram 30 anos depois

Anne e Bill Duncan arrow-options
Reprodução/Facebook/Anne Duncan

O marido e a esposa se casaram pela segunda vez após ele esquecer que eles já tinham oficializado a relação há 12 anos


Em um post que viralizou no Facebook, Anne conta que o marido lhe disse que queria viver com ela para sempre antes de perguntar “quando” eles poderiam se casar. Dois dias depois, ela organizou uma segunda cerimônia no jardim da casa deles para simbolizar esse pedido. 

“Meu incrível esposo há 12 anos, Bill, me disse que queria se casar comigo. Como muitos de vocês sabem, ele está vivendo com demência há nove anos. No último ano, ele não está mais conectado com o nosso relacionamento e não consegue lembrar o meu nome”, contou no post.

Veja Também:  Mãe grava filho dizendo que quer se matar após sofrer bullying e comove internet

A mulher disse que se sentiu “muito tocada” quando o parceiro lhe disse que “gostava muito, muito dela e queria estar com ela para sempre”. “Bill não fala muito agora e acha difícil expressar seus pensamentos, mas ganhei muitos beijos e abraços ao aceitar seu pedido. Foi muito fofo. Mais um momento para ser lembrado”, comenta.

Leia também: Amigos que, aos 30, fizeram pacto de se casar aos 50 anos oficializam união

Marido e esposa se casam pela segunda vez

O que Anne não esperava é que o esposo iria lembrar do pedido de casamento no dia seguinte. “Ele queria saber quando a gente iria se casar. Então, comprei um vestido naquela tarde, esperando devolvê-lo para a loja sem ter usado. Mas Bill ainda lembrava da promessa”, disse. 

Juntos, o casal comprou “bolos especiais” do mercado e convidou os demais membros da família  e amigos para comparecer à casa deles. Um de seus familiares levou flores para o buquê e para enfeitar os cabelos da noiva, enquanto um amigo da família preparou uma cerimônia e a renovação dos votos, incluindo uma “parte especial para que Bill sentisse que eles realmente estavam se casando pela primeira vez.” 

Veja Também:  Não é só bagunça: carnaval também anima as crianças pelo Brasil; veja fotos

“No outro dia, com enfeites feitos por Lynne, arranjos de flores de Eva e Susan, um tempo lindo e minha família maravilhosa a nossa volta, Bill e eu nos ‘casamos’ de novo. Fomos muito abençoados por recebermos o apoio dos nossos familiares e amigos próximos, que nos amam e fizeram tudo o que podiam para nos ajudar a aproveitar a vida juntos.”

Leia também: Com homenagem ao esposo morto na guerra, viúva fica famosa e faz promessa

“Nunca sonhei que renovaríamos nossos votos, mas realmente fizemos isso. Foi tudo tão lindo. Meu marido foi maravilhoso e a melhor coisa disso tudo é que duas semanas depois, ele ainda acha que acabou de se casar comigo, que antes a gente apenas namorava, e isso o deixa muito feliz. Por favor, tirem disso a conclusão que você nunca pode achar que só porque alguém tem demência avançada, ela não pode te surpreender. Bill me fez muito feliz de novo”, finalizou.

Fonte: IG Delas
publicidade

Mulher

Folia a dois: qual o significado das fantasias de carnaval preferidas por eles

Publicado

source

As mulheres podem vestir o que quiserem no carnaval e fora dele e isso não é nenhuma novidade. Mas também não há nada errado se a sua intenção é escolher um look da lista de fantasias de carnaval para agradar o parceiro e esquentar o clima a dois, afinal, você é livre para compor seu visual. 

mulher gato arrow-options
Divulgação

Mulher Gato já ganhou diversas versões nas telas e está entre as fantasias de carnaval preferida dos homens

Segundo pesquisa feita pelo site Meu Patrocínio, voltado para quem busca um relacionamento sugar , algumas fantasias de carnaval  não saem da cabeça dos homens. Veja quais são e o que elas significam para eles: 

1. Mulher Gato

Esse clássico dos cinemas e das histórias em quadrinhos lidera do ranking, com 42% dos votos dos homens. “Segundo psicólogos, a fantasia de uma felina traz mistério e sedução, sem julgamento moral daquilo que é certo ou errado, prevalecendo o instinto animal”, diz a pesquisa. 

2. Enfermeira

Ter uma mulher vestida de enfermeira é a preferência de 28% dos entrevistados. De acordo com o site, isso significa que o homem quer atenção e receber cuidados. 

Veja Também:  “Sugar baby” tem cinco “daddies” e recebe R$ 1,7 mil por encontro

Leia também: 26 posições sexuais para enlouquecer um homem na cama

3. Diadinha

Esse é um clássico da folia e aparece em terceiro lugar no ranking, com 17% dos votos. Para os homens, a fantasia é uma mistura de doçura com um fogo arrasador. 

4. Coelhinha

Em quarto lugar, preferida por 8% dos entrevistadas, está o look de coelhinha. “Elas traduzem o vigor, a timidez, a vivacidade e a sexualidade, despertando a vontade de carícias e brincadeiras”, segundo o site. 

Leia também: 7 coisas que eles adoram na hora do sexo

5. Policial

Para fechar o top 5 das fantasias de carnaval que mais agradam os homens, a vestimenta de policial, com 5% dos votos. Aqui entra também um pouco de fetiche e a vontade ser dominado, como “o desejo de ter que responder a um poder superior e cumprir ordens”. 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Não é só bagunça: carnaval também anima as crianças pelo Brasil; veja fotos

Publicado

source

O carnaval no Brasil é papo sério e faz ou já fez parte vida de quase todos os brasileiros. Afinal, quem nunca curtiu a folia pelo menos uma vez na vida ou conhece alguma boa história de alguém próximo?

Leia também: Foliona se empolga e solta palavrão ao vivo na TV Globo; assista vídeo 

Para quem tem filhos, a folia não precisa necessariamente acabar pelo cuidado com os pequenos. Por todo o Brasil há opções infantis e as crianças aproveitam muito o carnaval, no seu jeito. Versões infantis dos principais blocos de rua, blocos criados para crianças, festas em clubes e matinês são algumas das atrações que visam o público infantil e agitam os principais carnavais brasileiros: no Rio de Janeiro, em Salvador, no Recife, em Olinda, em Belo Horizonte e em São Paulo, a festa é também infantil.

Confira fotos de crianças curtindo o carnaval pelo Brasil


Fonte: IG Delas
Veja Também:  Deputado autor do projeto botão do pânico desabafa sobre não derrubada do veto, assista o vídeo.
Continue lendo

Mulher

Mulher fala como é ter vício em sexo: “Desmarcava qualquer coisa para transar”

Publicado

source

A britânica Frankie Considine, de 28 anos, diz que o vício em sexo quase destruiu sua vida. Ela conta que, desde que perdeu a virgindade – aos 14 anos – já dormiu com mais de 130 homens, chegando a transar com 4 deles em um único dia. 

mulher arrow-options
Adrian Orange/The Sun

Viciada em sexo, Frankie desabafa e diz que doença quase destruiu sua vida

“Eu só conseguia funcionar e fazer minhas obrigações do dia se soubesse que, em algum momento, haveria sexo ”, explica ela, que conta se relacionar predominantemente com amigos de amigos e ex-namorados, mas também com pessoas que conhece em aplicativos de encontros. 

Frankie foi diagnosticada como viciada sexual há apenas dois anos, mas convive com o distúrbio desde que consegue se lembrar da sua vida sexual. “Perdi minha virgindade aos 14 e, aos 16, iniciei um namoro de quatro anos. Mesmo que eu o amasse, não conseguia evitar as traições ”, recorda ela, em entrevista ao portal The Sun

Leia mais: Viciada em sexo dá detalhes sobre como problema atrapalha sua vida

O quadro, então, piorou após o falecimento da sua mãe. “Quando minha mãe morreu eu tinha 20 anos. Terminei o namoro e comecei a usar o sexo para lidar com o luto. Eu estava desesperada por atenção e contato com outras pessoas e essa foi a maneira que encontrei de lidar”, diz.

Veja Também:  Horóscopo do dia: previsões para 23 de fevereiro de 2020

Foi nessa fase que Frankie conta ter se envolvido com a maior quantidade de homens. Foi quando viveu o episódio de quatro transas em um único dia. “Eu tive um encontro pela manhã, nós ficamos e depois eu levei meu carro para o mecânico. Naquele dia eu ainda dormi com o mecânico e um amigo e, logo depois, saí para outro encontro”, relembra ela. 

Além da forma como o sexo absorveu sua vida prática, a mulher diz que as outras relações interpessoais também ficaram de lado, trazendo problemas. “Eu desmarcava qualquer coisa com amigos se fosse para transar. Eu inventava doenças no trabalho. Me tornei ausente”, diz. 

Como praticava todas as relações sem proteção ou anticoncepcionais – conta ela – as infecções também não demoraram a aparecer. “Tive muitas IST’s . Fui infectada com o vírus HPV em 2013 e depois cheguei a ter clamídia duas vezes”, conta ela. 

Leia mais: Viciado em sexo descreve processo difícil em busca de cura

O maior problema, porém, surgiu em 2014, quando Frankie descobriu que estava grávida . “Eu não fazia ideia de quem poderia ser o pai. Tinha cinco ou seis opções e não poderia recorrer a ninguém. Foi quando tomei a decisão de um aborto”, conta. Para Frankie, o episódio foi decisivo para que ela procurasse ajuda. 

Veja Também:  Não é só bagunça: carnaval também anima as crianças pelo Brasil; veja fotos

Na terapia, ela entendeu a raiz de alguns dos seus problemas e recebeu o diagnóstico de vício em sexo. “Foi um alívio para mim perceber que eu não era um monstro, que muitas das coisas não eram minha culpa”, explica ela. Segundo Frankie, o principal motivador para o seu vício era a necessidade de atenção. 

“Meus pais se divorciaram quando eu tinha 13 anos. Fiquei com meu pai, que é taxista e passava o dia inteiro fora de casa. Eu lembro de procurar chats na internet para conseguir conversar com alguém”, lembra. 

Hoje, Frankie diz que seu tratamento envolve mais calma e consciência nas relações. “O sexo funciona como uma droga pra mim, eu sei que me faz mal. Por isso, quando conheço alguém, vou com calma, quero conhecer a pessoa”, diz ela. 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana