conecte-se conosco


Policial

Motorista de aplicativo para na frente de unidade da PM e marido agressor é preso

Publicado


.

Na madrugada deste sábado (23.05), por volta das 3h, policiais da 2ª Companhia do Parque Cuiabá, unidade do 9º Batalhão de Polícia Militar da Ccapital, prenderam um homem (33 anos) que agrediu a companheira (21 anos) dentro de um veículo de transporte de passageiros por aplicativo.

O agressor foi preso graças à atuação do motorista, que ao testemunhar a agressão dentro de seu veículo parou na porta da unidade da Polícia Milita e denunciou o agressor. A mulher, que momento da ação policial estava bastante ferida, com sangue por todo o corpo, relatou que estavam retornando de uma festa, em casa de amigos, quando o marido, por ciúmes, começou a agredi-la.

O homem, conforme a narrativa dos policiais no Boletim de Ocorrências, apresentava um pequeno corte em um dedo da mão direita, oriundo da força dos inúmeros socos que desferiu na companheira. O suspeito foi preso e levado para a Central de Fragrantes do Cisc Verdão para demais providências legais.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Veja Também:  Homem é preso em flagrante vendendo drogas em rua do bairro Jardim União
Fonte: PM MT

publicidade

Policial

Policiais civis prendem em flagrante suspeito por homicídio ocorrido em Guarantã do Norte

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante, nesta quarta-feira (28), um suspeito pelo homicídio de um rapaz de 35 anos, ocorrido durante a madrugada.

A Delegacia da Polícia Civil de Guarantã foi acionada no início da madrugada desta quarta-feira sobre uma pessoa que estava caída na Avenida Pioneiro José Nelson Coutinho, paralela à BR-163. No local, a equipe policial constatou que a vítima já se encontrava sem vida e tinha ferimento no peito de arma perfuro cortante.

Com início da investigação, os policiais apuraram que a vítima, morador da cidade, estava apenas de cueca e camisa e próximo ao local foi encontrada uma peça íntima feminina. Durante as diligências, os investigadores verificaram que a vítima estava, na noite anterior, bebendo em um bar junto com um casal e que houve pequenos desentendimentos entre o suspeito e a vítima.

Em buscas pelo casal, a equipe de investigadores localizou um caminhão parado em uma oficina mecânica para conserto. No interior do veículo estava o casal que, em entrevista aos policiais, negou o crime e afirmou que não sabia de nada. Os dois negaram, inclusive, que teriam estado com a vítima na noite anterior. Porém, com base nas divergências apuradas e indícios existentes, a equipe deu voz de prisão aos dois.

Veja Também:  Foragidos da justiça são capturados em Cuiabá, Rondonópolis e Juína

Na unidade policial, em entrevista preliminar com o delegado Waner dos Santos Neves, a mulher do suspeito, de 26 anos,  acabou confessando que seu marido matou a vítima porque esta havia lhe cantado. O suspeito, de 48 anos, apresentou versão diferente para o crime, dizendo que não conhecia a vítima que se sentou à mesa em que ele estava com sua esposa. Ainda segundo o suspeito, a vítima começou a desrespeitar sua esposa e por isso resolveram ir embora para seu caminhão.

O suspeito afirmou que estava preparando o jantar, quando a vítima apareceu com uma barra de ferro na mão quando, para se defender, segurou a faca e a vítima teria se chocado contra o instrumento e saído correndo. Nem o suspeito ou a esposa souberam explicaram porque a vítima foi encontrada vestida somente com a roupa íntima e nem sobre o sutiã encontrado na cena do crime.

Considerando as evidências, o delegado determinou o auto de prisão em flagrante do suspeito pelo crime de homicídio qualificado, cuja pena de reclusão é de 12 a 30 anos.  

O corpo da vítima foi encaminhado para necropsia e liberado após conclusão dos trabalhos periciais.

Veja Também:  Homem é preso em flagrante vendendo drogas em rua do bairro Jardim União

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Após denúncia ao 197, policiais civis apreendem adolescente com drogas em ônibus intermunicipal

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT  

Um adolescente com envolvimento no tráfico de drogas foi apreendido pela Polícia Civil no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá), após denúncia feita no disque 197 do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), na Capital.

O rapaz de 17 anos foi abordado na madrugada desta quarta-feira (27.05), com aproximadamente 500 gramas de maconha, durante ação da equipe plantonista da 1ª Delegacia de Polícia de Tangará da Serra.

As diligências iniciaram após informações repassadas pela equipe de policiais civis do Ciosp de que um adolescente havia embarcado em um ônibus, na Capital, com destino à Tangará da Serra, transportando entorpecente.

Os investigadores de Tangará da Serra passaram a fazer diligências para apurar em qual empresa de transporte rodoviário o suspeito estaria. Após a identificação, a equipe aguardou a chegada do ônibus.

Assim que o veículo estacionou no Terminal Rodoviário de Tangará da Serra, os policiais civis conseguiram abordar e apreender o rapa que estava com a substância ilícita dentro de uma mochila.

Veja Também:  Rotam detém homem que vendia droga em bairro de Várzea Grande

O adolescente, já conhecido no meio policial, foi conduzido para a 1ª Delegacia de Tangará da Serra, onde foi ouvido pelo delegado plantonista e autuado por ato infracional análogo ao tráfico de drogas.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Rondonópolis

Virou Pizza l Ato realizado neste sábado (30) na Praça Brasil terá pizza gigante, veja matéria.

Publicado

Os organizadores do movimento popular pró-CEI, realizarão neste sábado (30) a partir das 08:00 horas da manhã mais um ato na Praça Brasil, na ocasião os organizadores levarão para praça uma pizza gigante de 10 metros, em homenagem aos 10 vereadores que votaram contra a abertura da comissão especial de investigação (CEI), o que levou no ditado popular acabar em pizza.

Os organizadores  fazem um convite a toda população que tem o desejo de manifestar repúdio ao acovardamento dos vereadores, que compareçam às 08: horas da manhã na praça brasil e levem 1 kg de alimento que serão utilizados para atender à famílias carentes.

PRECAUÇÕES E HIGIENE

Os organizadores pedem ainda que todos compareçam usando máscaras de proteção devido à pandemia covid-19. A pizza será cortada durante o ato e distribuídas entre os presentes, porém para isso, os organizadores farão marcadores de distanciamento no calçadão para evitar aglomeração, bem como fornecerão álcool 70 para higienização dos presentes e ainda a equipe de voluntários estarão portando luvas e máscaras.

Veja Também:  Força Tática recupera moto e prende suspeito com arma de fogo e droga em Rondonópolis

ENTENDENDO O MOVIMENTO

O movimento iniciou-se para viabilizar a coleta das 7.000 (sete mil) assinaturas que seria apresentada à câmara municipal com intuito de mostrar o clamor da sociedade pela investigação dos casos envolvendo compras de materiais de limpeza feita pelo município como medida de combate ao novo coronavírus e que foram apontadas pelo MPC (ministério público de compras), com superfaturamento de até 400 % e que a câmara estava se negando aprovar o pedido de abertura de uma CEI feita por vereadores da oposição ao prefeito. Acontece que logo após o movimento de coleta de assinaturas ganhar corpo logo no seu terceiro dia, os vereadores reuniram-se as pressas num domingo, para combinarem a abertura da mesma, porém ao que parece, seria um jogo de cartas marcada com jogadas ensaiadas, sabido já por eles que não passaria na votação, o que de fato aconteceu, a casa de leis se transformou num verdadeiro teatro, com 10 votos favoráveis, 09 contrários e uma abstenção, neste caso impedindo o presidente da casa de desempatar o jogo e assim ser instaurada a comissão que por vez teria a missão de fiscalizar e trazer para sociedade a verdade dos fatos, o que pegou muito mal para os “representantes” do povo.

Veja Também:  Em 24 horas, PM recupera carros avaliados em R$ 300 mil em Cuiabá

Veja o quadro abaixo os vereadores que votaram contra a abertura da CEI.

São eles:

Beto do Amendoim; juary Miranda; Vilmar Pimentel; Bilú do depósito de areia; Batista da Coder; Orestes Miraglia; Roni Cardozo; Reginaldo Santos; João Moto táxi e Elton Mazette.

DA REDAÇÃO.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana