conecte-se conosco


Carros

Números do setor automotivo caem quase 90% na segunda metade do mês

Publicado

fabrica arrow-options
Divulgação/Jaguar Land Rover

Com baixa atividade depois da segunda metade do mês, setor automotivo começa a rever seus planos para 2020

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulga os números de março com algumas informações alarmantes. Por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, as últimas semanas de março tiveram uma queda abrupta nas vendas e na produção de automóveis e comerciais leves. Se for comparado o total vendido na primeira semana de março com a última, houve declínio de 86,5%, de 10,7 mil unidades para apenas 1,4 mil.

LEIA MAIS: Fabricantes mostram como estão ajudando a combater o coronavírus

Conforme o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, o setor automotivo vinha, nas duas primeiras semanas de março, mantendo um ritimo muito bom, dentro do previsto, mas a partir do dia 18, começou uma queda acentuada por causa do fechamento das concessionárias e das fábricas. Ainda seguno o executivo, cada fabricante está analisando diariamente o andamento da crise e revendo seus cronogramas, o que vai depender das melhores condições na crise da saúde que afeta o Brasil.

Veja Também:  Haojue DR 160 encosta nos R$ 15 mil depois de novo aumento de preços

Moraes também comentou que todo o setor automotivo está com 63 fábricas fechadas e mais de 123 mil colaboradores parados. E que não há como fazer previsões futuras no momento. O que se sabe até agora é que o mercado financeiro como um todo aponta para uma queda no PIB brasileiro de 2,3%, em média, para 2020.

Setor automotivo em alerta

fábrica arrow-options
Divulgação

Com fábricas paradas a partir de meados de março, produção do mês teve queda de 21% na produção durante o mês


Em março, as vendas de automóveis e comerciais leves foram de 163,3 mil unidades, o que é 21,8% menor que as 209, mil do mesmo mês de 2019 e 18,6% abaixo doas 201 mil de fevereiro último. No acumulado do primeiro trimestre, a baixa nas vendas é de 8,1%, com 558,1 mil unidades ante 607,6 mil do mesmo período do ano passado.

LEIA MAIS: Vendas de veículos despencam 19,1% no pior março em 14 anos

Atualmente, os estoques são de 48 dias, o que deverá ser o suficiente para suprir a demanda de abril e maio. E o nível de empregos, pelo menos por enquanto, manteve-se estável em março em relação a fevereiro, com 126 mil ante 125,7 mil, o que representa uma leve queda de 0,2%. Observando março de 2020 com um todo, a queda em relação ao mesmo mês de 2019 foi de 21% para produção, licenciamentos e exportação, coincidentemente. Na comparação com fevereiro, a retração foi de 18% nos emplacamentos e nas exportações, e de 7% na produção.

Mesmo diante dos resultados negativos, segundo Moraes,” o momento é de priorizar a saúde da população, e todas as nossas associadas estão dando sua contribuição no combate ao novo coronavírus , seja reparando respiradores, seja produzindo e doando máscaras, ou mesmo cedendo suas frotas vários para as mais diversas finalidades”, disse ele.

LEIA MAIS: Concessionárias e lojistas usam criatividade para sobreviver na crise

Ainda conforme Moraes “também é hora de uma conscientização de todas as esferas do governo, bancos e sociedade para criar mecanismos que permitam à cadeia automotiva atravessar esse período de retração com a preservação das empresas e dos empregos”, alertou.

publicidade

Carros

Nissan Frontier Attack estreia novas opções de cores

Publicado


source
Nissan Frontier
Divulgação

Nissan Frontier Atrack na nova Cor Azul Cayman, uma das duas inéditas que passam a ser oferecidas pela marca japonesa

Mais vendida da picape média Nissan Frontier, a configuração Attack ganhou as opções de cores Azul Cayman e Cinza Grafite, que se somam na paleta que já trazia as tonalidades Branco Aspen, Preto Premium e Vermelho Alert.

LEIA MAIS: Nissan Frontier 2020 chega às lojas com novas cores e acessórios

Com preço de tabela de R$ 173.490, a Nissan Frontier Attack é a versão mais acessível da picape importada da Argentina equipada com a versão de 190 cv do motor 2.3 biturbo diesel. O propulsor é combinado com um câmbio automático de sete marchas e o sistema de tração 4×4.

LEIA MAIS: Trilhas, lama e florestas na Nissan Frontier, conhecendo a história do Brasil

Já a lista de equipamentos da Nissan Frontier Attack inclui sistema multimídia com tela de 8″ e compatibilidade com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas e o painel de instrumentos com tela multifuncional colorida de 5″.

Veja Também:  Documento do veículo agora é digital em todo o Brasil



Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

VW registra nome e-Samba, que pode ser para nova Kombi

Publicado


source
Kombi
Divulgação

O conceito I.D.Buzz mostra a Kombi do futuro e traz uma lembrança da lendária van popular de passageiros e de carga, um sucesso mundial

A Volkswagen vai começar a vender a nova geração da Kombi apenas em 2022, mas já existe uma pista de como o novo modelo deverá ser batizado. Isso porque a matriz da marca registrou o nome e-Samba , que pode ser utilizado pelo menos em uma versão do carro que terá apenas motores elétricos no lugar do a combustão.

LEIA MAIS:  Kombi faz 60 anos: relembre versões icônicas que já foram vendidas no Brasil

O nome Samba foi adotado pela Volkswagen no passado, mais exatamente entre as décadas de 1950 e 1960, quando a fabricante tinha a primeira geração da Kombi , que logo de tornou um dos ícones da marca em todo o mundo. E na variação mais luxuosa, vinha com 21 ou 23 janelas, o que é bastante raro e valrizado no mercado de clássicos hoje em dia.

Também não se sabe ainda em qual versã da nova Kombi elétrica o nome e-Samba poderá ser usado. De qualquer forma, o carro vai se basear no protótipo ID Buzz , que foi muito bem aceito pelo público nas exposições internacionais das quais participou.

LEIA MAIS: Volkswagen confirma que vai produzir a nova geração da Kombi

Veja Também:  Harley-Davidson Heritage Classic agora tem motor 114

Entre outras características interessantes, a nova VW Kombi elétrica terá dois motores elétricos , um para cada eixo, que somarão 374 cv de potência, pelo menos em uma versão. As demais deverão vir apenas com tração traseira e menos fôlego, apenas para passageiros ou para carga, assim como já foi mostrado anteriormente pela marca em algumas ocasiões, como no Salão de Los Angeles (EUA), há dois anos.

Fonte: VW ID Talk

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

Conheça a nova Ford F-150, agora também em versão híbrida

Publicado


source
Ford F-150
Divulgação

Ford F-150 híbrida chega com equipamentos de última geração, que marcam a nova era de tecnologia para a Ford

O mercado norte-americano é o maior do mundo em picapes e cria as novas tendências neste segmento. Agora, a expectativa do consumidor é pelos modelos eletrificados, já que há várias prometidas para 2021 e 2022. Mas, sem dúvida, a Ford F-150 é a uma das mais esperadas e já saí frente com um modelo híbrido.

LEIA MAIS: GM prepara a chegada do novo SUV elétrico Chevrolet Bolt EUV

Superpopular nos Estados Unidos, a Ford F-150 estreou esta semana com uma pré-apresentação gravada on-line, realizada pelo ator Denis Leary na fábrica de Dearborn, em Detroit, e transmitida no YouTube, Facebook e Twitter. Está picape seria bem-vinda no Brasil.

Ford F-150
Divulgação

A Ford F.150 2021 recebeu modificações externa e interna e o destaque é o modelo híbrido

O destaque da linha é a versão híbrida da F-150 que usa um motor twin-turbo de 3.5L V6, com um motor elétrico de 35 quilowatts e uma bateria de íon-lítio do tamanho de uma mala colocada sob a cabine. A autonomia é de mais de 1.100 km com um tanque.

Veja Também:  Nissan Frontier Attack estreia novas opções de cores

Na nova F-150 híbrida foram introduzidas mudanças significativas por dentro e por fora, que incluem nova estrutura, design e conectividade. Ela está recheada de tecnologia como, por exemplo, terá opcionalmente um modo de condução mãos-livre.

LEIA MAIS: Conheça o Citroën ë-C4, crossover elétrico sucessor do Cactus

O F-150 oferecerá 11 estilos de grade. Os pára-lamas dianteiros são elevados. As lâminas da grade são móveis para aumentar a eficiência de combustível. Elas retraem-se parcialmente em velocidades mais baixas especialmente no off-road.

No interior da picape híbrida , uma tela de toque de 8 ou 12 polegadas, conforme a versão, no tamanho de um tablet com informações em tempo real e com múltiplas funções. O sistema de conectividade SYNC 4 foi aprimorado e é compatível com o Apple CarPlay, Android Auto, Waze e Ford + Alexa.

Ford
Divulgação

A Ford F.150 introduz mudanças significativas e algumas conveniências criativas como uma bancada de trabalho na porta da caçamba

Uma novidade interessante é que será equipada com um gerador que produz 2,4 a 7,2 quilowatts para operar uma base de trabalho, transformando o banco da frente para guardar ferramentas e a porta da caçamba como bancada.

Tesla
Divulgação

A F.150 e a Tesla Cybertruck devem fazer um grande duelo no segmento de picapes elétricas

“Para a Ford, o mercado de picapes é realmente crítico para a sua lucratividade. A nova F-150 é o nosso principal lançamento do ano e já oferece uma boa idéia da versão totalmente elétrica que chega em 2022”, afirmou Jim Farley, executivo-chefe da Ford.

Veja Também:  Mitsubishi lança Outlander Sport em três versões no Brasil

LEIA MAIS: Mercedes terá modelos EQA e EQS, como elétricos de grife

Bem, com a Ford F-150 , a montadora parece estar ciente que precisa ter também uma versão elétrica de sua famosa picape. Afinal, há vários lançamentos anunciados no segmento e como Tesla Cybertruck, com seu estilo ousado, esperado de 2021.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana