conecte-se conosco


Agro News

MILHO/CEPEA: Indicador volta à casa dos R$ 84

Publicado


Cepea, 22/02/2021 – Os preços do milho voltaram a subir na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Capitalizados e atentos ao campo, vendedores do cereal voltaram a se afastar do mercado spot nacional nos últimos dias. Já alguns compradores que precisam recompor parte dos estoques acabam pagando valores maiores por novos lotes. Ainda assim, os fechamentos de negócios têm sido apenas pontuais. Pesquisadores do Cepea ressaltam que as recentes valorizações do milho também estiveram atreladas a preocupações com os fretes no mercado interno. Isso porque, à medida que a colheita da soja avança, verifica-se diminuição na oferta de caminhões para transporte de milho. Nesse cenário, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (base Campinas-SP) voltou a operar na casa dos R$ 84/saca de 60 kg no final da semana passada. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Veja Também:  CITROS/CEPEA: Apesar de ritmo intenso de colheita, preço da tahiti está elevado no mês
publicidade

Agro News

Aprosoja alerta: atraso no Plantio do Milho pode gerar cancelamento do Seguro Agrícola

Publicado


Política Agrícola e Logística

Aprosoja alerta: atraso no Plantio do Milho pode gerar cancelamento do Seguro Agrícola

Milho será semeado fora da janela indicada pelo Zoneamento Agrícola de Risco Climático

26/02/2021

Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) orienta os associados que contrataram seguro agrícola para a cultura do milho, que se atentem a janela do plantio, já que de acordo com dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA), o cultivo do cereal nesta safra apresenta atraso significativo se comparado a anterior, o que pode gerar prejuízos caso haja necessidade de acionar o seguro.

Conforme dados do IMEA, colheita da soja safra 2020/21 apresenta um atraso de 32% em relação ao ano anterior e boa parte do cereal que teria de estar plantado até o final de fevereiro será semeado fora da janela indicada pelo Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC), consequentemente, as apólices de seguro agrícola contratadas junto com o custeio da safra, ou à parte, tendem a não cobrir os riscos da atividade, em virtude das regras definidas nas próprias apólices.

Veja Também:  ALGODÃO/CEPEA: Indicador sobe 8,66% nesta parcial de fevereiro

Sendo assim, a Aprosoja orienta seus associados que contrataram seguro agrícola para que atentem-se a janela de plantio do seu município, de acordo com a cultivar escolhida e o tipo de solo da propriedade, e caso identifique que a semeadura ocorrerá fora da indicação do ZARC, que notifique a seguradora e instituição financeira, se for o caso, sobre o agravamento de risco da atividade.

Segundo a entidade, a notificação deve ser realizada em formulário próprio (clique aqui para baixar) e é condição obrigatória para que o segurado não perca o valor do prêmio do seguro, além de não ser indenizado em caso de sinistro. A Seguradora, após notificada, tem 15 dias para se manifestar em relação a sua decisão de cancelar a apólice ou, mediante acordo entre as partes, restringir a cobertura contratada.

“Produto rural, fique atento! Somente de posse da notificação de agravamento de risco será possível solucionar eventuais conflitos relacionados à cobertura das apólices de seguro”, alerta Aprosoja Mato Grosso.

Fonte: APROSOJA

Continue lendo

Agro News

FRANGO/CEPEA: Mesmo com queda recente, média mensal da carne ainda está em alta

Publicado


Cepea, 26/02/2021 – As médias mensais da carne de frango estão em elevação nesta parcial de fevereiro frente a janeiro, de acordo com dados do Cepea, devido às valorizações intensas registradas no início do mês. Esse cenário é observado apesar das quedas nos preços nos últimos sete dias, devido à menor demanda neste período. Na região de Toledo (PR), por exemplo, a desvalorização da carne congelada foi de 1,6% de 18 a 25 de fevereiro, a R$ 6,76/kg no dia 25. No entanto, a média parcial de fevereiro, de R$ 6,70/kg, ainda está 10,2% acima da registrada no primeiro mês de 2021. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Veja Também:  Aprosoja participa de posse do IPA
Continue lendo

Agro News

CITROS/CEPEA: Apesar de ritmo intenso de colheita, preço da tahiti está elevado no mês

Publicado


Cepea, 26/02/2021 – Mesmo com o pico de safra da lima ácida tahiti nas principais regiões citrícolas do estado de São Paulo, as cotações da fruta estão em patamares elevados, segundo dados do Hortifruti/Cepea. Isso ocorre porque, segundo pesquisadores, o volume de produção está reduzido frente a anos anteriores. O clima quente e seco durante o desenvolvimento das floradas (no segundo semestre de 2020) comprometeu o pegamento dos frutos, limitando a oferta. Em fevereiro (até o dia 25), os preços da fruta registram média de R$ 30,73/cx de 27 kg, colhida, o maior valor nominal da série histórica do Cepea, iniciada em 1996, considerando-se apenas os meses de fevereiro. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Veja Também:  Aprosoja participa de posse do IPA
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana