conecte-se conosco


Mato Grosso

Nota MT distribuirá R$ 800 mil em prêmios em dois sorteios este mês

Publicado

O Programa Nota MT realiza nesta quinta-feira (12.12) o primeiro dos dois sorteios programados para o mês de dezembro. A partir das 14h30, na sala de reuniões Garcia Neto, no Palácio Paiaguás, serão sorteados 1.005 prêmios, sendo 1.000 de R$ 500 e cinco de R$ 10 mil. No dia 19, às 8 horas da manhã, no mesmo local, será realizado o sorteio especial de Natal, quando serão premiados cinco consumidores com R$ 50 mil, cada.

Para o sorteio de quinta-feira foram gerados cerca de 1,8 milhão de bilhetes, relativos às notas fiscais emitidas entre os dias 1º e 30 de novembro. Para o sorteio especial de Natal já foram gerados 5.073.825 bilhetes. Cada nota fiscal gera dois bilhetes, um para o sorteio mensal e outro para o sorteio especial, independente do valor da compra.

Este será o quinto sorteio mensal do programa, lançado em junho deste ano, que já distribuiu mais de 4 mil prêmios para pessoas que se cadastraram no programa e passaram a pedir os seus CPFs nas notas de compras. Foram distribuídos 5 prêmios de R$ 50 mil, 20 de R$ 10 mil e 4.000 de R$ 500,00.

O programa Nota MT já conta com 231.525 cadastrados. A meta até o final do ano é chegar aos 250 mil inscritos.

Como funciona

Para concorrer aos prêmios, além de pedir o CPF na nota fiscal, é preciso fazer o cadastro no Programa Nota MT, pelo site ou aplicativo. O cadastramento é fundamental para garantir a participação do consumidor em todos os sorteios e receber a premiação.

Veja Também:  Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Os sorteios são realizados com base na Loteria Federal e cada prêmio corresponde a um bilhete eletrônico, gerado a partir de cada nota fiscal emitida com o CPF. Dessa forma, a mesma pessoa pode ganhar mais de um prêmio no mesmo sorteio ou ser contemplada em vários sorteios.

Para receber o prêmio do Nota MT, é preciso informar a conta bancária, e não possuir débito ou com pendência com o estado. A conta do banco deve estar no mesmo CPF da pessoa premiada e pode ser de qualquer instituição financeira, com exceção de conta poupança do Banco Sicredi.

Em relação a adimplência, os premiados devem ter uma Certidão Negativa de Débitos (CND), documento emitido pela Secretaria de Fazenda, em conjunto com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), cujo objetivo é confirmar a ausência de débitos ou pendências. Caso possua alguma irregularidade, o consumidor terá o prazo de 90 dias para regularizar a situação.

O prazo para pagamento do prêmio, estipulado por lei, é de 90 dias contados do momento da regularização da situação do ganhador.

Veja Também:  Servidores da Unemat cogitam greve apontando ‘desmonte’ da educação.

Objetivos sociais

A premiação do Nota MT, beneficiou 103 entidades sociais e filantrópicas de 47 municípios de Mato Grosso. As instituições foram indicadas pelos contribuintes premiados em todos os sorteios já realizados pelo programa desde junho deste ano.  As entidades recebem 20% do valor pago aos ganhadores.

No total, foram pagos R$ 490 mil em prêmios somente para as entidades. A Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso (AACC), entidade mais indicada pelos sorteados, recebeu R$ 125,4 mil no total.

Cadastro

Para participar do Programa, as entidades precisam estar cadastradas no banco de dados da Setasc. Este cadastro também permite as entidades acesso a outros projetos, programas do governo, doação de produtos, entre outros. As instituições e/ou associações interessadas em atualizar os dados ou fazerem parte deste banco de dados da Setasc devem mandar um e-mail para o endereço: [email protected]/ colocar no título “Atualização Cadastral – Nome da entidade” ou acessar a página virtual da Setasc.

Outras duas opções: ligar no telefone (65) 3613-4705 ou ainda procurar a Secretaria, no setor Cidadania e Inclusão Socioprodutiva, e atualizar pessoalmente. O endereço da Setasc é Rua Júlio Domingos de Campos, nº 100, Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

PM prende pai que abandonou filho em carro em MT

Publicado

Um pai que abandonou o filho dentro do carro para ir beber em São Félix do Araguaia (1.173 KM de Cuiabá) foi algemado e preso no dia 12 de janeiro deste ano. Os policiais, e membros do conselho tutelar do município, flagraram a criança sozinha dentro do veículo de madrugada, sem cuidados de higiene.

Ela havia defecado em sua roupa. De acordo com informações do registro de ocorrência, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de duas conselheiras tutelares da cidade relatando que o homem havia abandonado o filho para ir beber no estabelecimento conhecido como “Breja Choperia”.

Acompanhados das conselheiras tutelares, os policiais se dirigiram até o veículo onde a criança estava, por volta das 2h30 da manhã, e localizaram o menor de idade abandonado dentro do carro. Na sequência eles foram até o pai do garoto, que estava bêbado, e teve que ser algemado.

Ainda segundo o registro de ocorrência os pais da criança foram advertidos pelo conselho tutelar.

Veja Também:  Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.
Continue lendo

Mato Grosso

Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Publicado

 Deficiente físico é morador da cidade de Juína e se disse cansado do descaso. Prefeito disse que tomará providências e pediu desculpa aos cadeirantes

Cadeirante mora na cidade há 31 anos e ficou paraplégico após levar um tiro (Foto: Marcelo Guedes/site Metropolitana FM)

Indignado com a falta de acessibilidade em Juína, cidade a 737 km de Cuiabá, o deficiente físico Samuel Nobile de Oliveira, de 41 anos, decidiu construir por conta própria uma rampa de acesso ao prédio da secretaria municipal de Saúde. Com um balde cheio de massa de cimento, que levou de casa, algumas madeiras e pedras, o morador foi para a frente do órgão, na tarde de segunda-feira (24), e declarou que não quer mais sofrer constrangimentos. “Não aguento mais passar por isso e estou cansado de esperar pelo poder público. Por isso tomei a iniciativa e não quero mais esperar”, disse.

Samuel mora no município há 31 anos, no Bairro Módulo 4, e ficou paraplégico após ser atingido por um tiro, em 2006. Desde então, se viu preso à cadeira de rodas e ressalta que encontra dificuldades diárias pela falta de acessibilidade juntamente com outros amigos cadeirantes. Ele conta que precisa ir constantemente à secretaria de Saúde por conta de documentos que necessita para fazer tratamento médico em Brasília (DF).

Veja Também:  Trabalhador é atacado por abelhas durante limpeza de área em zona rural de Rondonópolis

O cadeirante relatou ainda a situação que passa ao ir no posto de saúde do bairro. “Somos atendidos pelos médicos do lado de fora, na rua, porque não têm rampa de acesso. É muita humilhação não sermos tratados como pessoas comuns”, desabafou.

À reportagem, o prefeito Hermes Bergamim disse que já está tomando providências quanto à falta de acessibilidade e garantiu que providenciará melhorias para os deficientes físicos. Também considerou a atitude do morador importante e pediu desculpas pelos constrangimentos que os cadeirantes da cidade têm sofrido. “Estamos colocando a casa em ordem nesses seis meses de gestão. Peço desculpas a todos os deficientes físicos pelas situações e constrangimentos. Vamos tomar as devidas providências na cidade para que isso não ocorra mais”, afirmou.

Continue lendo

Mato Grosso

Homem invade casa da ex-namorada e é achado morto na calçada em MT

Publicado

Reprodução

Um homem de 28 anos morreu depois de invadir a casa da ex-namorada, no Bairro Noise Curvo, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na manhã deste domingo (26). O casal estava separado há cerca de um ano.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher, de 25 anos, estava sozinha no local quando teve a casa invadida. Testemunhas disseram à polícia que o casal teve uma discussão dentro da residência.

Logo depois, o jovem pulou o muro e caiu na frente da casa. Ele tinha um ferimento no peito, segundo a polícia, ocasionado por algum objeto perfurante.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também esteve no local. A causa da morte é investigada.

A moradora e testemunhas foram encaminhadas à delegacia. Elas foram ouvidas e liberadas, em seguida.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana