conecte-se conosco


Mundo

Menina de 10 anos fica grávida após ser estuprada por irmão de 15 anos

Publicado

Mãe denuncia filho por estuprar sobrinha de 6 anos
Pixabay

A polícia da cidade de Misiones, na Argentina, investiga um caso de estupro de uma menina de 10 anos de idade pelo próprio irmão, um adolescente de 15, dentro de casa. Os abusos foam descobertos após a garota dar entrada em um hospital pediátrico de Posadas, nesta segunda-feira (11), com fortes dores abdominais.

Segundo o jornal Clarín, um médico pediatra detectou a gravidez de aproximadamente oito meses. A menina confessou que sofria abusos sexuais por parte do irmão, mas disse ter sido estuprada “apenas uma vez”. De acordo com os policiais, a criança parecia não entender o que estava acontecendo.

A mãe da menina, que tem sete filhos, relatou não saber sobre as agressões e teria “ficado em estado de choque” com a notícia. O hospital denunciou o caso ao juizado de menores, que está investigando o crime.

Ainda segundo as autoridades, o adolescente de 15 anos somente estudou até o fim do ensino fundamental e não frequenta a escola desde então, por sofrer de crises convulsivas. Para a Justiça, ele não pode ser condenado por causa da idade, mas irá responder ao processo como menor. O rapaz, por ora, está sob a tutela da tia.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão preventiva de homem investigado por feminicídio em Tabaporã

O Conselho Tutelar da cidade foi até a residência da menina e não detectou sinais de maus tratos ou ambiente insalubre no local. A diretora da vara da Infância do Ministério do Desenvolvimento Social da Província, Ana María Pereira, afirmou ao Clarín que que o bebê será cuidado pela avó.

“Vamos tentar fortalecer esse vínculo para que o adulto seja responsável e a menina possa retomar sua vida escolar, conforme apropriado”, disse Pereira. “Sou assistente social há anos e estou realmente impactada, porque se trata de uma criança muito pequena. É a mais nova que já tivemos de atender”, completou.

publicidade

Mundo

Ex-ploto Michael Schumacher passará por nova cirurgia

Publicado

Desde o seu acidente de esqui no final de 2013, há especulações sobre o estado de saúde de Michael Schumacher. A família divulgou poucas informações sobre isso, sem entrar em detalhes. Isso abre espaço para os rumores, desta vez sobre uma nova cirurgia pela qual o heptacampeão mundial terá que se submeter.

Em setembro passado, foi noticiado que Schumacher havia sido transferido para o hospital Georgers-Pompidou, em Paris, para uma intervenção. Ele teria recebido um tratamento experimental com células-tronco. Segundo o ‘controcopertina.com’, Schumacher vai realizar pela segunda vez este transplante de células-tronco.

A intervenção será realizada pelo mesmo médico. Philippe Menasche, médico responsável, já havia declarado que o objetivo da cirurgia é “reparar o sistema nervoso de Michael”. Ainda não está claro até que ponto isso teve sucesso na primeira tentativa.

“Nos últimos 20 anos, a ciência fez um grande progresso no tratamento de células-tronco, mas isso não muda o fato de ainda sabermos pouco sobre o cérebro humano. Não somos capazes de dizer quais resultados ele trará”, afirmou o neurocirurgião Nicola Acciari.

Veja Também:  Em abordagem, homem é pego com 13 munições no bolso

DA REDAÇÃO

Continue lendo

Entretenimento

‘O amor da minha vida’, diz Jovem que vai casar com milionário de 60 anos

Publicado

Relacionamentos entre pessoas com grande diferença de idade têm sido algo bastante comum na sociedade atual. Apesar do extremo preconceito que ainda há nesse tipo de relação, os casais com mulher ou homem muito mais jovem têm deixado de lado o medo de assumir o romance, como no caso que você verá adiante.

Ashleigh Petrie é uma jovem de apenas 23 anos de idade que mora na cidade de  Melbourne, localizada no estado de Victoria, na Austrália. Ela demonstrou sua felicidade recentemente através de seu perfil nas redes sociais, contando aos amigos sobre sua novidade.

A garota está noiva do rico magistrado da cidade, Rodney Higgins, que tem quase 60 anos de idade. Ela revelou que ele a pediu em casamento enquanto os dois estavam na paradisíaca Fiji, hospedados em um hotel cinco estrelas do local chamado Resort Warwick, que é bastante caro.

Em seu Facebook, Petrie, que aparenta estar muito feliz com o noivado, escreveu: “Começou com uma queda e agora tenho um anel no dedo. O amor da minha vida me pediu em casamento e eu disse SIMMM“.

Veja Também:  Monitorados são pegos com carro roubado no Trevo do Lagarto em Várzea Grande

Os dois se conheceram em um tribunal no qual Rodney é juiz. Ashleigh é funcionária do mesmo local, e os dois parecem estar muito bem com a relação apesar da grande diferença de idade, que é de quase 4 décadas.

Ainda em sua rede social, Petri acrescentou: “Que 10 dias maravilhosos foram aqui em Fiji! Primeiro, cheguei como namorada de Rod e deixei como noiva de Rod! Mal posso esperar para me tornar a sra. Higgins!“. No pedido de noivado, a garota recebeu um caríssimo anel encrustado de diamantes.

DA REDAÇÃO.

Continue lendo

Mundo

Coreia do Norte não tem casos de coronavírus e intriga o mundo

Publicado

O regime da Coreia do Norte voltou a afirmar no domingo, 12, que não há nenhum caso confirmado da covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, no país.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou que não havia casos confirmados do novo coronavírus na Coreia do Norte.

Segundo a OMS, centenas de pessoas testaram positivo para o novo coronavírus. Porém, já não há mais vestígios da covid-19 no país comandado por Kim Jong-un.

A pandemia já atingiu 180 países. O mundo tem mais de 1,8 milhão de casos confirmados e 113 mil mortes, segundo dados Universidade Johns Hopkins.

Em janeiro, logo após o vírus ser detectado, o país se isolou ainda mais do mundo ao anunciar que estava fechando as fronteiras com a China e adotando medidas rígidas de confinamentos aos seus cidadãos.

“Adotamos medidas preventivas e científicas como inspeções e quarentenas para todas as pessoas que chegavam ao país, desinfetamos os produtos, fechamos as fronteiras e bloqueamos todas as rotas marítimas e aéreas”, afirmou Pak Myong Su, diretor do departamento de epidemias da Coreia do Norte.

Veja Também:  Em abordagem, homem é pego com 13 munições no bolso

Por ser um regime autoritário sem a garantia da liberdade de expressão e de imprensa, é difícil saber o que ocorre dentro do país.

O comandante militar norte-americano na Coreia do Sul, general Robert Abrams, declarou no mês passado que tinha “praticamente certeza” de que a Coreia do Norte registrava casos do vírus, apesar das negativas de Pyongyang. Especialistas também questionam as informações divulgadas pelo regime.

Na vizinha do Sul, o vírus atingiu 9.976 pessoas e matou 169 delas, apesar dos esforços do governo em combater a epidemia e testar em massa a população.

Enquanto a doença ainda se alastrava dentro da China, em fevereiro, o ministério das Relações Exteriores da Rússia anunciou que enviou à Coreia do Norte cerca de 1.500 kits de diagnóstico, após um pedido de Pyongyang dado “o risco existente da Covid-19”.

Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) pretende destinar 900 mil dólares ao país para ajudar na resposta ao vírus.

Especialistas afirmaram temer que uma epidemia da Covid-19 no país possa causar grandes danos à população, que vive em situação de extrema pobreza. O próprio ditador Kim Jong-un advertiu no mês passado para “graves consequências” se o vírus entrasse no país.

Veja Também:  Padrasto é preso por ameaça e lesão corporal em Cuiabá

Fonte O Estadão

 

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana