RONDONÓPOLIS

Política Nacional

“Nós não temos mais respostas”, diz Kátia Abreu sobre questionamentos do povo

Publicados

em


source
Senadora Kátia Abreu na CPI da Covid-19
reprodução/tv senado

Senadora Kátia Abreu na CPI da Covid-19


A senadora Kátia Abreu (PP-TO), em seu momento de fala durante a Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid-19 , mostrou-se oposta a condução do governo do presidente Jair Bolsonaro na gestão da pandemia.

A parlamentar falou em defesa da microbiologista Natalia Pasternak, elogiando a conduta da cientista de posicionar-se e defender a ciência. Senadora também questionou o fato de ser contra ou a favor de Jair Bolsonaro. Pois segundo ela, teria votado 100% das pautas alinhadas ao Governo Federal. 

Entretanto,  Kátia Abreu afirmou não ter mais respostas aos questionamentos do povo sobre vacina e os altos números de mortes no Brasil. “As pessoas me perguntam, estão arrumando vacina para nós? Quando vai parar de morrer gente? Nós não temos mais resposta, não temos resposta para dar”, declarou.

Propaganda

Política Nacional

Randolfe: CPI vai investigar “corrupção ativa e passiva” na compra de vacinas

Publicados

em


source
Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid
Jefferson Rudy/Agência Senado

Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid

O senaror Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid, disse nesta terça-feira (22), após a sessão que ouviu o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) , que a comissão entrará em sua “terceira e decisiva fase”, que vai investigar crimes de corrupção ativa e passiva.

“A Comissão Parlamentar de Inquérito entra em uma terceira e decisiva fase, que é a investigação de outros crimes além dos anteriores. Até então, os indícios eram de crimes contra a ordem de saúde sanitária, de prevaricação, basicamente estes. Nós vamos entrar agora na área de investigação em relação à corrupção ativa e passiva de agentes públicos e privados”, disse.

Segundo Randolfe, já está provado pela comissão a existência de um ‘gabinete paralelo’ do Ministério da Saúde, que aconselhava as medidas tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro — como a defesa por medicamentos comprovadamente ineficazes para o tratamento da Covid, a exemplo da cloroquina e da ivermectina.

Um dos focos da comissão deverá ser a investigação da compra pelo Ministério da Saúde da vacina indiana Covaxin. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), as doses custaram 1.000% mais do que, seis meses antes, era anunciado pela própria fabricante.  A ordem para a aquisição da vacina indiana partiu pessoalmente do presidente Jair Bolsonaro .

Continue lendo

Política Nacional

Bolsonaro afirma que Arthur Lira faz ‘trabalho excepcional’ na Câmara

Publicados

em


source
Presidente Jair Bolsonaro e deputado Arthur Lira
O Antagonista

Presidente Jair Bolsonaro e deputado Arthur Lira

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), faz um “trabalho excepcional”. Bolsonaro chamou Lira de “amigo” e “companheiro” e disse que Executivo e Legislativo são um só Poder, formando “heteramente um casal “.

Em entrevista ao GLOBO publicada nesta terça, Lira afirmou que não há “circunstâncias” para um processo de impeachment contra Bolsonaro e disse que a CPI da Covid é um “erro” e “não vai trazer efeito algum”.

Você viu?

— Prezado amigo, companheiro, presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. Tu faz um trabalho excepcional, Arthur. Quem viveu e quem vive hoje o Parlamento. Bem como o nosso colega Rodrigo Pacheco, no Senado Federal. A gente vive para o Brasil — disse Bolsonaro, durante um evento no Palácio do Planalto.

O presidente acrescentou, como já disse outras vezes, que na prática o Brasil não tem três Poderes, mas sim dois:

— Eu costumo sempre dizer, não são três Poderes, não, Arthur. São dois. É o Judiciário e nós para o lado de cá, porque nós formamos heteramente um casal.

Continue lendo

Política Nacional

Senadores da CPI da Covid discutem ouvir Bolsonaro em sessão presencial

Publicados

em


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

 Senadores membros da CPI da Covid discutem internamente a convocação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para depôr presencialmente na comissão instaurada no Senado Federal para investigar omissões e ações do governo federal durante a crise sanitária da Covid-19. As informações são da CNN Brasil.

Segundo regimento do Senado , no artigo 148, “a comissão parlamentar de inquérito terá poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, facultada a realização de diligências que julgar necessárias, podendo convocar Ministros de Estado, tomar o depoimento de qualquer autoridade, inquirir testemunhas, sob compromisso, ouvir indiciados”.

Desta forma não há especificamente no regimento interno que diga que o presidente possa ser convocado. Por outro lado, não há impeditivo claro.

Os senadores opositores e independentes, que formam o G-7 da CPI , discutem a convocação de Bolsonaro, por acreditar que o chefe do executivo tenha responsabilidade nas decisões tomadas por membros do governo federal referentes à pandemia.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana