conecte-se conosco


Policia Federal

PF apreende mais de 10 kg de cocaína no Aeroporto de São Paulo

Publicado

Guarulhos/SP – A Polícia Federal prendeu, entre os dias 8 e 10/11, no Aeroporto Internacional de São Paulo, quatro passageiros de voos internacionais com drogas ocultas no corpo e em fundos falsos de malas.

Na quinta-feira (8), um brasileiro, de 19 anos, foi preso tentando passar pelo controle migratório com quase três quilos de cocaína oculta em fundos falsos de uma mala de mão. O homem pretendia embarcar com destino ao Moçambique.

Na sexta-feira (9), uma mulher, nacional de Angola, 36 anos, foi flagrada vestindo, sob as vestes, uma espécie de cinta modeladora contendo dois quilos de cocaína, distribuídos em oito volumes. A presa, que embarcaria em voo para seu país natal, disse aos policiais que foi ameaçada de morte pelo traficante, caso se recusasse a transportar a droga.

Um casal de brasileiros, que pretendia embarcar para Portugal, teve suas bagagens analisadas pelos policiais federais, por meio do raio-x no porão de bagagens. Eles foram presos após os peritos federais encontrarem quase seis quilos de cocaína ocultos nas estruturas de suas duas malas. O casal, de 37 e 35 anos, é oriundo do estado do Paraná.

Veja Também:  Polícia Federal deflagra operação contra fraudes a benefícios previdenciários na Bahia

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais, onde permanecerão à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

publicidade

Policia Federal

PF cumpre mandados contra suspeitos de roubo a banco no Paraná

Publicado


.

Curitiba/PR – A Polícia Federal deflagrou hoje (7/7) a operação Fuga da Toca, que cumpre dois mandados de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão contra dois suspeitos de participarem do roubo contra a Caixa Econômica Federal, no bairro Tatuquara em Curitiba, no dia 30 de setembro de 2019. Os mandados judiciais foram cumpridos nas cidades de Mandirituba e Fazenda Rio Grande, no Paraná, e Chapecó, em Santa Catarina.

Os suspeitos, no dia da ação criminosa, conseguiram fugir do cerco policial. Na ocasião seis indivíduos participaram da execução do roubo contra a instituição bancária, sendo que quatro suspeitos vieram a óbito após entrar em confronto com equipes policiais.

Os presos serão indiciados pelos crimes de roubo qualificado, dano qualificado, posse e porte de arma de fogo de calibre permitido, crimes cujas penas podem chegar a 20 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/SR/PR

Telefone: (41) 3251-7813

[email protected]

 

 

Veja Também:  PF investiga organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas no Amazonas

Continue lendo

Policia Federal

PF desarticula esquema de grupo que levava drogas e celulares para penitenciária estadual no RS

Publicado


.

Uruguaiana/RS – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (7/7), a Operação Pater, com o objetivo de combater organização criminosa que introduzia drogas e telefones celulares na Penitenciária Modulada Estadual de Uruguaiana – PMEU.

 A deflagração acontece nas cidades de Uruguaiana, Itaqui, Alegrete, Pelotas e Caçapava do Sul, com o cumprimento a 49 mandados de prisão e 38 mandados de busca e apreensão. Participam da ação de hoje cerca de 230 policiais e agentes de segurança. A Operação tem a participação da Brigada Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, SUSEPE, ROMU (Guarda Municipal de Uruguaiana) e Ministério Público Estadual.

 De acordo com o inquérito policial, integrantes do grupo criminoso investigado enviavam drogas e telefones celulares para o interior da PMEU, além de promover o tráfico de drogas em pontos da cidade. Há indícios, ainda, da prática de outros crimes como o contrabando e o tráfico de armas.

A ação de hoje contou ainda com o apoio do Exército Brasileiro, Força Nacional e Prefeitura Municipal de Uruguaiana.

 

Mandados de Prisão (MP) e Mandados de Busca e Apreensão (MBA) por município:

Veja Também:  Polícia Federal desarticula grupo criminoso especializado em fraudes bancárias no Tocantins

Uruguaiana – MP 44 – MBA 34

Itaqui – MP 02 – MBA 02

Alegrete – MP 01 – MBA 01

Pelotas – MP 01 – MBA 01

Caçapava do Sul – MP 01 – MBA 00

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Uruguaiana/RS

www.pf.gov.br

Fone: (55)3414-9010

 

*** O nome da Operação – Pater – se dá em razão de que, inicialmente, alguns apenados eram abastecidos com drogas enviadas pelos seus pais, traficantes em atividade em Uruguaiana.

Continue lendo

Policia Federal

PF investiga organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas no Amazonas

Publicado


.

Manaus/AM – A Polícia Federal (PF)  deflagrou, na manhã desta terça-feira (7/7), a Operação Schelde, para dar prosseguimento à fase ostensiva de Inquérito Policial, por meio do qual são investigados fatos relacionados a possíveis práticas de crimes, como pertencimento a organização criminosa, tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e uso de documentos ideologicamente falsos.

A Justiça Federal da Seção Judiciária do Amazonas deferiu parcialmente representação da Polícia Federal e expediu 7 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 1 de prisão preventiva, os quais são cumpridos nas cidades de Manaus e Tabatinga, Estado do Amazonas, nessa etapa da investigação criminal.

O Inquérito Policial foi instaurado pela PF após tomar conhecimento da apreensão, no Porto de Antuérpia, na Bélgica, de 250 kg de cocaína, que estavam sendo transportados, ocultados em vigas de madeira, com destino à Holanda.

Durante a investigação a PF identificou uma possível organização criminosa dedicada à logística do tráfico internacional de drogas. Para isso, os envolvidos se utilizam de empresas “de fachada” para, em meio a produtos aparentemente lícitos destinados à exportação, transportar drogas desde os países produtores vizinhos, passando pelo Amazonas e outros estados brasileiros, até a Europa.

Veja Também:  PF cumpre mandados contra suspeitos de roubo a banco no Paraná

Ademais, suspeita-se da utilização de nomes falsos por parte de alguns dos indivíduos pertencentes à organização criminosa transnacional, na tentativa de se esquivar da aplicação da lei penal.

 Os indiciados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes supramencionados, cujas penas, somadas, podem ultrapassar os 30 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amazonas

Contato: (92) 3655-1548
E-mail: [email protected]

 

*** O nome da operação é uma referência ao Rio Schelde, à margem do qual se situa o Porto da Antuérpia, na Bélgica, local da apreensão de drogas que ensejou o início dessa investigação

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana